quarta-feira, 27 de agosto de 2014

Servidores do Rio de Janeiro Ajudem a Elaborar o Seu Programa de Governo.

video

O nosso candidato a Vice Governador Márcio Garcia postou um vídeo em seu Blog (http://www.marciogarciarj.com.br/) convocando todas as categorias de servidores públicos do nosso Estado para participarem da elaboração do programa de governo de seu partido.
Essa é mais uma demonstração de sua forma diferente de fazer política, procurando ouvir o que as pessoas têm a falar com o objetivo de apurar suas reais necessidades, para que tudo isso seja colocado no Programa de Governo como forma de planejamento de ações para atender a estes anseios de uma forma séria, transparente, responsável e sem demagogia.
Servidor Público do Estado do Rio de Janeiro, aproveite esta oportunidade, participe, divulgue, ajude a espalhar essa idéia.
SE ANTES VOCÊ NÃO ERA OUVIDO, ESSA É A OPORTUNIDADE DE SE INICIAR UM GOVERNO DE OUVIDOS ABERTOS PARA VOCÊ, POIS A SUA SATISFAÇÃO COMO SERVIDOR IRÁ REFLETIR DIRETAMENTE NA QUALIDADE DO SERVIÇO PRESTADO À POPULAÇÃO.

Alerj aprova aposentadoria especial aos 25 anos de serviço para servidores estaduais.



Djalma Oliveira

Foto: Divulgação / Alerj / Yago Barb / Divulgação / Alerj / Yago Barbosa
A Assembleia Legislativa do Rio (Alerj) aprovou, nesta terça-feira, em votação única, o Projeto de Lei Complementar 38/2014, que regulamenta a aposentadoria especial no serviço público estadual, aos 25 anos de serviço, para os funcionários que exercem atividades de risco à saúde e à integridade física. Eles terão direito ao benefício integral. A matéria prevê que, dentro do tempo total de trabalho, o servidor deve passar dez anos no serviço público e cinco no cargo em que ele vai se aposentar. Duas das 18 emendas que haviam sido apresentadas pelos deputados foram aprovadas.

Entre as chamadas condições especiais, que darão direito à aposentadoria especial, de acordo com o texto do projeto aprovado nesta terça-feira, está a exposição a agentes físicos, químicos e biológicos. A maneira pela qual o servidor poderá comprovar que trabalhou nessas condições ainda será decidida, mas não serão aceitas somente provas testemunhais, como relatos de colegas de trabalho, ou o recebimento de adicionais de insalubridade ou equivalentes.



AGORA VAMOS ESPERAR E VER COMO FICOU O TEXTO DA LEI, VALE RESSALTAR QUE JÁ ERA POSSÍVEL CONSEGUIR ESSE BENEFÍCIO NA JUSTIÇA, POIS EM ABRIL O STF EDITOU A SÚMULA VINCULANTE Nº 33 QUE PACIFICAVA A JURISPRUDÊNCIA A RESPEITO DA APOSENTADORIA ESPECIAL.

PARA SABER MAIS A RESPEITO ACESSEM:


A FESTA DO LEÃO


Aniversariantes do mês de Agosto e setembro, nessa sexta feira, dia 29/08/ venham comemorar com nosso amigo, Leão da Montanha.

 Aniversariantes do mês de agosto e setembro, nessa sexta, dia 29/08 venham comemorar seu aniversário juntamente com nosso amigo Leão da Montanha. 

O evento será na Associação de Moradores de Guadalupe,  Rua Acrísio Mota 301 Guadalupe. Próximo a rua do rio à partir das 12 horas. Bombeirada, familiares e amigos estão convidados.  

COMPROMISSO COM O FUNCIONALISMO PÚBLICO É 22


O meu vice, Marcio Garcia, é um dos bombeiros presos covardemente por Pezão e Cabral, por lutar por melhores salários para a categoria.


Através da nossa aliança, selamos um pacto de compromisso e transparência com o funcionalismo público estadual. 


Vamos resgatar o diálogo com os servidores e voltar a investir neles.

COMPARTILHEM, amigos! Compromisso com o funcionalismo é 22!

terça-feira, 26 de agosto de 2014

GAROTINHO PERMANECE NA LIDERANÇA DO RIO DE JANEIRO

26/08/2014 19h05 - Atualizado em 26/08/2014 19h24

No RJ, Garotinho tem 28%, Pezão, 18% e Crivella, 16%, diz Ibope

Instituto entrevistou 1.204 eleitores entre os dias 23 e 25 de agosto.
A margem de erro é de 3 pontos percentuais para mais ou para menos.




Pesquisa Ibope divulgada nesta terça-feira (26) mostra Anthony Garotinho (PR) com 28% das intenções de voto na corrida para governador do estado do Rio. O governador Luiz Fernando Pezão (PMDB), candidato à reeleição, aparece com 18% seguido do senador Marcelo Crivella , com 16%. O petista Lindberg Farias tem 12% das intenções de voto. Brancos e nulos somaram 15%; não souberam ou não responderam 6% dos entrevistados.

Veja os números do Ibope para a pesquisa estimulada (em que a relação dos candidatos é apresentada ao entrevistado):
Anthony Garotinho (PR) – 28%
Luiz Fernando Pezão (PMDB) –  18%
Marcelo Crivella (PRB) -  16%
Lindberg Farias (PT) –  12%
Tarcísio Motta (PSOL) – 3%
Dayse Oliveira (PSTU) – 1%
Ney Nunes (PCB)  - 1%
Brancos e nulos – 15%
Não sabem ou não responderam -  6%
Realizada nos dias 23 a 25 de agosto de 2014, a pesquisa entrevistou 1.204 eleitores. A margem de erro estimada é de 3 pontos percentuais para mais ou para. O nível de confiança é de 95%, o que quer dizer que, se levada em conta a margem de erro de três pontos para mais ou para menos, a probabilidade de o resultado retratar a realidade é de 95%.
A pesquisa foi contratada pela TV Globo e foi registrada no Tribunal Regional Eleitoral sob o protocolo Nº RJ- 00022/2014 e no Tribunal Superior Eleitoral sob protocolo Nº BR - 00418/2014.
Segundo turno
A pesquisa simulou um segundo turno entre Garotinho e Crivella. Nesse cenário, Garotinho tem 34% das intenções de voto, e Crivella, 33%. Votariam em branco ou anulariam o voto 27% dos entrevistados, enquanto 5% não souberam responder ou não responderam.
O cenário de um segundo turno entre Garotinho e Pezão seria o primeiro com 38% das intenções de voto, e o segundo com 31%. Votos em branco ou nulos seriam 25%; 5% dos entrevistados não responderam ou não souberam responder.
O segundo turno entre Garotinho e Lindberg tem este cenário: Garotinho 37%, Lindberg 29%, brancos ou nulos 27%, e não souberam ou não responderam 6%.
Rejeição
O Ibope também pesquisou em quem os eleitores não votariam de jeito nenhum. Quem tem a maior rejeição é o candidato Garotinho, com 35%. Pezão vem em segundo lugar com 20% de rejeição, seguido por Crivella e Lindberg, ambos com 19%. Ney Nunes  aparece com 11%, enquanto Tarcísio marca 9% e Dayse, 7%. Eleitores que não souberam responder ou não responderam somaram 17%.

MARINA SILVA VENCERIA DILMA EM SEGUNDO TURNO

Dilma tem 34%, Marina, 29%, e Aécio, 19%, aponta pesquisa Ibope

Em simulação de segundo turno, Marina tem 45% e Dilma, 36%.
Instituto ouviu 2.506 eleitores entre os últimos sábado e segunda-feira.

Do G1, em Brasília
Pesquisa Ibope divulgada nesta terça-feira (26) aponta Dilma Rousseff (PT) com 34% das intenções de voto para presidente da República e Marina Silva (PSB), com 29%. O candidato do PSDB, Aécio Neves, tem 19%, seguido de Pastor Everaldo (PSC) e Luciana Genro (PSOL), com 1% cada um. Os outros seis candidatos somados acumulam 1%.
O levantamento indica que, em um eventual segundo turno entre Dilma Rousseff e Marina Silva, a ex-senadora teria 45% e a atual presidente, que tenta a reeleição, 36%.
Encomendada pela TV Globo e pelo jornal "O Estado de S. Paulo", a pesquisa é a primeira do Ibope com Marina Silva como candidata do PSB.
No levantamento anterior do instituto, divulgado no último dia 7, o candidato do partido ainda era Eduardo Campos, que morreu em acidente aéreo no último 13. Naquela pesquisa, Dilma tinha 38%, Aécio, 23%, e Campos, 9%. Entre uma pesquisa e outra, a taxa de indecisos passou de 11% para 8%, e a de quem pretende votar em branco ou nulo, de 13% para 7%.
Confira abaixo os números na modalidade estimulada da pesquisa (em que o pesquisador apresenta ao entrevistado um cartão com os nomes de todos os candidatos):
Dilma Rousseff (PT): 34%
Marina Silva (PSB): 29%
Aécio Neves (PSDB): 19%
Luciana Genro (PSOL): 1%
Pastor Everaldo (PSC): 1%
José Maria (PSTU): 0%*
Eduardo Jorge (PV): 0%*
Rui Costa Pimenta (PCO): 0%*
Eymael (PSDC): 0%*
Levy Fidelix (PRTB): 0%*
Mauro Iasi (PCB): 0%*
- Brancos/nulos/nenhum: 7%
- Não sabe: 8%
Cada um dos seis indicados com 0% não atingiu 1% das intenções de voto; somados, eles têm 1%
O Ibope ouviu 2.506 eleitores em 175 municípios entre os últimos sábado (23) e segunda-feira (25). O nível de confiança é de 95%, o que quer dizer que, se levarmos em conta a margem de erro de dois pontos para mais ou para menos, a probabilidade de o resultado retratar a realidade é de 95%. A pesquisa está registrada no Tribunal Superior Eleitoral (TSE) sob o número BR-00428/2014.
Espontânea
Na modalidade espontânea da pesquisa (em que o pesquisador somente pergunta ao eleitor em quem ele pretende votar, sem apresentar a relação de candidatos), o resultado foi o seguinte:
- Dilma Rousseff (PT): 27%
- Marina Silva (PSB): 18%
- Aécio Neves (PSDB): 12%
- Outros: 2%
- Brancos/nulos/nenhum: 12%
- Não sabe: 28%
Segundo turno
O Ibope simulou os seguintes cenários de segundo turno:
- Marina Silva: 45%
- Dilma Rousseff: 36%
- Brancos/nulos/nenhum: 9%
- Não sabe: 11%
- Dilma Rousseff: 41%
- Aécio Neves: 33%
- Brancos/nulos/nenhum: 12%
- Não sabe: 12%
Rejeição
Dentre os 11 candidatos a presidente, Dilma Rousseff tem a maior taxa de rejeição (percentual dos que disseram que não votam em um candidato de jeito nenhum). Veja os números:
- Dilma Roussef: 36%
- Aécio Neves: 18%
- Pastor Everaldo: 14%
- Zé Maria: 11%
- Marina Silva: 10%
- Eymael: 9%
- Levy Fidelix: 9%
- Luciana Genro: 8%
- Rui Costa: 7%
- Eduardo Jorge: 7%
- Mauro Iasi: 6%

MOTOCICLISTAS NO PRIMEIRO COMBATE

A partir de setembro os bombeiros do Rio de janeiro contarão com motociclistas para os primeiros combates em via pública


A SUBIDA DE MARINA SILVA

O  aguardadíssimo resultado da pesquisa Ibope que o Jornal Nacional divulgará hoje vai mostrar um novo avanço de Marina Silva. Pela pesquisa, Marina está empatada tecnicamente com Dilma Rousseff no primeiro turno, considerando a margem de erro de 2%.



A pesquisa mostrará Dilma Rousseff entre 31% e 32%, Marina entre 27% e 28% e Aécio Neves entre 18% e 20%.

No segundo turno, Marina aparecerá com dois dígitos à frente de Dilma.

A pesquisa foi feita pelo Ibope entre 23 e hoje. Foram entrevistados 2506 eleitores.

Por Lauro Jardim

CARIOCAS QUEREM MUDANÇAS NO MODELO DAS UPP'S

Pesquisa Datafolha revela interesse da população carioca



Parece estar tudo em sintonia. Primeiro um esclarecimento sobre as verdadeiras propostas para o projeto da UPP, depois uma matéria que mostra o quanto este projeto é falho e tem propiciado a morte de policiais militares. E hoje, em materia do jornal Destak, trás uma pesquisa datafolha na qual revela que o povo deseja mudanças no modelo da UPP. Ou seja, as propostas do partido da republica para a área de segurança esta em conformidade com os anseios da população carioca.