terça-feira, 26 de julho de 2016

TODA A ATENÇÃO É POUCO. FUTURO DOS MILITARES EM JOGO

Governo faz estudos para incluir militares na proposta de regime único de previdência





O secretário-chefe da Casa Civil da Presidência da República, Eliseu Padilha, confirmou nesta segunda-feira que o governo federal pretende apresentar ao Congresso Nacional proposta de regime único para a Previdência Social que agregará contribuintes civis e militares. Segundo Padilha, as condições para que o projeto seja enviado à tramitação está sob análise de técnicos do governo.

Os ministérios do Planejamento e da Fazenda, ao lado da Casa Civil, e integrantes do grupo de trabalho (grupo criado com a finalidade de enviar propostas para a reforma da previdência) estão cuidando disso. O pedido foi do presidente (em exercício) Michel Temer. O pessoal já começou a se dedicar para ver quais são as variáveis para pensarmos em um regime único, e o tempo necessário para isso — disse Padilha em entrevista à Agência Brasil.

Se o regime é único, é essa a ideia do presidente (incluir militares e civis). Mas ainda é uma ideia muito embrionária, concluiu.

O tema causa polêmica entre os membros das Forças Armadas. Em vídeo institucional ao assumir o Ministério da Defesa, o ministro Raul Jungmann prometeu “defender” o interesse dos militares diante da possível mudança na previdência. Hoje, os militares entram na reserva ou são reformados e seguem sendo pagos em regime diferenciado à Previdência Social.

Comandante do exército pontua algumas diferenças que a vida militar impõe que não permite uma paridade com os demais servidores.
Fonte: Extra Online



SOS BOMBEIROS: O ponta pé inicial para mudanças na previdência dos militares foi dado. Com um discurso de que é apenas um estudo, se piscarem, quando verem já foi tudo alterado. O exército brasileiro já perdeu inúmeras prerrogativas, e essa da previdência será observada por todos os Estados na intenção de seguirem no mesmo vácuo.

Sabemos de todas as dificuldades dos Estados, mas não podemos ficar desatentos às intenções dos que nos veem como um peso na hora de remunerar, mas no momento do sufoca é aos militares que clamam. Uma coisa é clara, a atividade militar não se compara com as outras funções, por isso, um estudo visando unificar é bastante preocupante.

segunda-feira, 25 de julho de 2016

PÚBLICO DA OLIMPÍADA TEM MAIS AMBULÂNCIAS Á DISPOSIÇÃO QUE O RESTANTE DO ESTADO DO RJ




Enquanto a Secretaria estadual de Saúde (SES) do Rio perdeu quase a metade da frota de ambulâncias em 2016, o socorro nos Jogos Olímpicos estará garantido com frota maior do que a que atende à toda a população do estado do Rio. Em crise, a SES está, desde fevereiro, sem contrato com a empresa de manutenção dos veículos. Assim, a frota diminuiu de 46 ambulâncias, em dezembro, para 26, desde o mês passado. Das 20 fora de uso, 13 estão quebradas e sete foram descartadas por, segundo a secretaria, estarem velhas.

Já para os Jogos, o governo federal comprou 146 ambulâncias por R$ 42 milhões. A União ainda gastará mais R$ 20 milhões pela operação, cuja licitação foi feita pela SES, responsável pela fiscalização do serviço. A família olímpica e o público esperado somam cerca de 7 milhões de pessoas — uma ambulância para cada 48 mil pessoas.

Já o estado do Rio tem as 26 ambulâncias da SES e mais 68 controlada pela Secretaria estadual de Defesa Civil, mas cuja manutenção é paga com dinheiro federal. Somadas, são 94 ambulâncias para 16 milhões de habitantes — a proporção cai para um veículo a cada 170 mil pessoas.
O Ministério da Saúde afirmou que, depois da Olimpíada, as ambulâncias “serão redistribuídas pelo país para que possam reforçar a capacidade de atendimento, tornando-as um legado dos Jogos”.


Frota será de uso exclusivo da Olimpíada

O edital de contratação das ambulâncias, realizado pela SES, define que as 146 ambulâncias são de uso exclusivo dos envolvidos dos Jogos Olímpicos. De acordo com o texto, “os atuais serviços de remoção de urgência do estado estão e estarão empenhados no socorro de rotina da cidade, que terá um grande aumento da população flutuante, sendo incapaz de atender esta enorme demanda específica e de curta duração”.

A contratação ainda é justificada no edital pela necessidade de “uma resposta operacional eficaz e eficiente, por parte da Secretaria estadual de Saúde, objetivando a remoção ágil e confiável para tratamento definitivo da população alvo”.

R$ 1 milhão em dívida com firma de manutenção

O estado do Rio está sem contrato de manutenção desde fevereiro para a frota de ambulâncias por falta de dinheiro. A Peça Oil, que realizava esse serviço, ainda tem cerca de R$ 1 milhão para receber dos cofres públicos. A SES informou que, em janeiro — quando o atual secretário, Luiz Antônio de Souza Teixeira Júnior, assumiu —, todas as ambulâncias estavam sem funcionamento.

Ainda de acordo com a pasta, “está em andamento processo licitatório para a contratação de serviços de manutenção de veículos, o que inclui as ambulâncias”.

A empresa Sistema de Emergência Médica Móvel do Rio de Janeiro foi a vencedora da licitação para operar as ambulâncias durantes os Jogos Olímpicos. A firma deverá garantir o abastecimento dos veículos, repor os medicamentos e insumos, fornecer os profissionais e a segurança dos veículos. Além disso, também deve fornecer seis veículos com motorista, 24 horas por dia, para a coordenação e supervisão do serviço pela Secretaria estadual de Saúde.

Fonte:http://extra.globo.com/noticias/rio/publico-da-olimpiada-tem-mais-ambulancias-disposicao-que-restante-do-estado-do-rio-19771471.html

SOS BOMBEIROS: Essa é a importância que a população da cidade olímpica tem para o governo.

OLIMPÍADAS SEM APOIO DA POPULAÇÃO E DOS SERVIDORES DO ESTADO

Servidores do Estado protestam em Copacabana num dos pontos turísticos da cidade mais badalado: Hotel Copacabana Palace


Servidores protestaram em Copacabana contra gastos com a olimpíada.No fim da manifestação, um grupo de professores colou adesivos e rabiscou com giz o monumento olímpico

Rio - Cerca de 150 servidores protestaram em frente aos aros olímpicos, em Copacabana, Zona Sul do Rio, na manhã deste domingo. No ato, os funcionários públicos reclamam de atrasos de salário e dos gastos com obras nos Jogos Olímpicos.


O protesto se manteve pacífico mas no fim cerca de 20 professores colaram adesivos e picharam com giz o monumento dos aros olímpicos. No momento da ação dos professores, muitos turistas estavam em volta dos aros olímpicos para tirar foto e ficaram bastante incomodados com a manifestação que estava ocorrendo. A Guarda Municipal foi chamada mas não reprimiu a ação já que era pequena a movimentação. 
Fonte: O Dia Online







SOS BOMBEIROS: Não está passando em branco toda essa covardia e roubalheira que o governo vem praticando contra a população, e deixando a conta para os servidores pagarem. O manifesto pode não ter sido vultoso, porém o somatório dos pequenos manifestos e problemas com as olimpíadas, que já começaram, representa toda insatisfação e falta de apoio de nosso povo.

A IRA DO PMDB CONTRA NOSSO REPRESENTANTE

Compreendam as motivações para que a Delegacia Fazendária, ou melhor, DELEGACIA DO GOVERNO (que faz todos os serviços sujos para criminalizar àqueles que veem como seus adversários) seja utilizada contra quem se coloca em seus caminhos.


Delegada titular: Renata Araújo dos Santos

Destaque: Criminaliza em seus inquéritos os manifestantes (professores, garis, estudantes, entre outros) que lutam por melhores salários e condições de trabalho.

Volume de inquéritos que estão atuando: Atualmente só existe um em toda a delegacia, o do vereador Marcio Garcia.

Modus operandi: Alimenta a mídia comprada com trechos de depoimentos vazados irregularmente para direcionar a opinião pública segundo seus interesses.


Em destaque a delegada Renata dos Santos
Fonte: http://midiacoletiva.org/policia-tenta-confrontar-o-poder-politico-que-defende-ha-mais-de-200-anos/

As razões para tanto empenho em denegrir a imagem do vereador, dando a ele destaque digno a grandes adversários políticos "colocar na CAPA do jornal um depoimento sem provas, como suposta verdade, passando a mensagem de uma condenação" é porque dentre muitos posicionamentos de Marcio Garcia, e em especial uma das últimas matérias que colocou em seu blog, ajudou a propagar o esquema de capitação de recursos para campanhas de políticos do PMDB, expondo um ponto sensível do grupo. Tema que não ganhou destaque na mesma mídia. 

Nesta matéria é revelada as investigações do ministério público estadual (fonte: nenhuma mídia de grande circulação) que apontam para desvio de dinheiro público através daquela modalidade já conhecida: empreiteiras sendo contratadas sem licitação; e também empresa da família de deputado, líder do PMDB, ganhando concorrência para realizar obras das olimpíadas.


Uma das matérias que irou o grupo político do PMDB:






O combate permanece contra os de sempre: 

- Prenderam 439 bombeiros por lutarem por dignidade em 2011; 

- Prenderam em presídio civil de segurança máxima e expulsaram policiais e bombeiros honestos em 2012; 

- Concederam 138 bilhões de reais em isenção fiscal para empresas parceiras de campanhas, levando o Estado a falência;

- Humilham os servidores com os constantes atrasos dos salários, de novembro de 2015 até os dia de hoje (2016); 

- Permitiram que emergências de hospitais referências em sua região fossem fechadas por falta de insumos (atraso no pagamento dos fornecedores) deixando a população abandonada;

- Possuem parlamentares que estão enriquecendo através de suas empresas particulares, prestando serviço para o Estado e Município do Rio na realização de obras para as olimpíadas. 

- É o mesmo grupo político que protagonizou a série "Rio de Janeiro na lama" da TV Record. 



Em fim, é a mesma gangue que oprime a população, rouba o Estado, humilha servidores, passa por cima das leis, se beneficiam de seus crimes e acordos escusos, e que hoje imprime toda sua estrutura de poder para criminalizar nosso representante. 

Estejam preparados, porque esse é apenas o início dos ataques!



Por acaso você viu essa notícia estampada em letras garrafais na capa de algum jornal???


Fonte: http://www.marciogarciarj.com.br/2016/07/justica-mantem-condenacao-de-eduardo.html


SOS BOMBEIROS: De maneira sucinta e objetiva acreditamos ter conseguido dar um norte aos nossos leitores sobre o contexto ao qual todos nós nos encontramos. Lutando, mesmo que sem saber, contra os que só querem nos escravizar.

domingo, 24 de julho de 2016

VOCÊ É A FAVOR OU CONTRA BOMBEIROS LEVAR ACIDENTADOS PARA HOSPITAIS PARTICULARES???

Bombeiros poderão levar pessoas socorridas a hospitais particulares




O Corpo de Bombeiros já poderá encaminhar pessoas feridas em acidentes de trânsito a hospitais particulares, se identificarem que elas possuem planos de saúde. A lei foi sancionada pelo governador em exercício, Francisco Dornelles, no Diário Oficial desta terça-feira (19).



De autoria dos deputados Samuel Malafaia (DEM), Jorge Picciani (PMDB) e Dionísio Lins (PP), o projeto determina que o encaminhamento será feito caso seja possível a identificação imediata da unidade privada mais próxima.

Caso o paciente já tenha sido levado à rede pública, a transferência poderá ser feita mediante autorização médica. Os autores defenderam que a proposta vai contribuir para minimizar a superlotação das emergências dos hospitais da rede pública, garantindo o atendimento às pessoas que não possuem plano de saúde e dependem exclusivamente desses hospitais.
Fonte: Extra Online

SOS BOMBEIROS: Uma lei inovadora, mas que na prática não se sabe se ajudará realmente a prestação de serviço ou criará mais problemas para os socorristas.

Por isso pedimos a você bombeiro que contribua com seus comentários a respeito do tema.

sábado, 23 de julho de 2016

GOVERNO DO ESTADO NÃO CONVENCE STF COM SEUS ARGUMENTOS

STF critica governo estadual do Rio em parecer sobre pagamento a servidores





A íntegra da decisão do presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), ministro Ricardo Lewandowski — que determinou o pagamento do funcionalismo do Estado do Rio até o 3º dia útil do mês seguinte ao trabalhado —, apresenta dura crítica ao governo estadual. No início de seu posicionamento, o ministro concluiu que o Estado “estrangula o modelo social de bem-estar, com a justificativa de enfrentamento do período transitório relacionado a crise”. Lewandowski cobra do Rio prioridade no pagamento “de uma das garantias mais importantes do Estado Democrático de Direito”: o salário. As justificativas do governo nos autos não convenceram o ministro

A Federação das Associações e Sindicatos dos Servidores Públicos do Estado do Rio (Fasp) está confiante na vitória final, após a liminar obtida no STF, determinando o pagamento no 3º dia útil. Segundo Carlos Henrique Jund, advogado da federação, o plenário do tribunal só voltará aos trabalhos após 29 de julho, quando terminará seu recesso. A Procuradoria-Geral do Estado (PGE) já deu entrada num recurso naquela Corte.
Fonte: Extra Online


SOS BOMBEIROS: Governo do Estado não convence a mais ninguém; seus procuradores estão se desdobrando para adaptarem argumentos técnicos que se adequem ao desejo da gestão, porém essa equação não fecha. Não há no estado democrático de direito espaço jurídico para amparar a covardia que esse governo vem fazendo com seus servidores.

O mérito da decisão liminar ainda não foi julgado, mas tudo indica que o governo irá perder essa parada. 

sexta-feira, 22 de julho de 2016

PREOCUPAÇÃO AUMENTA SOBRE PAGAMENTOS APÓS AS OLIMPÍADAS



O governo do Rio de Janeiro é o grande responsável pelo aumento da preocupação sobre o recebimento dos nossos salários após os jogos olímpicos, tendo em vista que não explica como serão feitos.

Os governantes só avisam que têm dinheiro para pagar duas folhas, graças ao dinheiro recebido do governo federal, mas ninguém explica publicamente como ficarão os pagamentos após o término desse dinheiro.

Nós, Policiais Militares, somos muito acomodados, mas outras categorias estão demonstrando tal preocupação.

Tem Policial Militar que acredita que a decisão do STF no sentido de que Dornelles pague até o terceiro dia útil resolveu todos os problemas, quando isso não é verdade.

É importante que cada um de nós saiba que de acordo com as declarações do próprio governo, deveremos receber o pagamento de julho em agosto e o pagamento de agosto em setembro.

Os próximos pagamentos, assim como a primeira parcela do décimo-terceiro salário, continuam sem previsão.

A verdade conhecida é essa: pagamento só até agosto.


Cabe ao governo dar as devidas explicações sobre como nossos pagamentos voltarão à normalidade.

SERVIDORES ESTADUAIS NÃO SE DEIXAM ENGANAR E VÃO A LUTA

Servidores agendam ato para o próximo domingo em frente ao Copacabana Palace




Nas redes sociais, servidores fazem a divulgação de um ato marcado para domingo, dia 24, às 10h, em frente ao Copacabana Palace. O Movimento Unificado dos Servidores (Muspe) tem feito a divulgação do protesto.

O local foi escolhido pela visibilidade que a praia e o hotel têm. O Muspe também se organiza para fazer uma manifestação no Aeroporto Internacional do Galeão.
Fonte: Extra Online

SOS BOMBEIROS: Clima de festa e expectativa de bom desempenho nas olimpíadas só para o governo e algumas mídias compradas. Para a população e os servidores deste Estado o Clima é de luto, de revolta, de insatisfação, e vão mostrar isso para nossos turistas.

A final, esse é um legado dos jogos.


quinta-feira, 21 de julho de 2016

OS INCANSÁVEIS BOMBEIROS DA SAÚDE AVANÇAM EM MAIS UMA ETAPA

Nenhum um passo daremos atrás!!! Esse é o lema dos militares da saúde, que desde o ano passado vem travando uma verdadeira batalha contra o Governo Estadual.


Em mais um capítulo, no dia (19), em outra oportunidade, se reuniram com o presidente da Alerj (Deputado Jorge Picciani) que se comprometeu em ajudar a pressionar o governo a publicar o decreto que normatiza o artigo 5º da lei 7.121/15.


E na continuidade da luta, já no dia seguinte(20), os bravos guerreiros amanheceram na porta do Palácio Guanabara, assim como foi divulgado aqui no portal.




O incomodo foi tão grande, que representantes do governo pediram para que reunissem uma comissão de bombeiros e se dirigissem até a assembléia legislativa, a fim de se reunirem com o líder do governo, representantes da corporação e da própria Alerj para firmarem um acordo a respeito da publicação.

Conforme constatamos na publicação do Deputado Edson Albertassi, chegou-se a um entendimento:

Postado no Facebook do Deputado 21/07/2016
  
SOS BOMBEIROS: Esses homens e mulheres respondem às críticas que recebem dos colegas que não têm a mesma disposição de lutas por melhorias, com mais garra nas batalhas seguinte. Num dia buscaram apoio do presidente da Alerj. No outro foram para a porta do Palácio Guanabara, o que os catapultaram para a sala do líder do governo numa reunião que findou-se com um compromisso do comando e encaminhamento ao governo de publicação do tão batalhado decreto para início de agosto.

Realmente, só nos resta parabenizar a estes incansáveis guerreiros da saúde que não medem esforços para buscar uma correção injusta praticada há anos. E que muitos já não acreditavam mais na possibilidade de mudança. Para esses deixamos aqui um pensamento:

"Não sabia que era impossível. Foi lá e fez"