domingo, 3 de junho de 2012

GMar, Use o Protetor ADEQUADO !!

A chocante prova de que o Sol faz com que você envelheça mais rapidamente
  
"Este cara tem 69 anos, mas metade do seu rosto parece muito, muito mais velha. Ele era caminhoneiro e, por 28 anos, seu rosto recebeu muito mais luz solar do lado esquerdo resultando em envelhecimento precoce daquele lado.
Nós já sabíamos que a exposição ao Sol culmina com o envelhecimento precoce, mas vendo a diferença absurda em um único rosto é algo assombroso.
Sua condição é chamada de dermatoheliosis unilateral, do grego “dermis” e “helios”, pele e sol, respectivamente. Ela também é conhecida como fotoenvelhecimento e é o resultado da exposição crônica à ação dos raios UVA e UVB do Sol. Neste caso, ela só afetou o lado esquerdo da sua face devido ao trabalho que desempenhava. Enquanto dirigia, ele recebia muito mais horas de raios de Sol através da janela esquerda do seu caminhão.
O caso foi descoberto e estudado por Jennifer R. S. Gordon e Joaquim C. Brieva, dermatologistas da Universidade de Northwestern, e publicado no New England Journal of Medicine:
“Um homem de 69 anos foi apresentado com um histórico de 25 anos de espessamento e enrugamento gradual e assintomático da pele no lado esquerdo do seu rosto. O exame físico mostrou hiperqueratose com com múltiplos e amontoados comedões abertos e áreas de elastose nodular. A análise  histopatológica mostrou um acúmulo de material de elastolítica na derme e a formação de milia dentro dos folículos capilares. As descobertas foram consistentes com a síndrome de Favre-Racouchot de pele fotodanificada, conhecida como dermatoheliosis.
O paciente relata que dirigiu um caminhão por 28 anos. Raios Ultravioletas A (UVA) transmitidos através do vidro da janela penetravam a epiderme e as camadas superiores da derme. A exposição crônica a UVA pode resultar no espessamento da epiderme e estrato córneo, bem como na destruição das fibras elásticas. Esse efeito de fotoenvelhecimento do UVA é contrastado com a fotocarcinogênese.”
Como o UVB e o UVA podem causar mutações que levam ao câncer de pele, os doutores recomendaram ao paciente usar protetor solar e retinóides tópicos, bem como um monitoramento regular para um eventual surgimento de câncer de pele.
O verão ainda está longe, mas é sempre bom lembrar dos efeitos negativos que o excesso de exposição ao Sol causa. Se o risco de câncer de pele não é o bastante para você, talvez saber que o Sol acelerará o seu envelhecimento em uma ou duas décadas o faça ser mais cuidadoso. Lembre-se: se você não tem como fugir para uma sombra (ainda que não esteja na praia ou em uma piscina), use o protetor solar." [Por NEJM]

É de extrema importância, que os Comandantes das Unidades do Grupamento Marítimo do CBMERJ, solicitem aos Dermatologistas da Corporação, Documento com Indicação do uso de Protetor Solar e estudo de caso, devido à diversidade étnica dentre os militares do Grupamento Marítimo.

E principalmente que, independente do valor maior ou menor, para a aquisição do Protetor Solar adequado aos Guarda-Vidas e indicado por profissionais especializados nesta ciência médica (os Dermatologistas), entendam os Comandantes, que tal valor não configura um Gasto, mas sim um investimento, haja vista que, seguindo uma lógica operacional, quantos menores forem os problemas apresentados pelos profissionais, mais eficaz torna-se o Serviço, devido ao menor número de profissionais em tratamento médico, licenciados, dispensados, baixados e afastados do serviço por qualquer particularidade médico-dermatológica.

Seria de extrema lisura, no tangente à transparência administrativa, que se formalizasse um documento, onde constasse os nomes dos profissionais, as propriedades do Protetor que os levaram a indica-lo, e inclusive a apresentação de um estudo de caso, tamanha a variedade de etnias pertencentes hoje ao Grupamento Marítimo, podendo-se inclusive servir-se do Boletim SEDEC para a publicação de tais Documentos.

Independente do Regime Militar ao qual estão submetidos os médicos da Corporação, entendendo-se que, esta ação visa única e exclusivamente cuidados com a saúde dos militares, caberia também se possível, um aval, parecer, contra resposta ou explanação de qualquer natureza da Sociedade Brasileira de Dermatologia ou qualquer outro Órgão Público competente na questão sem que com isso, menospreze-se a competência dos Profissionais Médicos do CBMERJ.

Deveria-se também, levar em consideração, a particularidade da dinâmica de salvamento no Mar, diferente por exemplo, de Banhistas que passam o protetor solar, não usam camisetas molhadas, ficam na maioria do tempo parados, sentados e não sofrem atritos com outros corpos, enquanto o Bombeiro Militar Guarda-Vidas, que passa o protetor, usa camiseta molhada, que acaba por si só retirando parte do produto aplicado deixando exposta a área sob a mesma.

Certo que, existem instituições legais, autorizadas e reconhecidas pelo Governo como por exemplo o INMETRO ou a ANVISA (por se tratar de Medicamento Cosmético), que poderiam também apresentar laudo sobre a Camiseta usada pelos Guarda-Vidas, como parte do Uniforme Militar, previsto em Regulamento da Corporação, onde existe o entendimento coletivo que o tecido da mesma possui FPS (Fator de Proteção Solar) porém informação essa nunca comprovada por documento legal. Ou ainda desmistificar tal fato, e providenciar uma camiseta que, verdadeiramente ofereça Proteção aos Raios Solares.

Um dos produtos atualmente
oferecido aos Guarda-Vidas
Pontos Importantes:
  1. Documento com Estudo sobre particularidade do serviço de Guarda-Vidas, devido a variedade étnica;
  2. Indicação de Protetor Solar assinado pela Dermatologia do CBMERJ;
  3. Indicação do quantitativo mensal de uso do produto;
  4. Teste de FPS com a Camiseta utilizada pelos Guarda-Vidas;
  5. Parecer sobre tal indicação, de Órgão Federal responsável sobre TODOS os itens acima;

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comentários com palavras de baixo calão, agressivas ou que estimulem a violência ou prática criminosas não vão ser publicados.

Citações ou acusações pessoais somente são publicadas com a identificação do autor do comentário.

Se sentiu ofendido? Quer ter o direito de resposta? Faça contato pelo email (enderecumemaium@gmail.com) ou use os comentários para defender seu ponto de vista.

O BLOG é seu. Use-o com sabedoria.