terça-feira, 23 de julho de 2013

JORNALISTAS PRESOS POR TRANSMITIREM AS MANIFESTAÇÕES!

Detenção de integrantes da 'Mídia Ninja' prolongou os protestos

Depois de encerrada a manifestação no Palácio Guanabara, manifestantes foram para a 9ª DP protestar contra a prisão autoritária de dois jovens que filmavam o evento

Manifestantes queimam boneco em frente ao Palácio Guanabara - Gabriela Batista
 
Duas detenções feitas pela Polícia Militar fizeram o protesto do Palácio Guanabara, que poderia ter se dissipado às 21h, ser estendido até quase 23h desta segunda-feira. Os policiais deram voz de prisão a dois jovens que filmavam e transmitiam em tempo real o protesto, integrantes do grupo que ficou conhecido como Mídia Ninja (Narrativas Independentes, Jornalismo e Ação). Felipe Peçanha foi o primeiro detido. Logo em seguida foi capturado Felipe Assis.
As primeiras alegações da Polícia Militar foi de que eles estavam “incitando a violência”. No entanto, na 9ª DP (Catete), nada foi comprovado, e os dois acabaram liberados, depois de cerca de duas horas na delegacia, pouco depois das 22h30.


O verdadeiro objetivo da prisão, segundo uma fonte da Polícia Civil afirmou ao site de VEJA, era o levantamento de dados criminais dos detidos – um procedimento autoritário, comum aos regimes ditatoriais. Na delegacia, os dois detidos tiveram os registros consultados. Caso fosse encontrado algum problema com a Justiça, ficariam presos. Como não havia impedimento, os dois foram liberados, mas deixaram de transmitir grande parte dos protestos.
 
As detenções causaram problemas para a própria polícia. Como a notícia se espalhou, manifestantes se concentraram em frente à delegacia, e passaram então a gritar palavras de ordem contra o governador Sérgio Cabral, a polícia e o secretário de Segurança, José Mariano Beltrame: “Ei, Beltrame, sua polícia e um vexame!”
 
Primeiro a ser detido, Felipe Peçanha fez um pronunciamento em frente à delegacia. “Me impediram de fotografar, fazer vídeos e transmitir o que acontecia. Isso é um exemplo claro da ditadura velada que enfrentamos no Rio”, disse. Representantes do Mídia Ninja foram recebidos durante uma hora e meia pelo prefeito do Rio, Eduardo Paes, na última sexta-feira, para uma entrevista inédita: em vez de um grupo de jornalistas de uma empresa de comunicação, o alcaide falou a um coletivo que surgiu nas manifestações. O prefeito conseguiu, assim, sair ainda mais do foco dos protestos, deixando o governador Cabral no olho do furacão.
 
Apesar da ausência da Mídia Ninja em grante parte do protesto da noite de segunda-feira, outro grupo assumiu a função de transmitir a manifestação em frente à delegacia. O evento criado na internet, dentro do site bambuser.com, o evento 'papafolia'.
 

5 comentários:

  1. AOS SENHORES POLICIAIS DO RIO DE JANEIRO POSSO ESTA ENGANADO MAIS VOCÊS ESTÃO SENDO USADO COMO BUCHAS
    SABE PORQUÊ?
    O GOVERNO ESTA AUTORIZANDO QUE A P2 INFILTRE NAS PASSEATAS E ESTÃO TAMBÉM INCITANDO E JOGANDO COQUETEL DE GASOLINA NA PRÓPRIA POLÍCIA

    ResponderExcluir
  2. aqui no brasil, o certo é errado e o errado é o certo..

    ResponderExcluir
  3. Nós perdemos apoio popular quando misturamos com a polícia militar em nossas manifestações.
    vejam este vídeo que foi feito ontem e tirem suas conclusões.
    As imagens não são nítidas, portanto fica a dúvida se realmente o P2 lança o coquetel molotov.
    Espero não ser bloqueado meu comentário. Caso seja, mostrará que também não merecem confiança.

    http://www.youtube.com/watch?v=7kkgK9eY7Lo

    ResponderExcluir
  4. neste vídeo em HD em 0:18 dá para ver o cidadão que pode ter lançado uma bomba contra a polícia correndo. A estampa da camisa parece ser a mesma do outro vídeo em que o rapaz lança a bamba contra os policiais.

    http://www.youtube.com//watch?v=0vEnToPyex8

    ResponderExcluir
  5. Mais um vídeo dos policiais infiltrados P2 no meio da manifestação pra provocar baderna e justificar tiro, porrada e bomba ordenado por Sérgio Cabral. Depois o Governador os presenteia com gratificações estilo atingiu a meta.

    http://www.youtube.com/watch?v=Bn1zpTvaWJ0

    ResponderExcluir

Comentários com palavras de baixo calão, agressivas ou que estimulem a violência ou prática criminosas não vão ser publicados.

Citações ou acusações pessoais somente são publicadas com a identificação do autor do comentário.

Se sentiu ofendido? Quer ter o direito de resposta? Faça contato pelo email (enderecumemaium@gmail.com) ou use os comentários para defender seu ponto de vista.

O BLOG é seu. Use-o com sabedoria.