sexta-feira, 29 de novembro de 2013

O desleixo do governo Cabral à polícia civil do Rio

Dois dos três helicópteros utilizados nas ações da polícia civil estão parados

Helicóptero quebrado, coberto de lona

RIO — Dois dos três helicópteros usados em operações da Polícia Civil contra o tráfico de drogas no estado e parte do equipamento de alta tecnologia usado para monitorar a ação de criminosos estão parados há meses. É o que revela uma reportagem exibida pelo “Bom Dia Brasil”, da TV Globo, nesta quinta-feira. Uma delas sofreu uma queda em maio durante voo de treinamento. Já a outra aeronave tem uma peça faltando.
As imagens mostram os helicópteros cobertos por uma lona de plástico e cartazes com avisos. No acidente ocorrido há seis meses, a primeira aeronave também teve parte da câmera instalada nela danificada. Segundo a reportagem, o valor do contrato de compra da câmera, com os acessórios, foi de mais de R$ 2,5 milhões. Já a segunda aeronave, o helicóptero Huey, conhecido como “Sapão”, custou cerca de R$ 8 milhões. A peça que está faltando é uma das palhetas do motor. A necessidade de troca da peça foi constatada em manutenção de rotina, segundo a Polícia Civil.
Os outros equipamentos parados no mesmo terreno fazem parte de um projeto da Secretaria de Segurança (Seseg) e juntos custaram ao estado mais de R$ 10 milhões. A reportagem mostra que o contêiner onde funcionavam os equipamentos de captação e edição das imagens geradas pelas aeronaves está trancado. Uma van usada para a transmissão das imagens em tempo real também está parada no mesmo local.
Os equipamentos foram utilizados em operações como a que resultou na morte do traficante Matemático em maio do ano passado e a ocupação da Rocinha, em novembro de 2011. Mas também serviu de prova contra a própria polícia, quando agentes foram flagrados mudando corpos de lugar depois de um confronto com traficantes na Favela do Rola, em agosto do ano passado. O caso ainda está sendo analisado pela Justiça estadual.
Segundo nota enviada pela Polícia Civil, a aeronave que caiu em maio teve avaliação de perda total pelo seguro. Já o helicóptero conhecido como “Sapão” deve voltar a operar no mês que vem. Em relação ao sistema de monitoramento, a Polícia Civil informou que já enviou à Secretaria de Segurança o orçamento do conserto e que está em andamento um processo de licitação para contratação da empresa que fará os reparos. No entanto, ainda não há previsão para que o sistema volte a funcionar normalmente.

6 comentários:

  1. Deus nos perdoem,mais é melhor ser cego,surdo e mudo,que comentar algo,entreguem nas mãos de Deus e vá.

    ResponderExcluir
  2. Bombeiros Militares,participem,não se deixem levar igual a pesquisas de Ibope,não sejamos alienados,pessoas que não participam e se emprenham pelos ouvidos,sem saber de nada do que vem acontecendo,escuta alguém falar e vai na onda dos outros,procurem se informar pessoalmente assim é um Cidadão antenado.e não pau mandado.Juntos e Unidos Somos Fortes.

    ResponderExcluir
  3. Alienado,pessoas que não tomam conhecimento dos problemas sociais que não tomam ciência dos seus direitos,Extasiado,extático,que se emprenham pelos ouvidos,pois quando tomamos pessoalmente a razão dos nossos direitos e vemos os Coronéis,baixarem a cabeça para Autoridades,pois sabem apertar somente para baixo,tem que ver pessoalmente,os Deputados Estaduais da Alerj,brincam com os Coronéis do Cbmerj,imaginem os Desembargadores,Juízes e outras Autoridades.Pois sabemos que o cargo de Cmt Geral é indicação,então faz tudo que a Cartilha do Governador quer,senão perde a boquinha.

    ResponderExcluir
  4. Agora eu pergunto:Falta alguma peça nos helicópteros do CABRAl?

    ResponderExcluir
  5. LEI FEDERAL NÚMERO,8666/93,CONFORMIDADE COM O ARTIGO PRIMEIRO,DECRETOS,41644 E 41645,DIÁRIO OFICIAL,PROCESSO E27/0663/10134/2012,APROVO A DESPESA NÃO APLICÁVEL,PARA PAGAMENTOS DE DIÁRIAS DE MILITARES COM ALIMENTAÇÃO E POUSADA EM FAVOR DO SERVIDOR,TIAGO CARDOSO GOMES,VALOR DOIS MIL,SETECENTOS E CINQUENTA E QUATRO REAIS.TRANSFERÊNCIAS ABSURDAS QUE FAZEM COM BOMBEIROS MILITARES.

    ResponderExcluir
  6. sem contar que nesse acidente,o policial Claudio Cobo Fernandes,ficou gravemente ferido,e agora se encontra em casa,em estado neurovegetativo,com total negligencia do governo,tendo que arcar com despesas ate de fisioterapia com ajuda de amigos e familiares.

    ResponderExcluir

Comentários com palavras de baixo calão, agressivas ou que estimulem a violência ou prática criminosas não vão ser publicados.

Citações ou acusações pessoais somente são publicadas com a identificação do autor do comentário.

Se sentiu ofendido? Quer ter o direito de resposta? Faça contato pelo email (enderecumemaium@gmail.com) ou use os comentários para defender seu ponto de vista.

O BLOG é seu. Use-o com sabedoria.