sexta-feira, 1 de novembro de 2013

PUNIÇÃO GEOGRAFICA

Por não aceitar farsa do caso Amarildo é punido com a transferência, ou pensavam que era só no bombeiro,
Reprodução de O Dia online
Reprodução de O Dia online


Se não fosse o delegado Orlando Zaccone, o caso Amarildo teria sido abafado. Todos lembram que o delegado Ruchester Marreiros tentou transformar Amarildo em traficante. O delegado Zaccone não cedeu às pressões, e junto com o MP Estadual foram até o fim para desvendar o desaparecimento de Amarildo.

Como "prêmio" é transferido para Ricardo de Albuquerque, delegacia considerada de segunda. Seguindo o script previsível, hoje, a Chefe de Polícia, Martha Rocha vai dizer que foi uma mudança de rotina, que já estava planejada, e por aí vai. Tudo conversa fiada. É o castigo de Cabral e Beltrame por ele não ter aceitado fazer parte da "operação abafa". Mais uma covardia! 

MAIS UMA DE CABRAL!

3 comentários:

  1. boa tarde! a justiça esta sendo feita, não precisa de mobilização de bombeiros, e a insistência da GLOBO para com o governo,enfim.... BOMBEIROS! parem de atirar pedras no telhados dos outros, em , Cabo frio , um banhista morreu afogado na frente do posto de guarda- vidas, e porque os senhores não posta em foto grande no blog SOS BOMBEIROS: BANHISTA MORRE AFOGADO NA PRAIA EM FRENTE AO GUARDA-VIDAS! falei.

    ResponderExcluir
  2. Ola... sabiam q todos os pms ACUSADOS nesse caso e q eram do bope deixaram de ser na época da greve dos bombeiros... sabe pq? Pq recusaram a ordem de prender os bombeiros??!! A verdade ainda aparecerá nesse caso, pq ainda não apareceu...

    ResponderExcluir
  3. Ola... sabiam q todos os pms ACUSADOS nesse caso e q eram do bope deixaram de ser na época da greve dos bombeiros... sabe pq? Pq recusaram a ordem de prender os bombeiros??!! A verdade ainda aparecerá nesse caso, pq ainda não apareceu...

    ResponderExcluir

Comentários com palavras de baixo calão, agressivas ou que estimulem a violência ou prática criminosas não vão ser publicados.

Citações ou acusações pessoais somente são publicadas com a identificação do autor do comentário.

Se sentiu ofendido? Quer ter o direito de resposta? Faça contato pelo email (enderecumemaium@gmail.com) ou use os comentários para defender seu ponto de vista.

O BLOG é seu. Use-o com sabedoria.