domingo, 31 de agosto de 2014

APOIO DO BLOG MILITAR LEGAL AO NOSSO VICE-GOVERNADOR

MAJOR BM MÁRCIO GARCIA - O VICE DE GAROTINHO

 
Major BM Márcio Garcia é a voz dos Bombeiros e dos Policiais Militares junto ao Garotinho, mais que isso, é a voz do funcionalismo público!
 
 
Cap PM Melquisedec Nascimento e Major BM Márcio Garcia, o Vice-Governador na chapa Garotinho - 22
Fonte: http://militarlegal.blogspot.com.br/2014/08/major-bm-marcio-garcia-o-vice-de.html

PONDO FIM AOS BOATOS

É comum a utilização de boatos por parte dos que estão atrás da corrida para os cargos públicos. E como não poderia ser diferente em nosso meio, pelo menos dois boatos foram disseminados, e alguns ainda têm dúvidas sobre a verdade. 

Por isso desta postagem para esclarecer as histórias:



1º - Garotinho vai acabar com a UPP - MENTIRA.


Garotinho: “Não vou acabar com as UPPs”

Candidato do PR afirmou em Belford Roxo que irá aperfeiçoar o modelo das UPPs com a implantação de programas sociais: "Vou colocar o que falta”
Rio de Janeiro - O candidato ao governo do Rio pela Aliança Republicana e Trabalhista (PR-Pros-PT do B), Anthony Garotinho, reafirmou, nesta quinta-feira (24), durante caminhada em Belford Roxo, que não irá acabar com as Unidades de Polícia Pacificadora (UPPs). O ex-governador prometeu levar um Restaurante Popular para o município da Baixada Fluminense e reiterou que irá fazer um governo que “olhe para todos”. "Não vou acabar com a UPP, mas colocar nelas o que falta, que são os projetos sociais que eu criei e que Cabral e Pezão acabaram. Vou aumentar o policiamento nas ruas. As pessoas estão inseguras. Segurança não se faz com marketing ou com uma ação só, isolada", explicou o candidato do PR, ressaltando que irá criar o Batalhão de Defesa Social.



2º - Que em suposta entrevista teria dito que os agentes da segurança pública ganham bem e que retiraria o RAS e o PROEIS - MENTIRA


Nesta oportunidade nem se tocou no tema remuneração da segurança pública. Mas em outras oportunidades o candidato reconheceU que precisa melhorar o salário desta classe, assim como de outros setores, e como não conhece a fundo a realidade dos cofres do estado (faz-se ideia do rombo) não seria honesto apresentar proposta salarial sem ter estas informações. Contudo, já afirmou que estará mantido o aumento dado pelo atual governo para os próximos anos, e que as conquistas acertadas não serão retiradas (RAS E PROEIS), portanto, não tem esse papo de que estes programas serão extintos.

Para tanto disponibilizamos o link a fim de que ouçam na íntegra a entrevista que foi dada na última semana, no Rio,  à rádio CBN e não em Campos como ventilaram.

sábado, 30 de agosto de 2014

MARINA SOBE 13 PONTOS E DISPARA

Datafolha mostra Dilma e Marina empatadas com 34%; Aécio tem 15%

Na pesquisa anterior, divulgada dia 18, Dilma tinha 36% e Marina, 21%.
Na simulação de segundo turno, Marina atinge 50% e Dilma, 40%.



Pesquisa Datafolha sobre a corrida presidencial, divulgada nesta sexta-feira (29), indica uma situação de empate entre a presidente Dilma Rousseff (PT), candidata à reeleição, e a ex-senadora Marina Silva, candidata do PSB. Cada uma aparece com 34% das intenções de voto. A seguir, vem o senador Aécio Neves (PSDB), com 15%. Na pesquisa anterior do Datafolha, divulgada no último dia 18, Dilma tinha 36%, Marina, 21% e Aécio, 20%.
Na simulação de segundo turno entre Dilma e Marina, a ex-senadora alcançou 50% contra 40% da presidente. Na pesquisa anterior, Marina tinha 47% e Dilma, 43%.



No levantamento desta sexta, Pastor Everaldo (PSC) obteve 2%. Os outros sete candidatos somados têm 1%. Segundo o levantamento, os que disseram votar branco ou nulo são 7%, mesmo percentual dos que não sabem em quem votar.
Veja os números do Datafolha para a pesquisa estimulada (em que uma cartela com a relação dos candidatos é apresentada ao entrevistado):

- Dilma Rousseff (PT): 34%
- Marina Silva (PSB): 34%
- Aécio Neves (PSDB): 15%
- Pastor Everaldo (PSC): 2%
- José Maria (PSTU): 0% *
- Eduardo Jorge (PV): 0% *
- Luciana Genro (PSOL): 0% *
- Rui Costa Pimenta (PCO): 0% *
- Eymael (PSDC): 0% *
- Levy Fidelix (PRTB): 0% *
- Mauro Iasi (PCB): 0% *
- Brancos/nulos/nenhum: 7%
- Não sabe: 7%
(*) Os candidatos indicados com 0% são os que não atingiram 1% das intenções de voto; somados, os sete têm 1%.

O Datafolha fez 2.874 entrevistas em 178 municípios nestas quinta (28) e sexta (29). A margem de erro é de dois pontos percentuais para mais ou para menos. O nível de confiança é de 95%. Isso significa que, se forem realizados 100 levantamentos, em 95 deles os resultados estariam dentro da margem de erro de dois pontos prevista.

A pesquisa foi encomendada pela TV Globo e pelo jornal "Folha de S.Paulo" e está registrada no Tribunal Superior Eleitoral (TSE) sob o número BR-00438/2014.

Espontânea

Na modalidade espontânea da pesquisa (em que o pesquisador somente pergunta ao entrevistado em quem ele pretende votar, sem apresentar a lista de candidatos), os resultados são os seguintes:

- Dilma Rousseff: 27%
- Marina Silva: 22%
- Aécio Neves: 10%
- Outras respostas: 3%
- Em branco/nulo/nenhum: 3%
- Não sabe: 32%

Segundo turno

Nas simulações de segundo turno, o Datafolha avaliou os seguintes cenários:
- Marina Silva: 50%
- Dilma Rousseff: 40%
- Brancos/nulos/nenhum: 7%
- Não sabe: 3%
- Dilma Roussef: 48%
- Aécio Neves: 40%
- Brancos/nulos/nenhum: 9%
- Não sabe: 4%

O Datafolha não realizou simulação de segundo turno entre Marina e Aécio.

Rejeição

A presidente Dilma tem a maior taxa de rejeição (percentual dos que disseram que não votam em um candidato de jeito nenhum). Nesse item da pesquisa, os entrevistados puderam escolher mais de um nome.

- Dilma Roussef: 35%
- Pastor Everaldo: 23%
- Aécio Neves: 22%
- Zé Maria: 18%
- Eymael: 17%
- Levy Fidelix: 17%
- Rui Costa Pimenta: 16%
- Luciana Genro: 15%
- Marina Silva: 15%
- Eduardo Jorge: 14%
- Mauro Iasi: 14%

Avaliação da presidente

A pesquisa mostra que a administração da presidente Dilma Rousseff tem a aprovação de 35% dos entrevistados – no levantamento anterior, eram 38%. O índice se refere aos entrevistados que classificaram o governo como "ótimo" ou "bom".
Os que julgam o governo "ruim" ou "péssimo" eram 23% e agora são 26%, segundo o Datafolha. Para 39%, o governo é "regular" – 38% no levantamento anterior.
- Ótimo/bom: 35%
- Regular: 39%
- Ruim/péssimo: 26%
- Não sabe: 1%
A nota média atribuída pelos entrevistados ao governo foi 5,9 – na pesquisa anterior, foi 6,0.

sexta-feira, 29 de agosto de 2014

AGENDA PARA DOMINGO 31/08

10H - Reunião em Saquarema - Rua Capitão Nunes 628, Barreira - ref: em frente ao campo do Boa Vista

14h - Reunião em Araruama - Rio do Limão, rua Oswaldo Campos 470

EX-COMANDANTE DA COORDENADORIA DAS UPP'S DETONA AS FALHAS DO PROJETO

O Coronel PM Robson Rodrigues, ex-comandante de todas as Unidades de Polícia Pacificadora e ex-Chefe do Estado Maior Geral da Polícia Militar, que se encontra sem função na Diretoria Geral do Pessoal, concedeu uma entrevista ao jornal O Globo que abalou o governo Pezão.



Ele que integrou o governo, após ser descartado, "atirou" contra o governo e acertou o alvo.

Eu publiquei a entrevista (Link) e aconselho a leitura.

quinta-feira, 28 de agosto de 2014

A Salvaguarda dos direitos e prerrogativas dos servidores públicos



Nós temos trabalhado com afinco na ideia de criar canais para que os servidores públicos possam apresentar ideias, elogiar e criticar fatos relacionados com os serviços públicos ao governo estadual, órgãos diretamente ligado à vice-governadoria.

A nossa preocupação é garantir os direitos e as prerrogativas dos servidores públicos depois do martírio que vivenciaram no governo Cabral-Pezão, que chegou a violentar a legislação para encarcerar Bombeiros e Policiais Militares em Bangu 1, ato ilegal, característico dos governos ditatoriais.

O importante é que os canais sejam direto, permitindo que com segurança os servidores possam inclusive apresentar reclamações contra seus superiores hierárquicos, considerando que a apuração desses fatos no âmbito da instituição nem sempre chega aos resultados mais corretos e queremos garantir a transparência e a imparcialidade.

Para complementar essa ideia temos estudado também em um novo modelo de órgão correcional externo que não sirva apenas para apurar denúncias contra os servidores, mas que investigue também as denúncias dos próprios servidores.

A verdade é que já existem órgãos em demasia para que se apresentem reclamações contra os servidores, mas inexistem órgãos que recebam as reclamações dos servidores.

Em apertada síntese, estamos pensando em um órgão que ouça os servidores ("Fale Servidor", por exemplo) e uma corregedoria externa e multidisciplinar que também proteja os direitos e as prerrogativas dos servidores públicos, tendo a participação de membros convidados da Defensoria Pública, organismos de defesa dos direitos humanos, Ministério Público, associação de Oficiais e de Praças, entre outros.

O trabalho em conjunto desses dois órgãos seria o primeiro passo para a garantia da cidadania plena dos servidores, algo que perseguiremos até alcançarmos, isso complementado com a promoção das alterações nas legislações arcaicas que não estão em conformidade com a constituição cidadã de 1988.


Fonte: http://www.marciogarciarj.com.br/2014/08/a-salvaguarda-dos-direitos-e-das.html

Alerj aprova aposentadoria especial aos 25 anos de serviço para servidores estaduais.

A Assembleia Legislativa do Rio (Alerj) aprovou, nesta terça-feira, em votação única, o Projeto de Lei Complementar 38/2014, que regulamenta a aposentadoria especial no serviço público estadual, aos 25 anos de serviço, para os funcionários que exercem atividades de risco à saúde e à integridade física. Eles terão direito ao benefício integral. A matéria prevê que, dentro do tempo total de trabalho, o servidor deve passar dez anos no serviço público e cinco no cargo em que ele vai se aposentar. Duas das 18 emendas que haviam sido apresentadas pelos deputados foram aprovadas.




Entre as chamadas condições especiais, que darão direito à aposentadoria especial, de acordo com o texto do projeto aprovado nesta terça-feira, está a exposição a agentes físicos, químicos e biológicos. A maneira pela qual o servidor poderá comprovar que trabalhou nessas condições ainda será decidida, mas não serão aceitas somente provas testemunhais, como relatos de colegas de trabalho, ou o recebimento de adicionais de insalubridade ou equivalentes.

Fonte: http://extra.globo.com/emprego/servidor-publico/alerj-aprova-aposentadoria-especial-aos-25-anos-de-servico-para-servidores-estaduais-13739130.html#ixzz3BcoHi3hW

AGORA VAMOS ESPERAR E VER COMO FICOU O TEXTO DA LEI, VALE RESSALTAR QUE JÁ ERA POSSÍVEL CONSEGUIR ESSE BENEFÍCIO NA JUSTIÇA, POIS EM ABRIL O STF EDITOU A SÚMULA VINCULANTE Nº 33 QUE PACIFICAVA A JURISPRUDÊNCIA A RESPEITO DA APOSENTADORIA ESPECIAL.

PARA SABER MAIS A RESPEITO ACESSEM:

http://www.dizerodireito.com.br/2014/04/comentarios-nova-sumula-vinculante-33.html

ALGUNS COMPROMISSOS ASSUMIDOS COM BOMBEIROS E POLICIAIS MILITARES

Exibimos abaixo uma pequena demonstração de alguns compromissos assumido pelo candidato ao Governo do Estado Garotinho e seu vice Marcio Garcia.




DIVULGUEMOS AS BOAS NOVAS!!!

quarta-feira, 27 de agosto de 2014

Servidores do Rio de Janeiro Ajudem a Elaborar o Seu Programa de Governo.


O nosso candidato a Vice Governador Márcio Garcia postou um vídeo em seu Blog (http://www.marciogarciarj.com.br/) convocando todas as categorias de servidores públicos do nosso Estado para participarem da elaboração do programa de governo de seu partido.
Essa é mais uma demonstração de sua forma diferente de fazer política, procurando ouvir o que as pessoas têm a falar com o objetivo de apurar suas reais necessidades, para que tudo isso seja colocado no Programa de Governo como forma de planejamento de ações para atender a estes anseios de uma forma séria, transparente, responsável e sem demagogia.
Servidor Público do Estado do Rio de Janeiro, aproveite esta oportunidade, participe, divulgue, ajude a espalhar essa idéia.
SE ANTES VOCÊ NÃO ERA OUVIDO, ESSA É A OPORTUNIDADE DE SE INICIAR UM GOVERNO DE OUVIDOS ABERTOS PARA VOCÊ, POIS A SUA SATISFAÇÃO COMO SERVIDOR IRÁ REFLETIR DIRETAMENTE NA QUALIDADE DO SERVIÇO PRESTADO À POPULAÇÃO.

A FESTA DO LEÃO


Aniversariantes do mês de Agosto e setembro, nessa sexta feira, dia 29/08/ venham comemorar com nosso amigo, Leão da Montanha.

 Aniversariantes do mês de agosto e setembro, nessa sexta, dia 29/08 venham comemorar seu aniversário juntamente com nosso amigo Leão da Montanha. 

O evento será na Associação de Moradores de Guadalupe,  Rua Acrísio Mota 301 Guadalupe. Próximo a rua do rio à partir das 12 horas. Bombeirada, familiares e amigos estão convidados.  

COMPROMISSO COM O FUNCIONALISMO PÚBLICO É 22


O meu vice, Marcio Garcia, é um dos bombeiros presos covardemente por Pezão e Cabral, por lutar por melhores salários para a categoria.


Através da nossa aliança, selamos um pacto de compromisso e transparência com o funcionalismo público estadual. 


Vamos resgatar o diálogo com os servidores e voltar a investir neles.

COMPARTILHEM, amigos! Compromisso com o funcionalismo é 22!

terça-feira, 26 de agosto de 2014

GAROTINHO PERMANECE NA LIDERANÇA DO RIO DE JANEIRO

26/08/2014 19h05 - Atualizado em 26/08/2014 19h24

No RJ, Garotinho tem 28%, Pezão, 18% e Crivella, 16%, diz Ibope

Instituto entrevistou 1.204 eleitores entre os dias 23 e 25 de agosto.
A margem de erro é de 3 pontos percentuais para mais ou para menos.




Pesquisa Ibope divulgada nesta terça-feira (26) mostra Anthony Garotinho (PR) com 28% das intenções de voto na corrida para governador do estado do Rio. O governador Luiz Fernando Pezão (PMDB), candidato à reeleição, aparece com 18% seguido do senador Marcelo Crivella , com 16%. O petista Lindberg Farias tem 12% das intenções de voto. Brancos e nulos somaram 15%; não souberam ou não responderam 6% dos entrevistados.

Veja os números do Ibope para a pesquisa estimulada (em que a relação dos candidatos é apresentada ao entrevistado):
Anthony Garotinho (PR) – 28%
Luiz Fernando Pezão (PMDB) –  18%
Marcelo Crivella (PRB) -  16%
Lindberg Farias (PT) –  12%
Tarcísio Motta (PSOL) – 3%
Dayse Oliveira (PSTU) – 1%
Ney Nunes (PCB)  - 1%
Brancos e nulos – 15%
Não sabem ou não responderam -  6%
Realizada nos dias 23 a 25 de agosto de 2014, a pesquisa entrevistou 1.204 eleitores. A margem de erro estimada é de 3 pontos percentuais para mais ou para. O nível de confiança é de 95%, o que quer dizer que, se levada em conta a margem de erro de três pontos para mais ou para menos, a probabilidade de o resultado retratar a realidade é de 95%.
A pesquisa foi contratada pela TV Globo e foi registrada no Tribunal Regional Eleitoral sob o protocolo Nº RJ- 00022/2014 e no Tribunal Superior Eleitoral sob protocolo Nº BR - 00418/2014.
Segundo turno
A pesquisa simulou um segundo turno entre Garotinho e Crivella. Nesse cenário, Garotinho tem 34% das intenções de voto, e Crivella, 33%. Votariam em branco ou anulariam o voto 27% dos entrevistados, enquanto 5% não souberam responder ou não responderam.
O cenário de um segundo turno entre Garotinho e Pezão seria o primeiro com 38% das intenções de voto, e o segundo com 31%. Votos em branco ou nulos seriam 25%; 5% dos entrevistados não responderam ou não souberam responder.
O segundo turno entre Garotinho e Lindberg tem este cenário: Garotinho 37%, Lindberg 29%, brancos ou nulos 27%, e não souberam ou não responderam 6%.
Rejeição
O Ibope também pesquisou em quem os eleitores não votariam de jeito nenhum. Quem tem a maior rejeição é o candidato Garotinho, com 35%. Pezão vem em segundo lugar com 20% de rejeição, seguido por Crivella e Lindberg, ambos com 19%. Ney Nunes  aparece com 11%, enquanto Tarcísio marca 9% e Dayse, 7%. Eleitores que não souberam responder ou não responderam somaram 17%.

MARINA SILVA VENCERIA DILMA EM SEGUNDO TURNO

Dilma tem 34%, Marina, 29%, e Aécio, 19%, aponta pesquisa Ibope

Em simulação de segundo turno, Marina tem 45% e Dilma, 36%.
Instituto ouviu 2.506 eleitores entre os últimos sábado e segunda-feira.

Do G1, em Brasília
Pesquisa Ibope divulgada nesta terça-feira (26) aponta Dilma Rousseff (PT) com 34% das intenções de voto para presidente da República e Marina Silva (PSB), com 29%. O candidato do PSDB, Aécio Neves, tem 19%, seguido de Pastor Everaldo (PSC) e Luciana Genro (PSOL), com 1% cada um. Os outros seis candidatos somados acumulam 1%.
O levantamento indica que, em um eventual segundo turno entre Dilma Rousseff e Marina Silva, a ex-senadora teria 45% e a atual presidente, que tenta a reeleição, 36%.
Encomendada pela TV Globo e pelo jornal "O Estado de S. Paulo", a pesquisa é a primeira do Ibope com Marina Silva como candidata do PSB.
No levantamento anterior do instituto, divulgado no último dia 7, o candidato do partido ainda era Eduardo Campos, que morreu em acidente aéreo no último 13. Naquela pesquisa, Dilma tinha 38%, Aécio, 23%, e Campos, 9%. Entre uma pesquisa e outra, a taxa de indecisos passou de 11% para 8%, e a de quem pretende votar em branco ou nulo, de 13% para 7%.
Confira abaixo os números na modalidade estimulada da pesquisa (em que o pesquisador apresenta ao entrevistado um cartão com os nomes de todos os candidatos):
Dilma Rousseff (PT): 34%
Marina Silva (PSB): 29%
Aécio Neves (PSDB): 19%
Luciana Genro (PSOL): 1%
Pastor Everaldo (PSC): 1%
José Maria (PSTU): 0%*
Eduardo Jorge (PV): 0%*
Rui Costa Pimenta (PCO): 0%*
Eymael (PSDC): 0%*
Levy Fidelix (PRTB): 0%*
Mauro Iasi (PCB): 0%*
- Brancos/nulos/nenhum: 7%
- Não sabe: 8%
Cada um dos seis indicados com 0% não atingiu 1% das intenções de voto; somados, eles têm 1%
O Ibope ouviu 2.506 eleitores em 175 municípios entre os últimos sábado (23) e segunda-feira (25). O nível de confiança é de 95%, o que quer dizer que, se levarmos em conta a margem de erro de dois pontos para mais ou para menos, a probabilidade de o resultado retratar a realidade é de 95%. A pesquisa está registrada no Tribunal Superior Eleitoral (TSE) sob o número BR-00428/2014.
Espontânea
Na modalidade espontânea da pesquisa (em que o pesquisador somente pergunta ao eleitor em quem ele pretende votar, sem apresentar a relação de candidatos), o resultado foi o seguinte:
- Dilma Rousseff (PT): 27%
- Marina Silva (PSB): 18%
- Aécio Neves (PSDB): 12%
- Outros: 2%
- Brancos/nulos/nenhum: 12%
- Não sabe: 28%
Segundo turno
O Ibope simulou os seguintes cenários de segundo turno:
- Marina Silva: 45%
- Dilma Rousseff: 36%
- Brancos/nulos/nenhum: 9%
- Não sabe: 11%
- Dilma Rousseff: 41%
- Aécio Neves: 33%
- Brancos/nulos/nenhum: 12%
- Não sabe: 12%
Rejeição
Dentre os 11 candidatos a presidente, Dilma Rousseff tem a maior taxa de rejeição (percentual dos que disseram que não votam em um candidato de jeito nenhum). Veja os números:
- Dilma Roussef: 36%
- Aécio Neves: 18%
- Pastor Everaldo: 14%
- Zé Maria: 11%
- Marina Silva: 10%
- Eymael: 9%
- Levy Fidelix: 9%
- Luciana Genro: 8%
- Rui Costa: 7%
- Eduardo Jorge: 7%
- Mauro Iasi: 6%

MOTOCICLISTAS NO PRIMEIRO COMBATE

A partir de setembro os bombeiros do Rio de janeiro contarão com motociclistas para os primeiros combates em via pública


A SUBIDA DE MARINA SILVA

O  aguardadíssimo resultado da pesquisa Ibope que o Jornal Nacional divulgará hoje vai mostrar um novo avanço de Marina Silva. Pela pesquisa, Marina está empatada tecnicamente com Dilma Rousseff no primeiro turno, considerando a margem de erro de 2%.



A pesquisa mostrará Dilma Rousseff entre 31% e 32%, Marina entre 27% e 28% e Aécio Neves entre 18% e 20%.

No segundo turno, Marina aparecerá com dois dígitos à frente de Dilma.

A pesquisa foi feita pelo Ibope entre 23 e hoje. Foram entrevistados 2506 eleitores.

Por Lauro Jardim

CARIOCAS QUEREM MUDANÇAS NO MODELO DAS UPP'S

Pesquisa Datafolha revela interesse da população carioca



Parece estar tudo em sintonia. Primeiro um esclarecimento sobre as verdadeiras propostas para o projeto da UPP, depois uma matéria que mostra o quanto este projeto é falho e tem propiciado a morte de policiais militares. E hoje, em materia do jornal Destak, trás uma pesquisa datafolha na qual revela que o povo deseja mudanças no modelo da UPP. Ou seja, as propostas do partido da republica para a área de segurança esta em conformidade com os anseios da população carioca.

segunda-feira, 25 de agosto de 2014

É PARA QUE ISSO NÃO ACONTEÇA, QUE SE PRETENDE APERFEIÇOAR AS UPP'S

Rio tem seis policiais de UPPs baleados em menos de 24h

Caso mais grave aconteceu em Irajá, onde o sargento Flávio Figueiredo Lordello morreu



Rio - Em menos de 24h, seis PMs lotados em Unidades de Polícia Pacificadoras (UPPs) foram baleados no Rio, um deles morreu. O caso mais grave aconteceu na Estrada Coronel Vieira, em Irajá, por volta das 21h de domingo. O sargento Flávio Figueiredo Lordello estava em um bar acompanhado de um soldado, identificado apenas como De Lima, quando pelo menos três homens armados de fuzis chegaram em um carro prata e abriram fogo contra os militares, que estavam de folga e trabalhavam na UPP Mangueira. Lordello morreu na hora e De Lima foi socorrido para o Hospital Carlos Chagas, em Marechal Hermes. Ainda não há informações sobre o estado de saúde dele.

Uma hora antes, por volta das 20h, dois PMs da UPP Vila Cruzeiro, Complexo da Penha, foram atingidos por tiros disparados por traficantes de drogas. O confronto aconteceu na localidade conhecida como Rua 29, que faz divisa da favela com a comunidade Parque Proletário. Os policiais, que não tiveram os nomes revelados, foram feridos um na perna e outro no abdômen e levados para o Hospital Estadual Getúlio Vargas, na Penha, onde um deles foi operado. Ambos estariam fora de perigo, segundo informações da unidade de saúde.

Nas primeiras horas de domingo, dois PMs da UPP Macacos, em Vila Isabel, foram feridos a tiros. O confronto aconteceu na Rua Senador Nabuco, onde o soldado Valter Andrade, de 29 anos, levou um tiro de fuzil na coxa, o que provocou fratura exposta e atingiu a veia femural. Ele foi operado no Hospital Federal do Andaraí e seu estado inspira cuidados. Na mesma ação, um soldado, identificado apenas como Eduardo, foi atingido de raspão na cabeça e atendido no Hospital Central da PM, sendo liberado em seguida.

A Polícia Militar informou que o patrulhamento estava reforçado desde o confronto nas primeiras horas de domingo na região do Morro dos Macacos, entretanto, no fim da noite, o movimento era pequeno na Avenida Boulevard 28 de Setembro. A maioria dos bares estava fechada e não havia patrulhas da PM baseadas nos acessos à comunidade, nem circulando pela região.
Fonte: http://odia.ig.com.br/noticia/rio-de-janeiro/2014-08-25/rio-tem-seis-policiais-de-upps-baleados-em-menos-de-24h.html

SOS BOMBEIROS: Acho que agora depois de mais esta matéria fica muito claro que a UPP é um programa incompleto, e por isso que o partido da república defende aperfeiçoá-lo. Política de pacificação não se faz somente com policiais, pois senão criamos uma guerra onde vidas são perdidas a todo o tempo. Por isso precisamos também de programas sociais, educação, cultura, emprego e lazer.

sábado, 23 de agosto de 2014

CARREATA NA CIDADE DE DEUS

Nesta semana participamos junto com o candidato ao governo do Estado Garotinho de uma carreata na CDD, foi espetacular a receptividade dos moradores daquela região. Tanto que depois de 1:30h de carreata, ainda esticamos por mais uma hora. Confiram algumas imagens:








Não poderíamos deixar de agradecer também, aos companheiros de farda que têm nos recebido e dado apoio nas oportunidade das visitas as OBM's. Ficamos contentes em sentir esta boa energia através destes contatos. Rumo a vitória!!!

HUMILHAÇÃO E DESCASO

Policiais de UPP dormem no chão por falta de alojamento




Uma área interna do Batalhão de Choque, no Centro do Rio, se transformou no dormitório improvisado para policiais militares lotados em UPPs. Pelo WhatsApp do EXTRA (21-998099952 e 21-996441263), soldados que moram no interior, e são apelidados de “residentes” pelos colegas de farda, denunciaram que, por falta de camas, estão dormindo em colchonetes espalhados no chão.
De acordo com a denúncia, o dormitório improvisado fica numa área próxima à seção de identificação da unidade. Num vídeo, é possível ver pelo menos três PMs dormindo em colchonetes, enquanto um quarto policial dorme numa cama.
— Cama é a maior briga. Quem chega primeiro dorme. Quem sobra tem de se virar para dormir. Há colegas que dormem em carros porque não conseguem ficar lá. Há muito fungo e mofo — contou um PM pelo WhatsApp.

A informação que eu tenho é a de que a PM ficou de tomar uma providência mês passado, mas até agora nada aconteceu. O pessoal tem reclamado bastante. Quem é do interior fica aqui no Rio por não ter condições de voltar, já que a distância é grande. A escala é apertada e fica difícil ir e voltar do interior — disse Vanderlei Ribeiro, presidente da Associação de Cabos e Soldados da PM.
Não é a primeira vez que policiais reclamam das condições de trabalho. Em abril, policiais que moram no interior denunciaram que não conseguiam voltar para casa devido às escalas apertadas de trabalho. Uma audiência chegou a ser realizada na Assembleia Legislativa (Alerj) para tentar resolver o problema.

Fonte:http://extra.globo.com/casos-de-policia/policiais-de-upp-dormem-no-chao-por-falta-de-alojamento-13690881.html