terça-feira, 23 de junho de 2015

OPORTUNIDADE DE SUA CONTRIBUIÇÃO CHEGAR A ADMINISTRAÇÃO DO CBMERJ

Alo Bombeiros! vamos finalizar as sugestões a respeito do planejamento institucional. Pois como podemos verificar na postagem do blog do Vereador Marcio Garcia, o mesmo é voluntário para encaminhá-las ao comandante geral. E assim tome oficialmente conhecimento das ideias da tropa.


Solicitamos que não repitam alguma sugestão, caso ela já tenha sido apresentada.

www.marciogarciarj.com.br/2015/06/criacao-do-gabinete-de-gestao-de.html

Selecionamos os comentários que continham ideias objetivas e viáveis a nossa realidade:

1 - Que os Militares do Interior e vice versa (este quando morando na Capital) não terem que se deslocar para o Interior, para fazer taf. E quanto a Saúde dos Militares longínquos da Capital terem unidades, seja Hospital e Policlínicas próximos a eles.E em relação aos mesmos,imagem o valor de cem reais do vale transporte e indo e vindo Interior Capital,,Capital Interior,com esse valor defasado.

2 - Implantação da carga horaria da Enfermagem para 30 horas semanais, correção das injustiças cometidas a qbpm 6 das turmas de 86 e 90 que ficaram 8 anos proibidos de fazer concurso interno após a criação e promoção a cabo em 1992.

3 - Acho de deveria haver um convênio com clínicas e/ou albergues de tratamento para dependência química, que deveria haver um programa que valorizasse/tratasse e, ao menos tentasse, te incluir os bms que sofrem dessa doença num programa de readaptação funcional que objetivasse a melhoria de seu quadro clínico com a valorização da pessoa.

4 - Acho que deveria haver um programa de recrutamento, treinamento e distribuição racional de motociclistas e equipamento para inserção de motossocorristas nas guarnições operacionais o que traria grande melhoria na prestação de serviço haja vista a crescente desestruturação do leito viário o que hj torna impossível o pronto atendimento dos socorros, sobretudo dos APHs.

5 - Objetivando a aplicação ideal, manutenção dos bms nas funções desempenhadas, peculiaridades técnicas de determinadas atividades e, acima de tudo, viabilizar um aprimoramento contínuo dos militares que as desempenham, acho que deveria haver melhor organização das qbmps, reativação de outras e melhor organização de algumas, assim:
* a QBM 0 deveria ser composta de bms combatentes, estes deveriam ser mantidos nessa função, melhor treinados e valorizados, haja vista ser a qbmp primária e que praticamente nomeia a corporação.
* a QBMP 01 deveria sofrer upgrade, criado um curso reconhecido e que cspacitasse os militares que a compõe
* aQBMP 02 deveria ser fragmentada nas diferentes categorias de habilitação e deveria receber todos os motoristas preciarios
* a QBMP 03 deveria ser reativada, receber novo pessoal e tb ser fragmentada e reestruturada
* a QBMP 07 deveria ser extinta e seu efetivo compor a QBMP 04
* e, o principal, deveriam ser criadas, pelo menos mais 4 QBMPs:

a - uma de pessoal administrativo que teria técnicos em contabilidade, em administração, em logística, cartografia, desenho e tantas outras áreas técnico administrativas fossem necessárias
b - uma de motociclistas dividida entre motossocorristas e motocombatentes, dada a peculiaridade dessa área de atuação pois estes deveriam se destacar das qbmp 2 e 6, o q n acontece hj
c - uma de pessoal de segurança, investigação e inteligência, dada a peculiaridade dessas funções e a capacitação totalmente diferenciada de seus campos de atuaçao. Qbmp que obrigaria os seguranças de autoridades, os agentes de inteligência e os agentes carcerários.
d - uma QBMP de taifa, que obrigaria garçons, copeiros e cozinheiros, necessidade antiga da corporação.
Sugiro que o Cbmerj faca um convenio com Plano Saude que atenda nossas necessidades e que seja pago metade pela Corporacao e a outra pelo Militar...

6 - no 1/5 DBM estamos sem absl carro sucateado guarniçao corre de ar ,

7 - Setor de identificação no interior ou a visita de alguém do setor pelo menos uma vez ao mês para confecção de identidade do militar e dos seus dependentes. Essas medidas ajudam o nosso salário a render mais, poupando gastos de recursos que poderiam ser evitados.

8 - Quanto ao auxílio transporte, o valor esta devasado. Deveria ser de acordo com a necessidade de cada militar.
 
a -Quanto ao atendimento pré hospital, que volte a ser a finalidade de bombeiros militares e não deficitário por conta do atendimento residencial.
 
b -Quanto as vtrs, estão sucateadas, não dando segurança e o mínimo conforto aos militares e vítimas. 
c - Quanto ao EPI, tem que ser individual e não coletivo.
d - Gestão de recursos humanos. Penso que deveria ser criado um site onde cada militar interessado em ser transferido pudesse se inscrever. Exemplo: existem militares trabalhando longe de suas casas há mais de 20 anos e entra um recruta e vai pra perto de casa. Com essa nova ferramenta de gestão a cada concurso os antigos iriam pra perto de cada e os novatos iriam cobrir esses desfalques.

9 - Uso COLETIVO de capacetes em socorro:

a - Primeiramente é necessário esclarecer que o capacete é um equipamento de proteção INDIVIDUAL (o que não ocorre na corporação, onde os mesmos são de uso COLETIVO por TODAS as alas.)

A classificação do capacete como equipamento de uso individual está disponível no site da FIOCRUZ, podendo ser acessado pelo link: http://www.fiocruz.br/biosseguranca/Bis/lab_virtual/epi.html

Logo, concluímos que o uso concomitante do mesmo equipamento por diversos profissionais diferentes caracteriza FALTA DE HIGIENE! Uma vez que, não há maneira de realizar a limpeza necessária das partes em tecido e de material acolchoado, pois não há como lavar o capacete e deixá-lo secar entre o uso de dois militares diferentes porque não se tem número sobressalente de tal equipamento. Lembrando que, deixar tais superfícies úmidas (tanto pelo suor e sujidade quanto por água) gera meio de cultura, ou seja, proliferação de germes.

Logo, compreende-se a necessidade de que CADA militar das viaturas empenhadas receba um capacete como parte do fardamento. Este deve ser de uso único do militar, sendo o mesmo responsável pela manutenção da higiene do seu capacete. 

E em segundo lugar, é interessante que seja revisto a ordem de uso de capacete em TODOS OS EVENTOS. Relembrando que as guarnições de saúde atendem, por exemplo: Mal súbito (crise convulsiva, hipoglicemia. crise hipertensiva e outros eventos clínicos), Trabalho de parto, Traumas diversos nem sempre relacionados à cena insegura... entre vários outros eventos SEM A MENOR INDICAÇÃO DO USO DO CAPACETE. Em muitos casos o uso deste dentro da viatura em determinados procedimentos de saúde ATRAPALHAM a habilidade do profissional em realizá-las, alterando as condições de iluminação ao realizar uma punção venosa por exemplo.

Eventos com cena segura ou ambiente intra-hospitalar não exigem o uso do capacete. Tornando-o completamente desnecessário nesses casos.

Compreendemos a importância desse equipamento de proteção, mas cobramos que ele seja de uso INDIVIDUAL e oportuno quanto ao risco da cena.

10 - Pq não implantar Curso Superior para o CHOAE.

1-     11 - Criação do Centro de Treinamento e Formação dos Guarda-Vidas do CBMERJ. O Grupamento Marítimo já tem 31 anos, e até hoje não temos uma piscina sequer para treinar ! Já está passando da hora de ser ter esse Centro de treinamentos, que poderia também ser usado pelo CMalt.( Curso de Mergulho Autônomo). Somos os pioneiros e os percursores neste serviço, e na formação dos Guarda-Vidas. O serviço de Salvamento do Brasil, que foi iniciado pelo antigo SALVAMAR/ POLICIA CIVIL, vai completar 100 anos em 2017.
a - Criar Grupamentos Marítimos na Região da Costa Verde, e Norte Fluminense.
b - Estimular e acompanhar a tropa a prática de exercícios físicos, aproveitando os companheiros que tem formação, e pós graduação em educação física, dando a estes algum tipo de benefícios, como folga, ou mesmo uma gratificação. Com isso não teríamos mais uma tropa sedentária e obesa, evitando prejuízos maiores ao CBMERJ, com bombeiros fora da escala por doenças adquiridas com o sedentarismo.

  
12 - O comandante expor o balancete mensal com os gastos da etapa de rancho.

13 - Contratar merendeiras para fazerem a comida. Menos oneroso e mais bombeiro na escala.

14 - Contratar serviço de limpeza para obms.

15 - Acabar com as QBMPs dos Praças isso causa muitas discórdias e confusão, vejo bombeiros das mais diversas QBMPs dirigindo vtrs Adm e operacional e compondo socorro onde é a função de uma determinada QBMP tem outro militar de outra. Então todos poderiam ser QBMP 00 e as funções seriam como sub-especialidades. 

Ex: se todos fossemos da QBMP 00 quem tiver interesse de ser de Busca e Salvamento faz um curso/treinamento especifico e em seguida assume a função, dessa mesma forma o Condutor,guarda-vidas,saúde temos um monte de BM,s que são téc. de enf. no paisano que se tivessem oportunidade assumiriam tb no CBMERJ,comunicação e até mesmo pros setores administrativos, em fim aproveitaríamos mais os bombeiros em diversas sub-especialidades pois poderíamos fazer mais de um curso/treinamento. Mas seria interessante tb que cada sub-especialidade que o militar fizer pra assumir uma função ganhasse digamos 5% e quando tiver no exercício da função da sub-especialidade ganharia mais 15% totalizando 20% seria um ótimo incentivo e qdo tiver na função de combatente QBMP00 se não tiver nenhuma sub-especialidade não ganha nada mas se tiver alguma ao menos ganhará 5%

16 - Minha sugestão e que haja o CHOAE, ANUALMENTE com no mínimo 40 vagas , que haja uma valorização para os subtenentes oriundos de quadro de acesso, a recompensa por abdicarem do convívio, com seus familiares e se dedicarem aos estudos.

17 - Retornar boa parte dos mais de 1500 militares a disposição de orgãos externos principalmente motoristas e da saúde. Só aí temos uns 10 quarteis 

18 - Construção de um outro hospital na Zona Oeste. 

19 - Notei que na comissão de melhoria do serviço de saúde não está incluído a Odontologia. Tratar os dentes TB faz parte da saúde.

20 - O Hotel de Transito no Complexo precisa de uma finalidade. Está quase caindo. Muita infiltração. Militares vem do interior para o Complexo e dormem em colchões no chão. A prontidão só é contemplada com alojamento para homens. Até na guarda as mulheres não são contempladas. 

21 - Investimento na formação e valorização dos praças e oficiais da Odontologia. Muitos estão desmotivados por falta de incentivo e desvalorização por seus Comandos. 

22 - Gostaria que fosse implantado a escolha dos filhos de maior idade quando perde o direito de não mais usar os serviços de saúde do CBMERJ, que tivessem o direto de escolha para continuar a usar os mesmo serviços de saúde do CBMERJ quando eram dependentes, nesse seria descontado em folha mais um fundo de saúde por filhos maiores de idade no mesmo valor do fundo saúde do titular.

23 - Criação de mais um hospital na zona oeste do rio com o número maior de leitos que o HCAP.

24 - Criação de Policlínicas com Serviço de Pronto Atendimento 24 horas no Interior por regiões.

25 - A viúva ou viúvo teria todos os direitos no sistema de saúde do CBMERJ continuando com o desconto ao fundo saúde, perdendo esse direito caso casasse novamente.
26 - Todos os pais dos bombeiros teriam direito ao sistema de saúde do CBMERJ desde que seja descontado o fundo saúde no mesmo valor do titular, mesmo nos casos onde o titular tenha falecido.

27 - Esses são algumas de várias mudanças que eu, Quintanilha do ( HCAP ) gostaria que fosse implantado no nosso CBMERJ.

28 - Na área da saúde temos: 
a - Aprimoramento do sistema de marcação e agendamento de consultas e atendimentos;
b - Adequação da escala de serviço dos profissionais da saúde do HCAP. Profissional sem qualidade de trabalho, atendimento deficitário;

29 - Valorização profissional:
a - Reajuste do auxílio transporte que hoje é de R$ 100,00. Esse valor não cobre nem mesmo o custeio da passagem de até a metade do mês de muitos bombeiros;
b - Redistribuição dos soldados pelas OBM's. Tem algumas em nossa corporação que estão sendo mais beneficiadas que outras;

30- Aparelhamento e Capacitação:
a - Dar uma atenção especial as OBM's e destacamentos da baixada, seus materiais operacionais estão muito sucateados (Caxias, São João de Meriti, Paracambi, Itaguaí, Magé, Belford Roxo, Nilópolis e Nova Iguaçu, e outras);
b - Incluir uma disciplina a parte para instrução de corte de árvore. Está atividade tem causado muito acidente, nossos bombeiros precisam de mais treinamento;
c - Buscar pontos de entrega para animais capturados pela cidade. As OBM's não tem onde entregá-los e muitos deles morrem nos quarteis;


Junte sua ideia a esse esboço apresentado e contribua para o desenvolvimento da corporação a qual pertence.

69 comentários:

  1. 1 - Valorização dos profissionais da área de ensino, seja por gratificação, como ocorre na PMERJ, ou por pontos para promoção, como ocorre nas Forças Armadas.
    2 - Valorização dos militares especializados e estímulo aos cursos de especialização.
    Para desenvolvermos um melhor serviço não temos outra forma que não seja investir na educação.

    ResponderExcluir
  2. Acabar com o concurso anual para oficiais, para desinchar a maquina e faze-lo ano sim, ano nao, tornar o concurso para praças anual, para suprir o deficit, principalmente no interior, fazer com que as vagas para praças seja regional.

    ResponderExcluir
  3. Gostaria de saber por que não incluir a diminuição do interstício da QBM 06 para seis anos, pois entramos como cabo e temos que ficar 12anos para ser promovido.

    ResponderExcluir
  4. Que o Regulamento seja tanto para Oficiais quanto os Praças e que os Praças da Corregedoria e da b dois,investiguem a todos e não a seus pares e subordinados,pois serão coniventes.

    ResponderExcluir
  5. A quebra do interstício da QBM 06 é importante para a valorização destes profissionais, pois já entram como cabo e ter que esperar 12 anos por uma promoção desestimula qualquer um.

    ResponderExcluir
  6. Criar Quadros de Oficiais Para absorver os Sub Ten com menos de 15 de serviço.
    O praça atingiu, por mérito, o topo hierárquico e espera muito tempo para poder concorrer ao CHOAE.
    Perdemos a chance de aproveitar melhor toda a bagagem desses profissionais.
    Exemplo:
    Quadro de saúde: Enfermeiros, Fisioterapeutas, Fonoaudiólogos etc.
    Quadro Jurídico: Bacharéis em Direito.
    Quadro Administrativo: Graduados em Administração com especialização em administração pública.
    Quadro de Docentes: Pós Graduados (profissionais para lecionar nos cursos regulares)
    E outros quadros em que a corporação tenha necessidade.

    Com essa medida:
    1- O BM teria o incentivo para concluir o nível superior.
    2- O BM teria o incentivo a manter sua ficha limpa, sem detenções.
    3- O Bm teria o incentivo na rápida ascensão a carreira. (Só concorre aos quadros os Sub Ten)
    4- O CBMERJ teria profissional motivados.
    5- O CBMERJ teria profissionais com alto nível de conhecimento técnico.
    6- O CBMERJ teria dentro dos quadros profissionais com experiência do serviço de BM.
    7- A Administração Pública teria um servidor em plena atividade até o final da carreira.

    ResponderExcluir
  7. O rancho do DBM 1/8 uma vergonha, bms fazem constantes rateios para melhora das refeições, não tem lanche à tarde e nem ceia à noite. O alongamento de cabos e soldados foi reformado com o dinheiro dos militares, a grade do estacionamento foi colocada com o rateio dos militares, a TV do cassino de sgts e sub. ten foi comprada com a arrecadação dos mesmos e o alongamento e o banheiro de CBS e SDS sucateados. O ar- condicionando do cassino de CBS e SDS foi comprado com rateio dos militares !

    ResponderExcluir
  8. Gratificações por metas alcançadas,pois se na Pmerj é diminuir a violência todos os Bombeiros Militares lutam contra o tempo quando acidentes fora do controle.

    ResponderExcluir
  9. Revisão das determinações quanto a alimentação dos acompanhantes no HCAP. Atualmente eles só tem direito a janta.

    ResponderExcluir
  10. Subtenente BM Valdelei Duarte.23 de junho de 2015 14:10

    Além dessas três sugestões que eu comentei, gostaria de acrescentar essa proposta:

    " A CRIAÇÃO DE UM HOSPITAL, OU PELO MENOS UMA POLICLÍNICA PELO MENOS AOS BOMBEIROS DO QUADRO FEMININO, ESPOSAS, E FILHOS MENORES DE 16 ANOS, A FIM DE MELHOR ATENDER ESSA DEMANDA, QUE VEM CADA VEZ MAIS CRESCENDO NO CBMERJ, E É PRECISO HUMANIZAR DA MELHOR FORMA ESSE ATENDIMENTO. E NESTE HOSPITAL OU POLICLÍNICA PODERIA SER IMPLANTADA A MATERNIDADE E A PEDIATRIA, ALÉM DOS AMBULATÓRIOS ESPECÍFICOS AO SEXO FEMININO.

    Subtenente BM Valdelei Duarte.19 de junho de 2015 19:31

    Boa noite pra todos(a). As minhas sugestões são as seguintes:

    1- Criação do Centro de Treinamento e Formação dos Guarda-Vidas do CBMERJ. O Grupamento Marítimo já tem 31 anos, e até hoje não temos uma piscina sequer para treinar ! Já está passando da hora de ser ter esse Centro de treinamentos, que poderia também ser usado pelo CMalt.( Curso de Mergulho Autônomo). Somos os pioneiros e os percursores neste serviço, e na formação dos Guarda-Vidas. O serviço de Salvamento do Brasil, que foi iniciado pelo antigo SALVAMAR/ POLICIA CIVIL, vai completar 100 anos em 2017.
    2- Criar Grupamentos Marítimos na Região da Costa Verde, e Norte Fluminense.
    3- Estimular e acompanhar a tropa a prática de exercícios físicos, aproveitando os companheiros que tem formação, e pós graduação em educação física, dando a estes algum tipo de benefícios, como folga, ou mesmo uma gratificação. Com isso não teríamos mais uma tropa sedentária e obesa, evitando prejuízos maiores ao CBMERJ, com bombeiros fora da escala por doenças adquiridas com o sedentarismo.

    ResponderExcluir
  11. Estive no HCAP ontem segunda feira e fiquei triste quando ouvi uns QBMP 6 dizerem que irão uns 40 militares embora a partir do més de setembro, quando completarem seus 25anos de serviço, ainda reclamaram da escala de 12x60, com 3 complementacoes de 12 horas,enquanto isso os oficiais Enfermeiros fazem somente 12x60, os operários que trabalham mais fazem mais horas tudo errado,hoje entendi pq querem sair,até eu iria.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Vão sair aos montes,pois muitos estão desmotivados.

      Excluir
    2. Sugiro uma escala igualitária de oficiais de saúde e oficiais combatentes,os de saúde 24 horas semanais,e combatentes até 70 horas semanais,muito justos o que os praças de enfermagem estão pedindo pois eles trabalham de fato: fazer curativos,higienizam os pacientes,empurram macas,fazem medicação, regulam aparelhos,trocam pacientes,são responsáveis pela segurança dos mesmo,e ainda tem escalas piores do que os oficiais,isso precisa ser revisto pela chefia de enfermagem e pelo diretor tecnico e da DGS.

      Excluir
  12. 1° sgt f. crespo --1°Melhorar a etapa de rancho nas unidades de bombeiros militar. com a criação de um cardápio único contendo sucos de fruta da época, frutas para sobremesa e salada de verduras e legumes todos os dias, podendo até melhorar o café da manhã.
    2° igualar a pontuação do TAF, pois não acho justo que a corrida seja pontuada com 100 pontos e outras modalidades como barra , abdominal e flexão valerem 50 pontos cada.
    para efeito de igualdade a corrida tinha que valer 100 pontos, a flexão 100 ou barra 100, abdominal 100 .

    ResponderExcluir
  13. Mais uma do arbitrário major Walter comandante do destacamento 3/3 o mesmo após presenciar que o passoal da prontidão utiliza um banco de 3 lugares para sentar e conversar harmoniosamente durante o serviço o infeliz do major designou um local onde ele quer o banco,cito na porta do seu gabinete e mandou prender o banco ao solo é muita covardia

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Rapaziada,parem de medo e prendeu um prende todos da prontidão de serviço ninguém corre por já estar preso e chamem a População e joguem contra o cmt.Parem de só reclamar.

      Excluir
  14. Galera não adianta reclamar deste comando do destacamento 3/3 pois ele é cupicha do cel Albert CMT do 3 gbm é tudo farinha do mesmo saco

    ResponderExcluir
  15. Gostaria , que assim como com oficiais, os praças também só pudessem ser excluidos seguindo o mesmo critério seguido para eles.

    ResponderExcluir
  16. Corrigir o decreto de queda de interstício dando a seguinte redação: onde se lê... sd a cb 6 anos e cb a sgt 12 anos de efetivo serviço. Leia-se... sd a cb 6 anos e cb a sgt 6 anos. Assim daria justiça aos militares que conquistao o CFC. É ISSO MEU VEREADOR!!!! E PARABENS PELAS ÓTIMAS INICIATIVAS

    ResponderExcluir
  17. Ao invés da edição de um decreto exclusivo de queda de interstício para os cbs qbmp 06, basta corrigir o decreto de queda de interstício promovendo os cb para 3° sgt em 6 anos E nao em 12 anos de efetivo serviço como esta erradamente disposto. Com isso contemplaria nao somente os qbmp 06 mas tbm todos os cbs que passam no CFC.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Muito justo,com isso corrigiria as turmas de 86 em diante nas áreas de técnicos e auxiliares de enfermagem .

      Excluir
    2. Mais juruna no corpo de bombeiros, isso é ridículo.
      Tem que ser cursado.
      Um grupo estuda e o outro preguiçoso, só quer se dar bem.
      Não concordo com isso, nós estudamos e um grupo de espertinhos quer ser promovido rápido.

      Excluir
    3. Não é porque fizemos um CFS ,que Somos melhores do que a galera de tempo de serviço tenho vários amigos de curso analfas e vários jurunas com pós Graduação, fica a dica colega.

      Excluir
  18. Devolver o RABECÃO pra PCERJ!
    Não há coerência em ficar fazendo o trabalho braçal da polícia técnica... Serve apenas para os oficiais ocuparem cargos comissionados, nada mais, enquanto as praças ficam carregando corpos podres e se expondo pelas madrugadas à violência do Rio de Janeiro e adjacências...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pois é,não entrou nem na lista acima!!!Devem estar achando que é impossível,por isso nem entrou na lista!!!

      Excluir
    2. Vocês falam sem conhecimento.Desde quando CSRC é cargo comissionado? Quanta asneira. Se fosse assim todos os que trabalham lá estariam bem. Se você quer saber, lá nem tem coronel.Ninguém quer comandar lá. Antes de falar procure saber.Se só servisse para oficiais, seria uma briga pelo comando.

      Excluir
    3. Justamente,ninguém quer esse pepino,e o bombeiro fica abraçando coisas que nunca foi de sua alçada!!!A porcaria do ARC!!!Funerária é o #$%&!!!!

      Excluir
  19. Assim como no cbmesp acho que o cbmerj deveria ter o poder de policia administrativa,pois aumentaria a segurança nos estabelecimento e o fortalecimento da funesbom.

    ResponderExcluir
  20. Correção já!!!!! No DECRETO Nº 43.411 DE 10 DE JANEIRO DE 2012. CB A SGT EM 6 ANOS.

    ResponderExcluir
  21. Assim como no cbmesp acho que o cbmerj deveria ter o poder de policia administrativa,pois aumentaria a segurança nos estabelecimento e o fortalecimento da funesbom.

    ResponderExcluir
  22. Assim como no cbmesp acho que o cbmerj deveria ter o poder de policia administrativa,pois aumentaria a segurança nos estabelecimento e o fortalecimento da funesbom.

    ResponderExcluir
  23. o saldado fez prova para cabo com 2 anos de bombeiro e passou, ele terá que cumprir 12 anos para ir para SGT???

    ISSO ESTA ERRADO PORQUE TERÁ QUE CUMPRIR MAIS 10 ANOS COMO CABO. DEPOIS VEM A PROMOÇÃO PARA SGT!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Passa no CFS!!!
      Problema resolvido.

      Excluir
  24. É ISSO AI... ALÔ VEREADOR!!! OLHAI POR NÓS... CB DE TODAS AS QBMPS

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Se todos fizessem sua parte,porém é mais fácil transferir problemas e se acovardar.

      Excluir
    2. Fazer q parte ô fanfarrao... Nós cbs fazemos, o problema é q qdo atualmente se oferta CFC e CFS são oito vagas pra cada qbmp. INJUSTIÇA!!!!!!!
      Pois o cb que cursa o cfc com 3 anos de serviço. Precisa ficar mais 9 na graduação pra sair a sgt. E os qbmp6 que ja entram cb e têm q amargar 12 anos de efetivo serviço Pra serem promovidos a sgt. Dois problemas, uma solução: Correção já!!!!! No DECRETO Nº 43.411 DE 10 DE JANEIRO DE 2012. CB A SGT EM 6 ANOS. Por tabela resolve o problema do qbmp6 e de todos os cbs.

      Excluir
  25. Correção já!!!!! No DECRETO Nº 43.411 DE 10 DE JANEIRO DE 2012. CB A SGT EM 6 ANOS.

    ResponderExcluir
  26. - A CRIAÇÃO DE UM CENTRO DE REABILITAÇÃO FISIOTERÁPICO PARA O BMs...
    É ABSURDO A % DE BMs COM PROBLEMAS ARTICULARES E MUSCULARES...
    PODERIA SER LEVANTADO O NÚMERO DE PRAÇAS COM NÍVEL SUPERIOR EM FISIOTERAPIA E FAZER UM CONCURSO INTERNO...
    UM CENTRO DE REABILITAÇÃO CUSTARIA POUCO AOS COFRES PÚBLICOS...


    - DESVINCULAÇÃO DO SAMU / CBMERJ...URGENTE....O QUADRO DE SAUDE ESTÁ BAIXANDO PELA PSIQUIATRIA, ORTOPEDIA, NEUROCIRURGIA....E NADA DE TER O PENSAMENTO IGNORANTE QUE MUITOS TEEM QUE NA MINHA ÉPOCA EU CORRIA PRA SOCORRO COM A TRAVADA....
    ISSO É BURRICE E IGNORÂNCIA...DPS QUANDO SE REFORMAR OU ESTIVER DE FOLGA NÃO CONSEGUE FAZER NADA...SER BOMBEIRO NÃO É SER HERÓI DE PAÍS DE 3 MUNDO...

    - REDUÇÃO DO NÚMERO DE VAGAS OU DA FREQUENCIA DO CONCURSO PARA ACADEMIA DE OFICIAIS...
    DAQUI A POUCO TEREMOS 50% DOS BMs CORONEIS...A FOLHA DE PAGAMENTO MTTTT INCHADA O QUE DIFICULTA A POSSIBILIDADE DE AUMENTO SALARIAL...
    PREJUÍZO PARA TODOS...


    - MELHORIA DOS RANCHOS. EM DIVERSAS OBMs DÁ NOJO COMER...
    OS ALIMENTOS FORNECIDOS PARA OS RANCHEIROS DE PÉSSIMA QUALIDADE..
    PANELAS VELHAS E PODRES...
    DEVERIA EXISTIR TAIFEIROS E UMA AVALIAÇÃO FREQUENTE DO QUALIDADE DO ALIMENTO SERVIDO POR ELES, PARA SE MANTEREM NAS FUNÇÕES.
    POIS ENQUANTO UNS RANCHEIROS FAZEM MILAGRES E COMIDAS CAPRICHADAS NO RANCHO, TEM OUTROS QUE FAZEM DO ALIMENTO UMA LAVAGEM...

    ResponderExcluir
  27. O Daciolo ESTA ERRADO! NO caso Amarildo aonde ele como manifestante, foi a porta do Cabral cobrar a PRISÃO DOS PMS e, em consequencia " cade o Amarildo", agora ele tenta defender os PMs. A globo mostrou o que todos ja sabiam, Amarildo foi morto pelos PMs, e agora Daciolo? Outro erro sacro da conduta inexperiente e autoritaria do nosso dep fed, ele esta mais pra cel rodrigues, que nosso representante. Para o Daciolo, o gato subiu no telhado!jsf

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Belíssimo comentário! Isso nos une cada vez mais. Você realmente é cara e deveria ser nosso candidato nas próximas eleições.

      Excluir
  28. Correção já!!!!! No DECRETO Nº 43.411 DE 10 DE JANEIRO DE 2012. CB A SGT EM 6 ANOS.

    ResponderExcluir
  29. um quadro complementar para oficiais e sargentos curso superior e técnico em administração logística comunicação computação dentre outras

    ResponderExcluir
  30. RETORNAR TODOS OS MILITARES DA SAÚDE PARA O CBMERJ, EXCETO OS DA REGULAÇÃO.
    POIS OFICIAL DE SAÚDE FICAR EM QQ SECRETARIA ENQUANTO OS QUE FICAM NO CBMERJ SE ARREBENTAM É INJUSTO E UM ABSURDO
    FAÇAM CONCURSO PARA A SES, ALERJ, SEJA O Q FOR..

    ResponderExcluir
  31. Correção já!!!!! No DECRETO Nº 43.411 DE 10 DE JANEIRO DE 2012. CB A SGT EM 6 ANOS.

    ResponderExcluir
  32. O retorno de praças e oficiais que estão em outros órgãos sejam de saúde ou combatentes, tem muitos médicos de 2008 escondidos por ai.

    ResponderExcluir
  33. O único problema com o Decreto de promoções por tempo é de Cb para SGT, pois sgt cursado tem suas promoções por QA e não mais por tempo. O Cb quando passa no CFC tem que esperar 12 anos para ser promovido, se não passar no CFS. Concordo que deveria ter mudança nesse ponto.
    Só não concordo com QBMP 06 já entrar como Cb e ficar reclamando. Uma briga injustificada pois fazem o concurso sabendo as regras as quais se submeterão.
    Acho que deveriam entrar Sd como todos. Não vejo motivo nenhum para já entrarem como Cabos e ficarem reclamando querendo embarcar com um problema que quem faz CFC sofre.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. A questão é que em nenhuma das forças armadas, tecnicos em qualquer area entram como cabos. Tirando o CBMERJ todos já iniciam como sargentos.

      Excluir
    2. É isso aí... corrigindo essa injustiça automaticamente a qbmp6 tbm seria promovida com 6 anos.

      Excluir
    3. Anônimo de 15:04 procure defender a sua categoria,sem criticar a função da outra,aqui não pedimos sua opinião como advogado,mas de quem trabalha de verdade na corporação, isso é questão de justiça, vejas a turma de 86 e 90, que foram prejudicadas com a criação de promoção a cabo em 1992,e foram proibidos de fazer concurso interno por 8 anos,e que chegou depois ultrapassou os mais antigos por falta de oportunidades.

      Excluir
  34. Lamentável. Visões limitadas até a altura dos próprios umbigos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Não tem nada mais lamentável que a desunião.

      Excluir
  35. Amigos não me levem a mal,os qbmp 6 estão corretos defendendoa categorias deles,vejo uma certa inveja no ar,cada qual faça o mesmo,eles trabalham de fato.

    ResponderExcluir
  36. Tem alguma coisa para invalidos aíiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiii!!!!!!!!!!!!

    ResponderExcluir
  37. Cada um vendo seus interesses, Sera que é tão difícil pensar para o coletivo?????????

    ResponderExcluir
  38. Bom dia, venho através desse contato solicitar ajuda para componentes do Corpo de Bombeiros Militar do Estado do Rio de Janeiro que exercem a função de técnicos e auxiliares de Enfermagem dessa briosa corporação que sentem-se desprestigiados desde de a criação do quadro QBMP 6,que ingloba essa categoria,com a queda do interstício de 4 em 4 anos para promoção por tempo de serviço fomos prejudicados pela condição de entrarmos cabos,concurso interno só pode ser feito depois de 6 anos de serviço,isso desde de 1990 onde esses militares da enfermagem foram prejudicados por ficarem 8 anos sem fazer concurso interno,mesmo sabendo que somos forças auxiliares do exercito e auxiliares de saúde nas forças armadas entram como 3º sargentos estamos sem saber a quem recorrer,pedimos a vossa ajuda.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Parece piada. Prejudicados pq já entrou cabo. Ta de sacanagem.

      Excluir
  39. Eu não entendo o pessoal da saúde que posta sobre queda de interstício. Reclamam dos antigos que foram promovidos por tempo de serviço e querem queda de interstício, e esquecem que já entraram na condição de CB. Já que vcs não sabem reivindicar seus direitos farei por vcs.
    Tendo em vista o trabalho excessivo dos integrantes das guarnições de ambulância, indico para amenizar o problema, uma escala com folga de 96 horas e na falta de efetivo que os mesmos recebam as horas extras referentes.
    Aos que não entenderem eu faço um desenho em outra postagem. E se querem ser SGT façam a prova.
    Força e honra.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Acredito que o senhor é que não entende, já fizemos uma prova, um concurso público, não é preciso mais que bom senso para entender que há um grande disparate. O senhor consegue entender que o nosso regulamento é tão velho que o senhor é preso assim como o “burro”? Não há nada que tenha referência a concursados, pois quando o mesmo foi feito, bombeiro era pego no laço, provavelmente como o senhor foi. Não tenho a obrigação de ficar doze anos como cabo por que o senhor ou outros passaram um caminho triste e pesado nessa corporação, se entrei como cabo é por que esta corporação entende que sou capacitado para ser um, fiz algo por merecer entrar acima de soldado, então, porque diabos tenho que esperar doze anos para ser sargento como um soldado? Seria bom que todos fossem justos e tivessem menos recalcados antigos querendo ver a caveira dos novos companheiros.

      Excluir
    2. Mais uma vez vem a referência da época que se pegava bombeiro no laço e ainda me acusa levianamente de ter entrado na corporação desta forma. Deixa te explicar, antes da Constituição de 88 não havia a obrigação de concurso, era legal, e quem entrou desta forma não fez nada de errado. Vc me acusa de ter entrado para o cbmerj desta forma, mas eu sou da turma de 97 e tenho certeza que vc não passaria nem no taf do meu concurso.
      Vc entrou como cb pq já tinha uma especialização de nível médio e ponto final, agora dizer que foi prejudicado pq entrou como cb é de uma idiotice sem tamanho.
      Vc entrou para uma instituição militar, já sabia disso e agora quer protestar anonimamente pq sabe que suas colocações são equivocadas. Seja pelo menos homem e bote a cara não seja covarde postando anônimo.
      Se vc acha que não tem que ficar 12 anos como cabo peça baixa e vá ser oque vc quiser da sua vida, já que é tão qualificado.
      Não sei pq vc me chama de recalcado, sou formado com duas pós e estou no segunda graduação. Seu discurso é tão vazio e vc sabe disso pq não tem coragem de mostrar a cara.

      Excluir
  40. Por tempo de serviço esperam12 anos,e 6 anos para fazer concurso interno, tem gente ofendido sem motivo algum,o pessoal de 86 e 90 esperaram 8 anos para fazer concurso interno,e 12 para serem promovidos a terceiro sargento,isso é justo?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Muito justo aos que mais trabalham no cbmerj,carregam macas,pulsionam acessos venosos,preparam medicações,higienizam pacientes,salvaguarda pacientes,chamam médicos para socorrer pacientes,levam pacientes para exames e etc parabéns Enfermagem,muito justo as revindicações de vcs.

      Excluir
  41. Reescalonamento do quadro de oficiais da saúde, para que sejam promovidos ao posto de capitão, independente do número de vagas, os primeiros-tenentes BM QOS, da ativa, que contem ou venham a contar 10 anos de oficial subalterno.

    ResponderExcluir
  42. Boa tarde,amigos fiquem atentos em vossos contracheques referentes a esse mês,pois no meu vieram vários descontos do fundo de saúde,como aconteceu tb no mês passado façam contatos com a dgf,sei que o erro foi da seplag,tem gente querendo ganhar dinheiro as nossas custas na seplag,fiquem atentos.

    ResponderExcluir
  43. Não sei se alguém já comentou sobre isso, mas gostaria de falar a respeito de fardamento que também é um EPI. Por que a partir de 3° Sgt temos que comprar fardamento com dinheiro do próprio bolso ? Se é obrigatório o Estado deveria pagar. Eu sei que está previsto no nosso estatuto, mas deveria mudar. Por muitas vezes vamos a incêndios onde perdemos totalmente nossa farda e o custo deste incêndio, nossa farda, recai sobre o militar.
    Força e honra.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Regulamento diz q se estragar o fardamento em serviço, VC tem o direito de receber outro. Deveria ser só fazer requerimento para o CSM e receber outro. Pena que o regulamento nesse caso não é cumprido.

      Excluir
  44. Liberar a compra de arma para o praça com menos de 10 anos,pois os oficiais podem adquirir a sua assim que entram na corporação... Isso é discriminação entre praças e oficiais... A criminalidade está horrível, todos tem o direito de se defender (oficiais e praças)...estão desrespeitando a constituição com uma mera nota interna do Cbmerj... Isso tem que ser revisto...redução do tempo para promoção da qbmp 06,os mesmo tem que ir a sargento com 06 anos de serviço e não com 12 anos,eles não têm que cumprir a etapa de soldado e sim só a de Cabo pra sargento... Fica a dica !!!

    ResponderExcluir
  45. Que os sgt cursados possam concorrer ao CHOAE com menos de 16 de serviço.
    O praça atingiu, por mérito, e espera muito tempo para poder concorrer ao CHOAE.
    Perdemos a chance de aproveitar melhor toda a bagagem desses profissionais.

    ResponderExcluir
  46. Sou a favor e compartilho desta ideia TB. Vamos copiar e colar.

    Correção já!!!!! No DECRETO Nº 43.411 DE 10 DE JANEIRO DE 2012. CB A SGT EM 6 ANOS.

    ResponderExcluir
  47. Sou a favor e compartilho desta ideia, vamos copiar e colar nas redes sociais.

    Correção já!!!!! No DECRETO Nº 43.411 DE 10 DE JANEIRO DE 2012. CB A SGT EM 6 ANOS.

    ResponderExcluir

Comentários com palavras de baixo calão, agressivas ou que estimulem a violência ou prática criminosas não vão ser publicados.

Citações ou acusações pessoais somente são publicadas com a identificação do autor do comentário.

Se sentiu ofendido? Quer ter o direito de resposta? Faça contato pelo email (enderecumemaium@gmail.com) ou use os comentários para defender seu ponto de vista.

O BLOG é seu. Use-o com sabedoria.