terça-feira, 14 de julho de 2015

NOVAS REGRAS PARA AQUISIÇÃO DE ARMA DE FOGO

Estado autoriza a compra de até seis armas por bombeiros

Liberação depende de análise psicológica



Rio - Uma portaria publicada ontem no Diário Oficial do Estado cria novas normas para a aquisição e porte de armas de uso restrito por bombeiros. De acordo com o texto, cada militar terá direito a adquirir até seis armamentos (dois no mesmo ano), que não precisarão levar a identificação da corporação.

A autorização para o porte das armas fica condicionada, entre outros crivos, a uma avaliação psicológica composta por testes de personalidade, atenção, memória e habilidade motora, além de uma entrevista. No entanto, se reprovado, cada bombeiro poderá fazer o teste outras três vezes no período de um ano (o segundo teste poderá ser realizado 15 dias após o primeiro).

A aquisição e porte de armas por bombeiros causa temor ao especialista em Segurança Pública Paulo Storani. Apesar de legal, a norma pode manchar a imagem que a população tem do Corpo de Bombeiros. “Não sei até que ponto os bombeiros necessitam de armas em sua autodefesa. Até pela admiração que eles têm da população, a mudança pode ser negativa”, acredita o ex-capitão do Batalhão de Operações Especiais (Bope).

“Grupos paramilitares e criminosos cresceram com a alienação de armas adquiridas de forma legal. O estado já não dá conta de fiscalizar as armas que já existem. Isto vai na contramão da política atual de diminuição do número de armas”, ressalta.

Questionada, a assessoria dos bombeiros se limitou a informar que “a portaria publicada se refere a uma atualização da norma interna, que está amparada em toda legislação vigente”, diz trecho da nota.

Regras para utilização

Os limites para aquisição de munições também foram definidos: cada bombeiro do estado poderá adquirir até 200 balas de uso restrito por ano. Pela regulamentação, terá o porte suspenso o bombeiro que for detido ou abordado em estado de embriaguez, ou sob o efeito de alucinógenos. Também passará pela sanção aquele que violar as normas previstas na lei 10.826/2003, como porte ilegal de outra arma, omissão de cautela, comércio ou tráfico internacional de armas e realização de disparo em áreas habitadas.

Ainda de acordo com a publicação, a autorização para o porte de arma será negado ou suspenso caso o militar responda a crimes na Justiça, esteja licenciado em virtude de algum distúrbio mental, não tenha comportamento classificado como ‘bom’ ou se tiver sido condenado por crime contra a Segurança Nacional. Caberá à Corregedoria Interna dos bombeiros o parecer final.

Fonte: http://odia.ig.com.br/noticia/rio-de-janeiro/2015-07-14/estado-autoriza-a-compra-de-ate-seis-armas-por-bombeiros.html

32 comentários:

  1. Uma dúvida minha e de alguns colegas que está gerando discussão.
    Capítulo lV
    Seção ll
    Art.6°
    Inciso Vlll
    "Que, sendo praça, não esteja servindo independente de reengajamento, exceto por autorização expressa do comandante-geral ou corregedor interno".

    Os praças com menos de 10 anos continuam sem a liberação?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Colega, na NIA anterior estes casos eram considerados omissos e enviados pelo CMT da OBM para julgamento do Ch do EMG, com as devidas justificativas. Após apreciação deste, despachado junto a CI para publicação em Bol Sedec, já com a devida autorização ou indeferimento.
      Não sei se ouve alteração neste procedimento nesta nova NIA.

      Excluir
    2. É o que está escrito " Somente com a autorização do Comandante para quem tem menos de 10 anos ".

      Excluir
  2. A informação está equivocada. Só quem faz exame psicológica são os inativos, que devem refazer a cada 3 anos.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Parabéns ao Comando Geral que tomou essa atitude de atualizar e concretizar a nova NIA dando o direito de nos defendermos e fazendo valer nosso direito de Militares de verdade
      OS MEUS RESPEITO COMANDANTE!!

      Excluir
    2. Na minha opinião TODOS que adquirirem armas, deveriam passar por uma avaliação prática, manuseio, manutenção e tiros.

      Excluir
  3. Na minha opinião a medida visa, formar um contigente cada vez maior de bombeiros para trabalhos de segurança privada e barata, além de promover a acomodação dos mesmos com dupla jornada de trabalho e inerte em reivindicações de seus direitos. Sem mencionar os atos falhos que ocorrerá mediante o uso dessas armas por boa parte da corporação, comprometendo a imagem dos bombeiros. Pura cilada.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Concordo com teu ponto de vista. Pra corporação e pra nossa segurança seria muito melhor retirar o porte. Acho que a facilitação é pra forçar erros.

      Excluir
    2. Não da nem pra comentar a besteira que vc fala anônimo 17:32 volta pra UPA que te merece!!!!

      Excluir
    3. Amigos cada um e dono do seu nariz ,quem não tem disposição ficar calado , eu sou militar porta não paisano

      Excluir
  4. Gente como ficou a situação de reforma integral dos 25 anos sou subtenente com 26anos e 6 mrses de mais atenção sobre o assunto Deus abençoe

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Também estou interessado nisso...se não existe perspectiva futura, liberem que tem o direito de ser feliz seguindo sua vida.

      Excluir
  5. Na NIA antiga os praças com menos de 10 anos não eram proibidos de comprar arma desde que fossem autorizados pelo Comandante Geral o Chefe do EMG. Nesta NIA quem autoriza a compra de praças com menos de 10 anos é o Comandante Geral ou Corregedor Interno.

    ResponderExcluir
  6. E um retrocesso ! A arma só deixa rico os donos das fabricas bélicas. Quem gosta disso são EUA.

    ResponderExcluir
  7. A 40 está liberada? Quais os calibres, alguém sabe informar?

    ResponderExcluir
  8. Além dos calibres permitdos, também foram liberados a 40, o 357 e a 45.

    ResponderExcluir
  9. Jornal O Dis publicou na primeira página :

    " BOMBEIROS PODERÃO COMPRAR ATÉ SEIS ARMAS "

    Já perdemos companheiros assassinados simplesmente porque estavam armados!
    Me volta um filme na memória conto a este fato. Infelizmente é uma realidade, agora com a imprensa fazendo esse alarde, a situação vai piorar, até a identidade eu vou evitar.
    Que Deus nos guarde de todo mal. Amém.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sub com todo respeito eu tenho direito de me defender perdi colegas também que nem tiveram o direito de se defender e estavam desarmado agora eu tenho DIREITO ou volta pra SECRETARIA DE SAÚDE

      Excluir
    2. E por isso que eu sou à favor de uma unificação igual a São Paulo só assim acabaria com essas diferenças somos militares

      Excluir
  10. Sim, liberaram a .40

    ResponderExcluir
  11. Como fica quem tem menos de 10 anos de serviço?

    ResponderExcluir
  12. NÓS TEMOS É QUE COMEMORAR QUEM QUISER TER O DIREITO DE SE DEFENDER BELEZA, QUEM NÃO QUISER NÃO SE DEFENDA PRONTO!!!! NÃO PRECISA FICAR FALANDO BESTEIRAS TODO O CIDADÃO TEM O DIREITO DE DEFESA, QUANTO MAS MILITARES.

    ResponderExcluir
  13. compra uma mariola e morde...

    ResponderExcluir
  14. Sub Valdelei, meu respeito. Você foi perfeito na sua afirmação. Meu futuro Deputado.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Quem náo se garante em usar arma compra extintor

      Excluir
  15. http://odia.ig.com.br/noticia/rio-de-janeiro/2015-07-14/picciani-quer-revogar-compra-de-armas-por-bombeiros.html

    ResponderExcluir
  16. Parabéns ao CMT e ao corregedor que finalmente fizeram valer nosso direito!

    ResponderExcluir
  17. O direito é meu querer exercê-lo é outra conversa. Vou sempre defender o direito ao porte e não gostaria de perdê-lo, agora se vc não quer ter uma arma defendo o seu desejo de não querer comprar mas se vc um dia quiser comprar terá o seu direito assegurado.

    ResponderExcluir
  18. Nenhum Bombeiro é o brigado a adquirir uma arma compra quem quer a responsabilidade é grande.

    ResponderExcluir
  19. Vejo alguns idiotas serem contra, afirmando que isso irá aumentar a violência. Só podem viver em alguma utopia!!! Quer dizer que todo revólver, pistola, fuzil, metralhadora entre outras que os bandidos usam saem do Bm? A culpa da violência é nossa agora? Acabem com o CBMERJ então!

    ResponderExcluir
  20. O CIDADÃO CIVIL TEM DIREITO A COMPRAR ARMA DE FOGO, PORQUE QUE OS BMS NÃO?S NÃO ME FALHA A MEMÓRIA O CIDADÃO CIVIL PODE COMPRAR ATÉ 3 ARMAS,EU NÃO SEI PORQUE ESSA RINCHA COM OS BMS,TEMOS DIREITO AO PORTE E PONTO,QUEM QUISER ENGULA ,QUEM NÃO QUISER VOMITE.

    ResponderExcluir

Comentários com palavras de baixo calão, agressivas ou que estimulem a violência ou prática criminosas não vão ser publicados.

Citações ou acusações pessoais somente são publicadas com a identificação do autor do comentário.

Se sentiu ofendido? Quer ter o direito de resposta? Faça contato pelo email (enderecumemaium@gmail.com) ou use os comentários para defender seu ponto de vista.

O BLOG é seu. Use-o com sabedoria.