quarta-feira, 12 de agosto de 2015

SAÚDE NO CBMERJ

MUITOS COLEGAS MANIFESTAM DÚVIDAS SOBRE O FUNDO SAÚDE, SEUS DIREITOS COMO MILITARES E FAMILIARES. ENTÃO MAIS UMA VEZ VAMOS TRATAR DESSE POLÊMICO ASSUNTO:




Está sendo ventilado nos quarteis informações questionáveis e imprecisas sobre o fundo saúde, num ultimo esforço por parte do comando de manter-nos sob cabresto, pois já estão preocupados com o secar de uma teta. Mas a principal munição para nossa tropa é a informação, e aqui está ela:




Em 2006 fizermos uma pesquisa e descobrimos que o fundo saúde era uma taxa criada para construção do nosso hospital e que ainda estava sendo descontada décadas depois do então HCB ter sido construído. E ainda mais, o desconto que por lei deveria ser facultativo (ou seja, voluntário) passou a ser compulsório (obrigatório). Esse foi o primeiro abuso do poder de nossos comandantes em relação a esse caso; mesmo que a intenção fosse boa, não poderiam ter imposto algo que era facultativo. Até para se fazer o bem ao próximo, o próximo tem que se respeitar se o próximo vai querer.




Turmas de praças e oficiais incorporados em 97, 98 e 00 (esses com certeza, mas provavelmente muitas outras) aprenderam em seu recrutamento que o desconto era obrigatório e que era esse desconto que nos dava direito ao uso do hospital. Utilizando-se da nossa ignorância para simplesmente se apossar desses valores em nossos contracheques, sem nosso consentimento. A taxa sofreu reajustes e escalonamento e as autoridades que o administravam nunca deram se quer uma prestação de contas do que era feito com dinheiro do fundo
O delito penal denominado crime de extorsão, está tipificado no artigo 158 do Código Penal Brasileiro, com as variações previstas nos artigos 159/160 do mesmo Código. Sem falar ainda no mesmo crime com outra denominação, quando praticado por agente público. Nesta hipótese a tipificação se encontra no artigo 316 com a identificação criminal denominada concussão. 




Na época da pesquisa não exitamos como movimento, mas ainda assim, alguns bombeiros entraram com requerimento para retirá-la  com base nos artigos legais vigentes. 

Ao perceber o êxodo de militares na contribuição o então Cmt Geral e Secretário, Cel BM De Carvalho proibiu o RECEBIMENTO do requerimento, dessa forma encontrando um meio de vetar o pleito sem ter que deferir contra algo perfeitamente legal.

Mais uma vez vemos o abuso de poder e o autoritarismo sendo usado pra administrar a maquina administrativa segundo suas vontades e não pela lei.


Alguns colegas recorreram a justiça e obtiveram sucesso, já que é direito liquido e certo, mesmo assim, tiveram seus descontos recolocados em seus contracheques arbitrariamente anos mais tarde. 

Vendo que nem mesmo a justiça era respeitada, a maioria desistiu temendo represálias. 



Com a chegada do movimento SOS BOMBEIROS, essa e outras questões regressaram a pauta. Só que dessa vez estávamos mais organizados e unidos em prol de objetivos coletivos. E agora depois de diversas ações judiciais tanto nossas como dos policiais militares, o supremo confirmou o que nós à muito sabíamos. O desconto compulsório é ILEGAL.

Já que a Lei 880,  TÍTULO III, DOS DIREITOS E DAS PRERROGATIVAS DOS BOMBEIROS-MILITARES  CAPÍTULO I, Seção I, Art. 45, paragrafo 5 descreve-se:

"A assistência médico-hospitalar para si e seus dependentes, assim entendida como o conjunto de atividades relacionadas com a prevenção, conservação ou recuperação da saúde, abrangendo serviços profissionais médicos, a aplicação de meios e os cuidados e demais atos médicos e paramédicos necessários;"






Notem que o texto não fala "oficial" ou "Praça" nem "ativo" ou "inativo"; é DIREITO nosso! Confirmado em lei desde 1988.

Logo acrescentamos:

1- Tentaram nos escravizar enquanto puderam, agora eles vem pedir para que você se mantenha numa coleira, com argumentos de que irão ser trânsparente . Liberte-se!

2- O IASERJ não possuía taxa de Incêndio, e faliu por corrupção e má gestão. Nossa taxa é gasta em tudo, menos com bombeiro! Segundo prestações  de conta do estado confirmadas pelo ex -secretário de defesa Civil, Cel BM Sergio Simões, menos de 25% da Taxa de Incêndio é aplicada na corporação; Fonte: http://oglobo.globo.com/rio/apenas-23-da-taxa-de-incendio-foram-aplicados-na-modernizacao-do-corpo-de-bombeiros-em-2014-16355807

3- Você pode sim usar o requerimento padrão na DGF para solicitar a retirada, contudo, não irão te ressarcir pelos anos de imposição ao desconto. Nós temos direito legal a receber os últimos 5 anos de desconto compulsório corrigidos.Iisso a DGF não vai devolver de bom grado, vá procurar a justiça venha até a Associação SOS bombeiros que faremos pra você sem custas processuais. Se assim desejar.

4- Conforme a lei descrita prevê, sua família não perde o direito, não caiam em conversinha mole e apelo emocional; se o agente opressor te faz pedido é porque não pode mais TOMAR de você. Nossa própria história prova isso, nós estamos certos, nós estamos do lado da Lei, nós só queremos o que é nosso por direito. E agora que o pleno do tribunal está do nosso lado não há mais NADA que eles possam fazer. 

Deus está conosco, o Judiciário está conosco. Do meu eles não comem mais... e do seu? 

84 comentários:

  1. De novo octexto explicativo é cheio de informes inconsistentes. O Estado vai e tem plena condição de oferecer assistência a nós militares, SERVIDORES PUBLICOS, em seus hospitais e postos estaduais, além dos postos municipais. Não façam desta situação um pretexto para convencimento. Nos seremos prejudicados, não tenho dúvida. Não teremos uma unidade nossa, para até discutir e reclamar. Entraremos na vala comum, isto é um fato. Se metade continuar descontando e metade parar o desconto, mas continuar usando os recursos dos demais, além de ser injusto, não cobrirá vos gastos.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Você está ignorando a Lei 880, TÍTULO III, DOS DIREITOS E DAS PRERROGATIVAS DOS BOMBEIROS-MILITARES CAPÍTULO I, Seção I, Art. 45, paragrafo 5 descreve-se:

      "a assistência médico-hospitalar para si e seus dependentes, assim entendida como o conjunto de atividades relacionadas com a prevenção, conservação ou recuperação da saúde, abrangendo serviços profissionais médicos, a aplicação de meios e os cuidados e demais atos médicos e paramédicos necessários;"

      A Assistência é gratuita e garantida.

      Excluir
    2. Concordo , porém está escrito também que todos tem o direito a educação ,saúde e segurança pública somos taxados com impostos pra q isso aconteça ,no entanto não vimos isso acontecer, se dúvida vai lá no hospital público para ser atendido......
      O que queremos é ser bem atendido com todos os direitos ,basta brigar por transparência ...........

      Excluir
  2. Colegas, o Funesbom não tem está finalidade de financiar a saúde. Este jogo de palavras e falsa informação atrapalha até para pensarmos. A população não paga taxa de incêndio para nós termos uma assistência de qualidade ao contrário dos demais cidadãos. Se queremos ir para a mesma vala, aí já são outros quinhentos.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. ATaxa de incêndio pode ser usada pela Administracão da maneira que quiser....

      Foi usada para bilhete único, construção de pontes, compra de alimentação, cesta de natal e etc...

      A referida TAXA tem como objetivo equipar o CBMERJ não somente com equipamentos da atividade FIM, porquê, senão, não poderia ser adquirido material de escritório, talheres, comida e etc...

      Você ter pelo menos a hombridade de defender sua opinião usando a Verdade!

      Excluir
    2. A grande realidade,é quando são Praças e Familiares de Praças,só se conseguem os direitos quando se rasga a boca,tanto que o Juiz fez o que fez no posto do Gmar e alguém se pronunciou para defender o Militar o Gmar que estava de serviço e então representava o comando naquele momento.O último a sair apague a luz.

      Excluir
  3. Juntos somos fortes, mas precisamos de informações corretas. O que foi discutindo no tribunais e pode servir de referência para algum juiz, não esclarece a manutenção de nossas policlínicas e hospital. Vou deixar de pagar e vou para onde? Não podemos ser tolos achando que tudo vai ficar como hoje.

    ResponderExcluir
  4. O texto afirma que a verba era para ser utilizada na construção do HCAP. E as Policlínicas que foram construídas depois disso?? E os materiais que as equipam, além do HCAP?? E as Policlínicas que estão programadas para serem construídas?? A Polícia Civil não tem hospital próprio, a PMERJ não tem tantas Policlínicas quanto nós BMs e, além disso,tem um hospital que não suporta todo o efetivo e não chega nem perto do nosso em atendimento e equipamento. E corroborado o que o amigo postou antes, a verba do FUNESBOM, não é para ser usada na saúde do BM. Quem for a favor da não contribuição para o Fundo Saúde estará colaborado para acabar com o que levamos anos para construir. Apesar de pouco usar o nosso Sistema de Saúde, contribuo com muita satisfação pois desconto apenas R$ 190,00 do meu contracheque para atender a mim, meu pai, minha mãe, esposa e filho. Se fosse pagar um plano de saúde para isso tudo, não sairia por menos de R$ 2.000,00. Depois não adianta chorar pelo leite derramado, pois para reerguer tudo novamente, levará anos.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Não, o FUNESBOM pode sim equipar o Hospital, de mais a mais eu pago R $ 220, 00 para eu mulher e filho e você R $ 190, 00 pra 5? Está justo na nossa divisão? Outra coisa, seu pai é um desempregado? Nunca contribuiu o INSS? Ele não é seu dependente legal como obteve carteira do Hospital para ele? Já sei você é Cel....

      Excluir
    2. Já que você tocou na PCERJ, gostaria de então deixa aqui minha pergunta... Por que um Delegado de Terceira no inicio da Carreira ganha Igual a um Cel BM em fim de Carreira?

      Fala sério....

      Excluir
    3. Anônimo das 19h 11min, acredito que você, pelo desconto que diz ter para o Fundo Saúde, é que deve ser Coronel. Pois o desconto para o Fundo Saúde é de 10% para o militar e de 1% por dependente. Sendo assim, seu soldo é de R$ 2.000,00 e esse soldo acho que só um Coronel é que ganha. Sobre o meu pai, embora não lhe deva satisfação, é meu dependente legal conforme prevê o inciso III, do artigo 102, da lei 880 (Estatuto dos Bombeiros Militares), que vou copiar aqui porque você, pelo visto, tem preguiça de conhecer as Leis ou é mentiroso.

      Art . 102 - São ainda considerados dependentes do PM ou BM, desde que vivam sob sua dependência econômica, sob o mesmo teto e quanto expressamente declarados na sua Organização:

      III - os avós e pais, quando inválidos ou interditos;

      Excluir
    4. Ao anônimo das 20h 17min, eu toquei na PCERJ para falar sobre o sistema de saúde deles, e não do plano de cargos e salários. Faz o seguinte: estuda e vai ser Delegado.

      Excluir
    5. Eu novamente: só retificando, a lei não é a 880, mas sim a 279. Me equivoquei na postagem acima.

      Excluir
  5. Se são direitos,que cumpra-se.

    ResponderExcluir
  6. O duvida Cruel...deixo ou nao deixo de descontar o Funde de Saude....

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Subtenente BM Valdelei Duarte.11 de agosto de 2015 17:38

      Não deixa de descontar, já que fez a pergunta Sgt Juruna...
      Abraços.

      JUNTOS SOMOS FORTES.

      Excluir
  7. Em teoria são para equipagem do CBMERJ, mas infelizmente não é aplicado nisso.
    Será que a população ficaria chateada se uma parte desse investimento fosse destinado ao nosso patrimônio mais precioso que é o "material humano" do CBMERJ?
    Temos as leis,
    Temos recursos;
    Temos um Secretário a o lado do Governador;
    O benefício geraria um pequeno aumento real para TODOS os militares do CBMERJ do CMT temos Geral ao Recruta mais moderno. não há motivo para contendas, estamos todos do mesmo lado.
    Em Tocantins eles conseguiram 7000 reais de salário base porque os coronéis estavam nas ruas junto com os soldados. A receita do Rio é muito superior e não conseguimos se quer um auxílio transporte adequado aos nossos gastos. Coisa que qualquer assalariado do Brasil tem... quando vamos aprender que se o comando se unir com a tropa seremos um todo?
    Que poderemos pressionar os políticos a nos darem nossos direitos em plenitude?
    Não e trata de insubordinação, se trata de não querer abrir mão de um direito.
    Nosso sonho é que nossos comandos representem os reais interesses da tropa, que amem o CBMERJ como nós amamos! Façam isso e nós os seguiremos fielmente, não por obrigação, mas por devoção e lealdade.

    ResponderExcluir
  8. Subtenente BM Valdelei Duarte.10 de agosto de 2015 18:55

    Companheiros boa noite, quero iniciar o meu comentário e opinião em relação a este " TÓPICO ", com a seguinte frase que já conhecemos, e sabemos que nos causa efeito direto,

    " O QUÊ NOS DIVIDE, NOS ENFRAQUECE ".

    Portanto vamos usar de bom censo sobre todos os aspectos, e em especial nessa questão dos descontos do FUNDO DE SAÚDE.
    E antes de eu concluir o meu comentário e a minha opinião pessoal, peço que leiam atentamente quais os benefícios e o deveres que temos com o desconto do HCAP/ CBMERJ.

    O QUE É O FUNDO DE SAÚDE ?

    O Fundo de Saúde do CBMERJ é constituído de recursos oriundos das contribuições e das indenizações pelos atendimentos médico-hospitalares, ambulatoriais e atendimentos odontológicos dos militares do CBMERJ na ativa e na inatividade e de seus respectivos dependentes, com a finalidade de complementar os recursos orçamentários do Estado destinados para a assistência à saúde da Família Militar. Os referidos recursos são administrados pela Diretoria Geral de Administração Financeira.



    Características do Fundo de Saúde:

    - Baixa Mensalidade;

    - Desconto em folha (Contra Cheque);

    - Inexistência de carências;

    - Cobertura de tratamento médico, na maioria dos procedimentos, no território do Estado do Rio de Janeiro;

    - Cobertura de tratamento odontológico;

    - Tratamento em Clínicas ou Especialistas Civis, previamento contratados pelo Corpo de Bombeiros Militar do Estado do Rio de Janeiro, através de encaminhamento;

    - Evacuação e transporte terrestre e aeromédico, empregando-se recursos próprios do CBMERJ, em todo o território do Estado do Rio de Janeiro.

    Contribuintes:

    - MILITARES DA ATIVA - Oficiais, Aspirantes-a-Oficial, Cadetes, Subtenentes, Sargentos, Cabos e Soldados

    - MILITARES NA INATIVIDADE



    Beneficiários:

    - O Militar da ativa ou inativo, contribuinte

    - O(A) Pensionista do militar, contribuinte

    Dependentes:

    - Cônjuge ou Companheira(o)

    - Filho solteiro, até 24 anos de idade , se estudante , desde que não receba remuneração superior ao soldo de soldado, e enquanto viver sob dependência econômica do militar

    - Filho Inválido ou Interdito

    - Filha solteira que não receba remuneração superior ao soldo de soldado, enquanto não constituir qualquer união estável e viver sob dependência econômica do militar

    - Os Pais, desde que, comprovadamente, não percebam nenhuma remuneração e vivam sob a dependência econômica do militar contribuinte

    - O(A) Enteado(a) mediante termo de guarda e responsabilidade, sem pensão alimentícia

    - O(A) menor que ,por determinação judicial, esteja sob a guarda ou tutela do militar

    - Ex-cônjuge ou ex-companheira(o), com direito à assistência médico-hospitalar estabelecida por sentença judicial, enquanto não constituir qualquer união estável.

    CONTINUA...

    ATENÇÃO: A contribuição do militar da ativa e na inatividade destinada ao FUNDO DE SAÚDE é calculada na proporção de 10% (dez por cento) do soldo base. A contribuição por dependente é de 1% para cada um, e só é efetivada após o cadastro do(s) mesmo(s) junto a DIRETORIA GERAL DE FINANÇAS (DGF). Sem esse cadastro, o(s) dependente(s) não têm o direito de acesso aos serviços oferecidos pelas Unidades Próprias da DGS e Contratadas pelo CBMERJ .

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. So quem tem algum beneficio sao os bombeiros da capital,pois o pessoal do interior esta abandonado,as policlinicas so tem consultas,se precisar de um exame de maior complexidade ou gasta dinheiro pra ir ao rio,ou tem que depender do sus,ou paga o exame do proprio bolso,e nao e reembolsado

      Excluir
  9. Subtenente BM Valdelei Duarte.10 de agosto de 2015 19:25

    CONTINUAÇÃO...

    Quero deixar claro que esse espaço é democrático e tal como é a regra do site, só não é admitido ofensas, e cada comentário é de responsabilidade de quem o escreve, e que eu estou comentando é apenas a minha opinião, e peço que a respeitem, assim como respeitarei a opinião, e até mesmo as críticas ponderadas e educadas.
    Companheiros(a), quero que vocês me digam aonde eu acharei um PLANO DE SAÚDE com um valor de 10% de desconto do meu soldo, que é de R$ 109,00 ( cento e nove reais), e mais 1% por dependentes, que no meu caso são 04, ou seja R$ 10,90 (dez reais e noventa centavos. Que chega a soma total de R$ 153,00 (cento e cinquenta e três reais e cinquenta centavos). Que eu pago de fundo de saúde. Lembrando que eu tenho 55 anos de idade, e a minha esposa 50 anos, e se verificarem e pesquisarem qualquer PLANO DE SAÚDE particular, vocês constatarão que não poderei pagar pra mim e toda a minha família.
    O quê devemos é buscar, e em conjunto com o COMANDO é soluções para que tenhamos um melhor atendimento médico-hospitalar. Seja com novas instalações, convênios, patrocínios se a Lei nos permitir, e até mesmo um " SUBSÍDIO " para o FUNDO DE SAÚDE. ( Subsídio é um auxílio, uma ajuda, um aporte, um benefício. É um valor monetário fixado e concedido pelo Estado, ou outra corporação, para uma obra de beneficência ou de interesse público, que represente papel importante para a economia do país. É uma subvenção (auxílio monetário concedido pelos poderes públicos).
    Concluindo companheiros(a), vamos buscar soluções DEMOCRÁTICAS e fomentar a nossa UNIÃO e o trabalho em equipe. Não consigo enxergar solução somente com críticas e construindo " muros de divisão ". O momento agora é de se construir "PONTES E CANAIS DE DIÁLOGO COM O NOSSO COMANDANTE GERAL, E OS NOSSOS COMANDANTE DIRETOS.

    " Unir-se é um bom começo, manter a união é um progresso, e trabalhar em conjunto é a vitória"
    Henry Ford

    JUNTOS SOMOS FORTES.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. tio Valdo, a questão é que por lei, o estado tem que prover isso a custo ZERO. fim.

      em vez de ficarmos dissertando, temos é que nos unir comando e tropa e fazer valer não só esse direito como todos os demais.
      exigir nosso porte,
      nosso reajuste da GRET,
      nosso vale trasporte;
      nosso direito a saúde;
      re-estabelecimento de nossas funções de acordo com posto e graduação;
      real direito de ampla defesa;
      e tantas coisas que fariam do CBMERJ um lugar ainda melhor para todos.
      temos tenentes coronéis esperando com duas faculdades esperando 10 anos por uma promoção, temos médicos com seus planos e carreira prejudicados, temos o pior salario do Brasil com a segunda maior estatística de ocorrências do Brasil, acham isso justo? precisamos de coragem gente! vamos lutar juntos!

      Excluir
    2. Quanto ao dito,União,vejo que alguns perderam o foco,que era a Dignidade,a começar pela Tropa não acreditar no Daciolo,pois poucos os seguem e os que não aceitam serem mandados,estão fora e alguns que cansamos de falar,ou quatorze excluídos já voltaram a atividade então não há mais a necessidade do Vereador e Major Márcio Garcia amparar mais nenhum e sim lutar pelos direitos de todos perante ao Comando,com diálogo com certeza pode ser resolvido.Sem contar que muitos estão com propósito de serem eleitos,mais de tanto criticar o pmdb,a maioria na verdade só estão pensando igual a maioria dos Políticos,no Poder e no Dinheiro,ou seja infelizmente,criticaram,lutaram e estão agindo da mesma forma.Esquecendo o principal:Juntos Éramos Fortes.

      Excluir
    3. Caro anônimo, eu e muitos companheiros apoiamos vários candidatos, inclusive aquele primeiro Coronel que eu me nego até citar o nome dele, porque não se deve pronunciar nomes de defunto político!
      Mais isso não significa que seja o fim da linha, devemos continuar tentando acertar, e no meu ponto de vista o mandato do Major BM e vereador Marcio Garcia vem atendendo a expectativa, e ele vem fazendo o que pode. E quanto ao seu comentário maldoso, e na tentativa de dividir e nos acusar, o que recebemos como assessores não é ilegal, e muito menos imoral. E como já disse antes: " O combinado não sai caro ". Tanto o vereador como os assessores, somos oriundos do movimento SOS BOMBEIROS. E isso não será diferente em 2016 e 2018 quando acontecerá às próximas eleições, e o processo será o mesmo, nós BOMBEIROS escolheremos os pré candidatos, e quem quer não atenda as nossas expectativas será substituído, e continuaremos com o nosso processo político institucional com a finalidade de atender toda classe.

      JUNTOS SOMOS FORTES.

      Excluir
    4. Subtenente BM Valdelei Duarte.11 de agosto de 2015 10:24

      Bom dia Erlon (meu presidente).Como você disse: " em vez de ficarmos dissertando, temos é que nos unir comando e tropa e fazer valer não só esse direito como todos os demais."
      Foi justamente isso que eu comentei companheiro ! Erlon companheiro sei e entendo o quê você se refere quanto ao desconto do FUNDO DE SAÚDE, isso foi tema de debate no meu CAS em 2004, com o nosso professor de MATÉRIA CURRICULAR DE ADMINISTRAÇÃO MILITAR, professor Veloso. Naquela época(curso CAS) e também questionava este desconto, como está na sua íntegra no Art. 45, paragrafo 5 descreve-se:

      "A assistência médico-hospitalar para si e seus dependentes, assim entendida como o conjunto de atividades relacionadas com a prevenção, conservação ou recuperação da saúde, abrangendo serviços profissionais médicos, a aplicação de meios e os cuidados e demais atos médicos e paramédicos necessários;" Mais hoje o meu conceito e a minha visão, e até mesmo opinião é outra companheiro, e como um companheiro nos alertou: " estamos correndo o risco de cairmos na vala comum ". Basta uma decisão ( canetada do Governador para findar o nosso hospital ). E o momento é de buscar melhores recursos e atendimentos à todos nós BOMBEIROS (ativos, inativos, reformados, pensionistas e dependentes). E o porque de não contribuirmos com isso pecuniariamente ! O que devemos a partir disso, é buscar maior " LISURA " com essa nossa contribuição (descontos), e o um melhor acompanhamento seja nos contratos conveniados, nas construções de novas policlínicas, hospitais e até mesmo em equipamentos hospitalares. Formamos uma comissão gestora de " PRAÇAS E OFICIAIS " com a finalidade de gerir esses recursos (fundo de saúde). E sugiro até que se preciso for para melhorar, que tenhamos um reajuste nos descontos, para que possamos TODOS NÓS ter um atendimento de qualidade amigo. É disso que eu falo, buscar um atendimento diferenciado e de qualidade pra todos nós BOMBEIROS.
      Agora copie e cole companheiros, e depois abra este link lá dos companheiros do CBMDF. E veja que lá eles não tem Hospital,ou seja, estão: " na vala comum " e eles não tem um quadro completo de médicos e especialistas BOMBEIROS para atende-los.
      https://www.cbm.df.gov.br/2012-11-12-18-44-45/hospitais-e-cl%C3%ADnicas-credenciados

      JUNTOS SOMOS FORTES.

      Excluir
    5. Daciolo pirou.

      Excluir
    6. Valdelei,concordo com vc e faço uso do sistema de saúde do nosso Cbmerj.fiz tratamento ortodôntico na 1 odontoclinica e digo é de excelência!!! Fiz cirurgia no HCB e estou feliz com o resultado, tenho esposa e dois filhos preciso ser responsável.

      Excluir
    7. Subtenente BM Valdelei Duarte.11 de agosto de 2015 16:19

      Muito obrigado Anônimo 11 de agosto de 2015 12:38 " O que segue a justiça e a beneficência achará a vida, a justiça e a honra. Provérbios 21:21

      JUNTOS SOMOS FORTES.

      Excluir
    8. Subtenente BM Valdelei Duarte.11 de agosto de 2015 16:50

      Muito obrigado Anônimo11 de agosto de 2015 12:38, eu e minha esposa, e meu filhos também usamos o HCAP ! E eu, mais ainda. Recentemente fiz Ecocardiograma , ultrassonografia, tomografia computadorizada(conveniado) e a custo zero ! Me digam quanto tempo eu levaria para fazer esses exames na rede pública ? me digam quanto eu gastaria para fazer esses exames no particular ? A terceira idade já está batendo na minha porta, quanto eu teria que pagar por um plano de saúde ? E será que os planos cobririam 100% desses exames ? Que se diga os contratos minúsculos e longos desses planos de saúde que geralmente vem todo amarrado e são um dos campeões de denúncia nos PROCONs da vida, e você com certeza vai estar acessando direto http://www.procon.rj.gov.br/

      JUNTOS SOMOS FORTES.

      Excluir
    9. Parabéns! Muito bem colocado, os direitos e deveres do fundo de saúde do Cbmerj.
      Agora pra melhorar o entendimento da tropa e aceitação, poderiam descrever o valor bruto descontado e o valor gasto na saúde dos bms e familiares, em obras e equipamentos!
      Gostaria de ser esclarecido sobre o fundo de saude! Se esse também investe na odontologia, porquê quando fazemos alguns tratamento dentário, vem descontado no contra cheque? Se o BM precisa implantar dentes, este tem que comprar o material por fora! Deveria todo gasto com saúde ser pago pelo fundo de Saúde.
      Com tudo isso ainda acho válido o desconto, tem e pode melhor.
      O Cbmerj tem que tornar público o que arrecada com as taxas, seja de incêndio ou fundo de saúde e apresentar com que gasta. Partindo dessa i formação acredito que pode melhorar o entendimento.



      Excluir
    10. Sem falar no excelente atendimento reccebido pelos profissionais das unidades do Cbmerj. Tiro o chapeu

      Excluir
  10. Erlon, não se trata da população ficar ou não chateada. Esta população utiliza o serviço público do Estado e do Município, porque nós simples mortais, precisamos gastar dinheiro público para ter um hospital diferenciado ? Porque não podemos utilizar os mesmos serviços prestados a esta população? É ruim ? Não acha que está proposta não tem sustentação?

    ResponderExcluir
  11. Irmãos ñ comentam esse erro. Vamos quebrar a cara. O estado ñ vai nos dar condições de tratamento vamos ficar a merce de hospital público ou pior, pagar um plano de saúde q esta cada vez mais caro e o atendimento deixa e muito a desejar pelo o q se paga. Pessoal é só 10% do soldo.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. rapaz, que visão pequena. com 3000 bombeiros no movimento, pintamos o Rio de vermelho, colocamos 150.000 pessoas em uma passeata em Copa Cabana, conseguimos, aumento, gratificação, plano de Carreira, auxílio transporte. imagine com 27000 apoiados pelo comando???? c acha mesmo que alguém ia mexer no nosso hospital? ainda mais com direito garantido em lei? brigando pelo certo? não EXISTE essa possibilidade do "estado não repassar" se a gente estiver unido! só se o governador fosse louco!

      Excluir
    2. Eu não acho, tenho certeza. Aliás ele talvez continue no local para tida a população, ou talvez tenha o um amo e átomo do Iaserj

      Excluir
    3. Subtenente BM Valdelei Duarte.11 de agosto de 2015 16:31

      Erlon meu amigo e companheiro, sabe que tenho grande admiração e respeito por você, mais pelo menos dessa vez ! Nos der essa chance ! Ouça o seu " Velho Tio Valdo " como você carinhosamente me trata companheiro.
      Você e eu sabemos que colocar os companheiros numa linha de frente, e atender a nossa convocação, é impossível ! Isso não vai mais acontecer, não devemos mais acreditar em utopias, e muito menos em previsões e expectativas, o momento é de construir realidades. e projetos alcançáveis e altruístas irmão. Abraços.

      JUNTOS SOMOS FORTES.

      Excluir
  12. A polícia civil e os servidores do Estado também não iam perder nada ao parar o desconto e deu no que deu! O BM do Ceará também não de seria seu hospital e deu no que deu! Somos fortes sim mas não somos o dno do mundo, simplesmente o filho do dono. Estão jogando com os bombeiros. Vamos para rua gritar e espernear e nada conseguiremos, quanto a está questão, até porque o Estado disponibiliza seus hospitais a todos nós. Toda hora escrevem sobre o dever do Estado em oferecer saúde gratuita. Ora ele já oferece e os hospitais estaduais estão l, a nossa disposição, Eka !

    ResponderExcluir
  13. Mostrem e provem com dedicação,caso contrário provem que não É ISSO!!!Querem se aposentar com dois mandatos,mamar na teta da Política e permanecer na Mídia,com Poder e Dinheiro.Lutaram tanto contra,agora se mostram iguais.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Subtenente BM Valdelei Duarte.11 de agosto de 2015 17:37

      " O QUÊ NOS DIVIDE NOS ENFRAQUECE " Anônimo 11 de agosto de 2015 07:23. Percebesse que você é um BOMBEIRO desinformado, mais fica tranquilo, nós do MOVIMENTO SOS BOMBEIROS estamos aqui e atento a tudo.



      " Aposentadoria de Deputados "

      As regras para aposentadoria dos deputados foram alteradas em 1997, com a extinção do Instituto de Previdência dos Congressistas. O Plano de Seguridade Social dos Congressistas (PSSC - Lei 9.506/97) é semelhante às regras previdenciárias do servidor público federal e, para o recebimento integral dos proventos, exige 35 anos de contribuição e 60 anos de idade para concessão de aposentadoria, sem fazer distinção entre homens e mulheres.

      A lei prevê aposentadoria com proventos proporcionais ao tempo de mandato. Nesse caso, os proventos serão calculados à razão de 1/35 (um trinta e cinco avos) por ano de mandato. No entanto, é obrigatório preencher os requisitos de 35 anos de contribuição e 60 anos de idade.

      O parlamentar não pode acumular aposentadorias, independentemente de ter contribuído para o serviço público ou para o privado (INSS). Se a contribuição ao INSS somar 23 anos e a contribuição ao PSSC for de 12 anos, a aposentadoria será concedida, mas no percentual de 12/35 do subsídio parlamentar. O mesmo vale nos casos de contribuição para o serviço público.

      O benefício é suspenso quando o deputado aposentado volta a exercer qualquer mandato eletivo federal, municipal ou estadual. Já os aposentados do extinto Instituto de Previdência dos Congressistas só não podem acumular a aposentadoria com mandato legislativo federal.

      Antes de 1997, era permitida a pensão proporcional ao parlamentar, após 8 anos de contribuição e 50 anos de idade, no percentual de 26% do subsídio parlamentar. O salário integral era devido depois de 30 anos de mandato.

      JUNTOS SOMOS FORTES.

      Excluir
  14. ALGUÉM POR FAVOR ME ENVIE O TELEFONE DA ASSOCIAÇÃO EM GUADALUPE. QUERO TIRAR O DESCONTO, RECEBER OS 05 ANOS RETROATIVOS E PONTO. É MEU DIREITO .

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. TEL: 3281-0130
      E-mail: associacaososbombeiros@gmail.com

      Excluir
    2. estamos mudando pra Guadalupe por isso o telefone não foi reinstalado, mas o e-mail esta funcionando normalmente. acompanhe o blog que as informações estarão sendo atualizadas, acredito que até semana que vem tudo estará normalizado.

      Excluir
  15. Estou vendo aqui um monte de baba ovo de coronel e esse sub ten deturpando tudo. Eu falo pela maioria, se é lei pq não cumprir?
    Minha mulher é polícia civil ela recebe 250,00 para refeição e só trabalha 10 dias. 1.000 de gratificação delegacia 100,00 passagem, sabem qual o pensamento dos policiais civis? Não querem beneficiar delegados corruptos como acontece nas esferas militares estaduais. NA CIVIL A LEI É APLICADA.
    Direito é direito, a lei tem que ser cumprida!
    VAMOS REQUERER O FIM DO DESCONTO FUNDO SAÚDE.
    Juntos somos fortes!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Subtenente BM Valdelei Duarte.11 de agosto de 2015 15:54

      Anônimo 11 de agosto de 2015 09:38 Não sou e não preciso babar ovo de ninguém. E seja mais respeitoso, aqui é um ambiente (fórum de debate) democrático, se você não tem respeito e maturidade para participar fique de fora, principalmente companheiro como você, que usa o anonimato.
      Sua esposa é policial civil ! Parabéns pra ela, mais você é BOMBEIRO ! O Comandante Geral e Secretário de Defesa Civil, Coronel Alcântara veio ao 1 GMAR e fez uma reunião do seu gabinete itinerante, e eu fui o primeiro a pedir a palavra, e foi justamente quanto a questão que você citou, as " gratificações " que eu o perguntei Anônimo11 de agosto de 2015 09:38. E quem estava presente na reunião pode confirmar o que estou afirmando aqui. Não sou mais homem que ninguém, mais nunca coloquei o meu ânus na parede com medo de ser preso, e não faço uso do anonimato, porque falo com respeito, coerência e maturidade Anônimo11 de agosto de 2015 09:38. Participei e continuo participando do MOVIMENTO SOS BOMBEIROS, porém murro em ponta de facas, não quero mais dar, e aconselho os companheiros qua não façam isso. O que devemos buscar e fomentar, é o diálogo e soluções em conjunto companheiros.
      E se vocês lerem os meus comentários observarão que estou dando é sugestões para juntos construirmos um CBMERJ melhor para todos nós BOMBEIROS.
      Em Brasília é assim, vou colar um comentário do grupo de WhatSapp de um companheiro Subtenente da PMDF QUE RECEBI JUSTAMENTE HOJE, e eles tem o melhor salário do Brasil, porque eles tem o que nos falta em alguns, E ALÉM DO MELHOR SALÁRIO, É CLARO, que é a UNIÃO sobre todos os aspectos.

      " Meus amigos e amigas, amanhã estarei passando por mais uma prova de fogo, a partir das 13h30min iniciará meu segundo julgamento por causa do movimento reivindicatório que ficou conhecido como operação tartaruga e que resultou no reajuste de 15,8% no primeiro movimento e 22% no segundo movimento que foi concedido na forma de auxílio moradia. Passados mais de um ano dos movimentos não podemos esquecer das pessoas que colocaram a cara a tapa em detrimento de todos, o que ocasionou em prisões, processos e multas, por isso, conclamo a todos que ao receberem a próxima parcela de 7% que será pago no pagamento de setembro que sairá em outubro, não esqueçam que muitos foram penalizados para que você e sua família pudesse melhorar um pouco seu padrão de vida recuperando as perdas salariais que se acumularam durante o governo Agnelo, portanto, quem puder faça uma corrente de oração e que nesta próxima quarta-feira dia 12 de agosto de 2015, possa comemorar mais esta vitória.
      JULGAMENTO DO ST PM RICARDO PATO ACONTECERÁ AMANHA NA AUDITORIA MILITAR A PARTIR DAS 13:30H."

      JUNTOS SOMOS FORTES.

      Excluir
  16. Palavras sábias do Valdelei.
    Este racha, não nos levará s lugar algum, os hospitais municipais ou estaduais estão empilhados de pacientes, jogados pelos corredores ou aguardando em casa.
    É isto que o senhores querem para si ou seus familiares?
    Sem esta que o Estado (RJ) tem ou vai assumir nossos problemas de saúde.
    Amigos não têm percebido nossa situação em todos os segmentos? segurança, educação e SAÚDE.
    Quando vamos ter algum atendimento médico nestes valores descontados do nosso fundo de saúde?
    Com certeza tem que haver melhoria. São problemas de atendimento, internação e uma série de outras coisas que a Direção com certeza sabe.
    Mas não é somente com críticas, que se espalham e formam opiniões diversas, através das redes sociais, que vamos resolver os problemas.
    Temos que nos agrupar, questionar situações, fazer com que chegue a quem de direito, nos manifestar de forma ordeira e não ficarmos generalizando todo tipo de problema.
    Vou ser criticado, mas deixo claro que esta é minha opinião e respeito qualquer outra, desde que seja respeitosa.
    Mas antes de qualquer crítica ou posição a ser tomada, pesquise, onde encontrará recursos referentes a saúde, com tão baixo valor.
    Falo com experiência própria. Eu e minha esposa já precisamos dos serviços prestados pelo HCAP e nossas policlinicas e não tivemos problemas, para nos levar a tão absurda decisão. Foram serviços de consultas, exames, internações, cirurgias, tratamentos de quimioterapia e radioterapia, além de odontológicos.
    A muito tempo estamos esquecidos pelos nossos municípios, estados e BRASIL.
    Me desculpem os mais modernos, foi uma enxurrada de divisas, muitas oportunidades através de programas que favoreceram a alguns, mas continuamos sendo o pior salário do país.
    Por isto sim, deveríamos lutar.
    Esqueça amigos que o Estado vai te acollher, quando você ou sua família precisar ou ficar doentes. Os exemplos não têm sido bastante?
    Já tive plano de saúde (AMIL, DIX) não é como têm passado e olhem que está cada vez pior.
    Espero sim que muitas coisas melhorarão, tanto para nós quanto para nossos irmãos, que estão pelos corredores dos hospitais, pelos bancos mediocres das escolas, pela nossa liberdade de ir e vir com segurança, pelo real agrupamento de nossa corporação, por tudo isto, rogo a Deus que faça esta obra, que para nós, já parece impossível.
    Um grande abraço a FAMÍLIA bombeiro e que nosso hospital (HCAP) continue nos atendendo como seres humanos que somos.

    Juntos somos fortes!

    Sgt BM R/R - Brito.






    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Subtenente BM Valdelei Duarte.11 de agosto de 2015 16:03

      Primeiramente Sgt BM R/R - Brito. Muito obrigado pelo elogio. A maturidade, a experiência e até mesmo as topadas da vida nos ensina a agir sabiamente, e hoje eu respiro fundo, conto até dez, antes de tomar uma atitude, e quando a decisão é mais difícil, peço orientação a Deus, e ouço a opinião da minha esposa, ela sim é que é sabia, porque está escrito : " Toda mulher sábia edifica a sua casa; mas a tola a derruba com as próprias mãos." Provérbios 14:1
      A pouco tempo mesmo tivemos um acidente quase fatal com um companheiro GUARDA-VIDAS, e até mesmo o aéro-médico (helicóptero) foi acionado ao nosso companheiro.
      Talvez muitos companheiros não conseguem alcançar, ou até mesmo enxergar que alguma coisa está mudando, e mudando para melhor, e devemos estar na constante busca pelo melhor. Abraços.

      JUNTOS SOMOS FORTES.

      Excluir
  17. Moro na região dos lagos e tenho que desembolsar mais de R$600,00 de plano de saúde só pra eu e minha esposa pois aqui a clínica conveniada não garante os recursos que no momento estamos precisando ai eu pergunto se o CBMERJ vai me ressarsir pois se tiver que ir ao HCAP gasto de 100 a 80 reais de combustível mais pedágios, desconto desde 1990 e quando mais preciso tenho que pagar plano privado!!!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Subtenente BM Valdelei Duarte.11 de agosto de 2015 20:21

      É disso que estou falando, uns tem uma despesa maior que outros, e isso se agrava como exemplo que você nos apresenta. Imagina se a maioria entrar com o cancelamento do desconto do FUNDO DE SAÚDE ? Já deixei aqui uma sugestão, e vou republicar. E fomente este tópico com o maior número possível de BOMBEIROS, para que ideias surjam para solucionar um melhor atendimento hospitalar à todos nós BOMBEIROS.

      " " SUBSÍDIO " para o FUNDO DE SAÚDE. ( Subsídio é um auxílio, uma ajuda, um aporte, um benefício. É um valor monetário fixado e concedido pelo Estado, ou outra corporação, para uma obra de beneficência ou de interesse público, que represente papel importante para a economia do país. É uma subvenção (auxílio monetário concedido pelos poderes públicos).
      Concluindo companheiros(a), vamos buscar soluções DEMOCRÁTICAS e fomentar a nossa UNIÃO e o trabalho em equipe. Não consigo enxergar solução somente com críticas e construindo " muros de divisão ". O momento agora é de se construir "PONTES E CANAIS DE DIÁLOGO COM O NOSSO COMANDANTE GERAL, E OS NOSSOS COMANDANTE DIRETOS.

      JUNTOS SOMOS FORTES.

      Excluir
  18. Sou a favor do desconto, só precisamos saber do investimento.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Subtenente BM Valdelei Duarte.11 de agosto de 2015 16:14

      Então companheiro Anônimo11 de agosto de 2015 11:25, e disso que falo, se com o desconto do FUNDO DE SAÚDE você já questiona e apresenta suas dificuldades, imagine você se a grande maioria deixar de contribuir com o FUNDO DE SAÚDE ? O que devemos buscar juntos, é soluções para o seu caso, e demais companheiros, e está mais que provado sem a nossa UNIÃO e dinheiro, não se faz nada.
      E como uma das minhas sugestões, comentei isso no comentário acima companheiro:

      " " SUBSÍDIO " para o FUNDO DE SAÚDE. ( Subsídio é um auxílio, uma ajuda, um aporte, um benefício. É um valor monetário fixado e concedido pelo Estado, ou outra corporação, para uma obra de beneficência ou de interesse público, que represente papel importante para a economia do país. É uma subvenção (auxílio monetário concedido pelos poderes públicos).

      JUNTOS SOMOS FORTES.

      Excluir
    2. Subtenente BM Valdelei Duarte.11 de agosto de 2015 17:24

      Sim companheiro, também sou a favor. E complemento com o seguinte, pago plano de saúde para o meu filhote Thadeu de sete anos, e assim continuarei e até quando puder, e até ele completar dezoito anos de idade. E digo mais, se você não usa o HCAP, pague como " " FILANTROPIA ", e com a vantagem de TODOS NÓS BOMBEIROS poderem incluir esse desconto do FUNDO DE SAÚDE no seu imposto de renda, já que o HCAP tem CNPJ distinto.
      Abraços amigo.

      JUNTOS SOMOS FORTES.

      Excluir
  19. Não creio ser boa, a ideia de se retirar o desconto do fundo saúde, mesmo que seja legal, pois já existe uma decisão judicial; mas nem sempre na prática o que é legal nos convém, não que esteja eu criticando tal decisão, longe de mim, mas me parece muito utópico , essa ideia de que o estado "bancara", todo o serviço prestado a nós e aos nossos depenpendentes, que na minha opinião e da minha família é muito bom, perante o pequeno valor que nos é descontado. Se existe algum tipo de desconfiança, por uma parte, e se a palavra de ordem da outra parte é a transparência, deixo aqui minha humilde sugestão; que fosse criada uma comissão fiscalizadora, para o gerenciamento deste fundo, composta por oficiais, praças e civis sendo esses, dependentes e ou pensionistas usuários do nosso sistema de saúde, indicados pelo comando da corporação e pelas associações de classe que tenham legitimidade e representatividade na tropa, assim como também prestações de contas periódicas em portais de transparência e transcritas em boletins internos. O momento é de nos unirmos para avançarmos, me desculpem alguns, mas na minha opinião, extinguir o fundo saúde, é retrocesso pois ele representa um complemento no serviço básico de saúde que o estado nos presta. Att.'. Sub ten Araújo.

    ResponderExcluir
  20. Não me sinto confortável em opinar sobre o tema porque pago plano de saúde há 6 anos, e por isso, não uso o sistema próprio de saúde do CBMERJ.

    Contudo acredito que se a arrecadação do fundo de saúde for diminuindo, os investimentos vão reduzir significativamente com consequências diretas aos que não tem condições de pagar por um plano de saúde, restando a estes recorrer ao atendimento do Serviço ùnico de Saúde.

    A precarização do serviço será inevitável. É claro que com dez mil bombeiros nas ruas poderíamos defender a manutenção pelo estado de um serviço próprio de saúde, mas será que a população ficaria do nosso lado? Todos lembram como foi relevante o apoio da opinião pública.

    Por fim, acredito que o debate seja muito saudável, porque ele vai permitir que cada um conheça e possa se responsabilizar pelas consequencias de seus atos.

    Ao menos um fato positivo aparece nessa crise. A Corporação vai ter que se esforçar para garantir um bom atendimento aos bombeiros e familiares, porque, sem a obrigatoriedade do desconto, só a qualidade do atendimento será capaz de fidelizar os bombeiros com o sistema de saúde, mantendo as contribuições.

    Pode ser que essa insegurança seja a motivação que precisávamos para empenhar todos os esforços na construção de um sistema de saúde mais eficaz, garantindo a bombeiros e familiares um excelente atendimento, que será motivo de orgulho e diferencial da carreira de bombeiro militar frente a outras carreiras.

    Pode ser ...

    Att

    Marcio Garcia

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Major, o Estado passou a nos cobrar os 11% do Rio previdência em cima de gratificações que nós não levaremos para casa na aposentadoria, Ilegal e injusto um desconto que no meu caso é pouco superior ao Fundo de Saúde....

      O Comando não teve culpa sobre isso, mas.... Porque não nos permite nos manifestar, subsidia, apoia ou para de perseguir-nos? O Comando é Governo e o Governo nos tira de um lado e a gente tira do outro....

      Não quero que acabe o sistema de saúde, porém essa "caixa preta" tem que ser aberta, quanto custa um canal ou um bloco? Um cirurgia de Joelho? Acho que se vou pagar cotas extras além da Contribuição mensal, tenho o direito de saber quanto... Para aonde vai o Dinheiro?

      Gestão do Fundo por uma comissão que envolva contribuintes do fundo Oficiais e Praças, se o Comando ombrear comigo eu cooperarei senão, cumpra se a Lei.

      Excluir
  21. O desconto foi criado para a construção do HCB. Os militares do CBMERJ (antigo CBERJ) financiaram o atual HCAP. Pq perderíamos tudo? Com que justificativa o governador iria passar o NOSSO hospital para a rede pública? Penso em entrar na justiça para receber meus 5 anos, e de acordo com a transparência demonstrada pelos gestores, me associar novamente, mas somente se EU quiser, e não por obrigação.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Quem faz por obrigação,é porque tem medo,pois a Associação Sosbombeiros quer que todos os Associados participem,isso é acompanhando pelo menos o balancete.Transparência e para que ninguém erre por excesso de confiança.Jsf.

      Excluir
    2. Na dúvida,dou uma simples opinião,minha Nora está grávida e quase a ter a minha Neta,sabe a resposta que recebeu do plano de saúde,e em cima da hora,esta por ter que fazer cesariana?Seu plano não cobre tal atendimento(ou seja,tem que pagar mais um din din).E vemos essas respostas diretas de vários planos de saúde,não cobrem isso,não cobrem aquilo,mais na hora de ficar implorando para fazerem o plano de saúde,ninguém avisa ou os contratos estão mal elaborados,É melhor dialogar,pois quem é perfeito?Abraço do Amigo de Todos Leão da Montanha!!!

      Excluir
  22. Na regiao serrana é complicado demais entenda, vc vai a um medico e ele pede uma ultrassonografia , vc tenta passar esse exame para o convenio fazer , eles querem marcar para vc fazer no hcap, entenda que trnstorno para esse militar andar 150 km para um exame que custa particular 120 reais, ele levando a esposa gastará em media 250 reais de passagem, almoço ou lanche. E ainda o horario que esta marcado se chegara a tento, ele faz o que paga particular onde mora, isso é triste, pq pagamos fundo de saude para quem mora nas regioes onde tem policlinicas o hospital. O que queremos aqui é um serviço que nos atenda tipo vai ao medico ele solicita o exame que vc faça em uma conveniada onde vc mora e que precisar de uma emergencia hospitalar que seja por 72 hrs..desta maneira continuo a pagar. Sem mais.

    ResponderExcluir
  23. Boa noite pessoal!
    .
    Sou o Gilberto Lisboa, atualmente estou 2º Ten BM, fui incluído como Praça nesta briosa Corporação no ano de 1997 e consegui alcançar o Oficialato através do CHOAE 2013.
    .
    O Subtenente BM Valdelei Duarte já falou tudo que eu queria dizer em relação ao assunto ora abordado; corroboro o que foi dito por ele e parabenizo o mesmo pelas palavras sensatas.
    .
    Atualmente sou descontado de Fundo Saúde a quantia de R$ 145,28 referente a mim (10%), à minha esposa (1%) e à minha filha (1%). Eu e minha esposa fazemos um tratamento dentário de excelência na Odontoclínica da Penha, aproximadamente 1 ano. Eu já recebi alta clínica, mas fui encaminhado pela Doutora para fazer uma panorâmica na Odontoclínica do QCG, porque segundo sua avaliação terei que fazer um bloco num dente tratado lá na Penha. Minha esposa me informou que receberá alta clínica até o final do ano.
    .
    Minha amada filhinha recebe um tratamento de excelência da Policlínica de Nova Iguaçu na área de Pediatria. Quando completou um aninho ela fez todos os exames laboratoriais lá em Nova Iguaçu. Já levei a minha filha na madrugada de uma sexta-feira e no sábado seguinte na emergência do HCAP para ser atendida pela Pediatra de plantão, sendo muito bem atendida prontamente nas duas vezes. Na época (que foi esse ano) foi constatado por um exame de raio-x feito no HCAP que a minha filhinha estava sofrendo de “constipação intestinal”, termo esse que aprendi a odiar e respeitar. Fomos orientados a continuar o tratamento passado pela Pediatra de sexta-feira e ainda fomos encaminhados na segunda-feira seguinte à Policlínica de Charitas para que a minha filhinha fosse atendida pela área de Gastropediatria, sendo muito bem atendida pelo Pediatra daquela Policlínica e tendo sido curada (a família também) a sua enfermidade, com o tratamento específico receitado.
    .
    Senhores, se eu pudesse olhar nos olhos de cada um perguntaria com sinceridade o seguinte: A minha Família conseguiria receber o mesmo tratamento num plano de saúde no valor de R$ 145,28?
    Respondo que não – até porque não existe um plano de saúde que ofereça essa cobertura familiar no valor da quantia descontada do fundo saúde. Isso é um fato, e contra fatos não há argumentos!
    .
    Obs.: Omiti os nomes dos profissionais que nos atenderam nessa breve exposição, porque não solicitei aos mesmos e tampouco obtive autorização para fazê-lo. Mas todas essas informações e outras estão registradas nos nossos prontuários médicos.
    .
    Foi falado aqui que é obrigação legal do Estado (através da Corporação) prover ao BM
    "a assistência médico-hospitalar para si e seus dependentes, assim entendida como o conjunto de atividades relacionadas com a prevenção, conservação ou recuperação da saúde, abrangendo serviços profissionais médicos, a aplicação de meios e os cuidados e demais atos médicos e paramédicos necessários".
    .
    Bem, o Policial Civil também é um servidor público (como nós) que deixou de descontar o fundo saúde há aproximadamente 20 anos atrás (redundância válida para se fazer esclarecer). Veja qual sistema público de saúde um Policial Civil (que não tem plano) passou a utilizar depois do cancelamento. Eu digo: hospital Souza Aguiar, Salgado Filho, Miguel Couto, outras instituições que fecharam e afins. Pergunto: Não seremos jogados na mesma vala comum se a maioria dos Bombeiros deixar de contribuir para o Fundo Saúde da nossa amada Corporação? Respondo: é evidente que sim!
    .
    Termino este desabafo antevendo o fim cruel que nos espera, que fora bem ilustrado por uma arte exposta aqui que passa a seguinte mensagem: “O Poder Econômico molda o poder Político que por sua vez molda o Social”. Parafraseando digo: “O interesse econômico moldará o interesse ideológico da maioria, que por sua vez nos levará ao caos do Sistema de Saúde do CBMERJ”. Deus nos livre deste terrível mal!
    .
    Att,

    Gilberto Lisboa.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Meu amigo te faço uma pergunta, se nossa contribuição é tao importante para manutenção e funcionalidade do HCAP porque nao somos bem atendidos, nossos acompanhantes nao tem direito nem a uma refeiçao decente e muitas vezer somos humilhados no hospital que deveria nos tratar muito bem ja que somos nos que o mantemos

      Excluir
  24. Vários hospitais foram construídos com a contribuição do servidor, quando parou o desconto, o hospital ou foi para o Estado ou simplesmente destruído. Veja o iaserj

    ResponderExcluir
  25. Vereador Márcio Garcia belas colocações. Faço apenas um comentário: a manutenção do sistema depende de nossa contribuição. A saída do FS, mesmo que seja de poucos milhares, inviabiliza a assistência. Sair e reavaliar se melhora, será um contra senso, pois não tenha dúvida que piorará e em muito, com riscos incalculáveis. Você sabe que o Governo não bancária um serviço de excelência para uma única classe de servidores, mesmo que BM

    ResponderExcluir
  26. Sobre a matéria acima; opino:

    Poderia algum Oficial Superior Médico ir às 4 Alas dos quartéis e tb enviarem uma circular à residência dos bombeiros militares q estão cedidos em Órgaos Externos para explicar o caos q será nos hospitais e policlínicas sem receberem o Fundo de Saúde, que hj é descontado no contracheque do bombeiro militar do Rio de Janeiro ? O bombeiro hj, conforne link a seguir, está praticamente sendo convidado a retirar tal desconto - amanhã quando ele ou seu familiar precisar dos serviços médicos do CBMERJ - sente e chore. Não existe milagre na Economia - sem dinheiro nada anda. Ainda existe o risco do Estado do RJ assumir integralmente a nossa rede hospitalar e além de nós, todo povo do RJ usa-las. Aí pergunto: pelo q se vê hj nos Carlos Chagas, Souza Aguiar, vc ainda quer que o HCAP se estadualize ? Pense bem.

    ResponderExcluir
  27. Sei que não publicarão o q vou dizer...mas seguir as palavras desse ruim de corneta, Erlon Alves, é dar com os burros n'água...eita carinha sem noção. ..ou acha q somos idiotas...ou então ele é muito analfa - 4a série fraca...Os bombeiros que tiram essa merreca de desconto do contracheque é pra conseguirem aumento de alguma margem pra pedirem mais empréstimos; pegstem uns 3.500,00 de atrasados dos últimos 5 anos (1.500,00, ou seja,, 30% é o lucro q cada bombeiro dá nessa ação a essa famigerada associação de boçais...publica isso seu corneteiro de m...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pelo jeito,numa democracia,não há motivos para ofensas,ainda mais sendo anônimo,parece que sua situação com o Erlon é pessoal.Então o mais justo e digno seria se identificar anônimo de 22:17 e igual a você nobre,fomentando discórdias e não opinião tem alguns.Para melhorarmos,começa em nós mesmos o respeito.No mínimo deve ser Praça.E se for Oficial,não foi isso que aprendemos na Academia.

      Excluir
    2. Faz o seguinte, fica pagando que eu vou continuar utlizando e vou usar a minha etapa pra timar cachaça....

      Excluir
  28. Depois de tudo que vem sendo disto, até por pessoas que não tem ainda o hábito ou a necessidade de ser assistido no hospital, fica a pergunta: porque a associação não procura mais informações, de preferência corretas, para que possamos fazer uma análise mais criteriosa. Com o possível dinheiro dos 5 anos, compraremos novos móveis ou consertaremos nosso carro, nada além disto. Quanto a saúde de nossos familiares, todos para a vala comum.

    ResponderExcluir
  29. Normalmente não respondo anônimos pois para mim, anônimo não é ninguém. Mas dessa vez vou abrir uma exceção: primeiramente, não sou o moderador do blog, logo, não tenho gestão sobre os comentários;
    Se o bombeiro quer fazer empréstimo o problema é dele, isso não é da sua conta;
    Expus minhas ideias nos comentários com conteúdo, mas posso entender que é mais fácil se acovardar do que exigir do estado um direito.
    Pela sua abordagem de cálculo, vê-se que você não tem uma fraca noção matemática, até porque não se trata só do que vamos receber mas sim do que vamos deixar de pagar a longo de 30 ou mais anos de contribuição, se você precisar de orientação, mande um e-mail pra associacaososbombeiros@gmail.com que eu terei prazer de enviar-lhe os reais valores e demonstrativos pessoalmente, tudo bem explicadinho de uma forma que você entenda,
    E pra finalizar, o cartão de visita de qualquer pessoa, é a educação. Esse blog entra na casa de muitas famílias então por favor, vamos manter um mínimo de sociabilidade. Demonstrar arrogância ou tentar ofender não lhe trará mais credibilidade, só vão demonstrar o quão insociável ou medíocre você é. Mas ainda assim, se algo lhe for ultrajante a ponto de achar cabível tais medidas, pelo menos seja homem pra assumir suas próprias palavras. Acho que é o mínimo.

    ResponderExcluir
  30. Quero distância do hospital!!! Já mandei esse desconto para pqp!!! Você chega no hospital doente, o pau mandado do médico que estudou a vida toda é orientado a não fornece dispensa ao bm...um cara desse deveria pega o diploma e faze de papel de bunda!!!

    ResponderExcluir
  31. TEM UMA HISTORIA CORRENDO PELOS CORREDORES QUE ESSE COMANDO DEU UMA CERTA CONTIA PARA CAMPANHA DO ATUAL GOVERNADOR ( SERIA DA FUNESBOM QUE SERIA USADO NA COMPRA DE UMA ESCADA MAGIRUS). PARA SE MANTER NO COMANDO. NÃO SERIA A HORA DE INVESTIGAR SR VEREADOR MARCIO GARCIA.

    ResponderExcluir
  32. Marcelo Ferreira 1°Gmar12 de agosto de 2015 20:12

    A opinião é um direito de todos e assim sendo, digo aos senhores que mesmo pagando plano de saúde pra todos da família, continuo tendo o desconto do fundo de saúde no meu contracheque e não pretendo tirar pois penso que o hospital é pra todos os bms e sabemos que temos muitos bms da ativa e da reserva que não tem condição de pagar um plano de saúde. Portanto pago pelos outros e pelos atendimentos que já tive e fiquei muito satisfeito.Sei que é direito mas pergunto:A qualidade será a mesma se todos pararem de contribuir?E os amigos que não podem pagar plano de saúde?Terão a mesma qualidade que hoje tem nos hospitais públicos do Estado?Essa é a minha opinião.

    ResponderExcluir
  33. O DE 2015

    PROGRESSÃO DE CARREIRA DOS PRAÇAS

    RECEBEMOS O INFORME DE QUE HOUVE UMA REUNIÃO HOJE NO QUARTEL CENTRAL PARA TRATAR DA PROGRESSÃO DA CARREIRA DOS PRAÇAS, E NESSA REUNIÃO DENTRE OUTRAS NOTÍCIAS RUINS, A PIOR NOTÍCIAS SERÁ O CANCELAMENTO DOS CURSOS REGULARES DOS PRAÇAS, CFC E CFS.

    A PROPOSTA DO COMANDO DE ENGESSAR A CARREIRA DOS PRAÇAS SE DEVE AO FATO DE QUE O PROJETO QUE CAIU O INTERSTÍCIO EM 2012, ATRAVÉS DA NOSSA LUTA, FEZ CONGESTIONAR A CORPORAÇÃO, E POR CONTA DISSO ESTÃO QUERENDO ACHATAR A CARREIRA DOS PRAÇAS.

    SOMENTE HAVERÁ O CURSO DE APERFEIÇOAMENTO DE SARGENTO (CAS) E SERÁ NOS MOLDES DO CHOAE, POUCAS VAGAS, EM UM CONCURSO DISPUTADÍSSIMO.

    DIA 02 DE SETEMBRO HAVERÁ NOVA REUNIÃO E ESTAREMOS ATENTOS CONTRA MAIS ESTA COVARDIA

    MAIORES INFORMAÇÕES AMANHÃ AQUI NO NOSSO CANAL

    ResponderExcluir
  34. Sou a favor do fundo de saúde , vocês não tem noção do que é depender de vaga no CTI de um Hospital Público . Por favor pensem na atual situação da saúde no Brasil.

    ResponderExcluir
  35. Gostaria de chamar a atenção de todos que usam e estão satisfeitos com o sistema, pedindo que se coloquem na pele de quem não tem como usa-lo, o companheiro do Interior que está desguarnecido pelo nosso sistema de saúde, é justo que pague sem poder utilizar? Essa é uma questão que devemos evoluir.... se formos sugerir a criação de novas Policlínicas temos que pensar que a de Jurujuba não tem profissionais por exemplo, aumentar o quadro de saude do CBMERJ?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É justamente isso que comentei, devemos sim se preocupar e buscar soluções para os companheiros do interior, e descentralizar os serviços e atendimentos médicos a estes companheiros. Criar sim mais policlínicas no interior. Já tivemos médicos civis trabalhando no HCAP.
      Porque não fazer o mesmo nas policlínicas se preciso for para não saturar mais ainda o quadro médico de saúde. Vamos juntos buscar soluções pra todos.

      JUNTOS SOMOS FORTES.

      Excluir
    2. É isso!! Falta transparência das receitas e despesas do Fundo Saúde e atenção para os militares do interior!! Devemos lutar pelo aprimoramento do nosso Sistema de Saúde e não pelo fim dele! Minha sugestão: criação de um portal de transparência e de policlínicas para os colegas do interior.

      Excluir
    3. Companheiros no CBMDF eles são atendidos por hospitais e Clínicas particulares ( rede privadas), ou mesmo na rede pública. Mais acontece lá que o BOMBEIRO mora em uma determinada cidade satélite ( como é o nosso município aqui), mais tem que se deslocar para outra cidade, quando não tem a especialidade que ele necessita.
      E as vezes pior ainda, o convênio foi cancelado por falta de pagamento.
      A coisa não é tão simples como parece para resolvermos somente aqui neste fórum de debate, há que se discutir muitas questões companheiros.
      Abraços e JUNTOS SOMOS FORTES.

      Excluir
  36. O interior realmente merece uma atenção. Não é fácil. Aaioria dos hospitais não tem documentação. O pagamento seria com o mesmo valor dos planos o que significa cerca de 70 reais, somente a consulta. Se a média de desconto por cada BM e dependente não chega a este valor, vejam que sinuca existe. Quanto a não usar o hospital, a vida não é bem assim, veja o que acontece com as pensionistas federais cujo esposo optou para ir para Brasília e agora que manter o direito, pois voltou para o RJ.

    ResponderExcluir
  37. Imaginem o cidadão com uma simples dor de barriga, precisar fazer uma viagem de no mínimo 150 ou 250 km de sua residência para ser atendido e pegar a licença( se estiver de serviço). Já vi muito BM trabalhar com diarreia ao invés de procurar atendimento médico, devido a distância.
    Não é justo o Bombeiro do Interior, distante a mais de 100 km da Policlínica mais próxima contribuir para o fundo de saúde. Sugiro que o Comando faça uma pesquisa para saber quantos bombeiros do interior já estão optando pelo plano de saúde da unimed ou outros.
    Se alguns acham que vale a pena ter um hospital para atender a si e sua família por um valor aproximando de 100,00, pense no outro que mesmo contribuindo para o fundo de saúde, ainda é "obrigado" a pagar uma média de 700,00 por mês para ter um atendimento de qualidade.
    Fim do fundo de saúde. No quartel aonde sirvo, essa é a visão da maioria. Estamos muito longe e pagamos por uma coisa que não utilizamos. Covardia.

    ResponderExcluir
  38. EU SOU A FAVOR DO FUNDO DE SAÚDE , SEM ELE SUCATEAREMOS O NOSSO, JÁ DEBILITADO , MAS FUNCIONANDO SISTEMA DE SAÚDE. BELAS PALAVRAS MAJOR MARCIO GARCIA!
    ACREDITO QUE CERTAS CRÍTICAS SÓ SÃO PARA ATINGIR O COMANDO SEM SE PREOCUPAR COM AS CONSEQUENCIAS

    ResponderExcluir
  39. DIREITO É DIREITO!!!13 de agosto de 2015 14:58

    Eu já fiz meu requerimento junto com mais 4 bombeiros no meu quartel eu e meus dependentes vamos continuar usando o Hospital e as policlínicas e odonto clinicas normalmente pois é direito adquirido. JUNTOS SOMOS FORTES!!!

    ResponderExcluir

  40. Cuidado que você vai ter problemas, não vai conseguir sequer malrcarl consulta. Avise seus familiares.

    ResponderExcluir
  41. Em termos de saude os bombeiros do interior estao abandonados,eu fui fazer uma cirurgia no Hospital,sai de campos as 01:00 da manha,chequei no hospital as 07:30 e nao teve vaga pra mim se internar,fiquei sem almoço e sem assistencia de ninguem,tive que pagar hotel do meu bolso,para voltar no outro dia para fazer a cirurgia,este hospital so serve pra quem mora no rio.

    ResponderExcluir
  42. Militares e dependentes residentes na Região dos Lagos, Serrana, Norte, Noroeste, Costa Verde e Sul, usamos o serviço municipal de Saúde ou pagamos Plano Privado de Saúde, não temos esse privilégio de usar o serviço de saúde do CBMERJ. Estamos abandonados a ANOS.

    ResponderExcluir
  43. Boa noite, estive na sexta-feira no QCG para resolver problemas do meu quartel e como precisava fazer uma panorâmica da arcada dentária, fui a Odonto do QCG para saber como proceder, se precisaria marcar ou coisa igual. Fui atendido na mesma hora, em 10 min, já tinha resolvido meu problema e na mesma hora o resultado já se encontrava no sistema, bastando o Oficial dentista acessar de qualquer unidade para buscar o resultado. Sirvo na Barra da Tijuca e busquei preço desse serviço no particular, em torno de 100 reais. A propósito tenho Unimed e pago quase 700,00 de plano familiar. Nem lá eu seria atendido com tanta rapidez respeito e carinho. Alguém conhece algum serviço publico que preste o mesmo serviço com essa qualidade???? Faz Pensar... 1º Ten BM Moreira.

    ResponderExcluir

Comentários com palavras de baixo calão, agressivas ou que estimulem a violência ou prática criminosas não vão ser publicados.

Citações ou acusações pessoais somente são publicadas com a identificação do autor do comentário.

Se sentiu ofendido? Quer ter o direito de resposta? Faça contato pelo email (enderecumemaium@gmail.com) ou use os comentários para defender seu ponto de vista.

O BLOG é seu. Use-o com sabedoria.