sábado, 12 de setembro de 2015

DIREITOS HUMANOS

NOSSA ASSOCIAÇÃO ESTEVE PRESENTE EM  REUNIÃO DO CONSELHO ESTADUAL DE DEFESA DOS DIREITOS HUMANOS.


Tivemos o imenso prazer de conhecer uma guerreira de nossa sociedade, a Professora Regina Bordallo, presidente do Conselho Estadual de Defesa dos Direitos Humanos. Pessoa de carisma contagiante de personalidade forte, assumiu essa luta após perder o filho, alvejado pela polícia militar do Rio por ser confundido com bandido.

Existem diversos casos como o dessa senhora, o que contribui notoriamente para impopularidade da polícia militar, e consequentemente, dos militares em geral.

Muita gente se pergunta, quando morre um policial ou mesmo um bombeiro em uma escolta, onde estão os Direitos Humanos. Pois bem, os Direitos humanos existem para proteger o cidadão dos desmandos ou excessos do Estado. Uma vez que o militar no exercício de sua função, representa o Estado, lhe são cabíveis o devido amparo pelo próprio Estado, não sendo portanto, função dos Direitos Humanos intervir. 
Na reunião foram abordados temas como do BM bombeiro Freire, e do PM Marcos Valério. Ambos se tornaram tetraplégicos no cumprimento do dever.  Dessa forma, sob alguns aspectos, trazendo ainda mais ônus a família. 
pois há grande dificuldade em receber o devido amparo do Estado, uma vez que, por serem representantes deste, não há um órgão com essa competência, tampouco pressão social para tal finalidade. 

Ressaltamos a luta das mães de policiais mortos e sua difícil demanda solitária e desigual, tomada pelo medo de reações tanto dos marginais como das corporações, e a importância de ter em mente, que primeiramente, somos todos seres humanos, depois cidadãos para só então, sermos militares.

A reunião foi de grande comoção já que não é difícil provar que a dor do coração de toda mãe é igual, não importa se o filho é civil ou militar. 

O Conselho por sua vez, não tinha real noção do nível de descaso do Estado para com seus próprios representantes e foi proposto um trabalho em parceria, nos sendo oferecida então uma Cadeira no Conselho para que tenhamos voz ativa para tratar de tais assuntos. Esse será o conteúdo da próxima ata de reunião da associação. 

Nos despedimos com coração apertado pois é impossível não se condoer com tantos casos de sofrimento não solucionados, mas obtivemos uma grande vitória no tocante a união de representatividade civil e militar.

Associação S.O.S. Bombeiros
Rua Amboína nº 27 loja-C
- Guadalupe Rio de Janeiro-RJ
Telefone: (21)3106-6891
 horário de funcionamento: 
09:00 às 13:00h e das 14 às 17:00h

12 comentários:

  1. ESSA É MAIS UMA VITÓRIA NOSSA . SÓ ASSIM PODEMOS NOS DEFENDER MAIS AINDA DA MONSTRUOSIDADE QUE ACONTECE DENTRO DE NOSSA CORPORAÇÃO.
    DIREITOS HUMANOS PARA NOS DEFENDER DESSES CORONÉIS QUE SE ACHAM OS DONO DA VERDADE.

    ResponderExcluir
  2. Incapazes Cabo Freire sargento jeovani e a esposa de militar bombeiro como são acompanhados e amparados por vários bombeiros militares onde vem amenizando a dor dos familiares.Pois o descaso total como sal vamos vidas não estamos conseguindo salvar as nossas próprias e de nossos familiares.O descaso com os que se acidentam mesmo em serviço e Geral.

    ResponderExcluir
  3. Fazendo essas parcerias serem os ouvidos.vamos levar todos os avidrntafod para verem qual valor que dão aos Praças.Nenhum agora vamos ter apoio e todo o suporte necessário.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Quando se acidentam mesmo que seja em serviço,é um Deus dará para se aposentar,um verdadeiro martírio,não tanto para os pedófilos e Oficiais.Os Praças tem que colocar na justiça,passar até fome,porém, o descaso não é o mesmo,parece até duas Corporações:Praças tratados como lixos humanos e Oficiais tratados a pão de ló.Alô Deputados da Alerj.ALõ Flávio Bolsonaro,represente seu Pai.

      Excluir
  4. O sargento jeovani está fé mal pior pelo descaso Está para ser despachado por não ter condicoes financeiras reformado podendo prover e por cota sua esposa está operada o mesmo vai fazer uma nova cirurgia na perna amputada.um verdadeiro descaso com um bombeiro militar que tanto se doou ao Cbmerj e hoje os tratam como um trapo.jsf

    ResponderExcluir
  5. O sargento jeovani está de mal a pior pelo descaso Está para ser despachado por não tem condicoes financeiras reformado podendo prover e por cota sua esposa está operada o mesmo vai fazer uma nova cirurgia na perna amputada.um verdadeiro descaso com um bombeiro militar que tanto se doou ao Cbmerj e hoje os tratam como um trapo.jsf

    ResponderExcluir
  6. Bela abordagem.Terão muito trabalho em fazer as pessoas entenderem o verdadeiro papel dos direitos humanos,mas estava na hora de alguém dar essa direção.

    ResponderExcluir
  7. Temos que levar essa Senhora aos que estão precisando de ajuda.Combater o bom combate.

    ResponderExcluir
  8. Faltando bombeiros ?
    Retornem para os quartéis os bombeiros de órgãos externos.

    ResponderExcluir
  9. Temos o dever de levar todos os problemas que vem passando todos os Militares que por ajudarem o próximo,hoje precisam de ajudas.Pois quem será o próximo a ser abandonado ao leo.Pois ninguém se preocupa quando são Praças que precisam.Somos vistos como instrumentos de uso e descartáveis.jsi

    ResponderExcluir
  10. Porém fica a pergunta?Quando todos nós acidentados e lesionados,vamos levar nossas situações caóticas para a Mídia?,pois somos omissos conosco mesmo e aceitamos pois com o pedófilo por ser coronel full,Pirinei,já o reformaram.Rabo preso e por nossas parte,omissão e covardia conosco e nossos familiares que também estão sendo omissos.

    ResponderExcluir
  11. Pela destreza,Cel Alcântara,foi muito feliz,diálogo,Porém é do conhecimento de sua pessoa,o que vem passando os reformados podendo prover e por conta,Falamos de nós acidentados em serviço.Pedimos a sua ajuda,E quanto ao auxílio invalidez?Estamos passando fome.

    ResponderExcluir

Comentários com palavras de baixo calão, agressivas ou que estimulem a violência ou prática criminosas não vão ser publicados.

Citações ou acusações pessoais somente são publicadas com a identificação do autor do comentário.

Se sentiu ofendido? Quer ter o direito de resposta? Faça contato pelo email (enderecumemaium@gmail.com) ou use os comentários para defender seu ponto de vista.

O BLOG é seu. Use-o com sabedoria.