quinta-feira, 10 de dezembro de 2015

30 MILHÕES EM PROPINA NA CAMPANHA DE CABRAL

Youssef confirma doação de R$ 30 mi de ex-Petrobras à campanha de Cabral

Informação havia sido dada na delação de Paulo Roberto Costa.

Cabral reiterou 'indignação' com informação; Pezão refutou declaração.



O doleiro Alberto Youssef, um dos delatores da operação Lava Jato, confirmou nesta quinta-feira (10) que a campanha de 2010 de Sérgio Cabral, candidato vitorioso a governador do Rio de Janeiro, e de Luiz Fernando Pezão, candidato a vice, recebeu doações não declaradas no valor de R$ 30 milhões por meio do ex-diretor da Petrobras Paulo Roberto Costa.

O depoimento foi prestado ao Superior Tribunal de Justiça (STJ), em Brasília, por videoconferência, uma vez que Youssef está preso na carceragem da Polícia Federal em Curitiba. Em março, Paulo Roberto Costa já havia informado em seu depoimento de delação premiada que arrecadou R$ 30 milhões para o caixa dois da campanha de Cabral (PMDB) na eleição de 2010.
Por meio de nota à imprensa, Cabral disse reiterar "indignação" por ter o seu nome envolvido no caso. A assessoria de imprensa de Pezão informou que o atual governador do Rio de Janeiro disse que as informações prestadas por Costa não são verdadeiras, que refuta as informações dadas por Youssef e que está à disposição da Justiça. (veja a íntegra das duas notas ao final desta reportagem)

Segundo Youssef, as doações à campanha saíram de um contrato superfaturado feito pela Petrobras por obras do Complexo Petroquímico do Rio de Janeiro (Comperj). Metade do pagamento foi feito, de acordo com ele, diretamente à campanha pelas empreiteiras Odebrecht e UTC Engenharia, contratadas para as obras. A outra metade teria sido feita pela Skanska e Alusa. O G1 não conseguiu entrra em contato com as duas últimas empresas.

A Odebrecht e a UTC não quiseram comentar o depoimento. "A Construtora Norberto Odebrecht não comenta relato de delator com base em declaração de terceiros", informou a empresa em nota. "A empresa não comenta investigações em andamento", disse a assessoria da UTC.

Youssef também informou que a obra do Comperj foi contratada por R$ 3,4 bilhões. Desse total, 1% – R$ 34 milhões – deveria ser pago à campanha de Cabral e Pezão ao governo do Rio de Janeiro, mas, segundo o delator, Paulo Roberto Costa “deu um desconto” de R$ 4 milhões às empresas que fariam o pagamento.

“A obra do Comperj foi contratada por R$ 3,4 bilhões. Na verdade, seriam R$ 34 milhões que deveriam ser pagos. Dr. Paulo Roberto Costa, em negociação com Ricardo Pessoa [dono da UTC], deu um desconto de 4 milhões e ficou 30 milhões, que foi destinado a campanha ao estado do Dr. Sérgio Cabral e do vice dele, que era o Pezão”, declarou Youssef.


Em delação premiada, Paulo Roberto Costa contou que em 2010 se reuniu Sérgio Cabral e com Pezão. O assunto teria sido a reeleição de Cabral. Costa disse ter ficado responsável por procurar doações para o caixa dois da campanha. Ele afirmou que o consórcio Compar, formado pelas empresas Odebrecht e UTC, encarregado das obras do Comperj, no Rio de Janeiro, foi o principal pagador.
Fonte: http://g1.globo.com/politica/operacao-lava-jato/noticia/2015/12/youssef-confirma-doacao-de-r-30-mi-de-ex-petrobras-campanha-de-cabral.html





SOS BOMBEIROS: A hora do acerto de contas com a justiça parece estar mais perto Cabral e Pezão. Agora já são dois delatores confirmando a mesma versão de caixa dois na campanha de 2010. 

Será que teremos um impeachment no estado???

11 comentários:

  1. Agora o Bicho vai pegar..vai ter chorororo...nao tem jeito..
    Quem deve pagar...vamos aguardar

    ResponderExcluir
  2. Seria um sonho, fora Dilma, fora mãozão e cela no Cabral!

    ResponderExcluir
  3. Nada está oculto aos olhos do Senhor,Independente de religião,posição social e corrupção!!!

    ResponderExcluir
  4. ESTAREMOS NO CAMAROTE AGUARDANDO A PRISÃO DO CABRAL/PEZÃO, E SERÃO DEVIDAMENTE ACHINCALHADOS E XINGADOS, FORA OS GRITOS DE LADRÕES!!! NESTE DIA DEVEMOS FAZER UMA ATO DE APOIO A POLICIA FEDERAL E, SOLTAR FOGOS NA P.F! JSF

    ResponderExcluir
  5. É seu Cabral Bangu te espera!!!

    ResponderExcluir

  6. Bom dia pra todos, em especial aos servidores públicos, e mais ainda aos eleitores desses dois larápios e inescrupulosos.
    O primeiro Sérgio Cabral mandou me prender em presídio de RDD ( regime disciplinar diferenciado) de BANGU I, onde lá naquela " masmorra "são trancados marginais de maior periculosidade ! O segundo, o Pezão era seu vice nos dois mandatos, foi reeleito com ajuda de empreteiros e da pregação do " VOTO NULO ",do Cabo Daciolo! Pezão já parcelou o salário de Dezembro, e o Secretário de Fazenda Julio Bueno confirmou o que Pezão anunciou, que não tem garantia nenhuma de pagar o décimo terceiro salário dos servidores públicos. Fico triste que ainda teve POLICIAIS E BOMBEIROS fazendo campanha para o Pezão, pedindo os nossos votos para o Pezão, e tentando me convencer que Pezão era diferente do Cabral, e que era e seria um ótimo administrador ! Indignação e revolta! O que falta para os Deputados entraram com uma ação de impeachment contra o Pezão?
    Att:Subtenente BM RR Valdelei Duarte. CBMERJ.
    JUNTOS SOMOS FORTES.
    🔫👊🏼💣🆘🚒👍🏻

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Valeu DAciolo,Votem Nulo,não tem como deixar passar em branco,a Pemrj que estava com as gratificações e o Voto Nulo Daciolo,agora chupem essa manga com caroço e tudo.O pezão acabou com as gratificações faroeste na polícia,assim que foi eleito.Parabéns aos que votaram no Pezão.

      Excluir
  7. Kkkk...obras da copa do mundo, superfaturamento , tudo isso é com Cabral....justiça sendo feita.... Fogos explodirão nos céus.... Oh meu Deus, tu és justo.

    ResponderExcluir
  8. Ridículo é que para os nossos guerreiros a prisão foi imediata, mas, para esses VAGABUNDOS, a justa é morosa.
    Desejo que sejam recolhidos ao mesmo presídio que os nossos irmãos estiveram durante as reivindicações por dignidade.

    ResponderExcluir
  9. Nós denunciamos isso.....ninguém deu ouvido, agora os babas ovo estão ai com cara de bunda.

    ResponderExcluir

Comentários com palavras de baixo calão, agressivas ou que estimulem a violência ou prática criminosas não vão ser publicados.

Citações ou acusações pessoais somente são publicadas com a identificação do autor do comentário.

Se sentiu ofendido? Quer ter o direito de resposta? Faça contato pelo email (enderecumemaium@gmail.com) ou use os comentários para defender seu ponto de vista.

O BLOG é seu. Use-o com sabedoria.