sexta-feira, 11 de dezembro de 2015

AGENTES DO SERVIÇO RESERVADO DO CBMERJ RESPONDERÃO POR CRIME

Obtivemos com exclusividade, imagens da denúncia que o promotor de justiça Paulo Roberto Mello Cunha Jr. representando o ministério público estadual, ofereceu junto à justiça militar, contra o Major Bombeiro Luiz Antônio Freire de Alcântara e o Sargento BM Walmir André da Silva.


Ambos são acusados, de supostamente, terem cometido crime ao utilizarem de força física para conter a entrada do vereador bombeiro Marcio Garcia em uma formatura na escola de bombeiros no ano de 2014, onde todos os oficiais, inclusive da RR, estavam convidados.






SOS BOMBEIROS: Para os que pensavam que essa história iria ficar impune, ou até mesmo no fórum parcial do CBMERJ, agora terão que compor advogados e preparar uma bela defesa para explicar o que as imagens mostram. 

Os argumentos terão que ser bem convincentes, afinal quem estará avaliando não será o Coronel, mas sim um juiz de direito.

66 comentários:

  1. Adoro ver a justiça ser feita! 👏🏻👏🏻👏🏻👏🏻👏🏻

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Agente só dos Oficiais,pois qual deles não tem o rabo preso,Praças,a casa vai cair.Por isso defendem Oficiais,mais quando da errado,o Cel,é o primeiro a tirar da reta.Não aprendem,são Praças.

      Excluir
    2. o pior é que com a troca de comando, graças a Deus nosso irmão de lutas pode até ser meu padrinho na solenidade do CAS, restando para os subordinados antecessores, somente o onus dos processos adquiridos pela conduta arbitrária. lamento pelo André que além de peixe pequeno, é um bom sujeito.

      Excluir
  2. O que acontece no quartel de ramos é de deixar qualquer um de cabelo em pé. MP neles!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É VERDADE QUE TEM ATE PAIZANO QUE CORRE NO SOCORRO? Xiiiii, ACHO QUE TÁ NA HORA DE TROCAR O CMDO!

      Excluir
  3. É lamentável! Eles foram buchas,mas o Vereador está certissimo.

    ResponderExcluir
  4. Que sejam expulsos da corporação! Começar a limpa nos maus servidores

    ResponderExcluir
  5. Agora estamos no mesmo patamar.Todos correndo risco de ficar sem salário.
    Lembrando que essa ação, ocorreu na gestão do sr Sérgio Cabral,que prendeu 14 bombeiros em Bangu 01,rasgando a constituição. O que o MP fez em relação a esse fato?

    ResponderExcluir
  6. Eu queria ver esses valentões em ação quando o bombeiro é vitima de traficante e correr atrás do bandido. Só são valente no quartel

    ResponderExcluir
  7. Excelente estamos em pleno século XXI e esses coronéis agem como se eles fossem a justiça. São arbitrários. Só que a epoca dos coronéis fazendeiros já passou, as mesmas leis que os paisanos estão sujeitos vcs tbm estão, a ditadura acabou senhores, e se não andar na linha o ministério público e a justiça militar estão ai para receber denuncias dos seus abusos.

    ResponderExcluir
  8. Tem que enviar processo nesses caras que se acham acima da Lei.
    Agora é o corre...corre...Ferro neles...

    ResponderExcluir
  9. Isto posto,os militares deverão estar subjudice, pois a denúncia foi aceita pelo ministério público.

    Será que serão promovidos assim mesmo?? Iremos acompanhar.

    Que paguem o preço da subserviência irracional.

    Vai pedir ajuda agora a quem deu a ordem...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Subtenente BM RR Valdelei Duarte.11 de dezembro de 2015 13:09

      Sob Judice não impede o Militar ser promovido !

      Excluir
    2. Valdelei é subjudice que se escreve, e não sob judice.
      Impedi sim,de ser promovido...

      Excluir
    3. Subtenente BM RR Valdelei Duarte.12 de dezembro de 2015 22:45

      Ok, SUBJUDICE Anônimo 11 de dezembro de 2015 23:31 !
      Então vamos ao Pai dos " Burros "

      Sub judice = Expressão latina que designa alguma coisa que ainda está sob a apreciação judicial.( Sem sentença final).

      A Palavra Sub judice possui 10 Letras.

      Então vamos ao que nos interessa, que é o fórum de debates, e o que devemos fazer para melhorar e mudar essa questão !

      O militar acusado de crime é instantaneamente colocado em situação de exceção, ainda antes de se provar definitivamente sua culpa.

      Esse é um assunto que aflige tanto a policiais militares quanto militares das Forças Armadas. Em sites jurídicos e fóruns de discussão o assunto é pouquíssimo discutido, prevalece ainda um princípio ultrapassado. O militar é “punido” antecipadamente de forma administrativa, sendo impedido de galgar postos ou graduações superiores pelo simples fato de ser indiciado como réu em processo criminal, e assim permanece até que todas as instâncias se esgotem.

      O dano moral é extraordinariamente grande para um militar que, obedecendo ordens e/ou no cumprimento do dever, é envolvido em uma situação que o coloque na condição de réu.

      Segundo artigo da Revista Sociedade Militar (http://sociedademilitar.com) muitos militares federais e estaduais sofrem com essa situação, que o autor do artigo chama de INVERSÃO do PRINCÍPIO CONSTITUCIONAL DA PRESUNÇÃO DE INOCÊNCIA. Isso torna os militares a única categoria de cidadãos não contemplada com todos os direitos garantidos pela Constituição de 1988.

      Por que os militares, em pleno sec.XXI, sofrem sanções mesmo antes de “ser batido o martelo” no tribunal?


      Continua...

      Excluir
    4. Subtenente BM RR Valdelei Duarte.12 de dezembro de 2015 22:46

      Continuação...

      Como se sabe, no direito brasileiro existem “direitos relativos”, e mesmo os direitos e garantias fundamentais podem sofrer alguns tipos de modificações para atender ao interesse da administração pública. Segundo alguns militares sub júdice, uma das frases mais ouvidas para justificar a situação é: “(…) depois você recebe os atrasados”, “é como uma poupança”.

      Alguns militares são até obrigados a permanecer na ativa depois de 30 anos de serviço aguardando o término de longos processos judiciais. Ha militares que, condenados injustamente a penas pequenas, como um, quatro ou oito meses – mesmo não concordando com as condenações e tendo a opção de recorrer – preferem não faze-lo por que não suportam mais o prejuízo à suas carreiras ou por desejarem ir para a reserva, o que lhes seria vedado se recorressem das condenações.

      Veja:

      Regulamento de Promoções de Praças da Marinha: Art.21. Ficará impedida de acesso: I – temporariamente, a Praça: (…) b) denunciada em processo ou submetida a Conselho de Disciplina (…).

      Estatuto dos Militares: art. 97, par. 4º “Não será concedida transferência para a reserva remunerada, a pedido, ao militar que: a) estiver respondendo a inquérito ou processo em qualquer jurisdição (…)”

      É incontestável que há várias sanções e limitações que recaem sobre militares indiciados em processo. Porém, a justiça alega que havendo previsão de ressarcimento não haverá afronta ao princípio Constitucional da Presunção de Inocência. Todavia, o entendimento do autor do artigo é outro, segundo o mesmo, a norma é extremamente injusta, na medida em que pune os militares ainda antes de ser provada a sua culpa. O Princípio da Presunção de Inocência é aceito em todos os países democráticos. Mas, dentro do Brasil há uma categoria excluída desse direito fundamental.


      Excluir
    5. Subtenente BM RR Valdelei Duarte.12 de dezembro de 2015 22:47

      Continua...

      O entendimento de tribunais superiores é: inexiste nesses casos violação do princípio constitucional de presunção de inocência, uma vez que a própria Lei resguarda a promoção retroativa em caso de absolvição.

      Imagine uma situação hipotética em que um sargento do Exército, envolvido numa situação no complexo da Maré, seja acusado de um crime. Ele tem esposa e dois filhos, as crianças tem quatro e cinco anos de idade. O militar já estava com a promoção marcada para meio do ano. Mas, por conta de ser indiciado e na situação de réu, não pode ser promovido. Há casos em que militares permanecem por mais de oito anos respondendo a um processo desse tipo. Nesse intervalo de tempo ele não pode ser promovido e todo o planejamento feito pela família é prejudicado. As crianças tem que crescer vendo o pai recebendo o mesmo salário por anos a fio e o pai não pode custear uma escola melhor, um plano de saúde etc. Depois de oito anos o sargento pode ser absolvido, e receber os atrasados das promoções perdidas.

      Mas, seus filhos não poderão mais receber o que não foi-lhes proporcionado na época certa. O tempo não volta e a educação e saúde que receberam, com qualidade pior do que receberiam se o pai fosse promovido normalmente, não pode mais lhes ser dada.

      Quando, e se for concedida tal “reparação”, essas crianças não poderão voltar no tempo e receber o que lhes deveria ter sido proporcionado – há uma idade correta para cada tipo de investimento – tanto em saúde quanto educacional.


      Excluir
    6. Subtenente BM RR Valdelei Duarte.12 de dezembro de 2015 22:48

      Continuação...

      O militar na condição de réu é punido ainda antes do processo. Se for condenado será punido novamente, agora pela pena imposta pela justiça militar. Se for absolvido ninguém vai lhe pedir desculpas ou fazer o tempo voltar atrás para que possa haver reparação. Se já vimos que é obvio que nunca poderá haver reparação completa, que se mude a legislação militar no que diz respeito a essa questão.

      Os militares sub judice, que são colocados na já mencionada situação de exceção, permanecem cumprindo expediente normal nos quartéis, junto com outros militares para os quais o “tempo não parou”. Freqüentemente aqueles que lhes eram diretamente subordinados são promovidos – invertendo a ordem hierárquica normal.

      Embora esteja claro que problemas dessa dimensão possam afetar drasticamente a condição psicológica e o desempenho de qualquer ser humano, tornando-o irritadiço, distante e desanimado, há uma interessante dualidade de tratamento, um paradoxo. Se por um lado está sempre presente o estigma de indiciado, e as já citadas restrições regulamentares, por outro procede-se como se nada de anormal ocorresse com tais militares, eles permanecem executando os mesmos tipos de serviços que executavam anteriormente; sendo-lhes cobrado o mesmo desempenho daqueles que tem perspectivas normais de carreira e até têm subordinados sob seu comando em situações de grande risco, tão comuns à profissão militar.

      Não se tem notícia de nenhum militar na condição de réu que tenha sido avaliado preventivamente por profissionais como psicólogos, ainda que todos saibam que quem está nessa situação passa por situação extremamente vexatória.

      Extrato da Indicação parlamentar nº 6481/2010, elaborada pelo Deputado Marcelo ITAGIBA, a pedido do autor do texto acima, enviada à Presid. da Republica e ao Ministério da Defesa visando alterações no Estatuto dos militares para adequá-lo a CF1988:

      Sugere a elaboração de projeto de lei estabelecendo novas regras, compatíveis com a Const. Federal, para os militares que estejam respondendo a Inquérito Policial Militar. Exmº. Senhor Ministro da Defesa, Nelson Jobim: Por meio da presente Indicação, sugiro a V.Exa. a adoção de todas as providências cabíveis visando à elaboração de projeto de lei a ser submetido a essa Casa Legislativa, ou se for o caso, alterações de normas internas, com vistas a corrigir uma injustiça que vem prejudicando militares de todas as patentes, pelo simples fatos de terem sidos arrolados em Inquéritos Penais Militares.

      Robson A.D.Silva — Revista Sociedade Militar


      Fonte: http://www.sociedademilitar.com.br/wp/2015/04/principio-da-presuncao-de-culpa-para-os-militares.html

      Excluir
    7. Subtenente BM RR Valdelei Duarte.12 de dezembro de 2015 22:52

      Projeto inclui presunção de inocência entre princípios da Administração

      Também o PL 323/11, de autoria de Sargento Rodrigues, recebeu parecer favorável do relator na CCJ, deputado André Quintão (PT). O projeto inclui a presunção da inocência entre os princípios que a Administração Pública estadual deverá obedecer, conforme está previsto no artigo 2º da Lei 14.184, de 2002. A norma trata do processo administrativo no âmbito da Administração Pública Estadual. O projeto também inclui parágrafo único nesse artigo.

      Pela redação proposta, o artigo 2º da lei passará a prever que a Administração Pública obedecerá, entre outros, aos princípios da legalidade, impessoalidade, moralidade, publicidade, finalidade, motivação, razoabilidade, eficiência, ampla defesa, do contraditório, da presunção da inocência e da transparência. E constará do parágrafo único acrescentado ao artigo que o servidor público, civil ou militar, não sofrerá nenhuma restrição ou proibição para usufruir de promoção ou progressão da carreira. Esse servidor também não será impedido de transferir-se para a reserva, reformar-se ou aposentar-se, estando "sub judice" e não tendo ocorrido o trânsito em julgado de decisão administrativa condenatória ou de sentença.

      Na reunião, Rodrigues defendeu seu projeto afirmando que ele faz a adequação do processo na administração pública estadual ao que prevê a Constituição Federal. Já na fundamentação de seu projeto, o parlamentar se referiu especificamente à presunção da inocência, que garante ao acusado não ser tido como culpado até que a processo termine, evitando-se qualquer punição antes da decisão final. De acordo com a exposição, o Supremo Tribunal Federal detectou violação do princípio da inocência em várias decisões administrativas, quando não havia previsão legal de ressarcimento à parte atingida. Dessa forma, o projeto objetiva coibir decisões nesse sentido.

      Fonte: http://al-mg.jusbrasil.com.br/noticias/2758440/ccj-da-parecer-favoravel-a-reajuste-de-servidores-da-seguranca

      JUNTOS SOMOS FORTES.

      Excluir
    8. Subtenente BM RR Valdelei Duarte.13 de dezembro de 2015 21:51

      Você venceu...parabéns Anônimo11 de dezembro de 2015 23:31
      Estou tirando meu time de campo...boa sorte !

      Excluir
  10. SÓ TENHO ISSO A DECLARAR...

    " Lex Sede Lex "

    JUNTOS SOMOS FORTES.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Kkkk....FERRO NELES...Ai major, Sgt...pede ai Papa ora aliviar essa

      Excluir
    2. Ai Praças,que se acham colas dos Coronéis,que fique este exemplo,pede agora ao Simões para comprar o barulho.Eles sugam suas almas até quando podem,mais aceitam por folgas.Então agora se virem.Se não sabem,Vereador e Major da Reserva Remunerada do Cbmerj,aonde está escrito que o mesmo não pode adentrar a uma Formatura em sua casa e sendo ainda convidado.Praças,se foderam nessa.

      Excluir
  11. Parabéns vereador, tem que botar no rabo deses agentes quase secreto,principalmente desse major,ficava andando atrás de nós na época das nossas reuniões,tirando foto e filmado pra caguetar para o cel. Agora eu quero ver se o cel vai te ajudar,haja vista que não tem lugar nenhum escrito que mandava vcs praticarem tal ato. Rsrsrs... Temos que riem desses otários. Mais uma vez vereador, meus parabéns.
    Em tempo,esteja nos atualizando sobre essa situação.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. JUSTIÇA SEJA FEITA, ELE NUNCA TIROU FOTO INDIVIDUAL E, APOIAVA O MOVIMENTO! A PARTE QUE SE REFERE AO MARCIO, DEVE SER COISA PESSOAL, NESSE CASO ELE ERROU! JSF

      Excluir
    2. Larga mão de ser bezerro de oficial, se não é o próprio b2 quase secreto...rsrsrs

      Excluir
  12. Parabéns, é isso.
    Muito bom

    ResponderExcluir
  13. Será que governo vai juntar o bombeiro a pm por causa da crise?

    ResponderExcluir
  14. Buchas ou não, eles foram autores da agressão desnecessária e desmedida.. Poderão até alegar a coação por parte dos superiores mas terão de comprovar que foram ordenados a tomar tal atitude. De outro modo, serão eles os mentores e autores do crime e responderão sozinhos na forma da lei. A pergunta é a seguinte: TERÃO ELES CULHÕES PARA DELATAR O MANDANTE DA AÇÃO DESASTROSA??? Fica a Dica.

    ResponderExcluir
  15. Bota na rua!!!! JUSTIÇA SEJA FEITA NÃO PRECISAMOS DE MAIS BABA SACO.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Podia ficar sem essa Sgt Alcântara da Capital e hoje na Dgei.Vamos honrar os culhões que temos entre as pernas.Ou é enfeite,covardia é mole fazer e depende com quem.Essa com o Major se foderam.Valeu Vereador.

      Excluir
  16. Acabou a truculência! Quero ver agora na justiça!

    ResponderExcluir
  17. Olha o Sgt e o Maj vai pagar o pato por ter cumprido ordens e exagerado. Na verdade se teve ordens tinha que motiva-la por escrito e quem deu deve ser o culpado e o Maj entrar ia depois responderia.

    ResponderExcluir
  18. Sempre tem alguém para fazer o serviço sujo para não perde a sua condição!!! O B2 parece um capitão do mato mato negro,perseguindo sua própria espécie na época da escravidão!!!

    ResponderExcluir
  19. No Hcap tem uma major no rancho que humilhar bombeiro que ousar pedir um cafezinho, aconteceu com um dos nossos companheiro que passando mal foi pedir um cafezinho e acabou sendo humilhado na frente de civis por esta oficial, e ainda detido por dois dias, porque o Cel Luiz Pereira não o ouviu e preferiu acreditar na versão da sua oficial, este bm foi orientado a informar aos colegas do Ministério Publico que estão só aguardando um mole deste oficiais, mas ele preferiu deixar para próxima, mas fica sempre um aviso, quer prender que prenda dentro do regulamento e que faça com todos, não só alguns que achar que merece.
    Por final logo depois muitos civis tomando o devido café sem se preocupar com nada, estamos de olho...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Amigo anônimo de 15:09 chego a unidade as 6 da manhã como vario outros militares do hcab,saio as 4 e náo posso tomar café já que na cantina tudo é muito,inclusive conheço militares que saem as 3 da manhã.

      Excluir
    2. Se continuarem se acovardando e não se defendendo,vão sempre serem punidos injustamente,fica a dica.Estive no Dr André,Advogdo da Associação SOSBOMEIROSRJ,e o cara é o cara.Adora nossas causas,pois sabe que em sua maioria ou é covardia ou é pessoal.E se for errado o Praça,ele não defende,pois se busca para todos igualdade,porém na legalidade.

      Excluir
  20. Parabéns Marcio, é isso companheiro...

    ResponderExcluir
  21. Ainda não tem justiça, apenas uma denuncia do MO, é um começo porém há de se aguardar para que vire uma Lição aos covardes, espero que paguem pelo o que fizeram.

    ResponderExcluir
  22. uma vergonha major márcio Garcia o que fizeram com o Senhor falta de respeito com uma autoridade , falta de respeito com um chefe de família o Senhor representa o povo o corpo de bombeiro é do povo quem paga o nosso salário o povo , são através de impostos quem fez essa corvadia tem que pagar por isso senhor juiz acredito muito na justiça boa tarde subten bm.

    ResponderExcluir
  23. O SGT VAI SER PROMOVIDO A SUB....... EEEEEHHH, #SOQUENÃO! É SUBJUDICE! CHPA PUXASACO.COM.BR

    ResponderExcluir
  24. Major
    Com todo respeito, mas todo militar sabe que ao adentrar em uma unidade militar o mesmo deve se identificar. Quero deixar bem claro que a violência não foi legal.
    É claro que sua pessoa é conhecida de todos e neste episódio faltou o bom senso de ambas as partes, de um lado, o que vejo foi a oportunidade de forçar o erro, por outro lado a falta de tato dos agentes para colocar no papel.
    Com certeza existe uma ordem de serviço assinada por uma autoridade, pois, não existe segurança velada sem uma ordem direta através da ordem de serviço e publicada em boletim reservado, logo, deve haver um responsável.
    Noutro giro, o fato de ser impedido de adentrar em uma unidade militar mesmo sendo militar poderia ter também sido denunciado ao Ministério Publico.
    Se caso eu estiver de comandante da guarda e houver ordem de superior para impedir a entrada de alguém, vou avisar e orientar e se caso ele tome a mesma atitude sua, coloco no papel, por entender que naquele momento minha função cumprir o que me foi determinado sendo impedido por um Oficial Superior que conhece muito bem o Regulamento.

    Acredito que você tenha mudado, pois como tenente apertava muita gente em Irajá e por mais que neste momento esteja lutando pelos seus direitos (Que é Justo) Não se esqueça, ainda é um oficial, e esta diferença entre oficiais e praças é um fato.
    Caso não consiga se reeleger, poderá voltar para a caserna através da nova LEI aprovada na ALERJ. E quando voltar, será sempre o Oficial.

    Mas quer mesmo botar pra quebrar em prol dos Praças? Arrume uma solução para pagar o nosso 13º salário que está ameaçado.


    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Subtenente BM RR Valdelei Duarte.11 de dezembro de 2015 21:11

      Não existe essa Lei na ALERJ, do MILITAR retornar para sua carreira. A Lei que existe é na Câmara Federal,e não tem nenhum Artigo que cita em retroagir e beneficiar os atuais MILITARES com mandatos parlamentares.

      " Uma conquista histórica! Começa a ser derrubada uma lei que já dura quase 50 anos, a Lei 667/69, que proíbe o militar da ativa eleito de retornar para Corporação após cumprir o mandato.
      Deputado Capitão Augusto acaba de aprovar,na Comissão de Relações Exteriores e Defesa nacional, projeto de sua autoria que permite ao policial militar da ativa eleito retornar para a Polícia Militar e Bombeiros Militares, sem prejuízo de sua carreira ou aposentadoria, após mandato parlamentar.
      Veja a íntegra do Projeto:
      PROJETO DE LEI Nº 195/15 - do Sr. Capitão Augusto - que "altera o Decreto-lei nº 667, de 2 de julho de 1969, que reorganiza as Polícias Militares e os Corpos de Bombeiros Militares dos Estados, dos Territórios e do Distrito Federal".
      EXPLICACAO DA EMENTA:
      Regula as condições de elegibilidade do militar.

      PROJETO DE LEI Nº DE 2015.
      (Do Sr. Capitão Augusto)

      Altera o Decreto-lei nº 667, de 2 de julho de 1969, que reorganiza as Polícias Militares e os Corpos de Bombeiros Militares dos Estados, dos Territórios e do Distrito Federal.
      O Congresso Nacional Decreta:
      Art. 1º Esta Lei altera o Decreto-lei nº 667, de 2 de julho de 1969, que reorganiza as Polícias Militares e os Corpos de Bombeiros Militares dos Estados, dos Territórios e do Distrito Federal, regulando as condições de elegibilidade do militar.
      Art. 2º O art. 25 do Decreto-lei nº 667, de 2 de julho de 1969, passa a vigorar com a seguinte redação:
      “Art. 25.....................................................................
      ................................................................................
      § 1º O militar com menos de dez anos de serviço que for candidato a mandato eletivo será afastado do serviço ativo, ficando agregado enquanto perdurar o pleito eleitoral, e se eleito, no ato da diplomação passará para a inatividade.
      § 2º Na hipótese da alínea “a”, do caput deste artigo, após o término do mandato o militar, a seu requerimento, poderá ser revertido ao serviço ativo, contando-se o tempo de exercício do mandato para promoção por antiguidade, e para recálculo dos seus proventos, se não for integral.”
      Art. 3º Esta lei entra em vigor na data da sua publicação.

      Excluir
    2. Subtenente BM RR Valdelei Duarte.11 de dezembro de 2015 21:12

      BOA NOITE, EM ESPECIAL ME DIRIJO AOS POLÍTICOS CORRUPTOS, E QUE AINDA SE DECLARAM CRISTÃOS EVANGÉLICOS E SERVO DO SENHOR ! DEUS PÕE O HOMEM NO PODER, MAS TAMBÉM TIRA O HOMEM DO PODER !
      FICA AQUI REGISTRADO O MEU ALERTA !

      Ninguém pode servir a dois senhores; porque ou há de odiar um e amar o outro, ou se dedicará a um e desprezará o outro. Não podeis servir a Deus e a Mamom.
      Mateus 6:24

      " Respondeu-lhes Jesus: Em verdade, em verdade vos digo que todo aquele que comete pecado é servo do pecado."
      João 8:34

      " Porque o reino de Deus não consiste em palavras, mas em poder. "
      1 Coríntios 4:20

      Excluir
    3. No minimo é frustado e de mente atrofiada pela ignorancia, o que o Marcio fez e faz vai muito além de palavras mediocres, não se esqueça que se vc tem um salário mais ou menos de graças aos praças, alguns oficiais de coragem, vereador marcio e cb Daciolo, caso contrário estaria passando fome. Ridiculo praças x oficias, só serve para favorecer o governo, alias acho que nem vale apena pedir aos oficiais que se juntem na luta, sempre carregamos eles nas costas mesmo, serviço, instrução, prog, proeis,rancho, sop,sad, administrativo feral etc,quando chegam no socorro de rua a vagabundagem cerca a vtr, rapidinho os grandes discursos caem por terra. É por esses motivos que vamos perder a sedec, espere e verá, por sinal não vai fazer falta alguma para o praça, agora quem perder seu carguinho comissionado vai chorar rsrsrsrsrsrsr

      Excluir
    4. Senhor Major;

      1-"diferença entre oficiais e praças é fato" ?
      2-"botar para quebrar em prol dos praças"?
      3-"arrume solução para pagar o nosso 13º"?

      1-RDCBMERJ é para ser cumprido por oficiais e praças.
      2-Seu salário aumentou graças aos praças.
      3-Vereador faz parte do executivo Municipal.

      E para finalizar, os praças estão voltando para as escadarias da ALERJ, para inclusive,reivindicar o 13º do Major,considere-se convidado à participar desse evento,com todo respeito senhor Major.Permissão para me retirar?...

      Excluir
    5. Pô irmão,deve não acompanhara e nem ir em nenhuma reunião,pois o Major se identificar se o mesmo foi do Cfap,se você não conhece o Major Márcio Garcia,com certeza é um dos muitos que só aparecem quando ver que pode botar a cara ou nunca foi nenhum vez na Alerj.

      Excluir
    6. Pô irmão,ordens só se cumprem quando estiverem assinadas,pois é certo se der merda os Oficiais vão dizer que não deram ordem nenhuma,Das duas uma.Ou você não é Bombeiro ou você é Bombeiro do Gabinete do comando.

      Excluir
    7. Bem covarde sua explicações,na Alerj ou no Palácio Guanabara só se funciona na ida de vários que estão interessados,e só o Major querer brigar sozinho e não ter ninguém dos interessados ao seu lado,sozinho,nem associação representa o Povo.Tem mais jogar essa do décimo terceiro,então vá terça feira,concentração às 14:00 horas no Largo do Machado rumo ao Palácio Guanabara cobrar salários do ano que vem e o décimo,apareça lá,ao invés de ficar em casa assistindo na tv,lutarem por sua Família se você está sem décimo,o Major também está, e quanto no passado se apertava,todos erram,só que um dia todos tem que acordar para a realidade.E você ainda não acordou e parece que vive num Mundo de sonhos.Represente sua Família.Anôninimo de 19:37.Não passe sua responsa e de sua Família e filhos para o Vereador e nem Associações.

      Excluir
    8. O décimo e os salários do ano que vem estão comprometidos,o que você anônimo de 19:37 está fazendo ou vai fazer para mudar.Ficar em casa com medo ou lutar pelos seus direitos?Se você não representar a sua Família,você já é um covarde,pois no que pode o Vereador está ajudando e muito.

      Excluir
    9. Pelo jeito,Sub-ten,não esteve na Alerj,terça feira dia 08 de Dezembro,pois o Major esteve presente,comprando os dois barulhos dos qbmp 6 e da luta nas escadarias da Alerj,agora uma pergunta Subde 23:20;O Coronel Alcântara,tentou um artifício de promover todos os sub-ten com trinta e dois anos de serviço,a pauta está na Alerj,porque não se juntam e coloquem em prática,para irem para a RR,com soldo de 1 Tenente,resumindo tu é puxa,tu é da torre,tu é motorista de cel?Esteve na Alerj,pela luta no dia 08 passado?Então pelo amor de todos,os comentários dos senhores todos já conhecemos,são os covardes ou puxa sacos de plantão.O Cmt Geral tentou dar esta moral o Pezão votou e você vai fazer o que?

      Excluir
  25. Esse tipo de arrogância existe em varios. Quarteis, quem numca ouviu falar de determinado cap qoa, do goa que por ser peito liso desconta seu recalque nos praças cursados em csmar , samont , cesalt e mecanicos só não faz o mesmo com of da mesma patente , porque além de escola eles são pilotos fato este que esse recalcado numca será , reconhecidamente este militar sabe tudo de sad fato este que todas suas maldades, são ignoradas por todos os oficiais pois ninguem quer trabalhar na sad , mas não vai demarar muito este cidadão será acionado judicialmente , assim como seu cmte já está sendo.

    ResponderExcluir
  26. Esses puxa-saco , vai se dar mal. Bem feito ! A ditadura acabooooouuuu minha gente.

    ResponderExcluir
  27. Desculpa mais burra desse cara de terno , pois mesmo que ele não soubesse quem era Márcio seu colega colaborador dessa agressão o sabia uma vez que chama Márcio pelo nome.

    Triste ver cenas como essa mas para alcançar mos mudanças muitos têm que sofrer.

    ResponderExcluir
  28. Muitos bom! Aproveitando o ensejo. No quartel de Buzios , não tem janta, depois do almoço por ordem do comando que alega não ter bombeiro, o rancheiro vai embora e se a prontidão de serviço qiizer tem que preparar a sua refeição, tem que correr pra socorro e cozinhar por muitas vezes se correr e nao jantamos pois não tem como fazer as duas coisas, sendo assim ficamos com fome. Nada mudou trocou um corrupto por um que esta se lixando pra tropa!

    ResponderExcluir
  29. Senhores

    Não esperava tanta repercussão rm meu comentário quando pedi ao major para brigar pelo 13 salário.

    Parece que pra ser bombeiro hoje em dia só vale se for pra escada da ALERJ. Ou então fazer parte do SOS Bombeiros.

    Sub Valdelei.
    Já que citou a Bíblia saiba que toda autoridade é constituída por Deus. Rm 13, 1-2.
    Sendo assim, pare de tacar pedras em quem você um dia andou lado a lado e defendeu, não seja infantil. Absorva a sua decepção e siga em frente.

    O fato de participar de manifestações não torna ninguém melhor que outro, pelo contrário, iguala a todos ao mesmo objetivo. Atualmente usam este espaço para atacar fulanos e beltranos expondo a vida das pessoas e depois se acham no direito de desafiar a quem não comparece as manifestações.

    Major Marcio Garcia
    Até parece que você não sabia o que iria acontecer.
    Filmou o momento como uma estrela de cinema.
    Deveria filmar também as reuniões de coligações políticas.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Como tem bombeiro idiota nesse mundo.. Daqui a pouco ele vai dizer que os agentes da B2 estão certos; daqui a pouco ele vai dizer que os companheiros presos na luta estão errados e quem ficou com a bunda em casa é que estava certo; daqui a pouco ele vai defender que a trupe do Cabral, Pezão, Picciane estavam certos, e nós bombeiros errados.

      Fala sério! Não dá nem para levar esse bombeiro comédia a sério.

      Dê a cezar o que é de Cezar... Confesso que estava desconfiado do Márcio Garcia na eleição passada.

      Mas, após esses 3 anos de mandato posso afirmar categoricamente que temos um representante BOMBEIRO que luta em prol da categoria.

      Ele tem o meu voto, da minha família e dos meus amigos enquanto se manter fiel a nossa causa.

      Parabéns Márcio pelo trabalho de excelência em prol dos bombeiros e da população!!

      Excluir
    2. Como tem bombeiro idiota nesse mundo.. Daqui a pouco ele vai dizer que os agentes da B2 estão certos; daqui a pouco ele vai dizer que os companheiros presos na luta estão errados e quem ficou com a bunda em casa é que estava certo; daqui a pouco ele vai defender que a trupe do Cabral, Pezão, Picciane estavam certos, e nós bombeiros errados.

      Fala sério! Não dá nem para levar esse bombeiro comédia a sério.

      Dê a cezar o que é de Cezar... Confesso que estava desconfiado do Márcio Garcia na eleição passada.

      Mas, após esses 3 anos de mandato posso afirmar categoricamente que temos um representante BOMBEIRO que luta em prol da categoria.

      Ele tem o meu voto, da minha família e dos meus amigos enquanto se manter fiel a nossa causa.

      Parabéns Márcio pelo trabalho de excelência em prol dos bombeiros e da população!!

      Excluir
    3. Subtenente BM RR Valdelei Duarte.13 de dezembro de 2015 21:46

      Depende de que autoridade você esteja falando (citando)?
      Quem falou pra você que Daciolo é autoridade constituída ?
      Sempre me identifico nos meus comentários,fui um dos primeiros BOMBEIRO MILITAR a convocar BOMBEIROS para as manifestações, usando o Art.5º inciso 4 e 16 da Constituição Federal.
      Quando andei com esse canalha, hipócrita e mentiroso, assim como vários BOMBEIROS, inclusive você, não sabia quem realmente ele era !
      Você só acertou uma coisa no seu comentário, estou realmente DECEPCIONADO Anônimo 12 de dezembro de 2015 22:42, E vou seguir em frente ! Sim vou sim, mas agora eu vou buscar a minha felicidade "plena", aproveitar o resto da minha vida com a minha família, como aqui neste texto que li hoje coincidentemente Anônimo 12 de dezembro de 2015 22:42

      " Esta é a sua vida; viva intensamente todos os dias. Faça sempre o que gosta e se algo lhe desagrada, mude. Se não gosta do seu trabalho, troque. Se não tem tempo suficiente, pare de assistir televisão. Se está procurando o amor da sua vida, pare. Ele pode estar lhe esperando em todas as coisas que você realmente gosta de fazer.

      A vida é muito simples e todas as emoções são fantásticas. Aprecie cada momento da sua vida. Se estiver comendo, aprecie cada bocado. Abra sua mente, coração e braços para o novo. Aprecie novas pessoas e novas coisas que chegam em sua vida; estamos unidos por nossas diferenças. Pergunte para a próxima pessoa que encontrar qual é o seu maior sonho e compartilhe o seu com ela.

      Viaje muito, perca-se e ache-se. Algumas oportunidades aparecem só uma vez na vida; aproveite-as. A vida é feita do que amamos e das pessoas que conhecemos. Viva seus sonhos, realize suas paixões; a vida é muita curta, saia e comece a viver.

      Não podemos esperar que o que desejamos venha até nós; lute pelas suas metas. O que importa não são os anos que vivemos, mas como os vivemos."

      Excluir
  30. E filmar é proibido?? Todas as vezes que presenciamos algo errado, a coisa mais correta e constituir provas contra o agressor.

    Ou agredir um parlamentar BOMBEIRO dentro de uma unidade militar está certo?

    ResponderExcluir
  31. Senhores

    Ele é parlamentar ou é bombeiro?
    Já que fizeram a pergunta, a ação movida é como major ou como bombeiro.
    Afinal!Quem foi a cerimônia?
    O parlamentar ou o vereador? Pois no vídeo ele só entra depois de apresentar a identidade conforme determina o RDCBEMERJ.
    Em momento nenhum o vídeo apresenta o mesmo entrando como parlamentar.

    Se é militar tem que agir como tal mas, neste episódio o major agiu como politico.

    Não estou aqui pra defender e nem acusar ninguém e se o espaço e para expor nossa opinião não existe motivo para briga. Isso é democracia. Posso concordar ou não sem perder o objetivo.

    Volto a repetir, quem enfraquece os ideais são vocês mesmos.

    Antes era um site só, DIVIDIU
    Major e Daciolo, DIVIDIU
    VALDELEI, DACIOLO E MARCIO, DIVIDIU

    No final de tudo, É tudo política.
    E antes de vomitarem asneiras pelos teclados saibam qye consideram a política caminho mais viável para alcançar vitórias.

    Mas o que estão se tornando está muito longe da boa política.

    E ainda estão pregando que o culpado foi o voto nulo, nos poupem.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Não importa se ele foi a cerimonia como bombeiro ou como parlamentar. O objeto da discussão é a ação desastrosa dos bombeiros(B2). Nem se fosse um civil sem convite poderia ser tratado daquela forma grotesca como os agentes fizeram.

      Agora, vamos cobrar que o regulamento e a lei sejam aplicados nos infratores..

      No mais, é blá, blá, blá tentando tirar o foco da trapalhada deles..

      Boa audiência no capa preta. Que sejam punidos de forma EXEMPLAR e que o Major ainda impetre uma ação indenizatória nos valentões...kkkkkkkk

      Excluir
  32. todo babaca tem a vida atribulada 01/199814 de dezembro de 2015 01:13

    tem que pagar pelo que fizeram desta vez foi o Major outra vez pode ser qualquer um de nós ou de nossos familiares ó não desejo que esses pobres coitados paguem cestas básicas pois haverá um desfalque no salário dos coitados mas uma pena alternativa como trabalho social tipo pintar uma calçada um muro de uma escola ou capinar um terreno para evitar que proliferem mosquitos isso seria de bom grado poderia limpar os cavalos da PMERJ ou do Exército brasileiro ou um canil.
    JSF!!!

    ResponderExcluir

Comentários com palavras de baixo calão, agressivas ou que estimulem a violência ou prática criminosas não vão ser publicados.

Citações ou acusações pessoais somente são publicadas com a identificação do autor do comentário.

Se sentiu ofendido? Quer ter o direito de resposta? Faça contato pelo email (enderecumemaium@gmail.com) ou use os comentários para defender seu ponto de vista.

O BLOG é seu. Use-o com sabedoria.