sábado, 31 de dezembro de 2016

NOVOS EQUIPAMENTOS PARA OS GUARDA-VIDAS DE CABO FRIO

Vimos ontem em algumas mídias a boa notícia de que os Bombeiros Guarda-vidas receberam equipamentos para atuarem nas praias de Cabo Frio. De fato irá ajudar muito, porém, a informação que faltou ser divulgada foi a forma pela qual esses equipamentos chegaram até lá.


Alguns militares daquele GBM foram abordados por um procurador do ministério público do trabalho, que se sensibilizou com a situação dos guarda-vidas largados nas praias e intermediou numa causa onde uma empresa tinha problemas com a justiça do trabalho e fez um termo de ajuste de conduta para que o 18º Grupamento de Bombeiros recebesse a doação de 20 pranchões, 04 quadriciclos e 02 bugres.


Os militares abordados, mediante a ótima oportunidade, não titubiaram e foram até o final representando os trabalhadores.






SOS BOMBEIROS: O processo não foi fácil; não foi simples e nem rápido, porém, os frutos da perseverança são maduros e deixam um legado inquestionável. 

Aquelas dificuldades recorrentes em nosso meio se apresentaram (definir quais seriam as prioridades, ameaças veladas aos militares que representaram os trabalhadores, Guarda-vidas, em reuniões no ministério público do trabalho, pois o comando anterior entendia como uma afronta tudo que acontecia) entretanto a força e coragem venceram, nos mostrando que não se intimidar diante as dificuldades, e lutar pelas causas justas e coletivas valem a pena.

Parabéns ao procurador que teve a sensibilidade de perceber à sua volta uma carência de segurança naquelas praias, e aos militares que representaram os trabalhadores nas reuniões no ministério público do trabalho. 

Que muitas vidas sejam salvas por conta destes equipamentos.

quinta-feira, 29 de dezembro de 2016

A DOBRA DA DOBRA. GVs IRÃO SANGRAR NA PASSAGEM DE ANO

Mesmo com atrasos de salários e sem 13º algumas unidades do Grupamento Marítimo irão colocar seus bombeiros para dobrar, mesmo estando na escala 1x1, com mais de 12h de serviço escaldante.


Essa é a situação, por exemplo, dos GV's da Barra da Tijuca. Alguns irão trabalhar dias 30, 31 e 1 de janeiro, dobrando, por conta da saída de militares que foram escalados para o réveillon. Garantir uma festa proporcionada por uma Estado que não honra com as primíssias de uma unidade federativa, Sacrificando a parte mais fraca nessa história é a solução mais fácil e sempre adotada. Por isso, apelamos ao comandante deste 2º Gmar Ten Cel Lorite, que reveja tal decisão. Sacrificar o trabalhador e profissional três dias de feriado consecutivos é no mínimo sem razoabilidade.


Sabemos das dificuldades, mas o senhor poderia lançar mão de alguns oficiais (todos recebem o GVT) para cobrirem essa necessidade. No Gmar há muitos oficiais desejosos de apertar uma "valinha"; é sempre bom, valoriza o currículum e aprende um pouco mais da prática. Pense nisso comandante seus subordinados já são castigados demais por todo o sistema.




SOS BOMBEIROS: Antes que algum "antigão" fale aquela máxima bobagem, "na minha época...", "pô só tem recruta deixa eles se fu..."

Não coadunamos com esse pensamento, modernos sim, escravos não. Muitas outras situações já distingue a pouca antiguidade, porém esfolar qualquer um que seja não é admissível. Precisamos preservar a todos, principalmente os mais modernos, pois como a praia ainda não é o melhor lugar para se trabalhar, são os que têm maiores chances de buscarem outras atividade abandonando a nobre missão, deixando os mais cansados na ponta da lança.

Antigo ou moderno, todos têm que ser tratados com respeito e dignidade. São militares, homens e cidadãos.

sábado, 24 de dezembro de 2016

PARA A FAMÍLIA CBMERJ



NOTA DE DIVULGAÇÃO

AUXILIO A ÓRFÃOS DE POLICIAIS MILITARES MORTOS EM COMBATE NO RJ

EM COLABORAÇÃO DIVULGAMOS :


Nota: "Esse é um empreendimento particular de policiais militares e familiares que  em condolência a essas crianças, resolveram se mobilizar contaram com nosso pronto apoio. Logo a associação é tão somente humilde colaboradora e incentivadora de tão admirável iniciativa. 
Desde já nos colocamos previamente à disposição de qualquer iniciativa dessa natureza por parte dos mesmos, ou de qualquer pessoa interessada em virtudes e amor ao próximo".

(Erlon Alves dos Santos
 presidente da DIGPREST)

sexta-feira, 23 de dezembro de 2016

NO GSE "RQUERO" VALE MAIS QUE NOTA DO COMANDO GERAL

Militares do 1° Grupamento de Socorro de Emergência com salários corroídos por sucessivos atrasos, e sem 13º salário, já não possuem recursos para cumprir seus plantões. Vão solicitar transporte ao GSE, para se deslocarem de sua residência ao quartel e vice-versa. Tudo isso porque o comando do 1° GSE, flagrantemente, descumpre determinação do comando geral publicada no Bol SEDEC/CBMERJ em 09/12/2016!!!!


GSE provavelmente se emancipou do Corpo de Bombeiros, por isso não segue mais determinações.



Agora a maquiagem do comando do GSE. PROG compulsório com o nome de "Escala Extraordinária"




SOS BOMBEIROS: Há tempos essa covardia vem sendo praticada pelo GSE. Essas convocações não têm transparência e nem critério de antiguidade, e o mais grave, descumpre ordem do comando geral. Os militares do grupamento que trabalham na SAD dizem que não têm como não convocar porque seguem ordens expressas. 

Existem dois comandos no Corpo de Bombeiros? 

Enfim, o "RQUERO" tem prevalecido no grupamento de Socorro de Emergência.

quinta-feira, 22 de dezembro de 2016

AJUDA AOS INATIVOS

AJUDEM AS VIÚVAS E PENSIONISTAS DA PMERJ E DO CBMERJ


  Qualquer valor  que você possa depositar vai ajudar. Estamos montando cestas básicas e BMs e PMs, já estão ajudando.

 Se preferir, você pode  deixar a sua cesta básica no Clube  dos Subtenentes e Sargentos do CBMERJ em campinho(Madureira).*
*Endereço: Travessa Carlos Xavier, 96 próximo a Pça Patriarca.*
tel 3390-8842


 *A distribuição e entregas das cestas,  será na sexta feira e no sábado, dia 23 e 24/12/16. portanto o tempo é curto senhores!




 A situação das PENSIONISTAS é dramática, elas já estão passando necessidades por falta do recebimento dos seus Proventos(salário).

 Nós ATIVOS recebemos, embora com atraso  no dia 16/12/16 integralmente. Porém, com o bloqueio do Governo Federal nas contas do estado, o Governador anunciou a suspensão dos proventos das PENSIONISTAS, dia 23 e 29 respectivamente.
Portanto vamos nos solidarizar para que possamos proporcionar um Natal com o mínimo de dignidade a essas senhoras sofredoras. Forte abraço. Deus abençoe a todos!

Quem puder doar uma cesta, ou mesmo quiser depositar qualquer valor por favor, deposite em uma das contas abaixo.

BRADESCO.

Ag:6746
C/c :0552005-3

Gláucio Santos Da Silva
CPF: 994667167OO 

ITAÚ

Ag: 6140 
c/c: 02081-6

Gláucio Santos Da Silva
CPF: 994667167OO 

Nota: "Esse é um empreendimento particular de bombeiros militares que  em condolência aos portadores de deficiência e viúvas, resolveram se mobilizar contaram com nosso pronto apoio. Logo a associação é tão somente humilde colaboradora e incentivadora de tão admirável iniciativa. 

Aproveitamos o ensejo para estender o convite a esses heróis anônimos que venham tomar parte em nossa associação pois possuem a solidariedade, espirito de corpo e camaradagem indispensáveis a função de bombeiro militar, virtudes máximas que a DIGPREST copia com orgulho. 

Desde já nos colocamos previamente à disposição de qualquer iniciativa dessa natureza por parte dos mesmos, ou de qualquer pessoa interessada em virtudes e amor ao próximo".
(Erlon Alves dos Santos
 presidente da DIGPREST)

maiores informações entrem em contato com Valdelei Duarte, nosso diretor de inativos (21)964057543 e Glauco Santos(21)964796257, responsável pela administração dos recursos para o evento.




sexta-feira, 16 de dezembro de 2016

20 DE DEZEMBRO - OPERAÇÃO ALERJ. NADA MUDOU

No início da tarde desta última sexta-feira(16) o noticiário divulgou que o presidente da Assembleia Legislativa irá hoje, segunda-feira(19), depois de coletiva de imprensa às 10h, devolver parte do pacote da maldade que seria votado na terça-feira, dia 20. A casa está rejeitando alterar a data do reajuste concedido lá em 2014 que vem incorporando em janeiro de cada ano até 2019.


Entretanto a respeito da alíquota previdenciário que o governo quer aumentar de 11% para 14% e alterações no triênio, Jorge Picciani afirma que não votará esse ano, mas que poderá voltar à pauta ano que vem.







"Não houve acordo entre a proposta dos chefes da área de Segurança e os sindicatos. O governo também não respondeu como tratado, até ontem, as propostas apresentadas (aos servidores da Segurança). E não havendo entendimento, e o reajuste sendo para janeiro, é preciso dar tempo para o executivo preparar a folha. Além do mais, é preciso restabelecer a paz e liberar os policiais que hoje estão na Alerj para cuidarem da cidade. Esse é um momento que o Rio recebe mais de um milhão de turistas nas festas de fim de ano — disse o presidente da Alerj, Jorge Picciani (PMDB).
Fonte: Extra Online

SOS BOMBEIROS: Sem dúvidas esta notícia é motivo para todo o movimento unificado comemorar, uma boa vitória neste fim de ano. Entretanto gostaríamos de comentar os dois trechos em destaque no texto acima:

Primeiro trecho: "Não houve acordo entre os chefes e sindicatos". Percebam que quando estamos unidos, mobilizados e determinados nossa força é muito grande. Governo, Alerj e comandos simplesmente têm que negociar, e dentro desse processo podemos defender nossos interesses. Mais uma vez está demonstrado para quem vem acompanhando essa batalha que verdadeiramente juntos somos fortes.

Segundo trecho: "É preciso estabelecer a paz e liberar os policiais". Nossos policiais, assim como os demais servidores da área de segurança, têm uma importância para a manutenção da paz e sobrevivência do Estado que talvez eles mesmos não tenham consciência. O valor de cada um dos agentes destas corporações não pode ser diminuído; por isso os próprios agentes precisam adotar uma postura mais aguerrida na defesa dos seus direitos e garantias. Entrar no jogo do governo que só quer sugar enquanto esses homens e mulheres têm saúde é assumir que são escravos do mundo moderno. 
Que o desfecho desta batalha gere as reflexões necessárias e influencie na mudança de postura de muitos.

Por fim, o ato do dia 20, próxima terça às 10H é fundamental estar abarrotado. Até porque, das três propostas, apenas uma supostamente será devolvida, as outras duas só não serão votadas mais esse ano, porém podem entrar na pauta no ano que vem. 

Tudo indica que em 2017 elas voltam com toda força, uma vez que é exigência do governo federal que o estado que quiser ser socorrido pelo plano de recuperação fiscal adote a alíquota previdenciária de 14%, ou seja, batalhas voltarão a ser travadas. Por isso, terça-feira dia 20, necessitamos fechar o ano com toda a energia e garra que pudermos reunir para já no início de 2017 voltarmos com todo raça e disposição.

Parabéns a todos que até aqui se doaram por essa causa!

quinta-feira, 15 de dezembro de 2016

CALOTE NO 13º SALÁRIO E MAIS UM ADIAMENTO DA DATA DE VOTAÇÃO PARA TERÇA-FEIRA (20) GOLPE FATAL EM SERVIDOR

Em reunião no dia de ontem(13) pela manhã, entre o presidente da Alerj, líderes partidários, comandantes PMERJ e CBMERJ, secretário da SEAP, chefe de polícia, secretário de fazenda, entre outros, mais representantes de entidades de classes. Foi apresentada pelos chefes das corporações proposta que já tínhamos comentado aqui e adiaram para próxima segunda-feira, que depois no final da noite mudaram de novo para terça-feira(20) discussão final pela manhã e votação definitiva em plenário.


 

Na próxima terça(20) pela manhã se reunirão mais uma vez para definirem sobre o adiamento da incorporação de parte do aumento que será majorado até 2019, definirão sobre o aumento do Rio previdência e triênio.

Em relação ao 13° salário, o Estado nos dará um calote. Não tem dinheiro, foi o que disse o secretário de fazenda.

O salário de novembro da educaçao será pago hoje(14) segurança pública foi prometido ser pago na sexta-feira(16), no décimo segundo dia útil deste mês. As demais categorias receberão parcelado até 20 de janeiro.

SOS BOMBEIROS: Claramente o governo age para desmobilizar os servidores (principalmente os da segurança pública). Irá adoçar a boca de alguns com o pagamento do salário ainda essa semana, mas dará um homérico calote no 13º salário do servidor.

As demais medidas se definirão na terça-feira(20). Se você acha que está ruim, pode piorar.

Se organizem e avancem na próxima terça-feira, dia 20, pra Alerj, a partir das 09h da manhã, horário que começará a reunião no colégio de líderes.

Querem retirar nossos direitos e garantias. Pagar pela conta da orgia que não participamos.

terça-feira, 13 de dezembro de 2016

DIA 14/12, DIA "D", DIA DA TROPA DECIDIR SEU FUTURO

Ao do final da semana passada e início desta, foi divulgado, primeiro pelo secretário de defesa civil e comandante geral do CBMERJ Cel Alcântara (via nota no site da SEDEC); e na noite de ontem (via vídeo whatsapp) pelo comandante geral da PMERJ Cel Wolney Dias propostas que serão apresentadas na Assembleia legislativa que definitivamente não representam os anseios dos comandados que representam. 

Sabemos também que no regime militar a democracia passa longe, logo, nunca seríamos chamados para construir uma proposta; porém, enquanto servidores públicos e cidadãos que somos, os agentes da segurança pública tem todo o direito de discordar e expressar ao legislador que os comandantes estão de deboche com as famílias dos profissionais de segurança.

Assista o vídeo: 






Ver hoje na capa dos jornais que o comandante geral da PMERJ pede antecipação de reajuste e pagamento de 13º salário é uma piada. Vejamos:

1º - Ele adia o reajuste (incorporação de 20% daqueles míseros R$ 350,00) que já devemos receber em fevereiro de 2017, para recebermos 30% em dezembro de 2017. De fato aumentará, porém deixaríamos de receber por 10 meses a incorporação de 20% do valor desta gratificação. "Que negoção!!!"

2º - Pagamento no 10º dia útil: Nós recebíamos no segundo dia útil!  Receber no décimo, quando em alguns meses cai lá pelo dia 16, por si só, esse adiamento caracteriza uma perda salarial significativa; além dos juros que pagamos pelos atrasos das contas. Ou seja, proposta de retrocesso, perda de uma conquista.

3º -  Pagamento de 13º salário dia 20 de janeiro de 17: Primeiro que descumpre lei federal que determina que 13º salário seja pago no mês de dezembro do ano corrente. Outra: como ficará o natal e o ano novo de todos esses homens e mulheres que arriscam a vida todos os dias de serviço para servir a população fluminense? "Mais um negoção!!!"

4º - Manutenção do triênio: única proposta de fato do interesse os anseios da tropa.

Agora, o detalhe, o ilustre comandante "esqueceu" de mencionar o reajuste da previdência de 11% para 14%. Qual a posição dele??? será a mesma do Comando geral do CBMERJ?

- Aumento de 1% ao ano, até chegar a 14%. Outro Negoção!!!

Definitivamente, ter que se responsabilizar por uma crise provocada pela corrupção do atual governo, as farras das isenções fiscais e a omissão em cobrar a dívida ativa de empresas que devem ao estado é uma humilhação.

A verdade é uma só, se você se importa com o seu salário, seus direitos e garantias e com o futuro de sua família, não tem receita mágica, acreditar nesses senhores que são colocados pelo governador é se enganar. Portanto , levanta a bunda do sofá, larga o bendito do whatsapp e vai pra rua dividir o peso com os teus companheiros que estão lá lutando para se salvar e ti salvar. Ou melhor, pra rua, mas pra Alerj dia 14 às 10h. Nesse horário já começam as discussões.

   

domingo, 11 de dezembro de 2016

Amanhã, Terça, dia 13, mais um ato dos servidores

No final da tarde (09) Alerj anunciou que votações agendadas para segunda-feira (12) serão adiadas para quarta-feira dia(14). As justificativas são que temem protestos violentos.




Mas qual é a diferença entre segunda ou quarta-feira???

É que na quarta-feira(14) o salário da segurança pública já deve ter sido pago, ou seja, governo conta com isso para desmobilizar parte forte dos servidores.

Ledo engano senhor Pezão, que com essa jogadinha irá enganar alguém. Todos sabem que os salários dos meses seguintes são totalmente incertos. Isso sem falar no 13º salário que nem se comenta nada a respeito.

Os servidores já aprenderam a lidar com cobra criada. 

DIA 13 DE DEZEMBRO, ÀS 10HS NA ALERJ. FIRMES E FORTES

NO DIA DE HOJE A MANIFESTAÇÃO  FOI MUITO BOA, MARCHOU-SE PELAS RUAS DO CENTRO MOSTRANDO PARA A POPULAÇÃO TODA COVARDIA QUE ESTE GOVERNO ESTÁ FAZENDO.

AMANHÃ(13) TEMOS QUE ESTAR PRESENTES DE NOVO, RECEBEMOS INFORMAÇÕES DE DENTRO DA ALERJ DE QUE ESTÃO ARTICULANDO PARA VOTAREM AS MEDIDAS CONTRA O SERVIDOR NESTA TERÇA, PORQUE IMAGINAM QUE LOCAL ESTARÁ VAZIO.

A AGENDA PERMANECE PARA QUARTA, PORÉM ESTÃO COM MEDO DE ENCARAR OS SERVIDORES. 

POR ISSO GUERREIROS, AVANCEM. ALERJ, A PARTIR DAS 10h


sábado, 10 de dezembro de 2016

COMANDO GERAL APRESENTA PROPOSTA DA CHINA AO GOVERNO

Encontra-se no site da SEDEC/CBMERJ um comunicado onde o comandante geral expõe à sua tropa proposta que juntamente com outros representantes das corporações da segurança pública do estado do Rio de Janeiro apresentaram ao governador.


Nós do SOS BOMBEIROS reproduzimos aqui o comunicado na íntegra e fazemos a pergunta que faltou no texto publicado: 

VOCÊ ACHOU RAZOÁVEL TAL PROPOSTA?


VOCÊ ESTÁ DE ACORDO?




COMUNICADO





Preocupados com a instabilidade agravada pelas incertezas das mudanças que podem levar a uma grave convulsão social, as instituições de segurança pública, *SEDEC/CBMERJ, PMERJ,  PCERJ e SEAP*,  apresentaram ao Governo o seguinte Pacto que, na terça-feira (13.12) será levado à Presidência da ALERJ:
1. alíquota de 14% para a previdência. Sendo 13% em 2017 e 14% em 2018.

2. desistência das mudanças no triênio;

3. adiamento dos aumentos de Jan/17 para até Nov/17 (pagos em dezembro, com reajuste - ao invés de Jan/2020)

4. pagamento até 10o dia útil para ativos e inativos;

5. 13º até 20 de Janeiro para ativos e inativos;
Considerando os reais transtornos produzidos pela crise econômica e, ainda, os inegáveis avanços salariais desde Janeiro de 2007, o Comando do CBMERJ entende bastante razoável a proposta e conclama pelo *apoio da tropa* ao presente pacto.

Novos ajustes estão sendo analisados pelo CBMERJ e pela PMERJ com o objetivo de melhorar a qualidade do tempo de serviço. Eles serão apresentados oportunamente.

O principal objetivo no momento é propor uma alternativa às medidas em tramitação no Legislativo Estadual e garantir a previsibilidade de nossos vencimentos!

Ronaldo Jorge Brito de *Alcântara* - Cel BM - Comandante Geral
Roberto *Robadey* Costa Junior - Cel BM - Chefe do EMG

Fonte: http://www.cbmerj.rj.gov.br/institucional/item/338-comunicado

SOS BOMBEIROS: "Considerando os reais transtornos produzidos pela crise econômicas..." Crise produzida pela corrupção, má administração e incapacidade técnica, ou seja, já estamos sendo punidos por tais fatos produzidos pelo governo, onde o Estado como em todo decresce.

Agora, seria razoável nós ainda termos que ceder/perder direitos a fim de ajudar aos que estão a cada dia sendo desmascarados por desvios e furtos aos cofres públicos?

Que escondem fortunas em jóias e certamente dinheiro em paraísos fiscais ainda não descobertos?

Enfim, apresente sua opinião ao seu comandante geral por aqui, já que ele não têm bom diálogo com a tropa e nem a convida para participar da construção de uma contraproposta ao governo.

sexta-feira, 9 de dezembro de 2016

DIA 12 DE DEZEMBRO, O DIA "D" PARA OS SERVIDORES ESTADUAIS

Para este dia está marcado a votação de medidas do pacote da maldade que destruirão com a renda do servidor. Seu poder de compra será reduzido a pó, uma vez que poderá ter seu salário reduzido, e diminuído mais ainda pelo crescimento da inflação.


Convocamos a todos os bombeiros (ativos e inativos) para juntos defendermos os direitos e garantias conquistados a duras penas. Não podemos em hipótese alguma sermos responsabilizados pela farra que Pezão/Cabral fizeram no Estado; essa conta não é nossa. Porém, para travar isso tudo você precisa se fazer presente, qualquer outro lugar que você imagine em estar, não lhe ajudará e nem aos seus pares. dia 12 avance para Alerj às 10h.



Sabe aquele desconto de 11% do Rio previdência no seu contracheque?.... Será votado no dia 12/12 segunda feira o aumento desse desconto para 14%!!


Sabe aquele aumentinho que no pagamento de Fevereiro de todo ano vem (a incorporação dos 350,00)? E que terminaria em 2019?... Pois é, vai ser votado no dia 12/12 a suspensão dele, ficando para 2020 a retomada da incorporação. Já em outro Governo!!!



SOMENTE JUNTOS SOMOS FORTES!!!

quinta-feira, 8 de dezembro de 2016

Bancada da Segurança Pública convoca reunião.

A bancada da segurança pública na Câmara dos Deputados (Deputados Cap Augusto, Alberto Fraga e Cb Sabino) está convocando representantes dos Estados para reunião no dia 14/12 às 10h no auditório Freitas Nobre em Brasília. 

Na pauta entrará em discussão a reforma da previdência, a crise nos estados e estratégias conjuntas para defender nossos direitos. 

Precisamos enviar nossa representação e para tanto pedimos a colaboração de todos para que possamos custear o envio do Sub Ten Valdelei. Segue abaixo os dados bancários da conta para os depósitos:

Subtenente BM RR Valdelei Duarte CBMERJ.
 Diretor de INATIVOS e PENSIONISTAS da Associação SOS BOMBEIROS RJ.

Banco Itaú.

Agência:0283.
Conta corrente: 20737-1



“Para que o mal triunfe, basta que os bons não façam nada.”
Edmund Burke



ATENÇÃO - Nosso amigo Valdelei acabou de enviar um áudio em que agradece pelos depósitos mas que não tem mais necessidade de ir para Brasília. Ele disponibilizou o telefone para contato afim devolver os depósitos feitos (Valdelei - 964057543).  

quarta-feira, 7 de dezembro de 2016

PREVIDÊNCIA: PALAVRA DO COMANDANTE GERAL DA PMMG


LOUVOR E HOMENAGEM

Em 1994 incorpora no CBMERJ a primeira turma de praças femininas para compor o quadro de saúde, dar espaço profissional a mulher brasileira e abrilhantar ainda mais a nossa estimada corporação.   


Um trabalho árduo, pois tanto nossas heroínas, quanto a corporação estavam em fase de adaptação para esse novo universo de possibilidades, em meio a dureza e ao preconceito de muitos, elas se saíram muito bem, vencendo as  adversidades com sorriso. 


E pra quem acha que foi moleza por que a turma era de Fem, colocamos algumas fotos diretas do túnel do tempo para confirmar o depoimento das meninas, de que com toda certeza foi a turma feminina mais exigida e mais cobrada da história do CBMERJ. 
Ousamos dizer que muitas turmas masculinas posteriores desta QBMP não tiveram o mesmo rigor e treinamento pelo qual nossa guerreiras foram sujeitas e superaram. 







  E embora compreendemos que poderia despertar os ciúmes das demais turmas, lamentamos que nossa instituição nunca tenha feito uma homenagem a turma dessas militares,  que com brilhantismo, determinação, mas alem disso, sexto sentido e toque feminino, melhoraram nossa instituição, ajudando direta e indiretamente na humanização do tratamento dispensado à todos, mas principalmente as praças e a população.


Sendo assim, se nós podemos homenagear,  porque não fazê-lo?


À final nossas irmãs de farda ralaram o bastante para provarem que mereciam seu lugar ao sol,


Fizeram treinamento de combate mesmo tendo incorporado para função de enfermagem, para que não deixassem a dever a nenhum bombeiro militar,

Se formaram com exito e mérito próprio com galhardia sem perder sua feminilidade, e como descrito a cima em palavras e fotos,

superaram as adversidades e obstáculos sempre com bom animo e sorriso no rosto, mas mantendo sua educação cívico-militar ilibada. Portanto;

Pra finalizar, não poderia faltar a comemoração do aniversário da turma:


Parabéns as senhoras e senhoritas que fizeram parte da mudança histórica, cultural e social do CBMERJ, do Rio de janeiro e do Brasil, vocês nos encheram de orgulho!

Reforma Previdenciária: Aposentadoria somente aos 65 anos



O secretário de Previdência, Marcelo Caetano, anunciou nesta terça-feira (6) que a transição dos policiais militares e bombeiros para as novas regras de aposentadoria será estabelecida por cada Estado. Esses profissionais entrarão nas regras gerais da reforma, de idade mínima de 65 anos e pelo menos 25 anos de contribuição, previstos na proposta do governo federal.

"Policiais militares e bombeiros entram nas regras, apenas as regras de transição é que fica a cargo dos Estados", explicou. "Hoje as regras dos militares estaduais são definidas por meio de lei estadual, então não tem como, em processo de emenda constitucional, estabelecer regra de transição igual para todo mundo", esclareceu o secretário.

Caetano esclarece, na manhã desta terça, os detalhes das novas regras de aposentadoria propostas pelo governo federal. Ele confirmou que as Forças Armadas ficarão de fora da proposta de emenda à Constituição, mas que terão suas regras alteradas no futuro.


"De uma forma ou de outra, políticos, servidores, não servidores, as regras serão iguais para todos. A exceção a essa PEC são as Forças Armadas, as quais serão tratadas posteriormente por meio de projeto de lei que também informaremos sua especificidade, mas não haverá qualquer tratamento de exceção", garantiu.

Na segunda-feira (5), o presidente Michel Temer anunciou o envio da PEC (Proposta de Emenda à Constituição) da Previdência ao Congresso. Ele não detalhou, no entanto, os detalhes da medida.

As únicas mudanças que foram conhecidas oficialmente na segunda-feira foram a idade mínima de 65 anos para aposentadoria e a transição a partir de 50 anos para homens e de 45 para mulheres. "Não é algo que vai mudar da noite para o dia", reforçou Caetano nesta terça.

Caetano disse que o objetivo da reforma é igualar regras para o regime geral (iniciativa privada) e regime público (servidores), para parlamentares, para homens e mulheres e trabalhadores urbanos e rurais. Ele destacou, no entanto, que as regras de transição variam, já que as regras atualmente são diferentes para cada grupo. "Claro que as regras de transição não são as mesas para todos os grupos", disse.

O envio do texto chegou a ser prometido para setembro, antes das eleições municipais. A impopularidade do tema, no entanto, gerou sucessivos adiamentos. O argumento foi sempre o de que o governo federal discutiria pontos da proposta com setores da sociedade. A discussão, contudo, ficará para o Legislativo.

A proposta de mudança na Previdência foi feita por uma equipe de técnicos liderados por Caetano, além da chefe da assessoria especial da Casa Civil, Martha Seillier, e do diretor de assuntos fiscais do Ministério do Planejamento, Arnaldo Lima. Em seguida, passou pela análise de Temer antes de seguir para o Legislativo.
 
Fonte: http://m.folha.uol.com.br/mercado/2016/12/1838812-regras-de-transicao-de-bombeiros-e-pms-serao-feitas-pelos-estados.shtml

COMANDANTE DO CBMERJ DA INÍCIO A PROCESSO QUE AUMENTARÁ INTERSTÍCIO PARA PROMOÇÃO DAS PRAÇAS


Já ouviu o provérbio inglês que não há nada tão ruim que não possa piorar? O pior da história é que o autor tem toda a razão.

Circula na rede o informe de que o Comando da Corporação tem se articulado para substituir algumas medidas do pacote de maldade do governo, principalmente as que incomodam o comando, por outras, com vista a redução de gastos. 

Uma dessas incríveis "soluções" é o aumento do interstício para a promoção dos praças e oficiais, e até mesmo a EXTINÇÃO da promoção por tempo de serviço. 

O que não é nenhuma novidade para os leitores do blog, que já conhecia a opinião do Cmt Geral sobre o assunto, já que em vários encontros com bombeiros deixou clara que sua intenção é prender o máximo possível os praças como soldados e cabos, e os oficiais, como tenentes e capitães.

Vamos ajudar o Comando da Corporação a encontrar outra forma de reduzir os "gastos". Deixe sua sugestão nos comentários e liste quais gastos o Comandante poderia cortar.

terça-feira, 6 de dezembro de 2016

Haja Bomba!


E toma-lhe bomba

No flagrante abaixo fica evidente que a crise não atingiu o fornecimento de bombas de efeito moral e lacrimogênio.

Choque é escoltado por manifestantes



No vídeo abaixo os manifestantes acompanham um contingente de policiais. Ainda não temos detalhes das circunstâncias, mas a cena é bastante curiosa. CONFIRA!

ALERJ: É GUERRA!!!

Hoje o Estado do Rio de Janeiro será notícia em todo o Brasil e, se não recuar com o pacote de maldade, será notícia no mundo inteiro. 

Os servidores públicos já deixaram bem claro que não estão disposto a pagar a conta da crise e incompetência desse governo, e que vão lutar até às últimas consequências para evitar que seus direitos sejam retirados pelo governo comprovadamente mais corrupto da história do Estado.

A mídia comprada pelo governo vai se mobilizar para taxar os desesperados servidores públicos de vândalos, como já fizeram em 2011 com os 439. Nós temos a obrigação de garantir que a responsabilidade por tudo que está acontecendo agora caia no colo do verdadeiro responsável, que são o sr. governador Pezão, Dorneles, Cabral, Picciani, secretários e todo o grupo do PMDB e partidos aliados que apoiaram a barbárie que fizeram como nosso maravilhoso estado. Mantenham-se firmes, agora, mais do nuca, precisamos estar unidos.




ENQUANTO ISSO... Os deputados, que ainda não entenderam o que vai acontecer com o Rio de janeiro se as medidas não forem devolvidas ao governador, antecipam votação dos itens do pacote da maldade. Veja o calendário atualizado:
Confira abaixo o calendário atualizado:

DIA 07/12 (quarta-feira)

Sessão extraordinária - 13h

Projeto de lei 2.249/16 - Muda regras para pagamentos com precatórios: 60 emendas.

Projeto de lei complementar 37/16 – Proíbe por dez anos qualquer anistia aos devedores de impostos estaduais: 34 emendas.

Sessão ordinária - 15h

Projeto de lei 2.248/16 - Limita o subsídio do Bilhete Único a 150 reais: 121 emendas.

Projeto de lei 2.247/16 – Acaba com a isenção da tarifa da barca aos moradores de Ilha Grande e de Paquetá: 27 emendas.

DIA 08/12 (quinta-feira)

Sessão extraordinária - 13h

Projeto de lei complementar 36/16 - Determina que 40% das receitas dos fundos estaduais e 70% do superávit financeiro – saldo positivo nas contas – possam ser utilizados para o pagamento de pessoal: 66 emendas.

Sessão ordinária - 15h

Projeto de lei 2.246/16 – Extingue os programas Renda Melhor e Renda Melhor Jovem: 24 emendas.

Projeto de lei 2.242/16 – Aumenta as alíquotas do ICMS: 87 emendas.


DIA 12/12 (segunda-feira)

Sessão extraordinária - 13h

Projeto de lei complementar 34/16 - Muda a forma de repasse do orçamento dos poderes do estado, que deixa de ter valor fixo e passa a ser um percentual da arrecadação real: 29 emendas

Projeto de lei 2.240/16 – Muda regras no Rioprevidência, aumentando alíquotas de servidores ativos e inativos de 11% para 14% e a contribuição patronal de 22% para 28%: 106 emendas.

Sessão ordinária - 15h

Projeto de lei complementar 35/16 - Limita o crescimento da despesa de pessoal dos poderes Executivo, Legislativo e Judiciário e suas autarquias a 70% do aumento real da Receita Corrente Líquida (RCL): 38 emendas.

Projeto de lei 2.245/16 - Adia para 2020 aumentos salariais aprovados em 2014 e que entrariam em vigor em 2017 – 61 emendas.

ALERJ: Bombas lançadas para dispersar multidão


Início das votações do PACOTE DA MALDADE é marcado com bombas, gritos e correria. Estamos aguardando mais detalhes pelos bombeiros presentes no ato, mas esperamos que ninguém tenha se ferido, e até o presente momento (13:30) eles não conseguiram ocupar a ALERJ.

Relatos de quem está no interior da ALERJ dão conta de que o gás lacrimogênio está incomodando bastante no interior da ALERJ.  

domingo, 4 de dezembro de 2016

O PRÓXIMO ROUND JÁ TEM DATA MARCADA

Apesar do calendário de votação do pacote de maldades do governo já ter sido definido, não podemos confiar no Presidente da Assembleia Legislativa, por isso, independente de calendário, todos, temos que estar lá na terça-feira dia 06 de dezembro ás 10 na Alerj.






06/12
Sessão Extraordinária - 14h:
Projeto de Resolução 389/16: acaba com os carros oficiais de diretores da Alerj em dezembro de 2016 e com os veículos de deputados em janeiro de 2019 - 14 emendas.
Projeto de Resolução 390/2016: acaba com sessões solenes à noite - 3 emendas.

Sessão ordinária 15h:
Projeto de lei 2.243/16: cria modelo de intimação eletrônica para cobranças da Fazenda Estadual - 26 emendas.
Projeto de lei 2.260/16: Reduz em 30% os salários do governador, vice-governador, secretários e subsecretários - 43 emendas.

07/12
Sessão ordinária 15h:
Projeto de lei 2.249/16: muda regras para pagamentos com precatórios - 60 emendas.
Projeto de lei complementar 37/16: proíbe por dez anos qualquer anistia aos devedores de impostos estaduais - 34 emendas.

08/12
Sessão ordinária - 15h:
Projeto de lei 2.248/16: limita o subsídio do Bilhete Único a 150 reais - 121 emendas.
Projeto de lei 2.247/16: acaba com a isenção da tarifa da barca aos moradores de Ilha Grande e Paquetá - 27 emendas.

12/12
Sessão extraordinária - 11h:
Projeto de lei complementar 36/16: determina que um percentual de 40% das receitas dos fundos estaduais e 70% do superávit financeiro – saldo positivo nas contas – possam ser utilizados para o pagamento de pessoal - 66 emendas.

13/12
Sessão ordinária - 15h:
Projeto de lei 2.246/16: extingue os programas Renda Melhor e Renda Melhor Jovem - 24 emendas.
Projeto de lei 2.242/16: aumenta as alíquotas do ICMS - 87 emendas.

14/12
Sessão ordinária - 15h:
Projeto de lei complementar 34/16: muda a forma de repasse do orçamento dos poderes do estado, que deixa de ter valor fixo e passa a ser um percentual da arrecadação real - 29 emendas.
Projeto de lei 2.240/16: muda regras no Rioprevidência, aumentando alíquotas de servidores ativos e inativos de 11% para 14% e a contribuição patronal de 22% para 28% - 106 emendas.

15/12
Sessão ordinária - 15h:
Projeto de lei complementar 35/16: limita o crescimento da despesa de pessoal dos poderes Executivo, Legislativo e Judiciário e suas autarquias a 70% do aumento real da Receita Corrente Líquida (RCL) - 38 emendas.
Projeto de lei 2.245/16: adia para 2020 aumentos salariais aprovados em 2014 e que entrariam em vigor em 2017 – 61 emendas.

Fonte: http://g1.globo.com/rio-de-janeiro/noticia/alerj-define-datas-de-votacoes-das-medidas-aprovadas-do-pacote-de-austeridade.ghtml


LUTANDO POR NOSSA DIGNIDADE
JUNTOS SOMOS FORTES!!!

sábado, 3 de dezembro de 2016

FENEME reune associações militares para debater a reforma previdenciária

É muito bom saber que nossas associações estão cumprindo com suas obrigações e defendendo os interesses dos seus associados e representados. Não podemos permitir que o PMDB avance com o ataque que vem promovendo com os servidores públicos e, em especial, com os militares.



sexta-feira, 2 de dezembro de 2016

UNIÃO! ! ! SOMOS TODOS BOMBEIROS!

video

Erlon, presidente da Associação SOS Bombeiros, defende união de todos os bombeiros, oficiais e praças, de todas as QBMPs e Quadros, e de todas as associações, para juntos defendermos nossos direitos.

NENHUM PASSO DAREMOS ATRÁS!

terça-feira, 29 de novembro de 2016

O PACOTE SERÁ VOTADO. DOA A QUEM DOER - DIZ PICCIANI

Em mais um dia de trabalhos na assembleia Legislativa, a comissão com representantes das várias categorias dos servidores, se reuniu com o presidente daquela casa, mais alguns líderes partidários. Nesse encontro o deputado jorge Piccini, presidente da casa foi categórico em afirmar que NÃO DEVOLVERÁ O PACOTE DE AUSTERIDADE E QUE VAI COLOCAR PARA VOTAÇÃO DOA A QUEM DOER. E DEFINE DATAS PARA VOTAÇÃO.





SOS BOMBEIROS: Está bem claro que Pezão e Picciani (seu mais novo aliado, a final seu filho se transformou no supersecretário do governo Pezão) querem colocar a responsabilidade do destino do Estado nas mãos dos deputados. Por sua vez os servidores durante a reunião se mantiveram irredutíveis no propósito de devolução do pacote ao Palácio Guanabara.

A votação se dará do dia 06 de dezembro até o dia 20 de dezembro, serão votadas duas medidas por dia. O Governo está indo para o tudo ou nada, e nós, não podemos esmorecer nesse hora. Já que não foi possível derrubar todo o pacote, que lutemos para que as 14 medidas que ficaram de pé não sejam aprovadas. Está em nossas mãos.

Quem não lutar será indigno de qualquer tipo de reclamação posterior, são vidas de milhares de famílias em jogo; poderemos perder direitos, ter reduzido o poder aquisitivo, adiado reajustes salariais em processo de incorporação, e ainda sofrer com aumento de impostos de combustível, energia, bebidas, comunicação e outros.

AS BATALHAS FINAIS SE INICIAM DIA 06 DE DEZEMBRO, PRÓXIMA TERÇA- FEIRA.

É SEU DEVER ESTAR AS 08 HS DA MANHÃ NA ALERJ 

VERÁS QUE UM FILHO TEU NÃO FOGE A LUTA, 

AVANCEM GUERREIROS, PEZÃO/CABRAL QUEBROU O ESTADO E AGORA QUER QUEBRAR SUA FAMÍLIA!!!