segunda-feira, 15 de fevereiro de 2016

GOVERNO À PROCURA DE UM CULPADO

Coronéis da ativa bancam ‘batalhão de pijama’ que custa mais de R$ 100 milhões ao Estado




Foco de muitos pedidos feitos por políticos ao governo federal, entre eles o governador Luiz Fernando Pezão, uma eventual reforma da Previdência dos servidores poderia alterar a breve e cara aposentadoria dos coronéis da Polícia Militar e do Corpo de Bombeiros. No Estado do Rio, a proporção. Hoje, é de um coronel na ativa para seis “de pijama”, na PMERJ, e de um para quatro, no CBMERJ. E as médias de idade com que passam para a reserva no posto máximo das corporações — 52 e 53, respectivamente — têm pesado nas contas do Rioprevidência.
Hoje, o Rio tem 600 coronéis da PM e 445 do Corpo de Bombeiros inativos. O detalhe é que uma importante parcela desse grupo recebe o teto previdenciário do estado. São 350 ex-servidores — somadas as duas corporações — com ganhos de até R$ 27.074,54 por mês. O valor diminui em função dos descontos, mas os que recebem o teto levam, por mês, algo em torno de R$ 24 mil. O gasto, em um ano, supera R$ 120 milhões aos cofres, incluindo o 13º salário.
O governo do estado sustenta que essa é uma das situações que precisam ser reavaliada pela União. O valor médio pago pelo governo e a saída prematura do funcionalismo são aspectos criticados pelo governador.
— A conta não fecha. Quem financia isso? Não sou contra a quem conquistou essas aposentadorias, mas está pesando cada vez mais. As pessoas deixam o serviço com 48, 49 anos — disse Pezão em entrevista ao EXTRA, em 27 de janeiro.
O professor da Fundação Getulio Vargas (FGV), Kaizô Beltrão, destaca outro aspecto que pode ser discutido:
— Tem de haver uma revisão, também, nas regras de promoção. Os coronéis recém-promovidos não podem se aposentar, por exemplo.
Procurado, o CBMERJ preferiu não se manifestar sobre a proporção cada vez maior de coronéis de pijama. Já a PMERJ afirmou que uma comissão foi criada para avaliar o atual cenário, mas não apresentou os detalhes da análise.


Marcelo Queiroz - Advogado sócio do escritório Queiroz e Andrade: ‘Um factoide para justificar a péssima gestão’

— O governo tenta criar um factoide para justificar sua péssima gestão da vida financeira do Estado. Os militares estaduais ingressam na PM ou no Corpo de Bombeiros por volta dos 18 anos de idade. A partir daí, são submetidos a dois códigos penais, o comum e o militar, e a um rigoroso regulamento disciplinar. Sem contar a função com o sacrifício da própria vida e as jornadas de trabalho sem igual. O valor do teto para um coronel com décadas de serviço se encontra abaixo de outras carreiras, como as de auditores fiscais, procuradores, defensores e delegados, com o mesmo tempo de serviço. O governador deveria diminuir o número de secretarias e cargos comissionados para demonstrar que, realmente, está pensando em sanear sua administração.
Fonte: Extra Online


SOS BOMBEIROS: Exatamente como expôs o Dr. Marcelo Queiroz, o governo quer apresentar um culpado para esconder a realidade, que é a sua incompetência em administrar os recursos públicos. A crise não é fundamentalmente causada pela diminuição da arrecadação, mas pela falta de capacidade de gerir.

Não podemos nos omitir nesta batalha, estão querendo retirar de nós benefícios que foram conquistados em função das características e riscos que a profissão impõe e não porque somos marajás. Do coronel ao soldado temos que nos organizar para não sermos atropelados.

40 comentários:

  1. Já que o CEL produz tantos gastos, vou dar um conselho pro Pezão, extinga o posto, não precisa de of acima de capitão, em qualquer país civilizado a polícia e os bombeiros são civis, mas como não tem peito pra fazer isso, mete essa letra pra sociedade, mas na verdade a intenção é de prejudicar a praça das duas forças, aumentado o tempo de serviço.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Concordo com o comentário e gostaria de sugerir que a praça vá até 3 sgt, pq subten não serve pra p.... nenhuma.

      Excluir
    2. É ISSO AÍ,DISSE TUDO.

      Excluir
  2. O governador está se aproveitando da crise para cortar benefícios que são concedidos em contra-partida pelas condições diferenciadas de trabalho que enfrentamos ao longo da carreira! Uma sugestão diminua no CBMERJ a quantidade da entrada de cadetes que teremos menos coronéis no final!

    ResponderExcluir
  3. Absurdo o q estão querendo fazer conosco! Absurdo maior ainda é o cbmerj não se manifestar....

    ResponderExcluir
  4. Se o governador quer economizar diminua os 15 mil cargos comissionados, no CBMERJ diminua os 50 cadetes que entram todo ano e faça concurso para soldado!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É ISSO;O CBMERJ É MAIOR FÁBRICA DE OFICIAIS,DETALHE A MAIORIA FILHOS.

      Excluir
    2. Tem muito filho de praça no CFO também, o que você está querendo insinuar?

      Excluir
  5. PODE ISSO ARNALDO? TIREI UM PROG, NO DBM 1/2 RAMOS, LÁ OCORRE O SEGUINTE, QUANDO TEM PROG DE OFICIAL, ELES RECEBEM, QUANDO NÃO, SÃO OS ADJNTOS QUE ACUMULAM FUNÇÕE DE ADJ, OFICIAL DE DIA E AINDA TIRA QUARTO DE HORA NA COMUNICAÇÃO, OU SEJA, BATE ESCANTEIO E CORRE PRA CABECIAR, SEM RECEBER NADINHA POR ISSO, OU SEJA 0800. PODE ISSO, ALCANTARA?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. nada mudou no MUNDO FANTASTICO DO CBMERJ!!! A bandnews anunciou 600 bms ma operação dengue, mas no bol e no site são 300 vagas. 600-300= 300 ou seja, quem vai morder 300? xiiiii! Acho que vai da ruim

      Excluir
    2. ih essa major ta respondendo sindicancia por causa dos bms que eram fantasma, so que agente sabe que não vai dá NADA. Ela tem costa quente, do MALANDRÃO, podem esquecer! Ela não cai nunca, nunkinha

      Excluir
  6. Só que o governador Pezão tb sabe que quando a tropa se manifesta,ele sempre pode contar com o apoio dos próprios coronéis que ele tanto critica agora para prejudicar o praça e ameaçar quem adere a luta,portanto,quem tem maior interesse em entupir o CBMERJ e a PMERJ de coronéis é o próprio governo..E eles que fiquem espertos porque pelo andamento das coisas ...vai ter muito coronel provando do veneno que eles destinam ao praça.

    ResponderExcluir
  7. QUER ACABAR COM ISSO, VAI EM GUADALUPE, TODO ANO ENTRAM VÁRIOS ALUNOS OFICIAIS,É SÓ FECHAR A TORNEIRA DA ACADEMIA, QUE O ROMBO VAI DIMINUINDO AOS POUCOS.

    ResponderExcluir
  8. Gostaria de lembrar aos companheiros que os praças hoje terminam a carreira TODOS como Subtenente. Portanto, são e serão milhares impactando as contas da previdência em poucos anos. Assim, seria conveniente parar de falar tanta besteira nos comentários. O próprio blog, desta vez, não o fez. A hora é de contrapor a ridícula argumentação do governo. E certamente, se alguém do dito "movimento" realmente quiser colaborar para tal sabe onde buscar aliados qualificados para defender os interesses da classe. Vamos fechar as latrinas e esconder pelo menos temporariamente o recalque com os oficiais. O prejuízo certamente será de TODOS.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Impressionante como rapidamente aparece algum bombeiro para alegar "recalque com os oficiais".
      Engraçado,recalque?A tá cara pálida,não é recalque não,é desgosto com a quantidade de oficiais que nada mudam na corporação,é uma constatação sobre a quantidade exacerbada de oficiais produzidas nas últimas décadas e o que eles produzem em favor do CBMERJ,se amontoando em CBAs e quando em quartéis pouco produzem para ajudar.Claro que não são todos,na verdade nem a maioria são,mas há de se convir que há a necessidade desse quadro ser mudado urgentemente,o grande problema é que a maneira que se fala produz essa guerrinha entre "classes" e fica esse clima ridícul.E cabe também ao praça enxergar que sua grande maioria não quer nada também,portanto antes de apontar o dedo para os oficiais olhe para o seu próprio umbigo também!
      Ah e antes que eu esqueça,não mande ninguém fechar suas "latrinas" pois vc não é perfeito ok?E não tem o direito de ser tão "valente" no anonimato da internet...
      E pq será que alguns militares não aceitam o óbvio?
      Vamos trabalhar e parar de futricas senhores!

      Excluir
    2. Engraçado que vc também não assina o seu comentário, não é companheiro? Tão valente quanto eu. A maioria dos praças do CBMERJ, eu afirmo, NÃO SERVE LÁ FORA NEM PRA SERVENTE DE PEDREIRO. O recalque é estampado e explícito em todas as situações. Inclusive nesta. Se não fossem os oficiais, mesmo com seus muitos defeitos, o CBMERJ já tinha virado casa de tolerância há muito tempo.

      Excluir
    3. É ISSO AÍ IRMÃO CONCORDO COM VC, QUEREMOS O MELHOR PARA A CORPORAÇÃO OU QUEREMOS REVANCHISMO, NÃO IMPORTA SE OFICIAL OU PRAÇA, NESTE MOMENTO QUEREM TIRAR O DIREITO DE TODOS NÓS, QUANDO LEIO CERTOS COMENTÁRIOS CHEGO A FICAR TRISTE

      Excluir
  9. O PEZÃO, QUERO VER SE TU É MACHO,PARA ACABAR COM A APOSENTADORIA DE DEPUTADOS E SENADORES, COM OITO ANOS DE TRABALHO. QUE NÃO SÃO NEM OITO ANOS, JÁ QUE TRABALHAM TRES DIAS POR SEMANA, E TIRAM DOIS MESES DE FÉRIAS.

    ResponderExcluir
  10. QUE CRISE É ESSA PEZÃO ? CADÊ O ENXUGAMENTO QUE VOCÊ ANUNCIOU ? ACABA COM OS APADRINHAMENTOS E OS CARGOS COMISSIONADOS,ASSIM COMO A DIMINUIÇÃO DAS SECRETARIAS, QUE VAI SOBRAR DINHEIRO NO CAIXA !
    E o Rio de Janeiro tem a 5º maior frota de veículos,com 6.523.727 unidades.
    Em compensação,o Rio de Janeiro tem o maior IPVA do País, como podem ver aqui neste vídeo em uma página do Facebook:
    https://www.facebook.com/100004311220432/videos/617239898429712/?pnref=story ( copiem e colem o link).
    Eles só fazem negociatas, assim como estão fazendo agora pela o Deputado Leonardo Picciani para ser eleito líder do PMDB,o Secretario de Esportes, Marco Antonio Cabral, Pedro Paulo(espancador de mulheres)vão reassumir seus mandatos para votar em Leonardo Picciani para líder do PMDB na Câmara, VERGONHA !!!

    Att: Subtenente BM RR Valdelei Duarte.

    ResponderExcluir
  11. É só o Pezão pedir para o PMDB aprovar em Brasília a
    pec 430/2009

    DESMILITARIZAÇÃO!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Vai ter MT oficial apanhando!!! MT subtenente babaovo indo pra akele lugar e sgt indo tomar

      Excluir
  12. Isso é fruto da incompetência do Sr Desgovernador! Tanto na PM, quanto no CBMERJ, o número máximo de Coronéis na ativa, foi extrapolado! E todo ano, entra uma penca de Oficiais. Fica difícil assim.

    ResponderExcluir
  13. Á verdade é pra que serve oficial
    ninguém faz nada
    Tudo sem função

    ResponderExcluir
  14. Não podemos tapar o sol com a peneira, realmente essa quantidade de coronel causam grande desfalque aos cofres publicos e um detalhe importante é que não são nescessarios esse quantitativo todo para as corporações a prova disso é que muitos deles ficam nas varandas das corporações ganhando sem trabalhar quando não estão lotando os CBAs sem função,a solução é simples basta ao invés de contratar 50 cadetes por ano reverter essas vagas para oficiais QOA que chegam no maximo ao posto de major, bastaria contratar no maximo 5 cadetes por ano q no futuro quando chegarem a coronel exerceriam as funções do alto escalão das corporações em contra partida os oficias oriundos de praças fariam as funções que esse monte de Qoc faz hj e digo mais fariam até melhor ja que são homens experientes com anos de experiencia, desta forma o governo estaria gerando uma grande economia para o estado alem de otimizar a força de trabalho uma vez que usaria a mão de obra do oficial qoa desde soldado até o final da carreira para aqueles que conseguirem chegar a major, do jeito q esta hj o cidadão entra para academia de oficial e com 11 ou 12 anos de serviço ja não pode mas tirar serviço de cmt de socorro ou seja só trabalham na atividade fim por miseros 12 anos, sem querer ofender ou criticar ninguem essa é que é a verdade doa a quem doer.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Mimimi, para de vitimismo e vai bancar 3aninhos de esfo, todo ano tem saída de oficiais, "cabe o mando o digno e competente " cada um no seu quadrado

      Excluir
  15. O Governo deveria realizar concurso ( 40 vagas )para alunos oficiais de 4 em 4 anos . Resolveria todos os problemas.

    ResponderExcluir
  16. Chororô eterno, quer ser oficial banca a uerj, o oficiais não tem culpa de vcs serem Praça enquanto vcs estava jogando bola, tranzando eles estavam estudando kkkk "cabe o mando ao mais digno e competente "

    ResponderExcluir
  17. Vc de 16/02 de 00:30 kkkkkkk peixinho, peixe,tubarão ,se realmente fossem só os estudos não teríamos tanta titica comandando kkkkkkkkk

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. O que você quer insinuar? Então os filhos de praça que são oficiais (que não são poucos), também não entraram só estudando? Vá fazer a prova e deixa de mimimi, aí você vai ver se tem como fraudar alguma coisa mesmo.

      Excluir
  18. Realmente há muitos coronéis na geladeira (sem função), e quando se tornam oficiais superiores com aprox 12 anos, não atuam mais na atividade fim como as praças até o final da carreira. Logo, o governo pode entender que não necessitam de aposentadoria especial. Lógico que todos os oficiais serão contra isso, mas é a REALIDADE!!!

    ResponderExcluir
  19. o desconto do RIOPREVIDÊNCIA DURANTE 30 ANOS, E CONTINUA NA RESERVA, GOV PEZÃO NÓS PAGAMOS ALONGO PRAZO OS NOSSOS SALÁRIOS! 30 ANOS O PRAÇA ARRISCANDO SUAS VIDAS, UM REGULAMENTO QUE MEXE COM OS NERVOS, CADE NO CONTRACHEQUE A INSALUBRIDADE, PERICULOSIDADE, ADICIONAL NO TURNO HORA EXTRAS! GASTOS NA VERDADE SÃO COM AS EMPREITEIRAS E SECRETARIAS E ONGs!!

    ResponderExcluir
  20. Se liga Pezão é só seguir os bizus dados pelos bombeiros que a mamata desses coronéis irá acabar, chega de marajás e sangues sugas do dinheiro publico.

    ResponderExcluir
  21. Pode fechar a Petrobrás... É só instalar biodigestores nas repartições de bombeiros do RJ, pelas alegações e textos acima, estamos desperdiçando energia...

    ResponderExcluir
  22. O OFICIAL do dia 18/02,que fez seu 'comentariozinho prepotente',e se GABA tanto..... Deveria no mínimo,ter um português melhor. Bela UERJ,heimmmmmm!!!

    ResponderExcluir
  23. Senhores ele está errado em reclamar desse incrível número de oficiais coronéis?? Sem falar os milhares de tenentes?? Nao, ele não está errado!! 445 coronéis no CBMERJ!!!!! Isso e um absurdo!!! 445 burocratas que não fazem nada!!! !!! Quer resolver isso acabe com o CFO !!! , MAS ISSO VC N E MACHO DE FAZER!!!!carreira única já!! Fixe governador o limite de coronéis!! Um subtenente com terceiro grau completo na area dessa seçao comanda uma seção tranquilamente!!! Quero ver se VC e macho de acabar com o CFO!!!

    ResponderExcluir
  24. CORONEL É IGUAL A JIGOGA, NOS ANOS 90 ERAM NO MAXIMO 8 OU 10, NA ÉPOCA DO MOVIMENTO CHEGOU A TER MAIS QUE SOLDADO. SO QUE O CBMERJ NÃO VIVE PRA AGRADAR A SOCIEDADE E, NEM TÃO POUCO SE PRESTA A SERVI-LA. TODOS NÓS SABEMOS QUE O CBMERJ É UM VERDADEIRO CABIDÃO DE EMPREGO, DESDE PRAÇA AOS DA CRECHE DO PAPAI, MAS NA HORA DO PAU, QUEM TRABALHA VERDADEIRAMENTE SÃO OS PRAÇAS, HAJA VISTA OS OFICIAIS SÓ TIRAREM CMTE DE SOS, MAS NUNCA, NUNCA, EM GUARNIÇÕES NA PONTA DA MANGUEIRA OU AJUDANTE, POIS ISSO É PRA QUEM TEM CULHAO, ROXO, NÃO SÃO BOMBA. CORONÉEEE É FUNCIONÁRIO PUBLICO ESTADUAL, MEROS ESPECTADORES DO CBMERJ!JSF

    ResponderExcluir
  25. Vocês devem estar de brincadeira! Não sabem interpretar? São 445 coronéis do CBMERJ na INATIVIDADE. E daí? vocês acham muito? Posso garantir que não é muito! vocês sabem quantos delegados têm na inatividade? Quantos auditores da Secretaria de Fazenda têm na inatividade? São muito mais do que esse número, muito mais mesmo!E todos eles com seus salários no teto do funcionalismo. O problema do nosso Estado não é esse! Isso é uma estratégia para aumentar o desconto dos militares estaduais e aumentar o tempo de contribuição! E vocês acham que o aumento de descontos e tempo de serviço será apenas para os coronéis? Lógico que não! Acorda rapaziada! Os militares estaduais têm de ganhar muito bem ( do SD ao CEL)! E o coronel tem de estar no teto sim, pois é o topo da carreira! E temos de ter um regime previdenciário diferenciado SIM! Acorda Rapaziada! Não se deixe enganar por estratégias e matérias tendenciosas!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Defendo isso também, o Cel. tem que estar no Teto sim! Para que o Sd tenha o salário mais alto em proporção.

      Excluir
  26. Sr. Governador do estado do Rio de Janeiro, não entendo de política, mas,tenho um pouco de inteligência,
    Aceite minha sugestão, o anônimo que usou o termo cabidão, matou o problema,
    Solução para o rio previdência: acabar com todos os cabidões que existe em todas as secretarias e que todos sabem disso, mas, essa tarefa cabe a Vsa. Excelência, este vai ser o maior desafio do seu governo.

    ResponderExcluir
  27. O GOVERNADOR QUER ACABAR COM OS NOSSOS DIREITOS E NÓS PERDEMOS TEMPO EM NOS OFENDERMOS. É ISTO QUE CHAMAMOS DE UNIÃO?

    ResponderExcluir

Comentários com palavras de baixo calão, agressivas ou que estimulem a violência ou prática criminosas não vão ser publicados.

Citações ou acusações pessoais somente são publicadas com a identificação do autor do comentário.

Se sentiu ofendido? Quer ter o direito de resposta? Faça contato pelo email (enderecumemaium@gmail.com) ou use os comentários para defender seu ponto de vista.

O BLOG é seu. Use-o com sabedoria.