quarta-feira, 24 de fevereiro de 2016

PEZÃO BRINCA COM O DINHEIRO PÚBLICO E DEBOCHA DOS SERVIDORES COM SUAS AÇÕES

Pezão faz licitação de mais 1,5 milhão para compra de brindes.


O governo do Rio de Janeiro vem, reiteradamente, justificando uma série de cortes no seu orçamento de 2016 e alegando que as medidas são para tentar equilibrar as contas do estado. Nem as pastas prioritárias, como saúde, educação e segurança pública, escaparam das canetadas do governador Luiz Fernando Pezão. No entanto, uma publicação nesta segunda-feira (22/2) no Diário Oficial do Estado revela gastos superiores a R$ 1,6 milhões com brindes.

Reprodução Diário Oficial do Estado do Rio de Janeiro



O anúncio da Coordenação de Licitações do processo de número E08/7000/2012 informa que a abertura das propostas deve ocorrer no dia 3 de março de 2016 e que a empresa ganhadora deve produzir os produtos dentro de especificações. O governador Pezão vem recebendo duras críticas dos servidores do Estado por atrasos nos salários e corte em benefícios trabalhistas. No início deste mês, Pezão apresentou na Assembléia Legislativa do Rio (Alerj), na cerimônia de abertura do ano legislativo, um pacote de medidas caracterizado pelos cortes e outras ações "para tentar reverter a crise financeira". A oposição na Casa levantou cartazes de reprovação ao pacote e com cobranças de investimentos prometidos. 

Na semana seguinte, os servidores da rede que sofrem com os atrasos salariais e o parcelamento do décimo terceiro, além do sucateamento dos órgãos públicos, fizeram uma manifestação contra as medidas, caminhando da Alerj, passando por diversas vias do Centro, até a Câmara Municipal. A classe pretende fazer pressão para que os deputados de oposição consigam impedir aumentos como do Bilhete Único e da contribuição previdenciária, que pode passar de 11% para até 14%, com base na proposta do governo.



SOS BOMBEIROS: Ou ele está maluco ou está tirando onda com a cara dos Servidores do Estado e a população. O governo está desabando e fazem licitação de mais de um milhão e meio de reais para compra de brindes? Isso não pode ser sério. Brasil!!!!

13 comentários:

  1. Vai ser sério se ninguém fizer NADA... Nessas horas me pergunto: kd ministério público?! A função deles é só esfregar carteira na cara dos outros na rua?! Será q não tem um puto p peitar esse miserável?! Fosse outro tempo, os generais já tinham ido lá e metido a mão na mão na fuça deles... Como fizeram com o comunista safado do Miguel Arraes em Pernambuco em 64....

    ResponderExcluir
  2. Só me dizem uma coisa...Brindes pra que....vai distribuir aonde?

    ResponderExcluir
  3. O maior problema do Brasil é a educação de base. Um povo sem educação é um povo sem vontade. Massa de manobra política.
    Basta estudar um pouco a política para concluírmos que o Governo Pezão e seu antecessor fazem POLITICAGEM e não POLÍTICA, com negociatas por baixo dos panos beneficiando determinado setor privado que financia esses mandatários.
    Mas as mudanças estão chegando. Ao menos aqui no RJ a massa de manobra já reduziu consideravelmente.
    Vamos continuar lutando !!!!

    ResponderExcluir
  4. É por isso que muitos já dizem:
    - QUE SALDADES DA DITADURA!

    ResponderExcluir
  5. E têm um monte de passa fome otário , trabalhando na operaçao de combate a dengue

    ResponderExcluir
  6. E têm um monte de passa fome otário , trabalhando na operaçao de combate a dengue

    ResponderExcluir
  7. Nao e interessante para o governo possuir um povo com educaçao e com saude...um povo ignorante e mais facil de se manipular e um povo doente a beira da morte, se gasta menos com previdencia e aproveitando, se faz ainda uma limpeza etnica.

    ResponderExcluir
  8. mpurrar a dengue guelra abaixo nós profissionais técnicos de enfermagem do hcap,com promessas de pagamento realizados pela funesbom,e devendo a muitos militares de lá,quero ver escalaram os oficias de saúde tb!!!

    ResponderExcluir
  9. O PEZÃO ESTÁ CAGANDO E ANDANDO PARA OS SERVIDORES.

    ResponderExcluir
  10. Já fiz esse comentário em outro "post" mas reitero. Mesmo com o repasse da dívida para a União é muito difícil dizer que não tem dinheiro. Querem diminuir o salário dos servidores com esse aumento de alíquota mas qquem investiga essas Ongs e OSs? Mais de 30 bilhões para custear a máquina e vai faltar dinheiro? Já fizeram várias modificações na previdência estadual: aposentado passou a recolher, quem entra agora tem o teto do INSS, O QUE MAIS FALTA? Vão tirar do nosso bolso para lá na frente dizer que está quebrado de novo e aumentar ainda mais a alíquota?? CAMBADA DE LADRÃO E INCOMPETENTE.Tem várias ONGS E OSSs RECENDO SEU DINHEIRINHO EM DIA.

    ResponderExcluir
  11. Como ja foi dito e mostrado no SOS a arrecadação teve aumento no ano de 2015 em relação a 2014... Cade o dinheiro... Pergunta pro Pezão ele da subsidios das empresas e quem paga a conta são os servidores...

    ResponderExcluir
  12. O PEZÃO JÁ PROVOU QUE É O CARA,FAZ O QUE QUER E,FICA POR ISSO MESMO.

    ResponderExcluir

Comentários com palavras de baixo calão, agressivas ou que estimulem a violência ou prática criminosas não vão ser publicados.

Citações ou acusações pessoais somente são publicadas com a identificação do autor do comentário.

Se sentiu ofendido? Quer ter o direito de resposta? Faça contato pelo email (enderecumemaium@gmail.com) ou use os comentários para defender seu ponto de vista.

O BLOG é seu. Use-o com sabedoria.