quinta-feira, 10 de março de 2016

PEZÃO AFRONTA OS SERVIDORES E A POPULAÇÃO FLUMINENSE COM SUAS PRIORIDADES INDECENTES

Sem dinheiro para pagar servidor, Estado vai reformar palácio


Um palácio que ostenta a mesma imponência de uma crise financeira sem precedentes na história do Estado do Rio passará por reformas. Falta dinheiro para pagar os salários dos servidores, mas a licitação e o contrato para obras e restaurações dentro do Laranjeiras, juntos, vão consumir R$ 3,7 milhões. Do total, R$ 2,4 milhões serão gastos na piscina, na pérgola, no corpo da guarda e na instalação de uma nova entrada de energia. A restauração do mobiliário responderá por mais R$ 1,3 milhão e ficará a cargo de um ateliê.



O colapso nas contas não impediu o governo de receber propostas, nesta quarta-feira, para uma licitação em andamento cujo objetivo é reformar a parte externa do Palácio Laranjeiras. Duas empresas apresentaram propostas, que serão analisadas pela Comissão Permanente da Empresa de Obras Públicas (EMOP). A escolhida será anunciada na segunda-feira.

O governo chegou a publicar a chamada para concorrência pública no fim de 2015. Mas depois que a licitação se tornou pública, em janeiro deste ano, e em meio às críticas pelo parcelamento do 13º salário do funcionalismo até abril, o que levou muitos servidores a pegar empréstimos —, o Estado decidiu adiar o processo licitatório.




O mobiliário de época que decora o interior do palácio, que é a residência oficial do governador do Rio — embora Luiz Fernando Pezão não more lá —, também será restaurado. O valor do contrato, de R$1,325 milhão, foi publicado no Diário Oficial de 3 de março, seis dias antes de o governo anunciar que não teria dinheiro para pagar os salários de fevereiro. Enquanto promove as reformas, o Estado tenta equilibrar a dívida pública que, em 2015, somou R$ 107 bilhões.

O imóvel — concluído em 1914 pelo empresário Eduardo Guinle, vendido ao governo federal em 1947 e transferido ao governo estadual em 1974 — tem 11.400 mil metros quadrados. O prédio já passou por uma recente reforma da área interna, que custou R$ 39 milhões e foi bancada por 13 empresas em troca de benefícios fiscais.


O outro lado

O governo do estado informou que o “restauro do Palácio Laranjeiras— tombado pelo Iphan e Inepac —, no valor de R$ 39 milhões, é totalmente financiado pela lei de incentivos do ICMS e pelo Programa Nacional de Apoio à Cultura (Pronac). É a obra mais abrangente que a edificação já sofreu desde 1947, quando foi vendida pela família de Eduardo Guinle para o governo brasileiro”. Em relação às obras do anexo do Palácio Laranjeiras — fora do prédio principal —, estimada em aproximadamente R$ 2,4 milhões, foram abertos, nesta quarta-feira, os envelopes com a documentação das empresas interessadas em participar do processo licitatório. As obras ficarão a cargo da Empresa de Obras Públicas (Emop), sob supervisão da Casa Civil. Segundo o governo, a intervenção “engloba, nessa área externa, a reforma do edifício do corpo da guarda (local de abrigo da segurança), um novo quadro de entrada de energia, pavimentação do entorno, entre outros”.
A assessoria de imprensa frisou que “como essas edificações e instalações não estavam contempladas no projeto de restauro, só serão executados de acordo com a disponibilidade orçamentária do Estado”. O governo informou ainda que a preservação do complexo do Palácio Laranjeiras na sua integralidade é necessária sob pena de um gasto maior no futuro em razão da deterioração do patrimônio”.
Quanto ao restauro do mobiliário, o Governo do Estado está buscando parceiros da iniciativa privada para arcar com os custos, diante da situação financeira atual. Ainda segundo a nota, “a publicação da homologação do resultado faz parte do processo licitatório de qualquer obra pública. No entanto, para a obra ser realizada é necessário uma publicação autorizando o seu início, o que não ocorreu”.
Fonte: Extra Online


SOS BOMBEIROS: Sem rumo, planejamento, coerência, gestão, administração, senso, respeito... Adjetivos não faltam para qualificar cada passo do governo do Estado. Um menino do interior foi colocado como governador do segundo maior estado do Brasil e a ficha dele ainda não caiu.

Não será surpresa nenhuma se nas próximas semanas assistirmos o governo ser tomado de assalto por outros poderes. 

A população precisa reagir, assim como nós; porque senão ficaremos atolados na lama do fundo do poço.

17 comentários:

  1. Isso é um absurdo !!! Dia 13 nas ruas!

    ResponderExcluir
  2. Essa luta é de todos e os que sempre se omitem,façam-nos um favor,estamos cansados de levar um montão nas costas,ou todos nas ruas ou ninguém,pois é muito cômodo todos estarem no mesmo barco e a maioria se submeter a um Pezão na bunda.Cbmerj,Juntos Somos Fortes.

    ResponderExcluir
  3. SÓ NÃO PODE É O MESAK QUERER APARECER,QUERENDO SE ALTO PROMOVER,E DIZER IGUAL AO DACIOLO.É ISSO!!VOCÊS FODERAM A TROPA,MESAK ESTÁ FAZENDO ACORDOS NA CALADA.ABRI O BICO CORONEL ROBADEY DO PAPO QUE TEVE COM O MESAK.

    ResponderExcluir
  4. ATENÇÃO A TODOS OS FUNCIONÁRIOS DO RJ PELO AMOR DE DEUS COLOQUEM UMA COISA NAS VOSSAS CABEÇAS. NÃO EXISTE CRISE NENHÚMA NO RJ. O QUE EXISTE É ARTIMANHAS DO DIABO NA VIDA DE ALGÚNS PARA PODER ROUBAREM MAIS E MAIS. O GOVERNADOR DO RJ COM SUAS ARTIMANHAS MALÍGNAS CONSEGUE ENGANAR A MUITOS. MAIS OS QUE SÃO DE DEUS NINGUÉM ENGANA. E OUTRA COISA O GOVERNADOR PEZÃO NÃO GOSTA E TEM ÓDIO DOS FUNCIONÁRIOS DO RJ.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Está de sacanagem? Pare com esse papo de Deus e Diabo e analise a real situação. O Brasil é constitucionalmente um País laico. Sua crença não pode ser encarada como verdade. É a sua verdade e não a minha. não misture as coisas. Religião é individual e não justifica nenhum problema real. Só justifica para quem a segue. A realidade é que existem falhas administrativas graves que sempre existiram, mas os cofres estavam cheios. Com os cofres vazios elas aparecem. Nossos administradores (Mandatários) não possuem condições de gerir nosso Estado, pois os principais cargos são ocupados pelos amigos e não pelos capacitados.

      Excluir
  5. Com o pacote de maldades de Pezão,Pmerj tem debandada de Policiais Militares pedindo Reserva Remunerada.Leiam,Jornal O Dia(de hoje).E vai ser o mesmo no Cbmerj.Direitos adquiridos e que se lasquem as Olimpíadas.Vereador Márcio Garcia e Flávio Bolsonaro,levantem a solução.Vai dar merda.

    ResponderExcluir
  6. UM ALERTA PARA OS PMS E BMS QUE ESTÃO NO TEMPO DE SUAS REFORMAS OU RESERVAS REMUNERADAS. PEDEM REFORMAS OU RESESERVA REMUNERADAS O MAIS RÁPIDOS POSÍVEIS PARA VOCES NÃO SEREM PREJUDICADOS PELO GOVERNO DO RJ CRIANDO LEIS MALÍGNAS PARA VOS PREJUDICAREM.

    ResponderExcluir
  7. Nossa liderança são nossas assembleias

    ResponderExcluir
  8. PAREM DE FALAR QUE VAI DAR MERDA. JÁ ESTAMOS NA MERDA!!!!

    ResponderExcluir
  9. Até os garis foram mais disposição que os bombeiros que vergonha

    ResponderExcluir
  10. TEMOS QUE AGITAR O IMPEACHMENT DESSE GOVERNADOR CORRUPTO. CHEGA DE CANALHICE. ALÔ MP, ALÔ PF... OLHEM POR NÓS.

    ResponderExcluir
  11. ANÔNIMO 10_3 10:04 vc, deve ser com certeza da cúpula do pastor daciolo, amigo não precisamos de FALSOS profetas para sabermos que estamos perdidos na mão desse gov, precisamos de lideranças politica pois quando chegarem as maldades na alerj, possamos contar com a maioria dos dep a favor do func público, não adianta tapar o sol com a peneira, precisamos deles para votarem contra o pacote de maldade que vai ser enviado, ou alguém acha que BM , PM , PC, saúde e educação votam na alerj? só conseguiremos preciona_ los partindo para a RUA dia 13 domingo, portanto amigos, NÃO PRECISAMOS DE PASTOR ,PADRE OU PAI DE SANTO, PRECISAMOS PRESSIONAR OS POLITICOS INDO PARA RUA,PORQUÊ QUEM VOTA NA ALERJ SÃO ELES, SÓ ELES TEM O PODER DE ACABAR COM O PACOTE DE MALDADE DO GOV, A NÓS CABE A PRESSÃO

    ResponderExcluir
  12. Chega de sofrer, chega de corrupção, dia 13 de março todos gritando: "fora pezao"

    ResponderExcluir
  13. Temos que ir para ruas dia 13 eu tinha margem e estou negativo em 2500 um absurdo não posso fazer nem um empréstimo se eu precisar ou minha família tipo como emergência tudo errado esse governo e ainda fiquei sabendo que vão tira o soldo que a pessoa ganhava qdo vinha para casa tudo raça fora governador

    ResponderExcluir
  14. Alõ márcio!
    As obras do valão do paulo de frontin pararam.
    Eles quebraram as calçadas pro estacionamento e pararam
    Ta falatando vagas pros bombeiros, a guarda municipal ta tirando o sossego dos bombeiros do hcap

    ResponderExcluir
  15. PARA ESSE MISERÁVEL IMPEACHMENT É POUCO,ELE TEM QUE SER EXPULSO A TOQUE DE CAIXA.
    MP NELE.

    ResponderExcluir
  16. Dia 11/03....10:12 h, 9° dia útil, cadê o pagamento Pezão ?

    ResponderExcluir

Comentários com palavras de baixo calão, agressivas ou que estimulem a violência ou prática criminosas não vão ser publicados.

Citações ou acusações pessoais somente são publicadas com a identificação do autor do comentário.

Se sentiu ofendido? Quer ter o direito de resposta? Faça contato pelo email (enderecumemaium@gmail.com) ou use os comentários para defender seu ponto de vista.

O BLOG é seu. Use-o com sabedoria.