quarta-feira, 18 de maio de 2016

SAIBA O QUE FAZER CASO TENHA SIDO COBRADO DUAS VEZES POR PARCELAS DE EMPRÉSTIMOS

Servidores do Estado sofrem com cobrança dupla sobre empréstimos consignados




Logo no mês em que o Estado do Rio cumpriu o calendário de pagamento no 10º dia útil, alguns servidores enfrentam outra dor de cabeça. Funcionários entraram em contato com a coluna e reclamaram da cobrança duplicada de parcelas mensais de empréstimos consignados. Eles tiveram descontadas as prestações em seus contracheques e, além disso, foram debitados pelos bancos onde têm contas-salário.

A coluna procurou o governo para saber se realmente havia o problema. A Secretaria de Estado de Planejamento e Gestão (Seplag) explicou que realmente podem acontecer cobranças duplicadas. O problema é que depende do servidor a retificação da cobrança extra.

“Nesse caso, o servidor deve comparecer ao banco e solicitar, por escrito, o imediato ressarcimento da parcela descontada”, afirmou a Seplag em nota.

Caso os servidores não sejam estornados da cobrança indevida, o jeito será formalizar uma ocorrência na unidade de recursos humanos de onde está matriculado e seguir diversos passos previstos pela Lei 45.653.

A Associação Brasileira dos Bancos (ABBC) disse que, atém ontem, não houve qualquer alteração sobre o atraso do repasse, por parte do Estado do Rio, dos valores dos consignados. Não custa lembrar que, em abril, a ABBC revelou que a dívida do Rio com o banco era de R$ 1,5 bilhão. A associação aguarda uma reunião com o secretário de Fazenda para tratar da situação.
Fonte: Extra Online


SOS BOMBEIROS: Eles criam o problema e sua resolução depende exclusivamente do servidor. Gastos com deslocamento e tempo em filas de espera são algumas das situações que aguardam os trabalhadores. Eita Estado injusto!!!

Um comentário:

  1. O correto msm é mover logo uma ação contra o banco e o estado pela duplicidade da cobrança.

    ResponderExcluir

Comentários com palavras de baixo calão, agressivas ou que estimulem a violência ou prática criminosas não vão ser publicados.

Citações ou acusações pessoais somente são publicadas com a identificação do autor do comentário.

Se sentiu ofendido? Quer ter o direito de resposta? Faça contato pelo email (enderecumemaium@gmail.com) ou use os comentários para defender seu ponto de vista.

O BLOG é seu. Use-o com sabedoria.