sábado, 30 de julho de 2016

SÓ OS POLICIAIS E BOMBEIROS MILITARES DO RJ "SE DÃO MAL" NAS OLIMPÍADAS


Políticos e empresários tem tudo para festejarem.

Outros também.

Mil Policiais Militares de São Paulo foram deslocados para o Rio de Janeiro para colaborarem na segurança dos jogos olímpicos e vieram fazendo festa como comprovam as fotos que circulam nas redes sociais.

Tal qual os integrantes da Força Nacional de Segurança, receberão uma diária excelente.

Os integrantes da FNS e da PMESP tem motivos para festejar a participação na segurança, os Policiais Militares e os Bombeiros Militares do Rio de Janeiro tem motivos para lamentarem.

É o Brasil.

Desigual e injusto.

É o Rio de Janeiro.

Onde Policiais Militares e Bombeiros Militares são quase escravos e não passam de números.




ENQUANTO O GOVERNO DO RIO AGUARDA RECURSO, SERVIDORES PODEM RECEBER SALÁRIOS DE JULHO NESTA SEMANA


Se depender da Justiça, o governo do estado terá de pagar os mais de 460 mil servidores — entre ativos, inativos e pensionistas — até a próxima quarta-feira, dia 3 de agosto, sob pena de arresto do valor da folha.

A data corresponde ao 3º dia útil do mês seguinte ao trabalhado. Os servidores estão amparados por uma liminar concedida pelo ministro Ricardo Lewandowski, presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), sobre uma ação da Federação das Associações e Sindicatos dos Servidores Públicos do Estado do Rio (Fasp).

O governo reforçou, após a decisão, que entraria com recurso. A previsão, porém, é que não seja apreciado a tempo. O Estado continua trabalhando para quitar os salários no 10º dia útil do mês.

Fasp diz que arresto já está preparado em caso de atraso
Segundo o advogado da Fasp, Carlos Henrique Jund, existe uma receita pronta em caso de não cumprimento da decisão do STF. Já foi feito um pedido de busca e apreensão dos dados da folha. Em caso de atraso, esta será repassada judicialmente. O arresto será feito em seguida, restando o repasse por parte do banco.


Fonte: http://extra.globo.com/emprego/servidor-publico/enquanto-governo-do-rio-aguarda-recurso-servidores-podem-receber-salarios-de-julho-nesta-semana-19815063.html

sexta-feira, 29 de julho de 2016

PAGAMENTO ATRASARÁ - POLICIAIS E BOMBEIROS - GOVERNO NÃO CUMPRIRÁ DETERMINAÇÃO DO STF


Ordem judicial não se discute, ordem judicial se cumpre.

Quem ainda não ouviu essa frase?

O governo Pezão-Dornelles parece não ter ouvido.

O Supremo Tribunal Federal determinou que o nosso pagamento fosse feito até o terceiro dia útil (Dia 3 de agosto), mas o governo Pezão-Dornelles irá descumprir a decisão (Leia na fonte).

O cumprimento da decisão do STF faria com que nós recebêssemos antes do início das Olimpíadas, mas o governo diz que só vai pagar no décimo dia útil, no caso dia 12 de agosto, quase no meio dos jogos olímpicos.

Será que o presidente do STF determinará o arresto nas contas do estado para garantir o pagamento no dia 3?

Será que o presidente do STF determinará a prisão do governador Dornelles?

"Jornal Extra
28/07/16 05:00 
Governo estadual diz que ponto facultativo em 5 de agosto não muda calendário de pagamento 
Nelson Lima Neto
A Secretaria estadual de Planejamento confirmou que o decreto sobre os pontos facultativos nos dias 5, 18 e 22 de agosto em repartições do município do Rio não mudará o calendário de pagamento dos servidores estaduais.
A pasta explicou que o dia 5 será considerado dia útil, o que manterá o calendário de depósito para o 10º dia útil do mês — neste caso, o salário de julho será pago, se tudo der certo, no dia 12 de agosto. O governo trabalha com essa data. A Justiça, porém, já determinou que o pagamento seja feito até o 3º dia útil, sob pena de arresto do valor total da folha (Fonte). "




INCÊNDIO ATINGE PRÉDIO DA AUSTRÁLIA NA VILA OLÍMPICA



RIO DE JANEIRO (Reuters) - Um incêndio atingiu o prédio da Austrália na Vila Olímpica do Rio de Janeiro, nesta sexta-feira, fazendo com que parte da delegação do país deixasse seus apartamentos, informou um porta-voz da equipe.

Segundo o porta-voz, não há relatos de feridos no incêndio, registrado no subsolo do prédio. Imagens da TV mostraram fumaça saindo do local.

A delegação da Austrália fez duras críticas às acomodações da Vila dos Atletas no domingo, quando o local foi aberto, citando problemas hidráulicos e elétricos, entre outros.

Depois das reclamações, o comitê organizador da Olimpíada mobilizou centenas de trabalhadores para fazer reparos nos prédios, e os australianos, que tinham ido para hotéis, voltaram para a vila no meio da semana.



quinta-feira, 28 de julho de 2016

PROJETO DE LEI QUE PROTEGE SERVIDOR DAS IRRESPONSABILIDADES DO ESTADO É APROVADO

Alerj dá primeiro aval a lei que protege consignados de servidores em caso de salários atrasados




O projeto que impede a negativação de servidores estaduais por conta de falta de repasse das parcelas do crédito consignado — em casos de responsabilidade comprovada do governo — foi aprovado pela Assembleia Legislativa do Rio (Alerj), nesta quarta-feira(27), em primeira discussão. Caso seja aprovada em segunda votação, a proposta vai para a sanção do governador em exercício, Francisco Dornelles. Na emenda, as instituições financeiras ficam obrigadas a inserir nos contratos uma cláusula que impede a inclusão dos servidores em cadastros de devedores, tanto no caso de novos acordos quanto em contratos já assinados. Quem já estiver com nome sujo por este motivo também será beneficiado.

O projeto é de autoria do deputado estadual Edson Albertassi (PMDB), líder do governo na Casa. Na justificativa da proposta, ele lembrou que os servidores não “podem arcar com as penalidades e ter seus nomes negativados quando o inadimplemento for gerado pelo próprio Estado ao não depositar os salários, impedindo o desconto em folha”. Os líderes dos partidos até cogitaram a inclusão da proposta na pauta de hoje, mas ficará para depois do recesso, em setembro.

Os empréstimos consignados geram preocupação no funcionalismo. Desde a segunda semana de julho, grande parte dos bancos de pequeno e médio portes suspenderam novos contratos com servidores estaduais. O motivo é a falta de repasse, por parte do governo do estado, dos valores descontados nos contracheques.
Fonte: Extra Online


SOS BOMBEIROS: Uma boa iniciativa do legislativo para dar um pouco mais de segurança aos servidores contra tantas injustiças que os trabalhadores vem sofrendo com esse governo.

quarta-feira, 27 de julho de 2016

POLICIAIS E BOMBEIROS COBRAM 13º SALÁRIO


O governo federal pagou a primeira parcela do 13º salário.

A prefeitura do Rio de Janeiro pagou a primeira parcela do 13º salário?

Por que só o governo estadual não pagou e nem informou quando irá pagar?

Nós, Policiais e Bombeiros Militares, não temos culpa pela destruição da economia do estado pelos governos Sérgio Cabral-Pezão e Pezão-Dornelles.

Quem pariu Mateus que o embale, ensina o ditado popular.

Nós temos que receber a 1a parcela do 13º salário, não pode existir essa diferenciação.

O governo não pode esquecer que nós, Policiais e Bombeiros Militares, somos fundamentais para a realização dos jogos olímpicos e continuamos arriscando as nossas vidas em defesa da população.

Primeira parcela do 13º salário já!


MORADORES RECEBEM COBRANÇA ERRADA DA TAXA DE INCÊNDIO, NO ESTADO DO RIO


Moradores de Niterói, na Região Metropolitana do Rio, foram surpreendidos por uma cobrança quatro vezes maior no boleto da taxa de incêndio deste ano, por uma falha na emissão da guia. Os imóveis foram registrados como comerciais quando, na verdade, são residências. O Corpo de Bombeiros reconheceu o erro e alegou que o problema foi causado por uma falha na atualização dos cadastros de imóveis do município.

Num edifício com mais de 50 apartamentos, na Rua Noronha Torrezão, em Santa Rosa, os contribuintes receberam faturas de R$ 428, quando deveriam pagar R$ 101.

— A síndica do prédio percebeu o problema no boleto dela e foi até o Corpo de Bombeiros para saber o que estava acontecendo. Ela voltou com a informação de que a cobrança estava errada, e a compartilhou com os outros moradores para que nós não pagássemos — disse o analista de sistemas Mário Ferreira, de 43 anos.

O Corpo de Bombeiros, por meio de nota, pediu “desculpas pelo transtorno”, mas não revelou em quantos imóveis da cidade foram registrados erros de valores. Ainda de acordo com a corporação, os contribuintes de Niterói que identificarem inadequações na cobrança de suas taxas de incêndio podem acessar o site www.funesbom.rj.gov.br e, com o número de inscrição no Corpo de Bombeiros ou da inscrição municipal, e imprimir o documento de arrecadação retificado, com nova data de vencimento, já que o último prazo foi encerrado no dia 15.

A corporação ainda informou que não vai reenviar boletos corrigidos aos moradores, por isso, a impressão com os valores corretos será de responsabilidade de cada contribuinte. Caso o contribuinte já tenha efetuado o pagamento da taxa com o valor incorreto, ele deverá procurar o 3º GBM (Niterói) e solicitar a restituição por meio de um processo administrativo.





terça-feira, 26 de julho de 2016

TODA A ATENÇÃO É POUCO. FUTURO DOS MILITARES EM JOGO

Governo faz estudos para incluir militares na proposta de regime único de previdência





O secretário-chefe da Casa Civil da Presidência da República, Eliseu Padilha, confirmou nesta segunda-feira que o governo federal pretende apresentar ao Congresso Nacional proposta de regime único para a Previdência Social que agregará contribuintes civis e militares. Segundo Padilha, as condições para que o projeto seja enviado à tramitação está sob análise de técnicos do governo.

Os ministérios do Planejamento e da Fazenda, ao lado da Casa Civil, e integrantes do grupo de trabalho (grupo criado com a finalidade de enviar propostas para a reforma da previdência) estão cuidando disso. O pedido foi do presidente (em exercício) Michel Temer. O pessoal já começou a se dedicar para ver quais são as variáveis para pensarmos em um regime único, e o tempo necessário para isso — disse Padilha em entrevista à Agência Brasil.

Se o regime é único, é essa a ideia do presidente (incluir militares e civis). Mas ainda é uma ideia muito embrionária, concluiu.

O tema causa polêmica entre os membros das Forças Armadas. Em vídeo institucional ao assumir o Ministério da Defesa, o ministro Raul Jungmann prometeu “defender” o interesse dos militares diante da possível mudança na previdência. Hoje, os militares entram na reserva ou são reformados e seguem sendo pagos em regime diferenciado à Previdência Social.

Comandante do exército pontua algumas diferenças que a vida militar impõe que não permite uma paridade com os demais servidores.
Fonte: Extra Online



SOS BOMBEIROS: O ponta pé inicial para mudanças na previdência dos militares foi dado. Com um discurso de que é apenas um estudo, se piscarem, quando verem já foi tudo alterado. O exército brasileiro já perdeu inúmeras prerrogativas, e essa da previdência será observada por todos os Estados na intenção de seguirem no mesmo vácuo.

Sabemos de todas as dificuldades dos Estados, mas não podemos ficar desatentos às intenções dos que nos veem como um peso na hora de remunerar, mas no momento do sufoca é aos militares que clamam. Uma coisa é clara, a atividade militar não se compara com as outras funções, por isso, um estudo visando unificar é bastante preocupante.

segunda-feira, 25 de julho de 2016

PÚBLICO DA OLIMPÍADA TEM MAIS AMBULÂNCIAS Á DISPOSIÇÃO QUE O RESTANTE DO ESTADO DO RJ




Enquanto a Secretaria estadual de Saúde (SES) do Rio perdeu quase a metade da frota de ambulâncias em 2016, o socorro nos Jogos Olímpicos estará garantido com frota maior do que a que atende à toda a população do estado do Rio. Em crise, a SES está, desde fevereiro, sem contrato com a empresa de manutenção dos veículos. Assim, a frota diminuiu de 46 ambulâncias, em dezembro, para 26, desde o mês passado. Das 20 fora de uso, 13 estão quebradas e sete foram descartadas por, segundo a secretaria, estarem velhas.

Já para os Jogos, o governo federal comprou 146 ambulâncias por R$ 42 milhões. A União ainda gastará mais R$ 20 milhões pela operação, cuja licitação foi feita pela SES, responsável pela fiscalização do serviço. A família olímpica e o público esperado somam cerca de 7 milhões de pessoas — uma ambulância para cada 48 mil pessoas.

Já o estado do Rio tem as 26 ambulâncias da SES e mais 68 controlada pela Secretaria estadual de Defesa Civil, mas cuja manutenção é paga com dinheiro federal. Somadas, são 94 ambulâncias para 16 milhões de habitantes — a proporção cai para um veículo a cada 170 mil pessoas.
O Ministério da Saúde afirmou que, depois da Olimpíada, as ambulâncias “serão redistribuídas pelo país para que possam reforçar a capacidade de atendimento, tornando-as um legado dos Jogos”.


Frota será de uso exclusivo da Olimpíada

O edital de contratação das ambulâncias, realizado pela SES, define que as 146 ambulâncias são de uso exclusivo dos envolvidos dos Jogos Olímpicos. De acordo com o texto, “os atuais serviços de remoção de urgência do estado estão e estarão empenhados no socorro de rotina da cidade, que terá um grande aumento da população flutuante, sendo incapaz de atender esta enorme demanda específica e de curta duração”.

A contratação ainda é justificada no edital pela necessidade de “uma resposta operacional eficaz e eficiente, por parte da Secretaria estadual de Saúde, objetivando a remoção ágil e confiável para tratamento definitivo da população alvo”.

R$ 1 milhão em dívida com firma de manutenção

O estado do Rio está sem contrato de manutenção desde fevereiro para a frota de ambulâncias por falta de dinheiro. A Peça Oil, que realizava esse serviço, ainda tem cerca de R$ 1 milhão para receber dos cofres públicos. A SES informou que, em janeiro — quando o atual secretário, Luiz Antônio de Souza Teixeira Júnior, assumiu —, todas as ambulâncias estavam sem funcionamento.

Ainda de acordo com a pasta, “está em andamento processo licitatório para a contratação de serviços de manutenção de veículos, o que inclui as ambulâncias”.

A empresa Sistema de Emergência Médica Móvel do Rio de Janeiro foi a vencedora da licitação para operar as ambulâncias durantes os Jogos Olímpicos. A firma deverá garantir o abastecimento dos veículos, repor os medicamentos e insumos, fornecer os profissionais e a segurança dos veículos. Além disso, também deve fornecer seis veículos com motorista, 24 horas por dia, para a coordenação e supervisão do serviço pela Secretaria estadual de Saúde.

Fonte:http://extra.globo.com/noticias/rio/publico-da-olimpiada-tem-mais-ambulancias-disposicao-que-restante-do-estado-do-rio-19771471.html

SOS BOMBEIROS: Essa é a importância que a população da cidade olímpica tem para o governo.

OLIMPÍADAS SEM APOIO DA POPULAÇÃO E DOS SERVIDORES DO ESTADO

Servidores do Estado protestam em Copacabana num dos pontos turísticos da cidade mais badalado: Hotel Copacabana Palace


Servidores protestaram em Copacabana contra gastos com a olimpíada.No fim da manifestação, um grupo de professores colou adesivos e rabiscou com giz o monumento olímpico

Rio - Cerca de 150 servidores protestaram em frente aos aros olímpicos, em Copacabana, Zona Sul do Rio, na manhã deste domingo. No ato, os funcionários públicos reclamam de atrasos de salário e dos gastos com obras nos Jogos Olímpicos.


O protesto se manteve pacífico mas no fim cerca de 20 professores colaram adesivos e picharam com giz o monumento dos aros olímpicos. No momento da ação dos professores, muitos turistas estavam em volta dos aros olímpicos para tirar foto e ficaram bastante incomodados com a manifestação que estava ocorrendo. A Guarda Municipal foi chamada mas não reprimiu a ação já que era pequena a movimentação. 
Fonte: O Dia Online







SOS BOMBEIROS: Não está passando em branco toda essa covardia e roubalheira que o governo vem praticando contra a população, e deixando a conta para os servidores pagarem. O manifesto pode não ter sido vultoso, porém o somatório dos pequenos manifestos e problemas com as olimpíadas, que já começaram, representa toda insatisfação e falta de apoio de nosso povo.

A IRA DO PMDB CONTRA NOSSO REPRESENTANTE

Compreendam as motivações para que a Delegacia Fazendária, ou melhor, DELEGACIA DO GOVERNO (que faz todos os serviços sujos para criminalizar àqueles que veem como seus adversários) seja utilizada contra quem se coloca em seus caminhos.


Delegada titular: Renata Araújo dos Santos

Destaque: Criminaliza em seus inquéritos os manifestantes (professores, garis, estudantes, entre outros) que lutam por melhores salários e condições de trabalho.

Volume de inquéritos que estão atuando: Atualmente só existe um em toda a delegacia, o do vereador Marcio Garcia.

Modus operandi: Alimenta a mídia comprada com trechos de depoimentos vazados irregularmente para direcionar a opinião pública segundo seus interesses.


Em destaque a delegada Renata dos Santos
Fonte: http://midiacoletiva.org/policia-tenta-confrontar-o-poder-politico-que-defende-ha-mais-de-200-anos/

As razões para tanto empenho em denegrir a imagem do vereador, dando a ele destaque digno a grandes adversários políticos "colocar na CAPA do jornal um depoimento sem provas, como suposta verdade, passando a mensagem de uma condenação" é porque dentre muitos posicionamentos de Marcio Garcia, e em especial uma das últimas matérias que colocou em seu blog, ajudou a propagar o esquema de capitação de recursos para campanhas de políticos do PMDB, expondo um ponto sensível do grupo. Tema que não ganhou destaque na mesma mídia. 

Nesta matéria é revelada as investigações do ministério público estadual (fonte: nenhuma mídia de grande circulação) que apontam para desvio de dinheiro público através daquela modalidade já conhecida: empreiteiras sendo contratadas sem licitação; e também empresa da família de deputado, líder do PMDB, ganhando concorrência para realizar obras das olimpíadas.


Uma das matérias que irou o grupo político do PMDB:






O combate permanece contra os de sempre: 

- Prenderam 439 bombeiros por lutarem por dignidade em 2011; 

- Prenderam em presídio civil de segurança máxima e expulsaram policiais e bombeiros honestos em 2012; 

- Concederam 138 bilhões de reais em isenção fiscal para empresas parceiras de campanhas, levando o Estado a falência;

- Humilham os servidores com os constantes atrasos dos salários, de novembro de 2015 até os dia de hoje (2016); 

- Permitiram que emergências de hospitais referências em sua região fossem fechadas por falta de insumos (atraso no pagamento dos fornecedores) deixando a população abandonada;

- Possuem parlamentares que estão enriquecendo através de suas empresas particulares, prestando serviço para o Estado e Município do Rio na realização de obras para as olimpíadas. 

- É o mesmo grupo político que protagonizou a série "Rio de Janeiro na lama" da TV Record. 



Em fim, é a mesma gangue que oprime a população, rouba o Estado, humilha servidores, passa por cima das leis, se beneficiam de seus crimes e acordos escusos, e que hoje imprime toda sua estrutura de poder para criminalizar nosso representante. 

Estejam preparados, porque esse é apenas o início dos ataques!



Por acaso você viu essa notícia estampada em letras garrafais na capa de algum jornal???


Fonte: http://www.marciogarciarj.com.br/2016/07/justica-mantem-condenacao-de-eduardo.html


SOS BOMBEIROS: De maneira sucinta e objetiva acreditamos ter conseguido dar um norte aos nossos leitores sobre o contexto ao qual todos nós nos encontramos. Lutando, mesmo que sem saber, contra os que só querem nos escravizar.

domingo, 24 de julho de 2016

VOCÊ É A FAVOR OU CONTRA BOMBEIROS LEVAR ACIDENTADOS PARA HOSPITAIS PARTICULARES???

Bombeiros poderão levar pessoas socorridas a hospitais particulares




O Corpo de Bombeiros já poderá encaminhar pessoas feridas em acidentes de trânsito a hospitais particulares, se identificarem que elas possuem planos de saúde. A lei foi sancionada pelo governador em exercício, Francisco Dornelles, no Diário Oficial desta terça-feira (19).



De autoria dos deputados Samuel Malafaia (DEM), Jorge Picciani (PMDB) e Dionísio Lins (PP), o projeto determina que o encaminhamento será feito caso seja possível a identificação imediata da unidade privada mais próxima.

Caso o paciente já tenha sido levado à rede pública, a transferência poderá ser feita mediante autorização médica. Os autores defenderam que a proposta vai contribuir para minimizar a superlotação das emergências dos hospitais da rede pública, garantindo o atendimento às pessoas que não possuem plano de saúde e dependem exclusivamente desses hospitais.
Fonte: Extra Online

SOS BOMBEIROS: Uma lei inovadora, mas que na prática não se sabe se ajudará realmente a prestação de serviço ou criará mais problemas para os socorristas.

Por isso pedimos a você bombeiro que contribua com seus comentários a respeito do tema.

sábado, 23 de julho de 2016

GOVERNO DO ESTADO NÃO CONVENCE STF COM SEUS ARGUMENTOS

STF critica governo estadual do Rio em parecer sobre pagamento a servidores





A íntegra da decisão do presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), ministro Ricardo Lewandowski — que determinou o pagamento do funcionalismo do Estado do Rio até o 3º dia útil do mês seguinte ao trabalhado —, apresenta dura crítica ao governo estadual. No início de seu posicionamento, o ministro concluiu que o Estado “estrangula o modelo social de bem-estar, com a justificativa de enfrentamento do período transitório relacionado a crise”. Lewandowski cobra do Rio prioridade no pagamento “de uma das garantias mais importantes do Estado Democrático de Direito”: o salário. As justificativas do governo nos autos não convenceram o ministro

A Federação das Associações e Sindicatos dos Servidores Públicos do Estado do Rio (Fasp) está confiante na vitória final, após a liminar obtida no STF, determinando o pagamento no 3º dia útil. Segundo Carlos Henrique Jund, advogado da federação, o plenário do tribunal só voltará aos trabalhos após 29 de julho, quando terminará seu recesso. A Procuradoria-Geral do Estado (PGE) já deu entrada num recurso naquela Corte.
Fonte: Extra Online


SOS BOMBEIROS: Governo do Estado não convence a mais ninguém; seus procuradores estão se desdobrando para adaptarem argumentos técnicos que se adequem ao desejo da gestão, porém essa equação não fecha. Não há no estado democrático de direito espaço jurídico para amparar a covardia que esse governo vem fazendo com seus servidores.

O mérito da decisão liminar ainda não foi julgado, mas tudo indica que o governo irá perder essa parada. 

sexta-feira, 22 de julho de 2016

PREOCUPAÇÃO AUMENTA SOBRE PAGAMENTOS APÓS AS OLIMPÍADAS



O governo do Rio de Janeiro é o grande responsável pelo aumento da preocupação sobre o recebimento dos nossos salários após os jogos olímpicos, tendo em vista que não explica como serão feitos.

Os governantes só avisam que têm dinheiro para pagar duas folhas, graças ao dinheiro recebido do governo federal, mas ninguém explica publicamente como ficarão os pagamentos após o término desse dinheiro.

Nós, Policiais Militares, somos muito acomodados, mas outras categorias estão demonstrando tal preocupação.

Tem Policial Militar que acredita que a decisão do STF no sentido de que Dornelles pague até o terceiro dia útil resolveu todos os problemas, quando isso não é verdade.

É importante que cada um de nós saiba que de acordo com as declarações do próprio governo, deveremos receber o pagamento de julho em agosto e o pagamento de agosto em setembro.

Os próximos pagamentos, assim como a primeira parcela do décimo-terceiro salário, continuam sem previsão.

A verdade conhecida é essa: pagamento só até agosto.


Cabe ao governo dar as devidas explicações sobre como nossos pagamentos voltarão à normalidade.

SERVIDORES ESTADUAIS NÃO SE DEIXAM ENGANAR E VÃO A LUTA

Servidores agendam ato para o próximo domingo em frente ao Copacabana Palace




Nas redes sociais, servidores fazem a divulgação de um ato marcado para domingo, dia 24, às 10h, em frente ao Copacabana Palace. O Movimento Unificado dos Servidores (Muspe) tem feito a divulgação do protesto.

O local foi escolhido pela visibilidade que a praia e o hotel têm. O Muspe também se organiza para fazer uma manifestação no Aeroporto Internacional do Galeão.
Fonte: Extra Online

SOS BOMBEIROS: Clima de festa e expectativa de bom desempenho nas olimpíadas só para o governo e algumas mídias compradas. Para a população e os servidores deste Estado o Clima é de luto, de revolta, de insatisfação, e vão mostrar isso para nossos turistas.

A final, esse é um legado dos jogos.


quinta-feira, 21 de julho de 2016

OS INCANSÁVEIS BOMBEIROS DA SAÚDE AVANÇAM EM MAIS UMA ETAPA

Nenhum um passo daremos atrás!!! Esse é o lema dos militares da saúde, que desde o ano passado vem travando uma verdadeira batalha contra o Governo Estadual.


Em mais um capítulo, no dia (19), em outra oportunidade, se reuniram com o presidente da Alerj (Deputado Jorge Picciani) que se comprometeu em ajudar a pressionar o governo a publicar o decreto que normatiza o artigo 5º da lei 7.121/15.


E na continuidade da luta, já no dia seguinte(20), os bravos guerreiros amanheceram na porta do Palácio Guanabara, assim como foi divulgado aqui no portal.




O incomodo foi tão grande, que representantes do governo pediram para que reunissem uma comissão de bombeiros e se dirigissem até a assembléia legislativa, a fim de se reunirem com o líder do governo, representantes da corporação e da própria Alerj para firmarem um acordo a respeito da publicação.

Conforme constatamos na publicação do Deputado Edson Albertassi, chegou-se a um entendimento:

Postado no Facebook do Deputado 21/07/2016
  
SOS BOMBEIROS: Esses homens e mulheres respondem às críticas que recebem dos colegas que não têm a mesma disposição de lutas por melhorias, com mais garra nas batalhas seguinte. Num dia buscaram apoio do presidente da Alerj. No outro foram para a porta do Palácio Guanabara, o que os catapultaram para a sala do líder do governo numa reunião que findou-se com um compromisso do comando e encaminhamento ao governo de publicação do tão batalhado decreto para início de agosto.

Realmente, só nos resta parabenizar a estes incansáveis guerreiros da saúde que não medem esforços para buscar uma correção injusta praticada há anos. E que muitos já não acreditavam mais na possibilidade de mudança. Para esses deixamos aqui um pensamento:

"Não sabia que era impossível. Foi lá e fez"

QUEM NÃO DEVE NÃO TEME

Vereador Marcio Garcia vai ao TJ e coloca a disposição da justiça seu sigilo bancários, fiscal e telefônico.




Rio - O vereador Marcio Garcia (Rede) protocolou no Tribunal de Justiça do Rio, na tarde desta quinta-feira(21), um documento se colocando à disposição da Justiça para qualquer tipo de esclarecimento sobre a denúncia de reter salários de assessores parlamentares. Assim como o DIA publicou nesta quarta-feira, Garcia está sendo investigado pela Delegacia Fazendária.

No documento, o vereador afirmou que abrirá mão dos seus sigilos bancário, fiscal e telefônico e negou as acusações. Garcia afirma que "não tem nada a esconder e não praticou qualquer ato ilícito".

"Meu patrimônio é bastante modesto. Moro em Pilares, com minha mulher e filho num apartamento de 70 metros quadrados, financiado em 35 anos pela Caixa. Meu carro é um Astra 2006. Não tenho motivo para temer absolutamente nada. Minha vida sempre foi transparente e de muita luta, ao contrário do grupo político que me persegue, cujas lideranças são investigadas por enriquecimento ilícito na Operação Lava Jato", disse o vereador.


SOS BOMBEIROS: Melhor do palavras e discursos são atitudes.

MANDATO DO VEREADOR MARCIO GARCIA SOB INVESTIGAÇÃO

Depois de mais de três anos e meio de trabalhos e lutas, eis que surge, há 26 dias das próximas eleições, uma denuncia contra o vereador Marcio Garcia. O que te pareces???




SOS BOMBEIROS: Já estamos calejados e maduros o suficientes para não se desesperar e nem fazer julgamentos precipitados. 

Muito estranho há poucos dias das eleições, um parlamentar que não tem acordos, nem parcerias com o sistema político dominante, que combate, mesmo antes de ser parlamentar, as injustiças e a falta de dignidade tornar-se alvo de uma investigação a essa altura do campeonato.

A princípio por todos esses anos de trabalho comprovado e dedicação na defesa dos interesses dos seus eleitores, principalmente dos agentes de segurança (bombeiros e policiais militares e guardas municipais), o vereador Marcio Garcia goza da confiança e credibilidade dos mesmos. Além do que, certamente ainda no dia de hoje (21) ele trará algum esclarecimento a respeito das motivações que estão por de trás do discurso e da notícia midiática.

Estamos no aguarde desta comunicação vereador.


Atualização

Áudio do Vereador Marcio Garcia respondendo a um eleitor:


terça-feira, 19 de julho de 2016

BOM DIA GOVERNADOR!!! DIA 20/07 ÀS 09H, NA PORTA DO PALÁCIO GUANABARA

O Caldo entornou! Depois de inúmeras idas à ALERJ, muitas vitórias e também frustrações, pois o governo não fez o combinado publicando o decreto referente ao reescalonamento do nosso interstício, os bravos "spartas" da saúde, no dia de ontem (12/07) foram até a porta do Presidente da ALERJ, Jorge Picciani, com palavras de ordem, exigirem uma posição do mesmo. Saíram com uma reunião marcada para o dia 19/06 às 14h na Alerj e com um ato que será um "bom dia" para o governador na próxima quarta-feira dia 20/07 as 09:00h!!!! 




Aos bravos que permaneceram até o final presenciaram que só vamos conseguir na pressão, portanto convocamos a todos os bravos da saúde que compareçam lá para juntos pressionarmos.

CUMPRA-SE O ART. 5° DA LEI 7.121/15!!! UNIDOS SOMOS MAIS FORTES AINDA!!! OPERANDO DEUS NINGUÉM IMPEDIRÁ !!!!




SOS BOMBEIROS: Mais um dia de batalhada travada por esses guerreiros incansáveis da saúde; mais uma lição de determinação, garra e perseverança. 

O chamado já foi feito, agora é só montar o exército para uma grande batalha no campo do adversário; mas não temam porque juntos já provaram que são fortes.


segunda-feira, 18 de julho de 2016

COMANDO GERAL DO CBMERJ É O PRIMEIRO A FAZER POLITICAGEM COM A CORPORAÇÃO

Prefeitura do Rio inaugura Policlínica dos Bombeiros com obras inacabadas e pacientes ficam sem atendimento. Mais uma jogada política envolvendo o ilustre comandante geral Cel Alcântara, depois quer atirar pedras chamando os outros de politiqueiros. Como se chama isso que foi feito da policlínica???


Por Claudia Freitas 
A nova Policlínica do Corpo de Bombeiros no Campinho, na Zona Norte do Rio de Janeiro, inaugurada há 46 dias, está de portas fechadas e não realizou nenhum atendimento até o momento. A unidade médica militar foi construída pela Prefeitura em substituição à antiga Policlínica da corporação, desativada para obras dos Jogos Olímpicos na região. No entanto, a nova estrutura não teve as suas obras finalizadas e está inabilitada ao funcionamento por falta de instalações elétricas, não possui alvará e o aparelho de Raio X não cabe na sala destinada à realização do exame, entre outras deficiências.


Na imagem acima: Cerimônia de inauguração da Policlínica dos Bombeiros, em Campinho, na Zona Norte do Rio de Janeiro (Foto/Divulgação) Cel Alcântara todo serelepe com o circo armado

A denúncia foi feita por usuários da antiga Policlínica que ficaram órfãos das consultas especializadas e tiveram os seus tratamentos interrompidos. Revoltados com a situação, eles contam que os médicos foram transferidos para outras unidades médicas da corporação no município do Rio e Região Metropolitana, mas nem a Central de Atendimento dos Bombeiros sabe informar os locais onde aos especialistas estão clinicando. Os denunciantes pediram para não serem identificados na reportagem, por temer punições.

As novas instalações foram inauguradas no dia 31 de maio pelo então secretário Executivo do Governo municipal, Pedro Paulo Carvalho (PMDB), no seu último dia de gestão na pasta. A cerimônia foi marcada pela entrega de placa de homenagem pelo comandante-geral do Corpo de Bombeiros do Rio (CBMERJ), coronel Ronaldo Alcântara, ao ex-secretário Pedro Paulo, atualmente afastado do cargo para disputar a sucessão municipal. No seu discurso, Pedro Paulo enfatizou as melhorias feitas pelas obras idealizadas pela Prefeitura, incluindo o novo ambiente para realização de Raios X e ultrassonografia. O custo total da construção da Policlínica foi de R$ 4.426.143,01, de acordo com o portal do Governo.

A policlínica foi inaugurada pelo ex-secretário Executivo do Governo municipal, Pedro Paulo Carvalho (PMDB), no seu último dia de gestão. Denunciantes afirmam que falta alvará, instalações elétricas e equipamento não cabe na sala de exame. Segundo os pacientes da antiga Policlínica, o atendimento médico era o melhor possível e os tratamentos seguiam uma regularidade que foi interrompida. Eles temem não conseguir acompanhamento médico em outras unidades da corporação, que já estão sobrecarregadas.

“O meu pai estava se tratando por causa de um glaucoma e oftalmologista foi transferido para não sei onde. Já liguei para a Central de Atendimento e eles não sabem dizer para qual clínica ou hospital ele foi transferido. Com isso, os exames do meu pai estão prontos e aguardando por uma avaliação e prescrição de medicamentos. O tempo está correndo e daqui a pouco os exames estarão vencidos. E o estado de saúde dele pode piorar”, conta um bombeiro.

Uma fonte ligada ao Corpo de Bombeiros afirma que as transferências dos médicos tiveram início logo após a inauguração e a policlínica nunca teve permissão para funcionar, uma vez que a licença de alvará ainda não foi emitida. Além disso, a fonte confirma que as instalações elétricas não foram feitas e algumas reformas serão necessárias, como a do setor de Raios X, que não foi projetada para receber o equipamento.

“Faltou planejamento, respeito aos profissionais que estão sendo transferidos dos seus postos de trabalho para lugares distantes e, principalmente, cuidado com os pacientes que tiveram que parar seus tratamentos e nem uma orientação adequada estão recebendo”, avalia a fonte.

O major do Corpo de Bombeiros e vereador Marcio Garcia (REDE) critica a postura da Prefeitura na entrega de mais um legado olímpico “questionável”, como vem acontecendo com muitas outras obras no Rio tendo em vista a Olimpíada.

“Os bombeiros tiveram a Policlínica do Campinho destruída para intervenções ligadas aos Jogos Olímpicos e de prêmio receberam uma estrutura inacabada, inaugurada às pressas para dar mérito ao candidato do partido do prefeito”, critica o parlamentar.

Garcia acredita que a entrega da Policlínica teve motivação exclusivamente política, mas que a categoria já tem “maturidade de sobra” para rechaçar este tipo de “manobra eleitoreira ultrapassada e baixa”.

“O maior absurdo que eu observo é o comandante da corporação [se referindo ao coronel Ronaldo Alcântara], que sempre foi um crítico ferrenho ao comportamento mesquinho de certos políticos, permitir que o Corpo de Bombeiros e a imagem do secretário de Defesa Civil sejam usados com esta finalidade”, acrescenta o vereador.

Ao tomar conhecimento das denúncias, o vereador Paulo Pinheiro (PSOL) disse que o seu gabinete vai emitir à Casa Civil do Executivo municipal requerimento com pedido de informações envolvendo a construção da Policlínica dos Bombeiros. O parlamentar também quer buscar explicações junto ao Corpo de Bombeiros sobre os motivos da unidade médica ainda não estar funcionando, já que foi inaugurada em maio.

“O Corpo de Bombeiros precisa reclamar [com as autoridades competentes] se a Policlínica realmente não está funcionando por causa de obras inacabadas. Estranha esta situação, temos que investigar estas denúncias e entender o que está acontecendo em torno deste investimento”, considerou o vereador.

A inauguração da Policlínica com as obras inacabadas foi alvo de crítica do vereador Babá (PSOL), que também recebeu as denúncias. “Vem sendo frequentes as ações eleitoreiras e de fachada do PMDB, várias delas denunciadas como crime eleitoral pela fiscalização do TER [Tribunal Eleitoral Regional]. Fazem publicidade até do que não existe”, disse o parlamentar.

O Portal VIU ONLINE entrou em contato com a Prefeitura do Rio e com o Corpo de Bombeiros para buscar esclarecimentos dos fatos apurados. Até o fechamento desta reportagem os órgãos não deram retorno às nossas ligações e e-mails.
Fonte: Viuonline

SOS BOMBEIROS: Mais uma vez fica patente que os comandantes de nossa corporação não têm a menor autonomia para se posicionarem em relação aos mandos e desmandos dos políticos. São como fantoches nas mãos dos governantes, por isso não têm nenhuma moral para se dirigirem a tropa para falar sobre as aspirações políticas da mesma.

Vivem a dizer que não se metem em politicagem, que a corporação não é política, mas na prática quando uma eleições se aproxima são os primeiros a abrirem as pernas para armarem o circo do apoio "velado" ao candidato do governo. E o pior, MENTEM, prejudicam os usuários do sistema de saúde, ludibriam, utilizam-se de falácias para anunciarem propaganda enganosa. 

Por essas e outras que a cada ano se agrava a crise de liderança em nossa instituição e a influência de seus comandantes junto a tropa e cada vez menor.