quarta-feira, 31 de agosto de 2016

NA CIDADE DO RIO DE JANEIRO VOTE COM MARCIO GARCIA - 18.193

COMPROMISSOS:



Continuar mantendo a postura incondicional na luta das pautas ao lado dos bombeiros; representando os nas três esferas de governo (poderes executivo, legislativo e judiciário) os interesses e demandas dos bravos, disponibilizando equipe do mandato, e prestígio deste, na defesa dos interesses da coletividade.

- Continuar submetendo o mandato estritamente à vontade dos bombeiros e demais eleitores, que diretamente, por meio das diversas formas de contato, ou indiretamente (através das lideranças naturais ou fomentadas pelo mandato) me ajudam a construir um norte dando utilidade e força a esta ferramenta política.

- Se manter firme na função de porta voz dos bombeiros, que por conta do regulamento não podem manifestar publicamente sua opinião.

- Continuar mantendo relação com os meios de comunicação para sempre que necessário garantir a visibilidade pela sociedade de fatos de interesse dos bombeiros.

- Continuar mantendo permanentemente canal de diálogo e negociação com todas as autoridades políticas a fim de representar os interesses da classe;

- Seguir estimulando a união entre praças e oficiais, independente da QBMPs (praças) ou Quadro (oficiais), a fim de fortalecer a categoria;

- Manter o estimulo e fomento ao amadurecimento político dos bombeiros, para que gradativamente todos possam entender a importância da mobilização política, e a importância que cada um tem no processo de luta política.

Resumindo... Me comprometo a continuar sendo mais um soldado nessa guerra, um soldado com tarefas diferentes, prerrogativas e responsabilidades diversas, mas apenas mais um soldado a serviço do bem estar e fortalecimento da família bombeiro militar e corporação.

Grande abraço, nos vemos na próxima batalha, dia 02 de Outubro, na urna de votação. Não esqueça! Aqui no Rio, somos todos bombeiros, somos 18.193 (Marcio Garcia).


MEDIDAS JUDICIAIS SÃO TOMADAS PARA GARANTIR SALÁRIO DE SERVIDOR

Justiça ordena apreensão da folha de agosto dos servidores do Estado do Rio para garantir salários no 3º dia útil



Em decisão do fim da tarde desta terça-feira, o juiz Leonardo Grandmasson Ferreira, da 8ª Vara de Fazenda Pública do Estado do Rio, determinou a apreensão imediata da folha de pagamento dos servidores públicos do Estado. O magistrado atendeu a pedido da Federação das Associações e Sindicatos Dos Servidores Públicos do Estado do Rio (Fasp), na ação que cobra o depósito dos salários dos 460 mil servidores até o 3º dia útil.

Grandmasson registrou na sua decisão a “teimosia” do Estado em não cumprir as decisões deferidas com o intuito de pagar os salários dos servidores. O juiz pediu que a Secretaria de Estado de Planejamento envie os dados da folha de agosto, como os números das contas bancárias.

Segundo o advogado da Fasp, Carlos Henrique Jund, a intenção é ter todos os dados em mãos para, no 3º dia útil, avaliar quais servidores estão com seus salários em mãos, e quais estão no aguardo. Caso exista pendências na folha, será requerido o arresto das contas públicas.

Confira a decisão do juiz na íntegra:

Considerando que a data limite para pagamento da folha de agosto/2016 se aproxima, bem como o histórico de recalcitrância do Estado em cumprir a decisão judicial emanada deste juízo, determino desde já a busca e apreensão das informações referentes à folha de pagamento de agosto/2016 dos funcionários ativos, inativos e pensionistas, (...) devendo ainda a Seplag informar os dados bancários dos servidores para fins de pagamento.
Fonte: Extra Online

SOS BOMBEIROS: Agora não tem mais pra onde correr! Até a última instância (STF) também já determinou o mesmo. Dornelles vai ter que dá um jeito.

terça-feira, 30 de agosto de 2016

SALÁRIOS DOS SERVIDORES DA SEGURANÇA PÚBLICA SERÃO PAGOS ATÉ QUARTA FEIRA. SERÁ???


Ainda usando parte dos R$ 2,9 bilhões repassados pelo governo federal ao Estado do Rio para investimentos em Segurança Pública durante o período da Olimpíada, o governo pagará, até amanhã, os salários integrais dos servidores ativos e dos inativos das policias Civil e Militar e do Corpo de Bombeiros, além de agentes penitenciários. Os pensionistas dessas categorias, porém, não deverão receber agora. A informação foi confirmada pela Secretaria estadual de Fazenda. A ordem de pagamento será feita ainda hoje. Mas, em virtude do trâmite bancário, os salários somente deverão estar nas contas amanhã.

A medida de antecipar os vencimentos da Segurança Pública segue o que foi feito nos últimos quatro meses. Com a folha de maio — que, por sinal, foi parcelada — o restante dos rendimentos foi pago antes aos agentes da pasta. Em junho e julho, os servidores também tiveram os salários “antecipados”.

Para os demais funcionários públicos estaduais, a tendência, segundo responsáveis pelos órgãos da administração, é a mesma do pagamento de julho (depositado em agosto): o escalonamento conforme as carreiras. Até o dia 5, data máxima de pagamento em virtude da decisão do Supremo Tribunal Federal (STF, ordenando o pagamento no 3º dia útil), o governo deverá priorizar a Procuradoria Geral do Estado (PGE), agentes ligados à arrecadação, ao Planejamento, à Educação e à Saúde.


Leia mais: http://extra.globo.com/emprego/servidor-publico/estado-do-rio-salarios-dos-servidores-da-seguranca-serao-pagos-ate-quarta-feira-20015169.html#ixzz4IojRc3ZH

segunda-feira, 29 de agosto de 2016

SECRETÁRIO QUER PAGAR SERVIDOR ESTADUAL ATÉ O 3º DIA ÚTIL, MAS ADMITE FALTA DE RECURSOS. SITUAÇÃO VAI PIORAR EM NOVEMBRO.


Um mês após assumir a Secretaria estadual de Fazenda, o contador Gustavo Barbosa se acomodou na cadeira da sala de reuniões para anunciar que cumprirá a decisão do Supremo Tribunal Federal (STF) — concedida por meio de uma liminar proferida pelo presidente da Corte, Ricardo Lewandowski — de que o pagamento dos salários dos servidores estaduais seja feito até o 3º dia útil do mês seguinte ao trabalhado (em vez do 10º). Mas revelou desconforto ao admitir que, hoje, ainda não há dinheiro em caixa para isso. Barbosa confirmou que o socorro federal de R$ 2,9 bilhões — dinheiro liberado para a Olimpíada — vai durar apenas quatro meses, ou seja, até a folha de outubro, paga em novembro. Depois disso, ele diz não saber como ficarão os pagamentos do funcionalismo. Para ele, é necessário aumentar a idade mínima de aposentadoria, já que a maioria dos servidores pertence à classe média, que tende a viver mais.

Qual é a real situação das contas do estado?
Com a minha chegada, infelizmente, não veio mais dinheiro. Temos acumulado perdas de arrecadação desde 2015. A receita vem declinando, apesar do aumento das alíquotas de imposto aprovadas na Alerj (Assembleia Legislativa).

É possível estimar?
Infelizmente, no mês de julho, houve uma frustração de receita de 10%, de pouco mais de R$ 300 milhões. Se, por um lado, você tem uma receita que declina, por outro a despesa é quase incomprimível. Obviamente, aqueles R$ 2,9 bilhões (dinheiro da União para socorro às finanças do Estado do Rio) desoneraram a atividade da Segurança Pública (permitindo usar o dinheiro em caixa para outros fins).

Há dinheiro hoje em caixa para pagar os servidores?
Não. Todo dia pinga. Hoje, não temos dinheiro, mas a expectativa é que consigamos arrecadar o suficiente. Agora, se vamos parcelar (os salários) ou não... Não posso falar que sim nem que não.

O que o funcionalismo pode esperar até o fim do ano?
Há uma determinação do Supremo Tribunal Federal, e vamos sempre procurar respeitar o que este determina.

E a folha de agosto, que será paga agora em setembro?
Vamos buscar cumprir a determinação do ministro (Ricardo) Lewandowski.

E o 13º salário? O governo vai parcelar novamente o abono?
Não posso adiantar nada sobre isso, porque estamos buscando alternativas.

Como é a negociação para liberar recursos para as secretarias?
Todos falam que estou numa posição muito ruim. Eu acho que quem está numa posição ruim é o secretário de ponta. É o Luizinho (Luiz Antônio de Souza Teixeira Júnior, secretário de Saúde), o Beltrame (José Mariano Beltrame, secretário de Segurança Pública) e o Wagner Victer (secretário de Educação). Quem enfrenta um hospital é o Luizinho. O secretário Beltrame diz: “Poxa, você não pagou o salário do soldado”. Eu tenho que ouvi-lo, ainda que seja para falar que não temos dinheiro.

Há alternativas para elevar a arrecadação estadual?
A venda da folha de pagamento dos servidores (para um banco) está programada para o ano que vem. Este ano, já finalizamos o processo (ao estender o contrato firmado com o Bradesco, por R$ 250 milhões já pagos pela instituição financeira). Também há a venda de ativos imobiliários. O Estado colocou os ativos no Rioprevidência. Vendemos 23 imóveis, arrecadando quase R$ 20 milhões. São R$ 20 milhões a menos que se exigirá de caixa para pagar aposentadorias e pensões. Outra alternativa é a securitização da Dívida Ativa (venda dos débitos que o governo tem a receber por um valor mais baixo, para instituições interessadas em assumir a cobrança dos devedores).

Há data para que isso seja feito?
Dependemos do Congresso. Hoje, somente poderiam ser objeto de securitização dívidas que forem parceladas.

 E as não parceladas? 
Para um orçamento de R$ 50 bilhões, você tem um custeio de R$ 4,5 bilhões por ano. Estamos fazendo reduções. Quanto ao servidor ativo, ao inativo e ao pensionista, não se pode fazer nada. Os comissionados representam uma despesa de R$ 400 milhões por ano, de uma folha de R$ 41 bilhões, ou seja, equivalente a 1%. A outra despesa é a dívida do Estado do Rio com a União e com os outros credores, em torno de R$ 9,5 bilhões.

Sobre a venda da folha, qual é a expectativa de receita?
Eu prefiro não dar um valor. A portabilidade (possibilidade de o servidor transferir o salário de um banco para o outro) trouxe um redução de valor de ativo. Da primeira vez que se negociou a folha, a venda foi fechada pelo valor maior. A nova transação será feita no meio do ano que vem.

Há prioridades de pagamento?
Há para o servidor. Tentamos administrar os poucos recursos, dentro de pastas essenciais, que são as de Saúde e Segurança. O Fundeb (Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica e de Valorização dos Profissionais da Educação) tem pago parte dos salários da Educação, mas o custeio é nosso. São áreas sensíveis, que recebem o maior volume de recursos. Pode parecer que não, mas o servidor público, desde o ano passado, tem sido priorizado. Temos fornecedores que estão sem receber há meses.

Quanto foi aplicado da ajuda federal de R$ 2,9 bilhões?
Tem uma destinação específica que é a Segurança, inclusive a folha (de policiais civis e militares, além de agentes penintenciários). Isso propiciou ter uma estabilidade para o pagamento dos (demais) servidores, porque estamos conseguindo liberar recursos.

Esse dinheiro dura até quando?
Podemos dizer que em torno de quatro meses, desde que chegou, em julho.

E depois desses quatro meses?
Buscamos trabalhar com a redução de despesas e o aumento de receitas. É difícil dizer, neste momento, como será atender à demanda do ministro do Supremo daqui a quatro meses.
Tivemos o episódio de o governo escolher quem pagaria primeiro, depositando os salários dos ativos e deixando de lado os inativos. 

O modelo vai se repetir?
Aquela decisão foi de governo. Não posso dizer se vai repetir. Houve muitas críticas da população. Quando se decide, não se tem o objetivo de fazer maldade. É a completa escassez de recursos. Eu sei que não foi algo que deixou todo mundo satisfeito. Vamos buscar ser o menos danoso para o servidor. Se erramos ou não, enfim, é difícil dizer agora.

E o parcelamento dos salários?
Não dá para falar que vai ou que não vai acontecer.

Há lista de credores a priorizar?
Não, o que se prioriza é a pasta. A pasta de origem é que determina a prioridade. Você tem R$ 100 e manda R$ 30 para a pasta. Ela vai ter capacidade de decidir como serão usados.

E a proposta de reforma da Previdência para o funcionalismo?
Sou favorável. O governo fez uma reestruturação em seu sistema com a auditoria de benefícios e a redução de mais de R$ 1 bilhão, nos últimos três anos. No Estado do Rio, a pessoa se aposenta, em média, aos 56 anos. O servidor é classe média. Essa classe média vai viver mais 25 anos com benefício previdenciário.

O que acha da idade de 65 anos?
Acho bastante razoável. O Brasil, hoje, para a classe média, tem uma perspectiva de vida muito parecida com as de países de primeiro mundo. Lá fora, a grande maioria já está em 65 anos, alguns em 67 anos.

E o duodécimo? Será reduzido?
Há uma redução de valor (repassado mensalmente) para cada Poder, porque é vinculado ao valor orçado para todo o Estado. Não é objetivo, mas consequência.

Qual é o valor?
Nós mandamos uma previsão de orçamento com déficit de R$ 17 bilhões. Não se resolve déficit de um ano para o outro.

A revisão dos royalties sai este ano ainda?
Isso está sendo discutido com a ANP (Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis).

De quanto?
Cerca de R$ 1 bilhão por ano.




domingo, 28 de agosto de 2016

PRENÚNCIO DE CALOTE DO ESTADO. PMDB/RJ ACABOU COM O RIO

Governo do Rio vai decretar falência



Leia na íntegra
Apertem os cintos: o governo do Estado do Rio vai decretar falência — é, falência mesmo. E até dezembro deste ano.

Ainda não há data fechada, embora o mais provável, claro, é que o anúncio só aconteça depois do segundo turno das eleições municipais.

Numa reunião para discutir os modelos de privatização da Cedae, na noite de quinta, economistas, autoridades do governo estadual e do BNDES falaram da bancarrota do Rio como algo concreto — e próximo.

O encontro aconteceu na Casa das Garças, instituto que reúne as cabeças que melhor entendem de números e de política fiscal.

Certeza

A falência deixou de ser prognósticos de rodinhas de conversas e discursos de sindicalistas.

Agora é assunto debatido por especialistas e gente com conhecimento de causa — e microfone em punho.

O Rio já quebrou.

Dúvida

Agora só resta saber quando será o anúncio.

Fonte: Extra Online


SOS BOMBEIROS: O anúncio deverá ser feito pós eleições municipais, isso para não atrapalhar o partido que quebrou o Estado. 

O PMDB do Rio é o câncer da federação estadual Cabral/Pezão/Dornelles mataram o governo e agora já preparam a estratégia legal para dar aquele calote em todos os servidores, terceirizados, programas sociais e outros mais... A situação é tão crítica que não se dimensiona o tamanho dos danos. Só o nosso agrupamento para nos preservar.

Estamos num momento político importante, que saibamos perceber o contexto e façamos justiça nas urnas. Temos que dar um basta nessa gestão do PMDB/RIO, a começar pela cidade do Rio de Janeiro. 

sábado, 27 de agosto de 2016

MAIS UMA CRISE NO ESTADO. BOMBEIROS SEM COMIDA. EXPEDIENTE TODOS OS DIAS.

Primeiro foi a falta de pagamento à empresa que presta serviços laboratoriais, o que levou a suspensão de exames (O Estado não repassa os recursos do fundo de saúde para o HCAP hà 3 meses...). Depois por falta de pagamento, também suspendeu-se a coleta de lixo hospitalar, sendo o mesmo armazenado de maneira inadequada pelos almoxarifados das unidades. Agora o arresto que as contas da corporação sofreu afetou diretamente a alimentação dos militares, e a solução encontrada para tal problema criado pelo Estado, segundo o comando geral, foi estabelecer meio expediente todos os dias.




SOS BOMBEIROS: Ok, o Estado não tem dinheiro para honrar suas despesas. A justiça retira na marra dos cofres do CBMERJ, principalmente do fundo de saúde, recursos para quitação de algumas obrigações (O fundo de saúde não é do Estado é dos bombeiros, sai do nosso salário, eles não podem fazer isso). Com tais retiradas das contas das unidades as OBM's ficam sem condições de prover alimentação para todos os militares, e quem arca com as consequências é o bombeiro???

Porque agora terão que ir todos os dias para os quarteis, gerando um aumento do gasto com a passagem e/ou combustível, pedágio, terão que custear todos os dias suas alimentações; os que fazem bico para complementar suas rendas terão as vidas virada do avesso, ou seja, essa solução só foi boa para o causador de todos esses problemas, O ESTADO, que aos olhos da população com essas medidas tem o problema maqueado.

O próximo a ser atingido será nossos salário.

sexta-feira, 26 de agosto de 2016

CBMERJ NO PÓDIUM É MEDALHA DE OURO!

É COM MUITA HONRA QUE ANUNCIAMOS UMA GRANDE CONQUISTA DOS ATLETAS DA NOSSA CORPORAÇÃO

Simultaneamente as Olimpíadas, rolava o Campeonato Estadual de Jiu-Jitsu e haviam praças e oficiais do Corpo de Bombeiros militar do Estado do Rio de Janeiro interessados na competição, mas necessitavam de apoio. Nós da associação SOS Bombeiros DIGPREST entendemos o quão é difícil deixar as atividades extras profissionais ou encontrar tempo entre elas para se dedicar a um esporte e por conta disso aceitamos a missão de ajudar os colegas nessa empreitada.


Em similaridade aos atletas militares nacionais que muito bem nos representaram nas olimpíadas informamos humildemente que os nossos colegas, Militares Estaduais Bombeiros, fizeram jus ao investimento, ao nome da corporação, pois vestindo o manto de nossa Associação nossos colegas nos honraram com a mais alta colocação no Pódio.
Preservamos  o anonimato de nossos heróis pois não queremos de forma alguma prejudica-los mas não poderíamos de exaltar mais um feito memorável de bombeiros militares que lutam com dignidade. 
 E no fim, levamos o sonhado ouro,  e todos os militares patrocinados pela associação tiveram boas colocações...


Para nós, mais uma conquista, para o atleta, o reconhecimento do seu esforço no pódio, um lugar no alto o espera, nosso nome carregado nas costas, o ouro carregado no peito, o coração carrega a maior emoção que um atleta pode sentir e a mente carrega a certeza de mais uma missão cumprida, o orgulho de ser atleta e o orgulho se ser bombeiro...

       Parabéns aos bravos! Nos encheram de orgulho.

ASSOCIAÇÃO SOS BOMBEIROS(DIGPREST)

Rua: Dias da Cruz nº 155 cobertura II  - Méier

Aberta de 10:00h às 12:30 e de 13:30 às 18:00h 

E-mail: associacaososbombeiros@gmail.com

Tel: (21) 3106-6891


SAUDAÇÕES AOS NOVOS OFICIAIS DA CORPORAÇÃO - CHOAE/2016

Numa sexta-feira(26) quente e ensolarada se deu a formatura do Curso de Habilitação ao Oficialato Administrativo e Especialista/2016. Uma bela formatura para abençoar o início de uma nova trajetória destes homens e mulheres que galgaram mais um degrau na carreira profissional.




SOS BOMBEIROS: Parabenizamos a cada um formando por mais essa vitória pessoal, e dos que sempre os apoiaram. 

Que essa nova etapa seja repleta de oportunidades em que os senhores façam a diferença para o engrandecimento da corporação e união no seio da tropa.

Sucesso, paz e justiça os sigam.

terça-feira, 23 de agosto de 2016

MAIS UMA CRISE AFETA O CBMERJ, AGORA COM RISCO DE CONTAMINAÇÃO

A crise que atinge alguns setores do CBMERJ já é mais que sabido principalmente os setores cujos serviços são realizados por empresas terceirizadas.

Recebemos a denuncia que as empresas de coleta de lixo hospitalar e esterilização, RODOBAN e FBFarma, deixaram de prestar serviços ao CBMERJ. Com isso onde funciona no CSM o Almoxarifado da ASE's virou também um grande depósito de lixo. Essa atitude expõe a fragilidade de alguns oficiais médicos. Estão expondo seus militares a tais riscos químicos, biológicos...




SOS BOMBEIROS: Alô Cel Alcântara! Alô Cel Robadey! 

Talvez os senhores realmente não possam resolver essa questão dos pagamentos dos terceirizados, mas com certeza podem zelar para que os bombeiros não fiquem expostos a riscos químicos e biológicos. Deem uma checada no local e no ambiente que estão armazenando esses lixos. E de preferência que não seja em local de acesso dos bombeiros, ou melhor, bem longe da tropa.

Se liga comando!!! 

MAIS UM ANO DE VIDA DEUS LHE CONCEDE

Hoje é o dia dele, do Rei da Selva, mais em nosso meio ele é o Rei da garra, da fibra, da determinação. Estamos falando de uma das figuras mais emblemáticas de nossas lutas. O sincero, amigo e verdadeiro Subtenente Roberson. Pois é... assim quase ninguém o conhece, mais esse é o nome de batismo do valente guerreiro LEÃO DA MONTANHA.





SOS BOMBEIROS: Homem simples, honesto, companheiro e amigo de todos; nosso grande desejo é de que você tenha muitos anos de vida para continuarmos sendo enriquecidos com sua companhia e grandiosidade. 

Deus abençoe companheiro, você e sua família, muitas felicidades e sucesso na nova fase que virá, a reserva remunerada. Mas não nos abandona não. 

Leão da Montanha é história viva do CBMERJ.

segunda-feira, 22 de agosto de 2016

DEPENDENTE COM CÂNCER É OBRIGADA A DEIXAR O HCAP SEM ALTA!

MÃE DE BOMBEIRO QUE DESCONTA FUNDO SAÚDE É CONVIDADA A SE RETIRAR DO HOSPITAL



A senhora Gilvanete Santos de Oliveira de 57 anos de idade, diagnosticada com carcinoma maligno (câncer), passou por diversos exames, consultas e burocracias, percorreu todos os tramites legais exigidos,  para após meses conseguir um leito para sua cirurgia, conforme a guia de internação da imagem ao lado. deu entrada no dia 16 do corrente. Por volta de aproximadamente as 13:00h um leito foi liberado para ela e logo foi conduzida para a sala 212 da ala masculina, sendo a guia de internação assinada e carimbada pelo médico responsável do dia e encaminhada para chefia de enfermagem da ala masculina que passou as orientações básicas sobre o jejum e as refeições que iriam ser servidas e tudo parecia que ia correr bem.

Aproximadamente as 20h30min do mesmo dia(16/08/2016) a visita médica foi realizada por uma oficial de saúde, Tatiana,  que informou o cancelamento da a cirurgia marcada para o dia seguinte dia 17 de agosto 2016, por causa das OLIMPÍADAS, e que a senhora Gilvanete já poderia ir embora naquele momento. Mas não lhe  deram nenhum papel de alta, parecer médico, remarcação da cirurgia etc. Orientada pelo filho a mesma permaneceu até o dia seguinte pois já era noite.
 Na manhã do dia seguinte (17/08/2016), o filho da referida senhora pediu ajuda a diversas pessoas mas as tentativas infelizmente se esgotaram. A senhora recebeu visita dos oficiais médicos cirurgiões responsáveis, Ten BM Caio e Cap BM  Lasmar, disseram não poder fazer a cirurgia pois a "ORDEM VEIO DE CIMA",  e falaram também que por causa da complexidade do caso ela teria que VOLTAR EM SETEMBRO, DEPOIS DO DIA 20, para tentar realizar a cirurgia o mais rápido possível, para que não passasse muito tempo, pois a agressividade da doença poderia aumentar e comprometer outros Órgãos.
Desanimado e preocupado o militar retirou sua mãezinha do hospital.


SOS BOMBEIROS: Como o leitor já conhece, a gente recebe a noticia e investiga tudo e listamos todas irregularidades absurdas nessa história:


1 A senhora foi colocada num leito de enfermaria MASCULINA;

2 A guia de internação foi RECOLHIDA E SUBSTITUÍDA uma nova, em  branco, sem assinatura do médico;

3 Não sabemos o porque mas mesmo com tudo marcado, a senhora chegou as 7:30h da manhã e só aleitou as 13:00h da tarde;

4 Tentaram despachar a senhora do hospital a noite,sem saber das disponibilidades da mesma e não pela manhã após a visita médica, conforme procedimento padrão;

5 Fizeram a mesma assinar o termo de responsabilidade para cirurgia EM BRANCO, conforme imagem abaixo: 

6- A justificativa de não operar uma paciente com câncer é: não pode por causa das OLIMPÍADAS??????

Aí só nos resta perguntar se a mãe do Sr. Diertor Geral de Saúde  ou do CMT Geral seria tratada da mesma forma?

Finalizamos parabenizando a senhora pela coragem, por nos procurar, usando de todos os meios pra lutar e sobreviver e infromamos que faremos o possível para ajudá-la, pois juntos somos fortes e nenhum passo daremos atrás!

domingo, 21 de agosto de 2016

INFORMATIVO DA ASSOCIAÇÃO

COMUNICAMOS QUE A ASSOCIAÇÃO SOS BOMBEIROS (DIGIPREST) NÃO FUNCIONARÁ NOS DIAS DOS PONTOS FACULTATIVO DECRETADOS PELO GOVERNO EM VIRTUDE DOS JOGOS.

POR CONTA DISSO EXCEPCIONAMENTE NÃO FUNCIONAREMOS NOS DIAS 05, 18 E 22 DE AGOSTO.

ASSOCIAÇÃO SOS BOMBEIROS(DIGPREST)

Rua: Dias da Cruz nº 155 cobertura II  - Méier

Aberta de 10:00h às 12:30 e de 13:30 às 18:00h 

E-mail: associacaososbombeiros@gmail.com

Tel: (21) 3106-6891



sexta-feira, 19 de agosto de 2016

PARABÉNS SUBTENENTE PASSOS

Amanhã, dia 20, a partir das 13h, você e sua família estão convidados pelo subtenente Bm Passos, do 1/8 DBM - Realengo para comemorar mais um ano de vida que Deus lhe concede.



Passos, ou China para alguns, é um bombeiro muito bem quisto na corporação e também pelos amigos que fez por onde passou ao longo de muitas primaveras. Sua maior alegria é poder comemorar junto com todos, afinal são esses laços que levamos dessa vida passageira.

Local: Rua Santa Cecília, 64 Bangu. Esquina da Rua Abaeté

SOS BOMBEIROS: Desde já nós do movimento dos bombeiros queremos parabenizar este guerreiro que mesmo quase completando sua carreira, se engajou de forma destemida nas manifestações, foi preso com os 439, e permanece firme no propósito de busca pela dignidade de sua família e companheiros. A ele nossas continências e respeito.

Parabéns por mais um ano de vida. 

APÓS MAIS DUAS MEDALHAS , ATLETAS DAS FORÇAS ARMADAS DO BRASIL SUPERAM META


O programa de incentivo aos atletas das Forças Armadas do Brasil tinha uma meta para os Jogos Olímpicos do Rio: que os atletas militares conseguissem ao menos dez medalhas para o país.

A Olimpíada ainda tem mais três dias de competições, mas o número já foi superado após dois ouros conquistados nesta quinta-feira (18). O número de láureas proveniente de Atletas das Forças Armadas é de 80% do total de medalhas —12 das 15.

O objetivo foi superado depois de uma disputa emocionante na vela. Militares da Marinha, as velejadoras Martine Grael e Kahena Kunze conseguiram ultrapassar as adversárias da Nova Zelândia na reta final da prova e puderam ouvir o hino nacional no lugar mais alto do pódio à beira da Marina da Glória com o gesto da continência.


Na madrugada de quinta para sexta, a dupla do vôlei de praia Bruno e Alison não bateu continência durante o hino, mas ficaram em posição de sentido. Ao fim da execução, porém, fizeram reverência à bandeira do Brasil.

As duas demonstrações de respeito não foram exclusivas das duplas. O atirador Felipe Wu (prata), o judoca Rafael Silva (bronze), os ginasta Arthur Nory (bronze) e Arthur Zanetti (prata), Thiago Braz, do salto com vara (ouro), o boxeador Robson Conceição (ouro) e a dupla do vôlei de praia Ágatha e Bárbara (prata) prestaram continência no pódio. Já as judocas Rafaela Silva, campeã olímpica, e Mayra Aguiar, bronze, e a nadadora Poliana Okimoto (bronze), não.

No Pan de Toronto, todos os medalhistas realizaram o cumprimento militar, e a atitude gerou polêmica.

PROGRAMA DE INCENTIVO

Com 145 atletas, as Forças Armadas têm 30% dos esportistas brasileiros na Olimpíada. É um contingente maior do que o registrado em Londres-12, quando eles representavam 20% dos 259 atletas da delegação brasileira.
A maioria não é militar de carreira —tem apenas o apoio de Marinha, Exército ou Aeronáutica.

O apoio é fruto de um programa de alto rendimento iniciado em 2008. Para se tornar militar temporário, os atletas passam por um treinamento de 45 dias. Estudam a hierarquia militar, passam por teste físico, aprendem a marchar e a prestar continência.


Depois desse período, os atletas não vivem a rotina militar nem frequentam o quartel. São esporadicamente convocados para alguns eventos e obrigados a comparecer. A maioria nem frequenta as instalações militares.







infograficos - Atletas militares na delegação do Brasil
Created with Raphaël 2.1.2
Rio-2016
31
20
Londres-2012
31
Rio-2016
Pixel tag Fonte:http://mulheresabias.blogspot.com.br/2016/08/apos-mais-duas-medalhas-atletas-das.html?spref=fb

quarta-feira, 17 de agosto de 2016

COMANDANTES DOS GBM'S SE DESTACAM JUNTO À TROPA

Depois de criteriosa apuração dos elogios que chegaram até este portal, gostaríamos de destacar o desempenho na condução da administração de algumas OBM's. Os relatos são da própria tropa, ou seja, quem sofre diretamente com cada decisão tomada pelo comandante. 


Não estamos aqui fazendo juízo de valor da pessoa que cada um é, mas sim da performace administrativa e profissional com que vem conduzindo a gestão da unidade.





Durante estes cinco anos de existência do nosso veículo de informações recebemos e publicamos denúncias, reclamações e vários tipos de mensagens referente à política, segurança, salvamentos, falecimento de militares, enfim, tudo relacionado a fatos que de uma forma ou de outra interferem no dia a dia do bombeiro militar e seus familiares, sejam eles oficiais ou praças.

Alguns críticos do blog, no seu entendimento, sempre viram esta ferramenta como algo criado por um ¨Grupo de Rebeldes¨ com o único intuito de falar mal do comando e do governo, pois não aceitam que tudo que aqui é publicado não passa de um reflexo do que é vivido na caserna. O canal apenas dá voz aos que internamente não são ouvidos, na esperança de que algo que esteja errado possa ser ajustado.

Todavia, contrariando nossos críticos usaremos, mais uma vez, esta ferramenta para externar o que por alguns meses estamos percebendo, mediante às várias manifestações de elogios e agradecimentos enviados ao canal direcionados a esta nova geração de comandantes, principalmente da capital. Como jamais poderíamos nos furtar de expor o sentimento da tropa, publicaremos aqui, os nomes dos comandantes, e seus respectivos GBM'S, que estão fazendo jus ao cargo que lhes foi confiado. 

Todos estes têm dispensado tratamento respeitoso e urbano aos seus comandados, sempre dispostos a atendê-los, com bom senso e equilíbrio, tanto nas suas demandas particulares, como nas questões operacionais (instalações, equipamentos operacionais, alimentação e acomodações das OBM'S) tudo aquilo que um bombeiro militar necessita, para desempenhar de forma satisfatória sua missão no atendimento ao cidadão contribuinte, que é o nosso público alvo e merecedor de toda dedicação.

Segue abaixo os nomes dos comandantes (os que chegaram até nós), que tem sido alvo do constante reconhecimento por parte dos bombeiros militares lotados nestas unidades:


Ten Cel Bm Hélio Lima: Comandante do 2º GBM - Méier.

Ten Cel Bm Soledade: Comandante do 17º GBM -Copacabana.

Ten Cel Bm André Melo: Comandante do 11º GBM - Vila Isabel.

Ten Cel Bm Edson Lima: Comandante do 12º GBM  - Jacarepaguá.

Ten Cel Bm Raphael: Comandante do 24º GBM - Irajá.

Ten Cel Bm Igor Vianna: Comandante 8º GBM - Campinho.

Cel Bm Miúra e Alves: Diretores do HCAP


SOS BOMBEIROS: Parabéns comandantes! Que Deus continue iluminando e dando sabedoria a cada um dos senhores, guiando seus passos no comando dos heróis. Que sirvam sempre de exemplo para a tropa que lideram.

A estes senhores, nada nos resta a fazer, como militares que somos, a não ser prestar nossas SINCERAS CONTINÊNCIAS!

Aos casos omissos, que provavelmente existam, os que desejarem façam menção da boa gestão através dos comentários.

É bem verdade que os GBM's aqui elencados não representam um número expressivo de unidades de toda corporação, mas já nos deixa muito satisfeito em perceber que comandantes e comandados podem conviver de maneira harmônica, respeitosa, justa, sem covardias e principalmente, motivante, pelo menos é assim que os muitos relatos que recebemos dos militares lotados nestas unidades descrevem. 

Estes fatos apontam para um futuro de boas expectativas para o perfil de alguns atuais e muitos outros futuros comandantes da corporação.


VIVA O CORPO DE BOMBEIROS!!!