segunda-feira, 1 de agosto de 2016

FALTA DE BOM SENSO DO GSE PROVOCA CRISE NA TROPA

GSE publica em boletim interno determinação para que oficiais e praças da área da saúde apresentem a partir de hoje(01) até o dia 04/08 o respectivo documento do conselho regional de enfermagem - COREN em dia. Medida que surpreendeu a todos devido ao baixíssimo prazo, sendo que o próprio órgão apresenta prazo bem superior para emissão do nada consta.

Início da relação com quase 12 paginas


SOS BOMBEIROS: A publicação foi realizada no dia 29/07 para apresentação do certificado três dias depois, sendo entre eles um final se mana. Que maravilha!!! 

Todos sabemos que os bombeiros estão super enrolados financeiramente com as covardias que o governo vem fazendo causando em seus servidores, e agora o GSE se outorga das competências do COREN e pressiona sem a menor compreensão de momento todo o seu efetivo.

Na publicação não trouxe a especificação da natureza da transgressão que cometerá quem não estiver em dia, mas fato é que a forma como todo esse processo está sendo conduzido (de maneira coativa) demonstra uma falta de razoabilidade sem precedentes do atual comando do GSE.

40 comentários:

  1. Pior do que isso e a covardia de acionarem os militares para servico extraordinario, comunicando a tarde do dia anterior com ironia e brincando dizendo que nao havera pagamento.

    ResponderExcluir
  2. E isso tudo sem contar como está a criminalidade no RJ, eles ainda nos obrigam a comparecer fardados !!!!
    O que é muito perigoso para todos os Militares atualmente !!!!
    GSE é só covardia!!!
    GSE escala compulsória sem aviso prévio e com menos de 24 horas, desde a publicação em boletim!!!
    Eles nem ao menos leva em consideração que não temos acesso aos boletins do Gse nos quartéis onde prestamos serviços!!!
    Sem contar que trabalhamos de GRAÇA no SAMU a mais de OITO anos!!!
    FORA SAMU do CBMERJ, os Militares já estão esgotados!!!

    ResponderExcluir
  3. Gse não ajuda em nada! A classe mais prejudicada e a nossa, ficamos o dia inteiro na rua e saímos do serviço acabados, qbm 06 só toma no ... Não aguento mais!

    ResponderExcluir
  4. Parece essas empresas que compram dívida de outra por pechincha pra cobrar até arrancar dinheiro de quem deve. Agora, por que razão o gse está fazendo função de coren em fazer a cobrança direta? Teria eles poder de coagir a serem realizados os pagamentos pendentes ao órgão regulador? Já que estão nesta investudura, por que não cobram do governo em cumprir determinação judicial do STF em nos pagar no terceiro dia útil?? Alguém do comando pode explicar isso?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu explico, o comandante de vcs leva uma farpela do COREN.

      Excluir
  5. O Corpo de Bombeiros, assim como o GSE são "experts" em coação nos momentos mais difíceis! Todos nós sabemos da crise financeira que assola o Estado e JUSTAMENTE neste momento a corporação quer cobrar o "nada consta"??? Que tipo de comando é esse que não pensa na tropa? Sera que a sra Cel Rosemary encontra-se em que mundo? Que cobrança mais ridícula é essa? Pq a Cel Rosemary não cobra ambulâncias em condições para nós trabalharmos? Pq não cobra a promoção dos Oficiais médicos que estão são capitães desde 2002? Pq não visita as OBMs e conversa com a tropa e ouve seus anseios?

    ResponderExcluir
  6. Quero ver quem entrou e não tem Coren, não aqui. No Bomba da Tailândia, aconteceu . Vai dar ruim e agora

    ResponderExcluir
  7. O quê podemos esperar de um grupamento e um conselho que deixa seus profissionais de saúde lavar privadas e depois atender os pacientes?

    ResponderExcluir
  8. Os profissionais que mais trabalham são os mais esculachados.
    Cansado desse SAMU,trabalhando de graça!!!

    ResponderExcluir
  9. Quero ver o comando cobrar o documento em dia das viaturas

    ResponderExcluir
  10. Militaries do gse fazem dupla função desde 2008 no samu!
    Queria saber quem vai custiar isso!
    Isso o comando não se preocupa!
    Fora Samu!
    Vtrs sucatiadas

    ResponderExcluir
  11. O sujeito não tem hora para se alimentar, não tem hora para realizar necessidades fisiologicas e higiene, nao tem hora para descansar, não tem hora para dormir, não tem hora para sair do plantão, tem que se virar para ter acesso ao boletim todo dia ( e não pode dormir cedo no dia de folga pois há dias que o Bol só sai depois das 21:00, escalando o elemento para o dia seguinte).
    Não pode assumir nenhum outro compromisso nos dias de folga pois a qualquer momento e escalado de surpresa.
    fora o fato de cumprir 48h de trabalho semanal.ou 72h por conta da escala extra não remunerada.
    Coren! eu quero 30h , quero receber minha insalubridade, quero aposentadoria com 25 anos, quero ter apenas um emprego, quero aproveitar a família na folga. Coren! nós morremos cedo.
    nos deixe aproveitar um pouquinho melhor nossa vida curta.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sábias palavras.O coren não faz nada por nós .

      Excluir
  12. pq não coloca os militares do expediente pare tirar esses serviços, convocar militares do interior do estado para tirar serviço na capital, e sem falar que não vai receber um centavo por isso. Absurdo, no gse tem muitos enfermeiros que não sabem o que significa APH, pq nunca tirou serviço na ponta. E alguns ficaram pouco tempo e arrumou um jeitinho para ir para o administrativo, agora quererem sugar os colegas. É colegas, aproveitem essa jornada, pq amanhã é outro dia.

    ResponderExcluir
  13. Pergunta se todos os oficiais enfermeiros e técnicos da Sede estão né lista? ... Tah faltando gente! Alô comando! E somente para a ponta? Alguns da Sede do GSE... Mas nem todos

    ResponderExcluir
  14. Tem uma levar pessoalmente na sede e fardado? Não estava proibido convocação extraordinária? A chefe da Divisão de Enfermagem vai pagar minha passagem ?

    ResponderExcluir
  15. Tinha que ser arriada vinda da enfermagem... Enfermeiro sempre babão... Pergunta se os dentistas, médicos, fisioterapeutas nutricionistas e farmacêuticos... Foram cobrados.... Enfermeiro não precisa de inimigo...

    ResponderExcluir
  16. À TROPA ESTÁ DOENTE
    ESGOTADA CHEGA DE SAMU
    NO DIA QUE FOREM ESCALADOS
    NO COMPULSÓRIO BAIXEM

    ResponderExcluir
  17. Cansada! Entra comando, sai comando e nada muda só piora.
    Cansanda de samu trabalho escravo!
    Escala extra, reuniao inútil fala so bobeira.
    temos q escutar oficial dizer que trabalhou na ponta. So q foi na época sem samu.
    agora quero ver trabalhar na ponta do inferno. Ficar sentado no ar condicionado parar para almoço. ir ao banheiro e mole.
    atender telefone e mandar ir a vtr e fácil. Nao sabem nem resolver bobagem pelo tel. Comandar tirando a saúde dos militares e fácil. Vem pra ponta agora.
    Veegonha desse comando! Agora ainda mais essa cobrando coren.
    faça nos o favor.estamos devendo nos tire da vtr. Nao podemos trabalhar na vtr com coren atrasado.
    .

    ResponderExcluir
  18. Um verdadeiro absurdo, ao chegar no corem, o funcionário já tem até acesso a nota publicada em boletim interno. Pq sera em???

    GSE é só arriada, só esculacho com quem mais atende a população, são em media 90% dos atendimentos (mal súbito) por isso mtos militares baixados, dupla função e não remunerada, isso esgota qualquer um...
    Falta de respeito vindo de cima, tenha senso. Cobrar nada consta é mole, quero ver cobrar que a prefeitura assuma o Samu, que as vtrs estejam c documentações e vistorias em dia.
    GSE COVARDEEEEEEEEEEEE...

    FORA SAMUBER!!!!!

    DIGNIDADE AOS MILITARES DO GSE...

    ResponderExcluir
  19. Já que o gse quer fazer o trabalho do coren
    então cobre nosso salário do samu.
    horas extras. Escalas extras
    e isso que um bom comando tem que se preocupar.

    ResponderExcluir
  20. So falta a corda,pois..... De merda e ingerencia a praca sao salvador e uma fossa inteira ,todos.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sua mãe deve fazer ponto lá né!!! Generalizar o problema é além de cretino , covarde com os colegas que lá estão sob os desmandos também.

      Excluir
  21. Ser militar do GSE é ser escravo, é ter que se submeter a mandos e desmandos do comando. Ferias atrasadas, sobrecarga de serviço porque acumulamos o serviço do samu, e ainda por cima sendo convocado para a escala extra com menos de 24 hs , como se o militar não tivesse vida própria. Mas se vc quiser fazer uma permuta, o prazo mínimo é de 72 hs d antecedência. Os militares que moram no interior sofrem mais, pois o comando é centralizado e eles tem que se virar pra cumprir o prazo e comparecer ao catete.

    GSE = ESCRAVIDÃO

    ResponderExcluir
  22. como eu li em alguns comentários,a tropa está doente.
    Trabalhando desmotivado e depressivo

    ResponderExcluir
  23. De acordo com a Constituição Federal, artigo 5º, LXVII, "não haverá prisão civil por dívida, salvo se o responsável pelo inadimplemento voluntário e inescusável de obrigação alimentícia e do depositário infiel", ou seja, apenas a Constituição de 1.988 permite a prisão civil, não determinando, sendo transparente que o objetivo da norma é proibir a prisão civil por dívidas, com as exceções mencionadas, como mera permissão para previsão legal com a sanção de prisão civil, vedando qualquer outro caso.
    O Pacto Internacional sobre Direitos Civis e Políticos prevê que ninguém poderá ser preso por não cumprir com uma obrigação contratual, bem como o Pacto de São José da Costa Rica normatiza que ninguém deve ser detido por dívida, exceto alimentar, ou seja, ambos tratados internacionais do qual o Brasil é signatário trazem em seu bojo garantias de proteção aos Direitos Humanos e, desta forma, conforme entendimento pacífico no STF integra nosso direito positivo.
    Os conselhos de fiscalização profissional têm natureza jurídica de autarquias, consoante decidido no MS 22.643, ocasião na qual restou consignado que: (i) estas entidades são criadas por lei, tendo personalidade jurídica de direito público com autonomia administrativa e financeira; (ii) exercem a atividade de fiscalização de exercício profissional que, como decorre do disposto nos artigos 5º, XIII, 21, XXIV, é atividade tipicamente pública; (iii) têm o dever de prestar contas ao Tribunal de Contas da União. A fiscalização das profissões, por se tratar de uma atividade típica de Estado, que abrange o poder de polícia, de tributar e de punir, não pode ser delegada (ADI 1.717), excetuando-se a Ordem dos Advogados do Brasil (ADI 3.026).
    No Estado constitucional de Direito, os princípios constitucionais são balizas e vem insculpido na nossa carta política entre ele o da legalidade. por esse principio o gestor publico é escravo da lei. Bem como todos os que estão na administração pública.
    Logo a determinação do GSE, eivada de ilegalidade, pois cabe ao COREN/RJ punir seus enfermeiros, entregando os seus nomes para a divida pública. Neste caso não tem o CBMERJ poder algum de punição por inadimplência.

    ResponderExcluir
  24. A grande verdade é que o comando do gse são despreparados para comandar, estão confusos quanto a mandar e comandar, administrar um grupamento estando incapaz de ombrear para com todos.

    ResponderExcluir
  25. CAPÍTULO I DAS RELAÇÕES PROFISSIONAIS DIREITOS
    Art. 1º Exercer a enfermagem com liberdade, autonomia e ser tratado segundo os pressupostos e princípios legais, éticos e dos direitos humanos.
    RESPONSABILIDADES E DEVERES;
    Art. 7º Comunicar, ao COREN e aos órgãos competentes, fatos que infrinjam dispositivos legais e que possam prejudicar o exercício profissional.
    alguém já fez isso?? ou vamos ficar pelos corredores resmungando??

    ResponderExcluir
  26. Com os cumprimentos de praxe, venho por meio desta informar que a atuação direta, rotineira e obrigatória imposta aos militares profissionais da área de saúde QBMP/06 na realização de faxina nas instalações do CBMERJ como: banheiros, capinas, manipulação das caçambas de lixo e em manuseios de entulhos, ferem violentamente os princípios da moralidade e legalidade contidos no artigo 37 da Constituição Federal, alude também à Lei federal n.9784/99 ,no artigo 2¤, parágrafo único onde versa que é obrigação dos agentes públicos respeitarem a lei e outros instrumentos normativos existentes, o nosso Conselho proíbe a prática de ato que cause acometimento da saúde dos pacientes, partindo do pressuposto que um atendimento ao paciente com o fardamento sujo ofende ainda mais a saúde da vítima que já se encontra fragilizada aumentando significativamente os riscos por contaminação com microrganismos patogênicos principalmente os imunodeficientes e os que apresentam feridas abertas em acidentes.
    Considerando o Decreto nº 94.406/87 que regulamenta a Lei nº 7.498 de 08 de Junho de 1987; Art.10º e Lei 2.604/55 resoluções COREN - Conselho Regional de Enfermagem/RJ e COFEN - Conselho Federal de Enfermagem.
    Fazendo minha as palavras do Ten. Cel. BM QOS/79-Marcelo Henrique Wood Faulhaber ( RG-06268 ) ora antigo comandante do GSE , " Dadas as características da missão do GSE , que exige condições de asseio para cuidados de saúde, de empenho prolongado dos recursos de atendimento que incluem, além do atendimento às vítimas, seu transporte para hospitais por vezes distantes dos locais de atendimento, os praças do GSE devem estar descansados para o adequado desempenho de sua missão básica ¨. Digo também que ao final do serviço, a limpeza e a reposição dos materiais da ambulância estão sendo prejudicados e/ou deixados pra trás, haja vista que estão sendo feitos às pressas, porque a prioridade passou a ser a faxina do quartel. O que me preocupa é que esse desvio de função vai ao encontro a um crime contra a saúde pública tipificado no código penal Art. 267. "Causar epidemia, mediante a propagação de germes patogênicos" Pena - reclusão, de 10 (dez) a 15 (quinze) anos.
    Os fatos que acontecem no CBMERJ também ferem a Norma Geral de Ação (NGA/CBMERJ/00) descrita claramente no inciso 16 "Não compete aos praças de saúde do GSE (QBMP-6 e QBMP-11):
    - Dadas as características da missão do GSE, que exige condições de asseio para cuidados de saúde, não compete aos praças do GSE o desempenho de atividades de limpeza do quartel, capina, pintura, etc.
    - Dadas as características de empenho prolongado dos recursos de atendimento que incluem, além do atendimento às vítimas, seu transporte para hospitais por vezes distantes dos locais de atendimento, os praças do GSE devem estar descansados para o adequado desempenho de sua missão básica e, portanto não compete a estes militares o desempenho de atividades estranhas às atividades de saúde como segurança do quartel, ronda, etc."
    Inclusive indo contra o que diz o edital regulador nº 002/2008 CBMERJ de 10 de março de 2008, item 2.4.1, especificando os pré-requisitos na inclusão do concurso público para provimento de vagas no cargo de cabo bombeiro militar na qualificação do quadro de bombeiro militar particular (QBMP) de auxiliar de saúde com especialização em técnico de enfermagem, ou seja, nossas tarefas são aquelas relacionadas direta e exclusivamente com o cuidado ao paciente.
    Tendo em vista o nosso RDCBMERJ/80 , capítulo 2 ( Princípios gerais da hierarquia e da disciplina ) , Art. 6.º - ¨ A disciplina de bombeiro-militar é a rigorosa observância e o acatamento integral das leis, regulamentos, normas e disposições, traduzindo-se pelo perfeito cumprimento do dever por parte de todos e de cada um dos componentes do organismo bombeiro-militar " ainda o § 1º - São manifestações essenciais de disciplina:
    - a correção de atitudes e a consciência das responsabilidades.
    Fatos estes que levo ao vosso conhecimento em nome da saúde da população carioca.

    ResponderExcluir
  27. TRABALHEI 14 ANOS NUMA ASE , A MINHA EQUIPE FOI TORTURADA E AMEAÇADA POR BANDIDOS NUMA FAVELA NO CENTRO DO RIO . NA ÉPOCA, O COMANDO PROIBIU DIVULGAR ESSE EPISÓDIO . NÃO TIVE APOIO DE NINGUÉM . HOJE , ESTOU REFORMADO POR INVALIDEZ.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Com esses oportunistas a tendência é piorar. A nova proposta do Governo para chegar na reserva remunerada é ter 65 anos de idade, até lá só por invalidez ou morto.

      Excluir
  28. E isso ai! Querem coren então vamos todos ao coren. Cobrar nossos direitos
    juntos somos fortes!
    que o comando explique nosso trabalho escravo.

    ResponderExcluir
  29. Poxa é uma vergonha colocar os enfermeiros pra lavarem privadas...cadê o COREN?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Mais uma vez olhando para o próprio umbigo. BOMBEIROS NÃO TEM QUE LIMPAR PRIVADA , PRA ISSO EXISTEM OS FAXINEIROS!

      Excluir
  30. NUNCA VI UM SERVIÇO TÃO
    IDIOTA ESSE QUE NÓS FAZEMOS
    NO SAMU
    AS VIATURAS ESTÃO CAINDO
    AOS PEDAÇOS
    NÃO TEM MATERIAL PRA SE TRABALHAR
    OS PROFISSIONAIS ESTÃO SE
    ACABANDO
    COMANDO FDP QUE NÃO VÊ ISSO
    ENTREGA ISSO PRA QUEM É DE DIREITO
    ANTES QUE NÃO SEJA TARDE

    ResponderExcluir
  31. No cogs não é diferente pois temos um coronel racista ignorante prepotente mandão e mau educado para os com seus subordinados e nos somos mascarados por ele o comando geral não faz nada sabendo de tudo estão solidarios ao gente pois os comandos são os mesmo basta merdas estamos sem comandos

    ResponderExcluir
  32. Cogs Preciona Ponta. O motivo de maca presa gritar com a ponta e mole.vem aqui com suas estrelas e gritar com diretor do hosp.chefe de equipe.liberar as macas
    porque não fazem isso?
    Agora ainda vem o Gse precionar o serviço do coren! Nao cumpre nem seu dever com seus militares ridiculaaaaa!

    ResponderExcluir
  33. NÃO DÁ PRA ENTENDER PORQUE
    ESSA BOSTA DE SAMU CONTINUA
    COM O BOMBEIRO
    SERÁ QUE NÃO ESTAM VENDO
    QUE NÃO DÁ MAIS
    O ATENDIMENTO NO PRÉ HOSPITALAR
    ESTÁ PESSIMISMO HORRÍVEL
    PELO AMOR DE DEUS
    ISSO TEM QUE MUDAR

    ResponderExcluir
  34. A tropa das ambulâncias não aguenta mais, a dupla atribuição com o SAMU está afetando na qualidade do atendimento aos pacientes.

    ResponderExcluir
  35. senhores já encaminhei reclamações ao Ministério público e ao COREN/RJ, espero que mais reclamações oficiais aconteçam!!sob pena do que do tudo do que foi falado aqui vire fofocas.

    ResponderExcluir

Comentários com palavras de baixo calão, agressivas ou que estimulem a violência ou prática criminosas não vão ser publicados.

Citações ou acusações pessoais somente são publicadas com a identificação do autor do comentário.

Se sentiu ofendido? Quer ter o direito de resposta? Faça contato pelo email (enderecumemaium@gmail.com) ou use os comentários para defender seu ponto de vista.

O BLOG é seu. Use-o com sabedoria.