terça-feira, 13 de setembro de 2016

CONSEQUÊNCIA DA ROUBALHEIRA NO ESTADO: APOSENTADOS E PENSIONISTAS SEM SALÁRIO

Contas vazias do Estado deixa pagamento de servidores, pela Justiça, sem prazo para acabar



O drama de boa parte dos aposentados e pensionistas do Estado continua e não tem prazo para acabar. Ontem, a Justiça monitorou a entrada de receita nas contas do estado e fechou o dia com R$ 50 milhões bloqueados para o pagamento dos servidores. O problema é que o valor necessário é de R$ 471 milhões. Ao perceber que as contas estão vazias, a Federação das Associações e Sindicatos dos Servidores Públicos do Estado (Fasp) pediu para que os valores já arrestados sejam repassados a quem aguarda pagamento. A Justiça aceitou o pedido e ordenou que a Secretaria de Planejamento organize o pagamento (Seplag) utilizando os R$ 50 milhões já arrestados.

— O trabalho da Fasp é esse: adiantar o pagamento de quem ainda não recebeu. Esse processo de procurar recursos nas contas do estado vai continuar até que o valor total seja alcançado — disse Carlos Henrique Jund, advogado da Fasp.

A questão agora é saber até quando a Justiça ficará responsável por bloquear os valores, e pagar os servidores.
— Se a promessa do governo era de quitar a folha até o 10º dia útil (quinta-feira), a tendência é que as contas do Estado apresentem o que falta dos R$ 471 milhões até lá — lembrou Jund.

A Secretaria estadual de Fazenda adiantou que a maior parte do que foi arrestado diz respeito a operações de crédito. O governo afirmou, também, que não poderá fazer ordens de pagamentos para quitar parcelas da folha, pois as contas estão bloqueadas.

Na Justiça, a Procuradoria Geral do Estado reiterou ao Supremo Tribunal Federal, na última sexta-feira, que reveja a decisão que obrigou ao Estado a quitar a folha até o 3º dia útil sob pena de arresto.
Fonte: Extra Online


SOS BOMBEIROS: A maior covardia está acontecendo no Estado neste exato momento, homens e mulheres que contribuíram para na velhice e/ou na sua ausência seus dependentes fiquem sem passar necessidades estão à deriva. 

Todos somos visto como votos e apenas votos, estatísticas, números que o cenário trata com a maior frieza, eleição após eleição nos deixamos cair nos discursos falaciosos e engôdos eleitoreiros. Precisamos agir com a razão e sermos duros, e não mais dar oportunidade para governos e partidos que reiteradamente já mostraram qual o seu lema:

- "Perpetuar a família na mamata da roubalheira política" esse é o perfil dos atuais integrantes do PMDB do Rio. Cabral, e filho; Picciani e filhos, Pezão e enteado; Eduardo Paes e familiares, em fim todos sabemos quem são, como agem e o que objetivam, basta decidirmos começar a combatê-los.

2 comentários:

  1. Triste fim de Pensionistas e Reformados e então Oficiais e alguns Praças,ainda vão ficar levantando a Bandeira do PMDB?

    ResponderExcluir
  2. Que tal cancelar as benecies bilionarias que o estado concedeu aos empresarios em mais de 15 anos? Que tal o sr barata spgro de cabral proprietario de quase todas as empresas de onibus voltar a pagar ipva integral? Sera q ajuda? Que tal a ambev pagar impostps justos ao inves de dpar ao pmdb dinheiro pra campanhas e ser liberada de impostos? Quer mais? Que tal se o gov federal fizesse uma auditoria nas aprovaçoes do tce nos ultimos 15 anos de pmdb? Sera q da merda? Fica a dica. Dinheiro da pra salario e sobra.

    ResponderExcluir

Comentários com palavras de baixo calão, agressivas ou que estimulem a violência ou prática criminosas não vão ser publicados.

Citações ou acusações pessoais somente são publicadas com a identificação do autor do comentário.

Se sentiu ofendido? Quer ter o direito de resposta? Faça contato pelo email (enderecumemaium@gmail.com) ou use os comentários para defender seu ponto de vista.

O BLOG é seu. Use-o com sabedoria.